Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 21/06/2018 - 23:38Atualizado há 3 horas

Goiás e Juventude ficaram no empate em 1 a 1 na noite desta quinta-feira, no Serra Dourada, pela 12ª rodada da Série B, e sairam de campo com o sentimento de que poderiam ter vencido, em duelo válido pela 12ª rodada da Série B. Os donos da casa vinham embalados de duas vitórias seguidas e recuperação na ponta de baixo da tabela, enquanto os visitantes chegaram ao nono jogo sem perder na competição.

O empate mantém o Juventude na 10ª posição, com 16 pontos. O Goiás sobe para o 15º lugar, com 12 pontos. Porém, ambos os times podem cair na tabela ao término da rodada. Na próxima terça, os gaúchos recebem o Vila Nova em Caxias do Sul, às 19h15, e os esmeraldinos duelam com o CRB, no Estádio Olímpico de Goiás, às 21h30.

Goiás de Lucão também luta para escapar da degola (Foto: Sebastião Nogueira)

Para o Criciúma o empate foi bom, na medida em que o Esmeraldino ficou a três pontos do Tricolor. Caso o Oeste-SP perca para o Fortaleza, no Castelão, e o CRB-AL não supere o Paysandu-PA, no Rei Pelé, o Tigre fica distante apenas três pontos do primeiro time fora do Z-4.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 21/06/2018 - 21:22Atualizado há 3 horas

O lateral direito Fagner será a única novidade da formação brasileira contra a Costa Rica, às 9 horas (de Brasília) desta sexta-feira, em São Petersburgo. Não por vontade do técnico Tite. Mas por força de uma lesão. Danilo acusou uma contusão muscular na região direita do quadril e acabou vetado pelo departamento médico após passar por exames. Com isso, o Brasil começa o jogo com a seguinte formação: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Recuperado de lesão na coxa direita, corintiano estará em ação na segunda rodada (foto: Pedro Martins/Mowa Press)

O Brasil precisa da vitória para continuar com chances de ficar em primeiro lugar, sem depender de uma combinação de resultados. Por enquanto, o time de Tite é o segundo colocado, empatado com a Suíça, com um ponto, atrás da Sérvia, que venceu na estreia. Se passar a próxima fase, os brasileiros pegarão México, Suécia ou Alemanha, nas oitavas-de-final.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 21/06/2018 - 21:10Atualizado há 3 horas

Quando o Criciúma acordou, já era tarde. Fez um bom segundo tempo contra o Brasil de Pelotas, mas insuficiente para colher um bom resultado ou pelo menos evitar a derrota no Bento Freitas. Uma falha de posicionamento da defesa na bola parada e o goleiro Luiz adiantado, facilitaram o time gaúcho a chegar ao 1 a 0, e escapar momentaneamente do Z-4 da Série B.

O Tricolor fez um primeiro tempo abaixo da crítica, com Mailson e João Paulo isolados no ataque, sem criatividade do meio-campo e com os dois laterais nada inspirados. No segundo tempo, com Nicolas, Wallacer e Lucas Coelho, que entraram nas vagas Mailson, Jean Mangabeira e Luiz Fernando, o time carvoeiro melhorou.

Tigre conheceu a sétima derrota na competição nacional (Foto: Flávio Neves)

Marlon Freitas foi o melhor da equipe, colocando duas bolas na trave, sendo um volante agudo que conseguiu levar mais perigo ao gol adversário do que os proprietários atacantes. Depois do jogo, o técnico Mazola Júnior externou toda a preocupação com a fase da equipe, que é a penúltima colocada na classificação. “É inadmissível um clube como o Criciúma ter apenas nove pontos em 12 jogos. Não quero ser mais uma vítima dos maus resultados”, disse.

Mazola perdeu o segundo jogos, em sete partidas no comando do time carvoeiro. Pressionado, o Tricolor terá dois jogos em casa na sequência para se recuperar. O próximo compromisso, sem poder contar com Jean Mangabeira e Wallacer, suspensos, é contra o São Bento, no sábado, dia 30, às 18 horas, no Majestoso.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 21/06/2018 - 13:22Atualizado em 21/06/2018 - 13:24

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quinta-feira, dia 21. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Jonathas Roberge, Delegado Márcio Campos Neves e Coronel Cabral.

Em pauta: Jornalista Fernanda Zampoli critica vídeo na Rússia e repercute na mesa, além do Tigre, que joga hoje, em Pelotas, e a Seleção Brasileira, que volta a campo amanhã, na Rússia.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 20/06/2018 - 14:48Atualizado em 20/06/2018 - 14:54

No sacrifício...

A escalação de Elvis comprova a importância que o Criciúma dá ao jogo contra o Brasil-Pe. Escalar o jogador desde o início, mesmo sabendo da lesão na mão, demonstra o quão o Tigre está preocupado com o duelo direto pela fuga do Z-4. Uma vitória pode colocar o Tricolor fora da zona de rebaixamento. Mas não será uma tarefa simples, afinal o time carvoeiro terá que ter um bom desempenho mesmo com jogadores contestados até agora. Ralph e Mailson, por exemplo, precisam mostrar um melhor rendimento. O volante é um recém-chegado e joga improvisado. Já o atacante teve bons momentos no Catarinense e nada mais. Do outro lado, o técnico Gilmar Dal Pozzo quer uma vitória na estreia. Jogo difícil, com certeza, mas se o time de Mazola Júnior jogar para empatar, tem tudo para sair de campo derrotado.

Grupo carvoeiro está focado na reabilitação (Foto: Fernando Ribeiro)

CR7

Cristiano Ronaldo está sendo decisivo. Tem levado Portugal nas costas. Praticamente sozinho. O craque do Real Madrid voltou a marcar no Mundial. Fez o gol da vitória sobre o Marrocos. Um belo gol de cabeça. Com quatro gols, é o principal artilheiro da competição.

Pressão

A Seleção do Marrocos fez um bom jogo contra Portugal. Pressionou o time português durante boa parte do jogo. Desde o gol de CR7, logo aos quatro minutos, o time africano buscou o resultado. Merecia melhor sorte, mas nem sempre isso acontece no futebol.

Não é só futebol

A torcida iraniana está fazendo a festa na Rússia. Especialmente as mulheres, que desfilam felizes e livres pelas ruas e cercanias dos estádios. Esse é um dos exemplos da importância que o futebol tem no mundo. Lembrando que no Irã as mulheres não podem entrar em praças esportivas.

Torcedoras iranianas roubam a cena na Rússia (Foto: Javier Soriano)

Destaque A Tribuna

Destaque para a classificação do Uruguai a segunda fase da Copa do Mundo. O time de Oscar Tabarez bateu a fraca Arábia Saudita por 1 a 0, contando com uma falha clamorosa do arqueiro árabe. Suarez aproveitou para marcar o gol da vitória celeste. Agora a missão é tentar a primeira posição da chave A. Para tal será necessário vencer a embalada Seleção da Rússia.

Nota Zero

Acredito que tenha algo mais importante para pensar sobre o esporte catarinense, do que o projeto de lei que libera a entrada de ex-jogadores que atuaram por mais de cinco anos na elite de Santa Catarina. O próprio comentarista da Rádio Som Maior, Sarandi, que também foi jogador profissional, compartilha dessa opinião. Temos outras preocupações no cenário esportivo que poderiam pautar a Assembleia Legislativa.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 20/06/2018 - 13:11Atualizado em 20/06/2018 - 13:15

Adversário motivado 

Se engana quem pensa que o Criciúma terá uma tarefa facilitada em virtude da crise que vive o Brasil de Pelotas. O jogo de amanhã é mais um daqueles confrontos diretos, que valem seis pontos. São antigas expressões que tentam sintetizar a importância do jogo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A troca de comissão técnica dará ao time gaúcho um ânimo a mais, embora o grupo de jogadores estivesse “fechado” com o então técnico Clemer. Uma demissão de treinador é sempre uma “luz alta” nos jogadores. A resposta terá que vir diante do Tigre. E o novo técnico do Brasil-PE é um velho conhecido do futebol catarinense: Gilmar Dal Pozzo. Por isso, mesmo cheio de desfalques e problemas, o Tricolor terá que buscar o resultado somente na base da superação. 

Gilmar Dal Pozzo é o novo comandante do time gaúcho (Foto: Site Oficial do Brasil-Pe)


Expectativa sobre escalação 

Será que Renato Augusto vai ganhar a vaga de titular? Essa é a grande dúvida na escalação da Seleção Brasileira. Hoje o time nacional faz mais dois treinos antes da viagem até São Petesburgo. Talvez Renato não comece jogando contra a Costa Rica, mas, sem dúvida, é uma grande opção contra uma equipe mais forte. 

Donos da casa 

Quem diria. A Rússia tem duas vitórias na chave A da Copa do Mundo e é a primeira classificada a próxima fase. Os donos da casa já marcaram oito gols, sofreram apenas um, e são detentores da melhor campanha. Deverão pegar Portugal ou Espanha na próxima fase. Aí vamos ter a real noção de até onde vai a empolgação dos russos. 

Uruguai perto da vaga 

Se a Copa do Mundo não começou tão bem para o Brasil, Argentina, Peru e Colômbia, o Uruguai pode já carimbar o passaporte a próxima fase no jogo de hoje. Basta vencer a fraca seleção da Arábia Saudita. 

Mercado da bola I

Segundo a imprensa britânica, Lucas Paquetá, do Flamengo, pode ser o próximo jovem brasileiro a ser vendido. O Liverpool vê o jogador como alternativa para a fracassada negociação com Nabil Fekir, do Lyon. A proposta seria em torno de R$ 212 milhões. 

Mercado da bola II

Ficou difícil o acerto de Vagner Love com o Flamengo. Só se tiver alguma grande mudança no atual cenário para o atacante defender o Flamengo. O Besiktas, da Turquia, detentor dos direitos econômicos do jogador, afirmou ao rubro-negro que só libera o atleta por cerca de R$ 6 milhões, números considerados altos pela cúpula do time carioca. 

Destaque A Tribuna 

Destaque para o gol marcado pelo meia-atacante Quintero, da Colômbia, na estreia do Mundial contra o Japão. Foi uma bela cobrança de falta, rasteira, por baixo da barreira. Lembrou Ronaldinho Gaúcho na época de Barcelona. Pena, para os sul-americanos, que não foi suficiente para evitar o mau resultado. Foi a primeira derrota de uma seleção da América do Sul contra uma seleção asiática, na história dos mundiais. 

Nota Zero 

Há uma exagerada preocupação sobre a lesão de Neymar. Os canais de televisão do Brasil fazem uma boa cobertura da Copa, mas extrapolam na preocupação em cima do principal nome do time brasileiro. A grande verdade é que os problemas da Seleção não se resumem a lesão de Neymar. É preciso colocar mais intensidade no jogo. Deixar de jogar apenas pelo lado esquerdo. Segundo a CBF, mesmo sentindo dores na perna direita, Neymar deve treinar normalmente hoje e amanhã. O mundo da bola está de olho no Brasil!!

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 20/06/2018 - 13:09Atualizado em 20/06/2018 - 13:10

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quarta-feira, dia 20. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Itá, João Pedro Hermann e Fabrício Schambeck.

Em pauta: Vídeo polêmico na Rússia, Seleção e o Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 19/06/2018 - 13:17Atualizado em 19/06/2018 - 13:20

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta terça-feira, dia 19. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Coronel Cabral, Delegado Márcio Campos Neves. Doutor Anderlei Antonelli e Jonathas Roberge.

Em pauta: desistência de Eduardo Pinho Moreira e a eleição federal, além do Tigre, que joga na quinta-feira, contra o Brasil-Pe, em Pelotas.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 18/06/2018 - 13:21Atualizado em 18/06/2018 - 13:29

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta segunda-feira, dia 18. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Denis Luciano, Itá e João Pedro Hermann.

Em pauta: Estreia do Brasil na Copa e o empate do Tigre.

 

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 17/06/2018 - 19:03Atualizado em 17/06/2018 - 19:12

A tão aguardada estreia da Seleção Brasileira ficou abaixo do esperado pela torcida verde amarela. Neste domingo, dia 17, em Rostov, na Rússia, os comandados de Tite ficaram no empate em 1 a 1, contra a Suíça, em jogo válido pela abertura do grupo E. Desde 1978 o Brasil não começava um Mundial sem um bom resultado.

O Brasil começou melhor e o lado do campo com Marcelo, Neymar e a aproximação de Philippe Coutinho, passou a trocar passes, ter paciência e buscar uma brecha para o gol. E não demorou muito para sair o primeiro gol. Aos 20 minutos, Coutinho chutou de fora da área para colocar a bola no ângulo, com direito a um toque na trave antes de entrar.

A torcida brasileira terminou o primeiro tempo cantando "o campeão voltou" para logo se calar no começou a etapa final. Aos cinco minutos, Zuber subiu mais que Miranda para empatar. Os brasileiros reclamaram de falta, mas o juiz nada marcou. Após a igualdade suíça, Tite fez três alterações. Colocou Renato Augusto, Fernandinho e Roberto Firmino, para as saídas de Paulinho, Casemiro e Gabriel Jesus. Nada adiantou para os brasileiro fazerem o segundo gol.

Gabriel Jesus foi bem marcado pela zaga da Suíça (Foto: Eduardo Nicolau)

Com o empate, o Brasil fica com apenas um ponto, ao lado da Suíça, atrás da Sérvia, que tem três pontos, após vitória sobre a Costa Rica. O próximo jogo da Seleção Brasileira é na sexta-feira, dia 22, às 9 horas (de Brasília), em São Petesburgo.

 

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 17/06/2018 - 10:55Atualizado em 17/06/2018 - 11:00

Poderia ser mais

Uma vitória deixaria o Criciúma em 15º lugar. O empate ou derrota daria ao Tigre a penúltima posição. E foi justamente o empate que aconteceu diante do Oeste-SP. Sem dúvida, ficou um gostinho de quero mais. O time de Mazola Júnior esteve duas vezes a frente do placar e não soube segurar o resultado. Faltou concentração na defesa, embora tenha sobrado inspiração para os jogadores de marcação na frente. Liel e Nino fizeram belos gols e supriram a noite nada inspirada de Zé Carlos e João Paulo. Teve ainda a lesão de Elvis e a expulsão de Alex Maranhão. O ataque do Tigre realmente não teve uma noite feliz. É natural essa oscilação. Agora, é esperada uma melhor apresentação do conjunto tricolor diante do Brasil-Pe, na quinta-feira, dia 21, no Bento Freitas.

 Empate em Barueri aumentou para quatro jogos a invencibilidade da equipe carvoeira (Foto: Jefferson Vieira)

Boa campanha

As cinco derrotas com o técnico Argel Fucks não podem jogar pressão em cima do trabalho de Mazola Júnior. O novo treinador faz uma boa campanha. Tem números satisfatórios: duas vitórias, três empates e apenas uma derrota. É uma campanha que colocaria o time na briga pelo acesso. Mas como a equipe só perdeu nas cinco primeiras rodadas, esses quatro jogos sem perder ainda não colocam o Tricolor fora do Z-4. O jogo contra o Brasil-Pe é um confronto direto da turma de baixo. Lá a história é outra. O Estádio Bento Freitas deverá estar lotado e com apoio maciço da torcida xavante.

Nino recuperado

Um gol marcado e a uma boa atuação na parte defensiva. Nino prova que está recuperado daquela noite infeliz em que anotou um gol contra, diante do CSA-AL. De lá pra cá surgiram algumas dúvidas sobre o defensor, mas que com as últimas atuações provam que Nino logo recuperou a boa fase.

Começo nada bom

É normal um jogador não se adaptar logo de cara. E Ralph também foi colocado numa fogueira, jogando improvisado do na lateral-direita, na vaga de Sueliton. São justificativas que amenizam as críticas sobre o jogador, mas é importante salientar que a expectativa em torno do rendimento dele não está sendo alcançada.

E o Sandro?

Se Mazola Júnior não enxerga em Carlos Eduardo o potencial de marcação necessário para jogar na lateral, o treinador poderia muito bem ter optado pelo zagueiro Sandro, logo que Sueliton se lesionou. É fácil tecer comentários depois do jogo encerrado, mas fica o aprendizado. Enquanto a tal da grade não é preenchida, especialmente na lateral, um zagueiro pode ser deslocado para a posição, ainda mais quando o adversário tem um meia-atacante atacante tão perigoso como Mazinho.

Destaque A Tribuna

A utilização do árbitro de vídeo está mais que aprovada. Bastaram alguns jogos na Copa do Mundo para todos concordarem sobre a importância do VAR. Especialmente nos jogos entre França e Austrália, e Peru contra a Dinamarca, o recurso ajudou a colocar justiça no placar. Torcemos para que a CBF não use o VAR apenas na Copa do Brasil, mas em todas as competições nacionais importantes. E que isso siga no calendário do ano que vem. A CBF tem dinheiro para arcar com as despesas. É um investimento importante. Quem sabe assim, o tal do Coronel Nunes, presidente da entidade, se redime das últimas lambanças.

Nota Zero

Excesso de vontade. É a única explicação para a expulsão do meia Alex Maranhão. O jogador só não comprometeu ainda mais a equipe porque o cartão vermelho foi recebido já no final da partida. É um lance que merece uma conversa especial com o atleta. E o Criciúma, hein? Já são seis expulsões na Série B. Que fase!!

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 17/06/2018 - 10:54Atualizado em 17/06/2018 - 11:03

JEC em situação cada vez mais complicada

Não tem jeito. O Joinville não consegue engatar uma reação definitiva no Campeonato Brasileiro da Série C. Após vencer o Volta Redonda em casa, o Tricolor viajou ao Rio Grande do Sul para enfrentar o Ypiranga-RS, na tarde do último sábado, dia 16, e foi derrotado por 2 a 0, em jogo válido pela abertura do returno. O duelo aconteceu no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim. O resultado mantém o JEC na lanterna do grupo B, com apenas sete pontos. Seis pontos separam o time da Manchester do primeiro time fora da zona da degola.

JEC é o lanterna do grupo B (Foto: Beto Lima)

Jogo agitado

Teve de tudo no jogo. Invasão da torcida, pênalti defendido, gol contra e expulsão precoce. Os donos da casa abriram o placar aos 24 minutos, com o atacante Hélio Paraíba, ex-Criciúma. Minutos depois, o zagueiro do JEC, André Baumer, colocou a mão na bola dentro da área. Na cobrança do pênalti, o goleiro Matheus defendeu e não deixou Paraíba marcar o segundo dele.

Tentativas de mudança

O técnico Márcio Fernandes mudou o time na segunda etapa e sacou Davi para a entrada do garoto Marlyson. Mas a mudança não mudou o rumo da partida. Aos sete minutos, Hélio Paraíba dividiu bola com o zagueiro André Baumer, que meteu contra o próprio patrimônio.

Expulsão

Para piorar as coisas, o meia Zotti, recém-contratado pelo Joinville, foi expulso menos de 15 minutos após entrar em campo. O JEC disputou 10 partidas até agora. Venceu apenas duas, empatou uma e foi derrotado em sete oportunidades.

Sem explicação

O técnico Márcio Fernandes não soube explicar os motivos que levam a equipe a não manter uma regularidade na competição. “Fizemos uma partida muito abaixo do que poderíamos. Não sei o que ocorreu, a gente não consegue detectar, uma partida tão boa em casa e uma tão ruim fora”, disse.

Próxima rodada

Sem pausa para a Copa do Mundo, o Joinville volta a campo no próximo domingo, dia 24, às 18h, na Arena Joinville. O Tricolor recebe o Tombense, que está na zona de classificação.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 17/06/2018 - 10:54Atualizado em 17/06/2018 - 11:09

O Tubarão ficou no empate com o São José-RS em 1 a 1, na tarde do último sábado, dia 16, no Estádio Domingos Gonzalez, em jogo válido pela segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D. Fio marcou para o Peixe no primeiro tempo e Márcio Jonathan decretou a igualdade na segunda etapa.

Peixe será obrigado a vencer em Porto Alegre (Foto: Divulgação/ CA Tubarão)

Jogo de volta

As atenções do Peixe agora se voltam para o segundo jogo, na casa do São José-RS. A partida decisiva está marcada para o próximo sábado, dia 23. Para se classificar, o Peixe precisa de uma vitória. Em caso de empate, a vaga será decidida nos pênaltis. Uma carga de 100 ingressos para a torcida tubaronense, na loja do clube, no Farol Shopping. O ingresso custa R$ 20.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 17/06/2018 - 10:52Atualizado em 17/06/2018 - 11:12

As equipes do Ouro Negro e Água Verde empataram em 1 a 1, na tarde do último sábado, dia 15, no Estádio Pinheirão, em Forquilhinha, em jogo de ida válido pelas quartas-de-final da Copa Sul dos Campeões de 2018.

Equipe de Forquilhinha não conseguiu segurar o resultado (Foto: Larm)

Gols do jogo

Celino, aos 36 minutos da primeira etapa, abriu o placar para o Ouro Negro. No segundo tempo, aos 10 minutos, Matheus Laguna, recém-contratado pelo time de Pescaria Brava, deixou tudo igual.

Jogo de volta

O jogo de volta entre as equipes será realizado no outro domingo, dia 24, às 15 horas, no Estádio Mauro Francisco Neves, em Pescaria Brava. O vencedor da partida estará nas semifinais, onde enfrentará o Araranguá. Caso haja um novo empate, o classificado será definido nas penalidades.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 15/06/2018 - 18:10Atualizado em 15/06/2018 - 18:43

Um olho no peixe, outro no Tigre!!

O velho ditado cabe para o apaixonado por futebol da região carbonífera. Em época de Brasileiro da Série B e Copa do Mundo, o torcedor do Tigre está exatamente assim: um olho no peixe e outro no gato, ou melhor, no Tigre. O jogo deste sábado, dia 16, contra o Oeste-SP, na Arena Barueri, às 19h, é mais um daqueles compromissos onde a equipe carvoeira tem a obrigação da vitória. Se não vencer, que alcance ao menos um empate e faça, acima de tudo, uma boa apresentação. Uma vitória do Tigre e uma estreia vitoriosa da nossa Seleção deixará o final de semana perfeito.

Mazola admite que briga do Criciúma é contra o rebaixamento (Foto: Guilherme Hahn)

É possível

Vencer o Oeste-SP não é nenhum bicho de sete cabeças. A classificação comprova isso. O time paulista está somente três pontos à frente do Tigre e, em caso de uma derrota, poderá ser ultrapassado. O Tricolor teria vantagem no número de vitórias. A maneira mais organizada, compacta, que o Criciúma vem atuando, faz o torcedor carvoeiro acreditar num bom resultado. Se mantiver a concentração nos 90 minutos, o Tigre tem todas as condições de sair da Arena Barueri com um bom resultado.

Liel deixa meio-campo lento

A opção por Liel no meio-campo do Criciúma precisa ser respeitada. Mazola sabe o que está fazendo. Escolheu aquele jogador que preenche os pré-requisitos necessários para sair de São Paulo com uma boa apresentação. Porém, avalio que a opção por Liel deixa o setor de meio-campo mais lento. É um risco que o Criciúma corre. Talvez Marlon Freitas consiga equilibrar as coisas, impondo mais velocidade a meia cancha.

Artur é opção

Com a proximidade do julgamento do lateral-esquerdo Marlon, o gancho que o jogador deverá pegar é alto. Afinal de contas Marlon pisou nas costas do jogador do Juventude. Dessa maneira, Artur precisa ficar preparado para ter uma sequência de jogos. A adaptação ao clube e ao esquema terão que ser rápidas. Infelizmente, a atitude intempestiva de Marlon fará o clube pagar um preço muito alto.

Amador

A retomada da Copa Sul dos Campeões tem como destaque o confronto entre Ouro Negro e Água Verde, neste sábado, às 15h, em Forquilhinha. Finalmente a competição está de volta após o imbroglio jurídico com a equipe de Pescaria Brava. Na outra semana já começa o Municipal de Criciúma. Muito bom para o nosso futebol amador.

Destaque A Tribuna

Que jogaço!! Espanha e Portugal protagonizaram um dos melhores jogos da história da Copa do Mundo. A estreia das equipes na Rússia teve um show particular de Cristiano Ronaldo. Ele é uma máquina. Impressionante a atuação do português no empate em 3 a 3. As vitórias de Uruguai e Irã também chamaram a atenção no segundo dia de competições. Neste final de semana tem mais. No domingo, o Brasil irá encarar um adversário fechado que sai no contra-ataque. Time de Tite é super favorito contra a Suíça, mas tudo se decide dentro do campo.

CR7 fez três gols na estreia da Copa do Mundo (Foto: Reuters)

Nota Zero

Que infelicidade! O Marrocos era melhor contra o Irã, não havia feito gol, mas a situação ficou ainda pior com o gol contra anotado pelo atacante marroquinho Bouhaddouz, que havia entrado na etapa final. O jogador de ataque do Marrocos se precipitou e mandou contra o próprio patrimônio. E para piorar o gol ainda saiu aos 49 minutos da etapa final. Uma derrota que obriga a Seleção do Marrocos a vencer Portugal e Espanha para alcançar a claudicação. Uma missão impossível, sem dúvida.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 15/06/2018 - 13:11Atualizado em 15/06/2018 - 18:28

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta sexta-feira, dia 15. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Waldeci Rampinelli, Itá e Ney Lopes. Em pauta: Copa do Mundo e o Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 14/06/2018 - 20:26Atualizado em 14/06/2018 - 20:36

Expectativa sobre o rendimento com a nova proteção de zaga

A obrigação de alterar novamente a formação de meio-campo do Criciúma prejudica o embalo da equipe na Série B. A ausência de Eduardo contra o Boa Esporte-MG, e agora o desfalque de Jean Mangabeira, diante do Oeste-SP, quebram o ritmo do time. Prejudicam o embalo da busca pelo entrosamento. E não estamos nos referindo a jogadores extremamente habilidosos. Nada disso. Mas o Tigre aprendeu a jogar assim com Mazola Júnior. A esperança está depositada sobre Ralph, Liel e Marlon Freitas. Dois, desses três, estarão em campo. Marlon parece estar confirmado. A dúvida fica entre Liel e Ralph. Espera-se que a expectativa em cima de Marlon Freitas seja atendida ou até superada diante dos paulistas.

Ralph (centro) e Marlon Freitas (esquerda) poderão jogar juntos (Foto: Criciúma EC)

Recorde

A maior vitória de uma seleção em jogo de estreia de Mundial era da Suécia em 1958. Pois ontem, o placar de 3 a 0 dos suecos contra o México, na largada da Copa do Mundo daquele ano, ficou pra trás com a goleada de 5 a 0 da Rússia sobre a Arábia Saudita. Os russos passearam em campo, muito em virtude pela fraqueza do adversário. Mas é um resultado que pode empolgar os donos da casa e permitir que os mesmos cheguem longe na competição.

Rússia goleou com autoridade o time árabe (Foto: Reuters)

Bom embate

Quem vai sair com a vitória no duelo entre Salah e Suarez? Será que o Egito, empurrado pelo atacante do Liverpool, terá condições de superar o experiente e calejado time uruguaio, que conta ainda com Cavani? Acredito que a experiência dos sul-americanos deverá pesar. Mais um jogo cercado de grande expectativa no Mundial. As equipes entrarão em campo nesta quarta-feira às 9 horas (de Brasília).

Clássico

O grande jogo da primeira fase é, sem dúvida, entre Portugal e Espanha. E a bola rola nesta sexta-feira a partir das 15h (de Brasília). De um lado Cristiano Ronaldo e do outro uma seleção que sofreu um baque com a saída repentina do treinador, demitido a dois dias da estreia na Rússia. Pelo estilo de jogo das duas equipes deveremos ter um grande espetáculo.

Time da Raça em campo

O time profissional do Esporte Clube Próspera só entra em campo em setembro, pela Série C do Campeonato Catarinense, mas uma equipe da base já tem desafio neste sábado. No Mário Balsini, o time de Paulo Serrano pega o Orleans, na estreia do Estadual Sub-20. Mas o Time da Raça usará uma formação com jogadores de até 17 anos. A bola rola às 15h.

Seja sócio

Durante todo o sábado a secretaria do Próspera ficará aberta para quem for ao estádio e quiser se associar ao Time da Raça. Toda ajuda é bem-vinda para um clube que está voltando agora as atividades.

Destaque A Tribuna

Time definido, escalado. Como era esperado, o Brasil terá realmente o quarteto ofensivo diante da Suíça. Tite se sensibilizou com a boa fase de Willian e a atuação contra a Áustria, no último amistoso antes da Copa. Tite prova que não tem medo de jogar e quebra qualquer rótulo de treinador preocupado excessivamente com a marcação. O melhor de tudo é saber que Tite tem várias outras alternativas de jogo. Tudo isso indica que o Brasil chega forte na competição.

Nota Zero

Ninguém imaginava uma Arábia Saudita forte. Mas também surpreendeu negativamente tamanha facilidade que os russos tiveram na abertura do Mundial. Os árabes foram dispersos na marcação e não souberam neutralizar o ataque russo, empurrado pela torcida local. A má atuação rendeu a Arábia Saudita o status de equipe com pior derrota em jogos inaugurais de mundial. Foram dois gols no primeiro tempo e outros três na etapa final.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 13/06/2018 - 13:14Atualizado em 13/06/2018 - 13:15

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quarta-feira, dia 13. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Fabrício Schambeck, Joni Márcio Placido Pizetti. Em pauta: Política e futebol.

Debate 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 13/06/2018 - 05:03Atualizado em 13/06/2018 - 05:16

Para sair do incomodo Z-4

A combinação é simples. O Criciúma precisa somente vencer o Oeste-SP. Essa é a missão para sair, mesmo que momentaneamente, do Z-4. Mas uma pressão a mais foi jogada sob o Tigre. A vitória do Goiás pra cima do Londrina deixa o time de Mazola Júnior a três pontos do próprio Esmeraldino. É a mesma distância para o próximo adversário. Em resumo, uma vitória na 11ª rodada poderá render aquela tranquilidade necessária para a sequência do trabalho. E caso o Brasil-Pe perca para o líder Fortaleza, o Tricolor enfrentará os gaúchos, na quinta-feira, dia 21, já em vantagem na classificação.

Mesmo a 27 rodadas do fim da competição, Tigre já faz contas para não cair (Foto: Guilherme Hahn)

Valiosa invencibilidade

Ano passado, quando iniciou o processo de recuperação com o técnico Luiz Carlos Winck, o Criciúma ficou nove jogos invicto. Foi naquele período que o Tricolor adquiriu a gordura necessária para escapar do rebaixamento. Obviamente que o empate contra o Boa Esporte-MG foi decepcionante, mas precisa ficar no passado. Sabendo das limitações, o Tigre necessita encarar os próximos dois jogos fora de casa como verdadeiras decisões.

Bem na foto

São seis vitórias, dois empates e três derrotas. A campanha consistente do Figueirense o credencia para um acesso à elite. E o mais interessante, segundo os colegas de imprensa de Florianópolis, é que o trabalho do técnico Milton Cruz está gerando confiança ao grupo Alvinegro. Os jogadores compraram a ideia da comissão técnica. O time fechou e, juntamente com o Fortaleza, é um grande candidato a ficar com uma das quatro vagas a Série A do ano que vem. Ontem, contra o Sampaio Corrêa-MA, o Figueira venceu por 1 a 0, no Scarpelli, assumindo a vice-liderança.

Torcida alvinegra fe a festa no Scarpelli (Foto: Diário Catarinense)

Em ascensão

As duas vitórias seguidas colocaram o Goiás fora da zona de rebaixamento. E isso mais cedo ou mais tarde iria acontecer. O time de Goiânia tem potência para não cair, no mínimo. Equipes como Sampaio Corrêa-MA e Oeste-SP possuem elencos limitados e deverão fazer um campeonato para não cair. São esses, mesmo a tabela não apontando claramente isso, que deverão brigar para não cair. Ontem, contra o Londrina, no Paraná, o Esmeraldino venceu por 3 a 1, confirmando um novo momento dentro da competição.

Goiás venceu em pleno Estádio do Café por 3 a 1 (Foto: Diário de Londrina)

Destaque A Tribuna

Nenê está velho. Ultrapassado. Em baixa. Várias avaliações surgiram com a queda de produção no Vasco. Depois, já no São Paulo, vieram as críticas ao clube por contratar o jogador. Mas, a cada rodada do Brasileirão, o meia mostra que com o técnico Diego Aguirre tem conseguido encontrar o melhor futebol. É habilidoso, inteligente, não tem mais aquela velocidade, mas pode contribuir muito ainda com o Tricolor do Morumbi.

Nota Zero

Zé Carlos já não vinha bem de saúde. Mesmo assim a dor da partida abala parentes, amigos e torcedores. Quem acompanhou a carreira do ex-jogador e ex-técnico, sabe o quanto ele significou para o futebol nacional. Porém, depois do AVC sofrido, Zé Carlos estava sofrendo. Recebia cuidados da esposa. Mas a morte nos traz sentimentos inexplicáveis. Hoje, um dos técnicos marcantes da história do Criciúma, será sepultado em Minas Ferais. Uma semana triste para o clube carvoeiro.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 12/06/2018 - 13:18Atualizado em 12/06/2018 - 13:20

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta terça-feira, dia 12. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Jonathas Roberge, Humberto Feldmann, Delegado Márcio Campos Neves e Coronel Márcio Cabral.

Em pauta: Corrida eleitoral em SC e no Brasil.

O repórter Denis Luciano trouxe as informações do Criciúma, que joga no sábado, em Barueri, contra o Oeste-SP.

 

« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13