Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 13/09/2018 - 13:15Atualizado em 13/09/2018 - 13:17

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quinta-feira, dia 13. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Coronel Cabral, Fernanda Zampoli, Jonathas Roberge e Chico Balthazar.

Em pauta: Postura do eleitor e a política estadual.

O repórter Lucas Renan Domingos trouxe as informações do Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 12/09/2018 - 13:07Atualizado em 12/09/2018 - 13:09

Ouça o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quarta-feira, dia 12. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Joni Márcio e Fabrício Schambeck.

Em pauta: Criciúma e noite decisiva na Copa do Brasil.

O repórter Lucas Renan Domingos trouxe as informações do Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 12/09/2018 - 11:37Atualizado em 12/09/2018 - 11:49

Tigre precisa de convicção

O foco precisa estar na reta final da Série B. O Criciúma ainda não se livrou totalmente do rebaixamento. Mas, em paralelo, como a maioria dos times do futebol brasileiro, o Tigre já deve pensar em 2019. E o primeiro ato pode ser a manutenção da comissão técnica. Mazola Júnior faz um trabalho consistente e sabe que pode entrar para a história do clube. Um título estadual no ano que vem seria excepcional para a carreira do treinador. Segundo o próprio Mazola, somente uma proposta muito tentadora do futebol internacional tiraria o profissional do Majestoso.

Mazola Júnior tem mostrado comprometimento no traballho com o Tigre (Foto: Divulgação/CEC)

Federer aposentado?

A recente eliminação nas oitavas-de-final do US Open aumentou o “burburinho” sobre uma possível aposentadoria de Roger Federer do Circuito Internacional de Tênis. O suíço, que tem 20 títulos de Grand Slams, está com 37 anos e, mesmo jogando num nível excelente, parece estar cansado da rotina estafante de cumprir o calendário. Não é fácil estar no topo há tanto tempo.

Djoko em ótima fase

Depois de vencer o Masters 1000 de Cincinnati, o sérvio Novak Djokovic venceu no último domingo, o Aberto de Tênis dos Estados Unidos. Foi a terceira vitória de Djoko no US Open, chegando a marca de 14 títulos de Grand Slams, contra 17 de Nadal, e os 20 títulos de Federer.

Brasil também vence

Já o título juvenil do Aberto de Tênis dos Estados Unidos foi alcançado por um tenista brasileiro. Thiago Wild, natural de Marechal Cândido Rondon, no Paraná, foi o grande campeão Thiago tem 18 anos. A outra conquista juvenil de um brasileiro na história do tênis havia sido em 2010, com Tiago Fernandes, no Aberto da Austrália.

Thiago tornou-se o segundo brasileiro a vencer um Grand Slam na categoria juvenil (Foto: CBT)

Brasil bem no Surfe

A primeira etapa de ondas artificiais, a Surf Ranch Pro, em Lemoore, na Califórnia, foi vencida pelo brasileiro Gabriel Medina. O paulista, campeão do mundo em 2014, conquistou a segunda etapa seguida no Circuito Mundial, encostando em Filipe Toledo, na liderança do ranking. Por sinal, das oito etapas do ano, seis foram conquistadas por brasileiros: duas vitórias de Medina, duas de Filipinho e outras duas de Ítalo Ferreira.

Medina encosta em Filipinho na liderança do ranking mundial (Foto: Reuters)

Destaque A Tribuna

O Palmeiras vive o melhor momento entre as equipes que estão brigando pelo título do Campeonato Brasileiro da Série A. Se fôssemos dividir a competição por turnos, o Palestra é um dos poucos invictos do returno. Até agora, o time de Felipão venceu quatro jogos e empatou outro. O Inter tem dois pontos a menos. As duas equipes, ao lado do São Paulo, e do Grêmio, devem lutar pelo título. O Flamengo está recheado de incertezas e teve uma queda de produção vertiginosa.

Nota Zero

A Chapecoense é a lanterna do returno da Série A. Dos últimos cinco jogos disputados, o Verdão do Oeste empatou apenas um. Foram quatro derrotas até agora. O ataque anda em dívida também. Fez apenas três gols, sem proporcionar nenhuma vitória. Junto com o Paraná, o time do Oeste segue sem vencer desde a 20ª rodada da competição nacional.

Tags: Criciúma Tigre

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 11/09/2018 - 13:08Atualizado em 11/09/2018 - 13:10

Ouça o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta terça-feira, dia 11. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Coronel Cabral, Beto Feldmann e Dr. Anderlei Antonelli.

Em pauta: Política nacional e local.

Teve tempo também para as informações do Tigre, com o repórter Lucas Renan Domingos.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 11/09/2018 - 11:28Atualizado em 11/09/2018 - 11:43

Insegurança no meio e novidade no BID 

Os problemas de lesão e desconforto muscular deverão perseguir a preparação do Criciúma diante do Avaí. Especialmente na proteção da zaga, que gera várias dúvidas na escalação dos volantes. A missão ganha contornos complicados para o clássico de sábado. O jogo não será nada fácil para o técnico Mazola Júnior. Em contrapartida, o meia-ofensivo Marcinho Júnior está legal no Boletim Informativo Diário da CBF. Pelo menos uma novidade positiva. Esse é um desafio para ser tratado como um dos mais importantes da temporada. Poderá encaminhar a salvação do ano. Não cair já será um grande prêmio.

Marcinho Júnior aparece no BID (Foto: Carlos Rauen)

Nova chance

A diretoria do Figueirense apresentou Rogério Micale para o comando técnico do clube. O treinador chegou ontem à Florianópolis, onde foi apresentado ao grupo de jogadores e à imprensa.

Identificação

Será a segunda passagem de Micale pelo Figueira. Em 2008, foi o técnico do time que conquistou a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Rogério também é campeão olímpico pela Seleção Brasileira e o último clube profissional foi o Paraná.

Decisão histórica

Os sócios do Santos vão decidir o futuro do presidente José Carlos Peres. No começo da semana, em reunião na Vila Belmiro, os membros do Conselho Deliberativo do clube aprovaram o primeiro de dois procedimentos de impeachment. A votação contou com a participação de 244 membros. Foram 165 votos a favor da saída do mandatário, contra 74 contra.

Paratletas de Criciúma fazem bonito

Os mesatenistas paralimpicos da Sociedade Recreativa Mampituba/Fundação Municipal de Esportes de Criciúma conquistaram o pódio na III Copa Nacional de Tênis de Mesa de Alagoas. A competição de nível nacional foi realizada pela Federação Alagoana de Tênis de Mesa e aconteceu entre os dias 7 e 9 de setembro, na cidade de Maceió. Os responsáveis pelas conquistas foram os atletas paralimpicos Leonardo Arnold, Jean Padilha, Conrado Contessi e Alexandre Ank.

Conquistas

Conrado Contessi, que competia na Classe 01, garantiu o segundo lugar, enquanto Alexandre Ank, na Classe 04, também conquistou a prata. O paratleta Leonardo Arnold conquistou o bronze na Classe 06, assim como Jean Padilha, que conquistou o terceiro lugar na Classe 03.

Destaque A Tribuna

Palmeiras e Cruzeiro. Flamengo e Corinthians. Dois grandes jogos movimentam a Copa do Brasil. Vejo ligeira vantagem para o Palestra e o Mengão. Todo mundo atrás da premiação de R$ 50 milhões.

Nota Zero

Péssima notícia para o Grêmio. Derrotado no Gre-nal 417, o Tricolor teve mais uma perda após o tropeço diante do Inter. Trata-se do atacante Jael, que passou por uma artroscopia no joelho direito e só volta aos gramados em 35 dias.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 11/09/2018 - 09:38Atualizado em 11/09/2018 - 11:42

Jogo para 7 mil torcedores...

A hora é agora. O Tigre vem de duas vitórias, sendo que uma delas contra o líder da Série B. E agora tem pela frente um dos principais rivais da competição: o Avaí. A média de público gira em torno de 3 mil torcedores, mas está na hora de o torcedor dar uma resposta. O clube, sem dúvida, fará uma nova promoção e está sedento pelo apoio do torcedor. É jogo para 5 ou 7 mil torcedores. Mazola merece. Os jogadores merecem. As indiferenças com a direção merecem uma trégua, nessa relação com o torcedor carvoeiro. Uma vitória deixará o Tigre a 10 pontos dos 45 que necessita para não cair.

Torcedor precisa apoiar o Tigre no clássico (Foto: Vinícius Alexandre)

Futebol é resultado 

“Futebol é resultado”. E a velha máxima do futebol brasileiro prevaleceu no Figueirense. E olha que a situação do time não está tão crítica assim, mas a ambição pelo acesso fez a diretoria mudar a comissão técnica. Milton Cruz pagou o preço com a demissão. Foi convidado a mudar de cargo no clube, mas recusou para seguir a carreira como treinador. O aproveitamento era considerado satisfatório: 55,8%. 

Retrospecto 

Milton Cruz chegou ao Figueirense em agosto de 2017 e salvou a equipe do rebaixamento para a Série C. Em 2018, o treinador levou o Figueirense ao título do Campeonato Catarinense e deixou a equipe na oitava colocação da Série B, com 38 pontos. Também deixaram o clube o auxiliar Ivan Izzo e o preparador físico José Mario Campeiz.

História parecida 

Outro catarinense que vive uma fase parecida é a Chapecoense. Por ora, o presidente Maninho banca a permanecia de Guto Ferreira no comando do Verdão, mas sabemos que pela competitividade na elite as coisas podem mudar de uma hora para outra. É mais uma daquelas verdades do futebol que podem durar pouco mais de 24 horas. 

Duas pedreiras

Guto Ferreira está pressionado e terá duas pedreiras pela frente na Série A. Nas próximas duas segundas-feiras, dias 17 e 24, o Verdão encara o Internacional de Porto Alegre e o Fluminense. Ambos os jogos na Arena Condá. 

Mudando a imagem 

Felipão é uma das gratas surpresas da temporada 2018. Voltou ao Brasil menos rabugento, mais humilde e cheio de carisma com o grupo de jogadores e funcionários do Palmeiras. Em pouco tempo resgatou a imagem do Palestra e minimizou o fatídico 7 a 1 com a Seleção. 

Destaque A Tribuna 

Beto Cachoeira continua voando no futebol amador. É um dos atacantes mais bem requisitados do futebol da região mineira. Sorte do Metropolitano, que buscará com Beto, os títulos do Regional da Larm e do Campeonato Catarinense. No domingo, pelo Regional, fez mais três gols.

Nota Zero 

É vergonhoso a CBF atrapalhar os clubes que estão na Copa do Brasil, agendando um amistoso de pouca valia contra a Seleção de El Salvador. O jogo contra os Estados Unidos já não serviu para muita coisa e agora mais uma fraquíssima seleção pela frente. Mancadas de Tite e da entidade máxima do futebol nacional. 
 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 10/09/2018 - 13:02Atualizado em 10/09/2018 - 13:09

Ouça o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta segunda-feira, dia 10. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, João Pedro Hermann, Antônio Sérgio Fernandes e Itá.

Em pauta: Vitória do Criciúma e o futebol nacional.

O repórter Lucas Renan Domingos trouxe as informações do Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 10/09/2018 - 12:20Atualizado em 10/09/2018 - 12:22

A vontade do Tigre superou o líder

O Criciúma assimilou o espírito da Série B, foi competitivo, lutou por todas as bolas, e venceu o líder Fortaleza. Ficou nítido que o líder é superior. Mas isso não é determinante numa competição nivelada por baixo. O Tigre se mostrou concentrado na defesa, soube suportar uma pressão inicial e foi cirúrgico na primeira investida ao ataque. Vítor Feijão foi o grande nome da vitória por 2 a 0. Sofreu o pênalti, convertido por Zé Carlos, e fez um golaço já no final da partida. A entrega dos jogadores foi determinante para mais um bom resultado. Falta agora manter a sequência e alcançar pela primeira vez três vitória seguidas.
 

Tigre comemorou o segundo resultado positivo seguido (Foto: Divulgação/ CEC)

A carência das laterais

O Criciúma fica muito dependente das bolas paradas e dos lampejos de Vítor Feijão. Faltam outras alternativas. Poucas jogadas são feitas pelas laterais. Marlon e Sueliton precisam chegar mais a linha de fundo. Só assim o futebol de Zé Carlos poderá aparecer também. A previsibilidade do time é um fator complicador. Nem sempre as faltas próximas a área ou os escanteios irão proporcionar gols.

Três jogos sem tomar

Depois do “susto” contra o CSA-AL, o Criciúma vive um bom momento defensivo. Enfrentou Guarani, Juventude e Fortaleza, e não sofreu gols. Isso prova também que Sandro voltou bem. Está fazendo boa dupla com Nino. Fábio Ferreira está de volta no banco, mas por enquanto Mazola Júnior não dá indícios de mudança na zaga. Contra o Avaí, no sábado, dia 15, será mais um bom teste para o sistema defensivo.

Foco do treinador

O Criciúma sempre foi um seleiro de bons treinadores. Muitos, como Levir Culpi e Felipão, por exemplo, começaram por aqui. Mazola Júnior está longe de ser um iniciante, mas está tendo uma primeira experiência no Sul. E impressiona positivamente a maneira profissional em que se dedica e não se deixa abalar por qualquer deficiência dos bastidores. É, sem dúvida, o menos conformado com as recentes vitórias. Sabe que precisará de mais quatro ou cinco para livrar o time do descenso.

Destaque A Tribuna

Rogério Ceni faz um belo trabalho no Fortaleza. Não tem o “time dos sonhos”, mas foi possível perceber, diante do Criciúma, que o time cearense não faz tanta força para jogar. Faltou pontaria ao Gustavo e demais companheiros, mas é um time organizado. Vai subir!!

Nota Zero

O Figueirense tem campanha de rebaixado como mandante na Série B. Mostrou toda incompetência em casa mais uma vez. Melhor para o CSA-AL que encosta no Fortaleza. Se fosse melhor nos jogos do Orlando Scarpelli, já estaria bem perto do acesso. Precisa ser tão bom em casa como é fora de Florianópolis.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 06/09/2018 - 13:02Atualizado em 06/09/2018 - 13:03

Ouça o Debate Aberto da Rádio Som Maior FM100,7, desta quinta-feira, dia 6. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Fernanda Zampoli, Delir Milanez e Jonathas Roberge.

Em pauta: Política estadual, nacional e Pesquisa IBOPE.

O repórter Lucas Renan Domingos trouxe as informações do Tigre, que joga no sábado, contra o Fortaleza, líder da Série B.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 06/09/2018 - 11:34Atualizado em 06/09/2018 - 11:39

Desfalque na proteção da zaga

Sem Liel, o Criciúma perde um pouco da consistência que mostrou na vitória diante do Juventude, em Caxias do Sul. Liel forçou o terceiro cartão na última rodada para tratar um desconforto muscular, prevenindo uma possível lesão. Mas nem por isso a empolgação diminui no Majestoso. O Criciúma venceu na hora que mais precisava e terá que suprir a ausência do volante com muita superação. Jean Mangabeira é o candidato a vaga, diante do Fortaleza, no sábado, dia 8, já que dificilmente Marlon Freitas poderá participar da composição do meio-campo em virtude da lesão no tornozelo. O adversário vem “mordido”, já que não vence há dois jogos: uma derrota contra o Goiás e um empate contra o Figueirense.

Liel está suspenso e também trata um desconforto muscular (Foto: Denis Luciano)

Equilíbrio na história

O confronto direto entre Criciúma e Fortaleza é marcado pelo equilíbrio. O Tigre venceu quatro jogos e perdeu cinco. Houve apenas um empate. Foram 29 gols no duelo, com 13 gols do Tigre e 16 dos cearenses. Mas o duelo mais importante entre os dois foi vencido pelo Tricolor.

Sem derrota

Contra o Fortaleza, jogando em casa, o Criciúma nunca perdeu. Foram quatro jogos até agora. O Tigre venceu três e empatou um. O aproveitamento é de 83%. Na final da Série B 2002, o Tigre perdeu a primeira no Castelão por 2 a 0, mas venceu o jogo de volta por 4 a 1. Naquele jogo de volta o show ficou por conta de Paulo Baier, atual técnico do Próspera.

Escalação

O Tigre era comandado pelo técnico Edson Gaúcho e, com a goleada sobre o Fortaleza, em 7 de dezembro de 2002, conquistava o segundo título nacional. Era um sábado de muita chuva no Sul de Santa Catarina, e com a obrigação de golear, o Tigre fez bonito com a seguinte escalação: Fabiano; Paulo Baier, Cametá, Luciano e Luciano Almeida (Sandro); Cléber Gaúcho, Cléber Medeiros (Edinho), Juca e Dejair; Delmer e Anderson Lobão (Tico).

Um novo ciclo começa

O Brasil inicia um novo ciclo nesta sexta-feira, dia 7, contra os Estados Unidos, em Nova Jersey, às 21h05min (Horário de Brasília) já como preparação para a Copa América do Brasil em 2019. O continente americano não tem sido o grande problema da Seleção Brasileira nos últimos anos. Basta olhar as últimas quatro eliminações na Copa do Mundo, sempre diante de equipes europeias. Mesmo assim, vencer uma Copa América em casa, assim como em 1989, será mais do que especial.

Outro jogo

Na terça-feira, dia 11, contra El Salvador, o time de Tite faz o segundo jogo. Ainda há um clima de “ressaca” pela eliminação na Rússia, mas que precisa ser superado pela comissão técnica e jogadores.

Próximos jogos

A Seleção Brasileira ainda terá duas datas FIFA em 2018. Nos meses de outubro e novembro, o time de Tite entrará em campo novamente. Para o próximo mês, já são avaliados adversários de maior representatividade. Um deles pode ser a Argentina. O outro, em novembro, pode ser a Arábia Saudita. Podemos notar a preferência da CBF em não enfrentar escolas europeias neste começo do novo ciclo.

Destaque A Tribuna

Hoje começa a Liga das Nações, nova competição da UEFA, entre as principais seleções europeias e que serve como classificatória a Copa da UEFA. Destaque para o jogo entre Alemanha e França, na casa dos alemães. A partida começa às 15h45min (Horário de Brasília).

Nota Zero

Vai uma “Nota Zero” para os técnicos que vivem reclamando da logística de viagens. Os clubes atravessam o país e passam bastante tempo nos aeroportos, mas essa é uma prática de quase todos. O engraçado é que quando os times estão ganhando, esse tipo de lamentação não existe. É mais uma bengala de apoio pelos maus resultados. Mais fácil reclamar do que admitir a falta de competência.

Tags: Criciúma Liel

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 05/09/2018 - 13:04Atualizado em 05/09/2018 - 13:07

Ouça o Debate Aberto da Rádio Som Maior FM100,7, desta quarta-feira, dia 5. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Fabrício Schambeck, Sarandi, Capitão Itá e Joni Márcio.

Em pauta: Vitória do Tigre em Caxias do Sul.

O repórter Lucas Renan Domingos trouxe as informações do time de Mazola Júnior.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 04/09/2018 - 22:45Atualizado em 04/09/2018 - 23:26

Uma vitória magrinha no placar, mas maiúscula na importância. Esse é o resumo do 1 a 0 do Criciúma sobre o Juventude, na fria Caxias do Sul, em jogo válido pela 25ª rodada da Série B.

Dentro das limitações técnicas e do equilíbrio da competição, o Tigre fez um jogo consistente, com segurança no meio-campo e na primeira linha defensiva. Zé Carlos fez uma linda jogada e sofreu falta na boca da área. Marlon cobrou bem e Vitor Feijão escorou para dentro do gol. Mesmo assim, o Tigre não desgarrou da zona de rebaixamento, pois a combinação não foi tão positiva.

Mas é uma vitória que empolga o Tigre para uma sequência complicada em casa, contra Fortaleza e Avaí, no Heriberto Hülse. Pressões à parte na classificação, o time de Mazola Júnior precisa saborear o resultado que sela as pazes da equipe carvoeira com os três pontos. A essa altura no turno, o Tigre tinha apenas um ponto. Agora, no returno, já são seis pontos conquistados.

Tags: Criciúma

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 04/09/2018 - 13:06Atualizado em 04/09/2018 - 13:09

Ouça o Debate Aberto da Rádio Som Maior FM100,7, desta terça-feira, dia 4. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Dr. Anderlei Antonelli, Coronel Cabral e Jonathas Roberge.

Em pauta: política local, nacional e a economia.

O repórter Lucas Renan Domingos trouxe as informações do Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 03/09/2018 - 13:02Atualizado em 03/09/2018 - 13:08

Ouça o programa Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta segunda-feira, dia 3. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Antônio Sérgio Fernandes, Sarandi, Capitão Itá e João Pedro Hermann.

Em pauta: boa estreia do Próspera na Série C do Catarinense e a expectativa para mais um jogo do Tigre.

O repórter Lucas Renan Domingos trouxe as informações do time de Mazola Júnior.  

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 03/09/2018 - 11:06Atualizado em 03/09/2018 - 11:18

Jogo difícil

O jogo de amanhã contra o Juventude, às 20h30min, no Alfredo Jaconi, não será nada fácil para o Criciúma. Convenhamos, não é nenhuma novidade. Todo jogo é complicado na atual circunstância do time carvoeiro. Será mais um capítulo daqueles improváveis na Série B. E nem mesmo o reforço do atacante Zé Carlos faz o torcedor acreditar numa maior possibilidade de bom resultado. O Tigre precisa de um time competitivo. Não é com Zé do Gol que irá ter isso. Hoje, o técnico Mazola Júnior orienta o último trabalho antes da viagem para Caxias do Sul. Do outro lado, uma equipe embalada pela chegada do técnico Luiz Carlos Winck.

Grupo tricolor foca no jogo contra o Ju (Foto: Divulgação/ CEC)

Caravaggio começa bem

Um dos favoritos ao título do Regional da Larm, o Caravággio, começou com pé direito à competição mais importante do calendário da Liga. O placar de 3 a 0 contra o Mesquita represente a facilidade com que o time de Luiz Gonzaga Milioli venceu.

100% Brasil

O Sorocaba é bicampeão do Mundial de Futsal. Neste domingo, dia 2, numa final 100% brasileira, o time de Falcão derrotou Carlos Barbosa por 2 a 0, em Bangkok, na Tailândia, e faturou o segundo título consecutivo da competição de clubes mais importante da modalidade.

Hamilton dispara

Mesmo em casa, no Circuito de Monza, na Itália, o ferrarista Sebastian Vettel não conseguiu ter um bom desempenho. Ficou apenas em quinto lugar, após bater em Hamilton, logo na primeira volta. E foi justamente o britânico da Mercedes que venceu a 10ª prova da temporada. São 30 pontos de vantagem de Hamilton sobre Vettel, faltando sete corridas para o fim do ano.

Hamilton abre boa vantagem na liderança do Mundial de F-1 (Foto: Reuters)

Destaque A Tribuna

Cercado de muita expectativa, o Próspera estreou com grande vitória no Campeonato Catarinense da Série C. Com casa cheia, o time de Paulo Baier derrotou o Orleans por 5 a 0, neste domingo, dia 2, no Mário Balsini. A esperança do acesso, sem dúvida, aumentou.

Nota Zero

O Orleans decepcionou não somente em campo, mas nos bastidores também. Deixou para última hora inscrever os jogadores no BID da CBF. Quase que não consegue entrar com 11 jogadores diante do Time da Raça. Deve melhorar o desempenho ao longo da competição, mas largou mal o vice-campeão do ano passado.

Tags: Tigre

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 31/08/2018 - 12:18Atualizado em 31/08/2018 - 13:09

Seriedade é a marca de Mazola Júnior

Ele tem um aproveitamento de meio de tabela, mas carrega uma pressão de quem está sempre na região mais incomoda da classificação da Série B. Mesmo assim nunca reclamou ou fugiu das responsabilidades. Mazola Júnior cresceu rapidamente no conceito do torcedor carvoeiro. Logo conquistou a imprensa também. Um segredo e uma virtude? Talvez a seriedade resuma a passagem do profissional pelo Majestoso até agora. Em 19 jogos, são seis vitórias, oito empates e cinco derrotas. Os 45,6% de Mazola deram ao Tigre uma melhora, mas o treinador não está satisfeito. Ele quer mais. Neste sábado, dia 1º, o treinador será entrevistado no Som Maior Esportes, em FM100,7, a partir das 10 horas.

Desvantagem

O Criciúma terá mais um adversário que historicamente tem uma vantagem no confronto direto. O Juventude venceu 12 duelos, contra nove do Tigre. São oito empates até aqui. Uma vitória na terça-feira, dia 4, é fundamental para o Tigre na busca pelo equilíbrio na Série B.

Clássico

Acontece neste sábado, dia 1º, em Florianópolis, na Ressacada, o clássico entre Avaí e Figueirense. Uma vitória do Leão pode consolidar a equipe de Geninho no G-4 e mergulhar o Figueira numa crise. Já uma vitória alvinegra dará ao time de Milton Cruz a chance de se aproximar da zona de acesso, ainda deixando o Avaí à frente.

O velho chavão...

“Clássico é clássico e vice-versa”. Esse velho chavão do futebol resume o que pode acontecer no jogo entre Avaí e Figueirense. No campo da teoria, o Leão é favorito, mas um jogo de rivalidade tem a capacidade de apresentar surpresas.

Campeões da Sinuca

Na quinta-feira, dia 30, aconteceram as grandes finais do Campeonato Municipal de Sinuca de Criciúma. Foi a 29ª edição do evento. Os campeões foram os seguintes: Ademir na Série Especial, Xabá na Série A e Dione na Série B. Parabéns a diretoria do Mampituba, que organizou o evento, sempre deixando uma boa impressão da modalidade em Criciúma.

Destaque A Tribuna

Vai começar o Regional da LARM. A Primeira Divisão é cercada de grande expetativa. Equipes como Metropolitano, Araranguá e Caravággio fizeram um bom investimento e prometem lutar pelo título, sem esquecer Rui Barbosa e Cocal do Sul que correm por fora. A Liga merece uma competição em alto nível, sem contratempos, para marcar os 70 anos de prestação de serviço ao futebol amador da região carbonífera.

Nota Zero

A maneira que Felipe Melo foi expulso até pode ser questionada, afinal houve uma demora entre o cartão amarelo e o vermelho. A indecisão do juiz abre um precedente perigoso. Mas analisando friamente o lance, o árbitro de Palmeiras e Cerro Porteño-PAR expulsou corretamente o volante do time paulista. Felipe Melo mostrou o quanto é destemperado. Quase prejudicou o Palestra com uma eliminação.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 30/08/2018 - 13:11Atualizado em 30/08/2018 - 13:13

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quinta-feira, dia 30. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Delir Milaneze, Chico Balthazar, Fernanda Zampoli e Coronel Márcio Cabral.

Em pauta: Eleições, CriciúmaPrev e política nacional.

O repórter Lucas Renan Domingos trouxe as informações do Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 29/08/2018 - 13:15Atualizado em 29/08/2018 - 13:16

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quarta-feira, dia 29. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Capitão Itá, Sarandi e João Pedro Hermann.

O técnico do Próspera, Paulo César Baier, foi o convidado especial do programa. Falou muito da expectativa para a estreia no Campeonato Catarinense da Série C.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 28/08/2018 - 21:32Atualizado em 28/08/2018 - 23:28

O Criciúma voltou a fazer um bom primeiro, mas não teve o mesmo desempenho na etapa final. O empate em 0 a 0 foi decepcionante. O Tigre não vence há cinco jogos na Série B. Perdeu a chance de se distanciar do Z-4. Menos mal que pode mais uma vez não ingressar a zona de rebaixamento, graças aos resultados paralelos.

No primeiro tempo, com boa movimentação, o Tigre dominou as ações, mas falhou no último toque. Marlon fez um belo chute de fora da área, mas a bola bateu na trave de Agenor. Zé Carlos, mais uma vez fora do tom, desperdiçou embaixo da trave.

Na etapa final, não satisfeito com o resultado, Mazola Júnior fez as três mexidas: Andrew, Patrick e Alex Maranhão, nas vagas de Jean Mangabeira, Vítor Feijão e Elvis. Nada adiantou. E para piorar ainda mais, Marlon Freitas torceu o joelho e deixou o time com um a menos, aos 30 minutos da etapa final. No resto do jogo foi no famoso “abafa” e na dependência da bola parada.

Sem sucesso, o Tigre colheu o sétimo empate com Mazola, alcançando o terceiro ponto no returno. O próximo jogo é na terça-feira, dia 4, contra o Juventude, no Jaconi, na estreia de Luiz Carlos Winck, no time gaúcho. Foi uma noite decepcionante para os pouco mais de 2 mil torcedores que foram ao Majestoso.  

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 28/08/2018 - 13:09Atualizado em 28/08/2018 - 13:11

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta terça-feira, dia 28. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Dr. Anderlei Antonelli, Coronel Cabral, Jonathas Roberge e Claiton Pacheco.

Em pauta: Violência, entrevista com presidenciáveis e futebol.

O repórter Lucas Renan Domingos trouxe as informações do Tigre, que joga hoje contra o Guarani-SP, no Majestoso, pela Série B, com transmissão do Futebol Som Maior, à partir das 18 horas.

 

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13