Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 23/10/2017 - 10:02Atualizado em 23/10/2017 - 10:51

Tigre entra sonolento

Quando o Criciúma “acordou”, o Internacional já vencia por 2 a 0. O Tigre entrou acuado diante de um adversário empurrado por quatro mil torcedores em pleno Majestoso. O clima era realmente favorável ao Colorado, que, com gols de Eduardo Sasha, em dividida com Maicon Silva, e Vítor Cuesta, abriu uma boa vantagem em apenas 15 minutos. A facilidade com que o time gaúcho fez o segundo gol, mostra o quanto o time carvoeiro estava nervoso em campo. A reação só veio depois de a torcida exigir mais raça e fazer forte cobrança sobre o presidente Jaime Dal Farra.

Reação tricolor

O primeiro gol do Criciúma, anotado por Edson Borges, foi comemorado timidamente pelo torcedor carvoeiro. Mas foi o suficiente para frear as ações ofensivas do Colorado. O time gaúcho passou a se preocupar mais e deixou de ser absoluto na partida. No segundo tempo, Beto Campos colocou Dodi no lugar de Barreto e o Tigre voltou disposto a empatar. A igualdade veio com Silvinho, aos 15 minutos, em cobrança de pênalti bem marcado pela arbitragem.

Roubaram o Tigre?

O segundo gol empolgou o Criciúma, que quatro minutos depois teve a oportunidade de marcar o terceiro, novamente com Silvinho. O atacante do Tigre foi calçado na área, antes de chutar frente a frente com Danilo Fernandes. Pênalti claro. A arbitragem não marcou. Tendencioso? Roubou o Tigre? Que nada. Foi uma reação típica de uma arbitragem fraca mentalmente, que sentiu o peso de ter que marcar dois pênaltis seguidos contra o Inter.

Mais qualidade do Inter

No segundo tempo, os dois treinadores fizeram as mexidas necessárias na busca pelo melhor resultado. Foi aí que prevaleceu toda a qualidade do Inter. Num lindo lançamento de Camilo, aproveitando um descuido da marcação carvoeira, o atacante Carlos tocou na saída do goleiro Luiz, para garantir a vitória colorada. O Tigre também reclamou do lance, mas nada se compara ao pênalti não marcado.

Terceira derrota seguida

A terceira derrota seguida liga um sinal de alerta no Criciúma. Uma resposta precisa ser dada nos próximos dois jogos fora de casa. Com 42 pontos, o Tigre necessita de mais uma vitória para escapar da degola. Como o time está jogando melhor longe de casa, é possível sonhar com algum resultado positivo diante de Paysandu-PA e Goiás.

Sub-15 na final

O time Sub-15 do Criciúma venceu o Figueirense por 1 a 0, no sábado, em Palhoça, e garantiu vaga na final do Campeonato Catarinense. O gol foi anotado por Leonardo. A decisão é contra o Avaí.

Tubarão na Copa São Paulo

O Atlético Tubarão vai disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018. O time catarinense foi confirmado no evento pela Federação Paulista de Futebol. Esse é um grande prêmio pelo trabalho sério que o clube tubaronense está fazendo. O experiente Beto Almeida, com passagem pelas categorias de base do Grêmio, terá a missão de comandar a equipe.

Destaque A Tribuna

As jovens atletas da equipe de basquete da Satc voltam de Florianópolis com mais um título na bagagem. O time conquistou o Campeonato Estadual de Basquete Feminino, categoria 12 anos. A fase final foi disputada em Florianópolis de 19 a 21 de outubro e reuniu. Na final, a Satc derrotou o time de São Bento do Sul, vencendo por 27 a 18. A conquista reforça o bom trabalho desenvolvido pela técnica Luana Scaini Minotto.

Nota Zero

O árbitro Wagner Reway, do Mato Grosso, cometeu equívocos importantes no Estádio Heriberto Hülse, e acabou comprometendo o resultado de Criciúma e Internacional. O peso da camisa do Inter fez o árbitro ficar com medo da marcação do pênalti em cima do atacante Silvinho. Não há outra explicação para o lance. A jogada aconteceu quando o jogo estava empatado em 2 a 2, aos 19 minutos. Seria um lance que mudaria totalmente a história do confronto.

Tags: Tigre Brasileiro

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 20/10/2017 - 10:46Atualizado em 20/10/2017 - 10:50

Clima favorável ao Inter 

O clima estará favorável ao Internacional, para o jogo de sábado, às 16h30min, contra o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse, em mais um compromisso pelo Campeonato Brasileiro da Série B 2017. O Colorado terá o apoio da torcida, que deverá tomar o espaço visitante do Majestoso. Sem falar na tranquilidade da equipe gaúcha na classificação. Mais três vitórias devem colocar matematicamente o Colorado na elite novamente. Por isso, o time de Guto Ferreira virá ao Sul de Santa Catarina com a “faca entre os dentes”. A falta de apoio do torcedor do Tigre também contribui para um cenário ainda mais favorável ao líder da competição. Em contrapartida, o Tigre voltará a estar completo, com todos os jogadores à disposição. Matemáticos apontam que o Tigre tem menos de 1% de chances para subir e um percentual parecido em relação ao descenso. A mobilização interna do Tricolor precisa ser diferente, para não deixar o clima de "final de feira" abater a equipe. 

Tigre é 16º em público 

O Criciúma tem a 16ª média de público da Série B, com 2.807 torcedores por partida. São números bem abaixo da tradição do Tigre em nível nacional. Será que teremos mais torcedores do Inter do que do Criciúma no jogo do final de semana??

Basquete Feminino de Criciúma

As meninas do Basquete da Satc estão disputando a fase final do Estadual Sub- A expectativa é fazer a grande final do evento. O trabalho da SATC na modalidade está sendo bem feito e a professoras Luana Minoto e Deise Bernardo da Silva pretendem levar a cidade ao lugar mais alto do pódio.

Caratê de Cocal do Sul

Com 11 medalhas conquistadas no Brasileiro de Caratê, disputado na Bahia, Cocal do Sul prova que o trabalho da modalidade está sendo bem executado. A equipe do professor Luís Boava é um dos orgulhos do município. 

Cinco vitórias fora de casa 

A vitória da Chapecoense contra o Atlético-MG foi a quinta fora de casa no Brasileiro da Série A. Mesmo com uma das piores campanhas como mandante, a Chape, assim como o Tigre na Série B, possui números melhores como visitante. Falta agora a confirmação da boa fase com uma vitória em casa, no domingo, contra o Fluminense.  

Destaque A Tribuna 

Vadão, ex-técnico do Criciúma, iniciou a segunda passagem pela Seleção Brasileira de Futebol Feminino com uma vitória. Ontem, a equipe brasileira derrotou o México por 3 a 0 na primeira rodada da Copa CFA Yongchuan, na China. Com gols de Marta, Bruna e Bia, todos anotados na segunda etapa, o Brasil saiu vencedor do duelo. Na próxima rodada, marcada para às 6h (de Brasília) do sábado, a equipe de Vadão volta a campo para enfrentar a seleção da Coréia do Norte. 

Nota Zero

A decepção do presidente do UFC Dana White, com Jon Jones, após mais um caso de doping parece não ter fim. Enquanto o lutador ainda aguarda a audiência e trabalha para provar a inocência, o dirigente segue lamentando o ocorrido com o ex-campeão dos meio-pesados. A frustração é tão grande que ele considera o americano "o maior desperdício de talento da história dos esportes".

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 19/10/2017 - 10:08Atualizado em 19/10/2017 - 10:34

Edson Gaúcho volta a acompanhar treino

A permanência de Edson Gaúcho está ameaçada no Criciúma. Apesar de o direto-executivo ter acompanhado o treino da equipe ontem no CT, o clima ainda não é dos melhores. Vazou alguns áudios numa rede social onde o próprio diretor afirmava estar fora do clube há algum tempo. Durante todo esse tempo em que ficou fora do clube, o diretor esteve viajando pela América do Sul atrás de reforços, segundo o presidente Jaime Dal Farra. Por telefone, conversei com o presidente Jaime Dal Farra, que negou a saída de Edson ou que estaria saindo da Gestão de Ativos. E é nesse clima que o Tigre terá que cumprir o compromissos finais do Brasileiro. Não podemos entrar no mérito sobre quem está certo ou errado, mas o grande responsável pela situação é o presidente. Somente o comandante do clube poderá contornar a situação para que não haja consequências negativas também para o ano que vem.

Edson Gaúcho tem uma relação estremecida com os jogadores do Tigre (Foto: Vitor Netto/Especial DN)

Clima insustentável

A permanência de Edson Gaúcho está ameaçada no Criciúma, e tudo indica que o presidente Jaime Dal Farra deverá oficializar a saída do diretor-executivo, logo após o término da Série B ou quando o Tigre estiver matematicamente salvo do rebaixamento. O clima é insustentável no departamento de futebol do Tigre. Não há um convívio saudável entre os jogadores e o diretor. Não podemos entrar no mérito sobre quem está certo ou errado, mas o grande responsável pela situação é o presidente Jaime Dal Farra. Somente o comandante do clube poderá contornar a situação para que não haja consequências negativas também para o ano que vem.

Tiro no pé

O estilo linha dura de Edson Gaúcho não foi bem aceito no grupo de jogadores do Criciúma. O ex-técnico Luiz Carlos Winck teve algumas discussões com o diretor por não concordar com a maneira que o Edson cobrava comportamento dos jogadores. Com a intenção de “pôr o time na linha”, a chegada de Edson Gaúcho teve um efeito contrário. A falta de sintonia imperou e o ambiente piorou. Foi um tiro no pé.

Mico dos micos

O grande contra-senso do jogo do Criciúma contra o Vila Nova foi o fato de o diretor-executivo Edson Gaúcho ter visitado o vestiário do time goiano, sendo que o profissional está “proibido” de fazer o mesmo no próprio clube. Sem dúvida, foi o “mico dos micos”.

Ex-Tigre é homenageado

O técnico Levir Culpi, ex-Criciúma, foi homenageado na Universidade de Pernambuco, onde se formou em Educação Física em 1977. Os colegas de classe surpreenderam o treinador com fotos antigas e uma camisa do Santos. Levir está com o Santos em Recife, onde encara hoje o Sport, na Ilha do Retiro.

E o Chico?

Roberto Cavalo está longe de ser uma unanimidade como treinador, mas em 2015 teve a coragem de lançar o garoto Marlon, com 16 anos na época, no profissional do Criciúma. Dois anos depois, Beto Campos chegou à conclusão de que Chico é inexperiente para jogar na Série B. Chico não tem mais idade júnior. Se não jogar agora, vai jogar quando?

Caminho do Metrô

O Metropolitano de Nova Veneza já sabe o caminho que terá no Campeonato Estadual de Amadores, em Joinville. O representante vai estrear no dia 3 de novembro, contra o campeão da Copa Oeste, que sairá do confronto entre Grêmio União de Iporã e Cometa de Itapiranga. No dia seguinte acontecerá a grande final. O campeão garantirá vaga no Sul Brasileiro de Futebol Amador.

Destaque A Tribuna

Ainda com 100% de aproveitamento, o Brasil não encontrou dificuldades e bateu Honduras por 3 a 0, pelas oitavas de final do Mundial sub-17, na Índia. Os gols da Seleção Brasileira foram anotados por Brenner, duas vezes, e Marcos Antônio. Agora, a equipe de Carlos Amadeu terá como adversária a Alemanha, que eliminou a Colômbia.

Nota Zero

Quem imaginou que depois das polêmicas envolvendo o nome do técnico Roberto Cavalo e as desavenças com Paulo Pelaipe em 2016, o Criciúma pudesse ter um desfecho de temporada ainda pior. Por tudo que está acontecendo nos bastidores do clube, vai uma “Nota Zero” para o Tigre.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 17/10/2017 - 22:16Atualizado em 17/10/2017 - 22:20

A qualidade do elenco do Criciúma foi colocada à prova mais uma vez no Campeonato Brasileiro da Série B. Contra o Vila Nova-GO, com cinco desfalques, dependendo de um chute de Alex Maranhão ou de um lampejo de Caio Rangel, o Tigre literalmente não conseguiu jogar. Os goianos não fizeram força para vencer por 1 a 0, com gol de Alípio, aos 14 minutos do primeiro tempo. O time de Beto Campos não conseguiu produzir nenhuma jogada de ataque, que pudesse mudar o rumo da partida. O Tigre teve mais uma noite sem criatividade, muito prejudicado pela improvisação de Jocinei e pelas ausências de Lucão e Silvinho.

Tigre conheceu a 10ª derrota na Série B (Foto: Reprodução Sportv)

Depois do primeiro tempo, onde o Tigre chegou em apenas dois lances, o técnico Beto Campos mexeu no ataque. Pitbull saiu para a entrada de Kalil. Nada adiantou. O time carvoeiro continuou sem volume de jogo, mesmo com o recuo do adversário. Pouco antes do 30 minutos, a cartada principal do treinador do Tigre: Fabinho Alves na vaga de Dodi. Com o time mais ofensivo, os donos da casa partiram para o desespero, sem sucesso. Moisés, tardiamente, entrou no lugar do improdutivo Caio Rangel. O panorama continuou igual.

Agora, com 42 pontos, na nona posição, o Tricolor terá pela frente o Internacional, no sábado, às 16h30min, no Heriberto Hülse. A dificuldade será maior pela qualidade do adversário, mas o Tigre terá novamente a disposição jogadores como Luiz, Diego Giaretta, Barreto, Silvinho e Lucão.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 17/10/2017 - 05:12

Desfalques complicam o Tigre

Um Criciúma totalmente descaracterizado. Infelizmente essa é a realidade do Tigre para o jogo de hoje contra o Vila Nova-GO, às 20h30min, no Heriberto Hülse. Não há nenhuma dúvida de que as dificuldades aumentam bastante com os cinco desfalques que o técnico Beto Campos terá diante dos goianos. O maior problema está no ataque, afinal Silvinho e Lucão vinham sendo os grandes nomes da equipe na competição. A reposição terá que vir à altura e o jogo exige uma vitória tricolor para afastar o fantasma do rebaixamento. Os três pontos são fundamentais para que o time carvoeiro não dependa de uma nova vitória contra o Internacional, no sábado, mais uma vez no Majestoso. Fica a expectativa para saber o comportamento da equipe, já que o treinador é forçado a mexer em pelo menos cinco peças na formação titular.

Beto Campos é obrigado a mexer bastante na equipe (Foto: Caio Marcelo)

Oscilante, mas ainda líder

Mesmo com uma campanha ruim no returno da Série A, o Corinthians ainda desfruta de uma confortável vantagem sobre o segundo colocado. O time paulista teve um desempenho impecável no primeiro turno, mas tem oscilado bastante na segunda metade da competição. No returno, o Corinthians é apenas o 13º colocado. Ainda assim, o Timão tem nove pontos de vantagem sobre o Grêmio, um dos concorrentes direto na luta pelo título.

Após primeiro turno invicto, Corinthians já perdeu quatro jogos no returno (Foto: Lance)

Adversários colaboram

A sorte do Corinthians é que equipes como Grêmio e Santos também não fazem um bom returno. O vice-líder, por exemplo, fez um ponto a menos que o Timão no segundo turno, ocupando, simbolicamente, a 14ª posição. O problema de Grêmio e Santos é o fato de terem que dividir as atenções com a Libertadores, em paralelo ao Brasileirão.

Cabeças de chave

A Alemanha foi confirmada como nova líder do ranking da Fifa. Os atuais campeões mundiais puxam a fila dos sete primeiros colocados, que juntamente com os anfitriões russos, serão os cabeças de chave do Mundial. Os outros seis cabeças de chave são os seguintes: Brasil, que mantém a segunda colocação, Portugal, Argentina, Bélgica, Polônia e França.

Alemães continuam à frente do Brasil no ranking (Foto: G1)

Destaque A Tribuna

Um abraço fraternal ao triatleta Santiago Mendonça, que completou ontem mais um ano de vida. Santiago, da ProRunner, faz um belo trabalho em Criciúma. Está levando várias pessoas à pratica de atividade física, o que é fundamental para a saúde das pessoas. É um grande exemplo a ser seguido na região Sul, assim como outros tantos nomes da modalidade.

Nota Zero          

Desde que o catarinense Gustavo Kuerten anunciou a aposentadoria, o Brasil nunca mais teve um jogador bem posicionado no ranking mundial. Na última atualização, divulgada ontem, o brasileiro Thomaz Belucci perdeu quatro posições e aparece no 92º lugar. Já o número 1 do Brasil, Rogério Dutra Silva, o Rogerinho, também caiu quatro posições, ocupando agora a 81ª colocação.

Tags: Futebol

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 16/10/2017 - 01:04

Superação é palavra de ordem no Majestoso

Somente na base da superação. É dessa maneira que o Criciúma terá que encarar o Vila Nova-GO, amanhã, no Majestoso, atrás da vitória que falta para a permanência na Série B do ano que vem. Mais um bom resultado e o Tigre mandará embora qualquer chance matemática de descenso. Porém, o número de desfalques do técnico Beto Campos complica ainda mais vida da equipe carvoeira. São cinco titulares suspensos: o goleiro Luiz, o lateral-esquerdo Diego Giaretta, o volante Barreto, e os atacantes Lucão e Silvinho. O treinador terá que quebrar a cabeça para montar o time.

Luiz tem crédito

As falhas do goleiro Luiz diante do Paraná comprometeram o Criciúma. Mas o torcedor carvoeiro também entende que o arqueiro tem bastante crédito, pois já salvou a equipe em diversas oportunidades. Fica o aprendizado. Até mesmo o jogador de 34 anos, um dos mais experientes do elenco tricolor, está sujeito a falhas. É do jogo e bola pra frente!

Goleiro de 34 anos tem bastante crédito com a torcida carvoeira (Foto: Fernando Ribeiro)

Velho problema do passe

Um problema crônico que vem acompanhando o Criciúma há algum tempo é o fundamento do passe. A equipe carvoeira erra muitos passes numa partida. Contra o Paraná Clube não foi diferente. Em diversas oportunidades, jogadores como Alex Maranhão, Silvinho e Caíque cometeram erros crassos. A impressão que fica é que o time treina pouco.

Bem na foto

Dona de duas medalhas de bronze na Paralimpíada Rio-2016, a mesa-tenista paralímpica Bruna Alexandre assumiu a segunda colocação do ranking mundial da modalidade, na Classe 10. Na lista divulgada pela Federação Internacional de Para Tênis de Mesa, a criciumense só aparece atrás da polonesa Natalia Partyka

Destaque A Tribuna

Será realizada hoje em Balneário Camboriú uma reunião para definir a fórmula de disputa do Estadual Não Profissional 2017. O Metropolitano de Nova Veneza irá representar a região Sul. A competição será disputada em Joinville, entre 2 e 5 de novembro. Além do América de Joinville, a competição contará também com o Carlos Renaux de Brusque e os classificados das Copas Oeste e Interligas.

Nota Zero

A Federação Equatoriana de Futebol lançou um comunicado explicando os atos de indisciplina de cinco atletas do elenco da seleção, durante a última data Fifa. Entre os citados, está o zagueiro são-paulino Robert Arboleda. De acordo com a nota, o defensor, juntamente com Enner Valencia, Joao Plata, Gabriel Cortez e John Cifuente abandonaram a concentração da seleção sem permissão.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 13/10/2017 - 22:36Atualizado em 14/10/2017 - 00:04

Falhas de Luiz prejudicam o Tigre

Além de não suportar a melhor qualidade do Paraná Clube, o Criciúma cometeu erros graves que contribuíram para a nona derrota na Série B. O Tigre chegou a sair na frente com o meia Alex Maranhão, logo aos quatro minutos, em cobrança de falta, mas entregou de bandeja o empate para os donos da casa. Aos 14 minutos, o goleiro Luiz saiu mal do gol, permitindo o gol do zagueiro Iago Maidana. Antes do gol paranista, o Tigre também teve duas oportunidades de marcar o segundo gol, em lances com Alex Maranhão e Diego Giaretta. Faltou qualidade para ficar à frente do placar. O primeiro tempo já estava no finalzinho, quando o experiente Luiz cometeu mais uma falha infantil. Saiu mal do gol e colocou a mão na bola fora da área. Acertadamente, o árbitro expulsou o capitão carvoeiro.

Luiz foi acertadamente expulso pela arbitragem, prejudicando o Criciúma (Reprodução Sportv)

Lambança da arbitragem

Anda na etapa inicial, o goleiro Edson entrou na vaga do meia Caique. Na etapa final, com uma indisposição estomacal, Nino ficou no vestiário e deu vaga a Ianson. Logo no começo da etapa final, erradamente, a arbitragem anotou pênalti de Ianson, e depois voltou atrás na decisão. Depois do lance confuso, veio o gol de João Pedro, numa bela cobrança de falta.

Última mexida

A última mexida do técnico Beto Campos acabou com qualquer chance do Criciúma na partida. Cansado, Alex Maranhão saiu para a entrada de Caio Rangel, que não foi feliz mais uma vez. Maranhão era a única qualidade da equipe carvoeira na bola parada. Sem ele, o Tigre pouco fez na reta final do duelo. Agora, com 42 pontos, faltando nove jogos, a equipe não tem mais força para buscar o acesso. Resta vencer mais uma e garantir a permanência.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 13/10/2017 - 08:30Atualizado em 13/10/2017 - 08:31

Jogo duro em Curitiba

O desafio que o Criciúma tem hoje pode ser considerado o mais difícil do Campeonato Brasileiro da Série B. A equipe de Beto Campos não tem “gordura” para queimar, pensando em acesso, e terá como adversário o melhor time do returno. O Paraná jogará em casa, com o Estádio Durival Britto lotado, e com amplo favoritismo. O cenário é o mais complicado possível, embora a equipe carvoeira praticamente não tenha mais risco de rebaixamento. É jogo para o Tigre procurar a vitória, pois se tiver uma postura muito defensiva terá problemas diante de um adversário que vive o melhor momento da competição.

Para ficar perto do G-4

Uma vitória contra o Paraná irá significar uma aproximação do Tigre ao G-4, tendo na sequência mais dois jogos em casa. Se o Tricolor conquistar os três pontos em Curitiba ficará somente a quatro pontos da zona de acesso. Tropeços de Vila Nova-GO e Juventude também são bem vindos na rodada, que tem Oeste-SP e Ceará como confronto direto.

Pendurados

São pelos menos seis jogadores do Criciúma pendurados com dois cartões amarelos. Duas importantes peças do elenco tricolor estão na relação: os atacantes Lucão e Silvinho. O grupo carvoeiro terá que se preocupar seriamente com essa situação, pois não é nada bom perder jogadores desse calibre para os próximos jogos, que serão ainda mais decisivos.

Grande oportunidade

O lateral-esquerdo Marlon recebeu mais uma oportunidade como titular na equipe do Fluminense. Ontem, contra o Flamengo, o jogador relevado no Tigre foi escolhido pelo técnico Abel Braga para começar o clássico.

Pressão aumenta na Ressacada

O Avaí perdeu pela segunda vez seguida diante do torcedor, no estádio da Ressacada. Com o revés de 2 a 1, diante do Vasco, a preocupação do torcedor avaiano aumenta bastante. A equipe Azurra é agora a 18ª colocada, com 30 pontos. No domingo, o adversário será o Fluminense, no Rio de Janeiro.

Surfe na França

O brasileiro Gabriel Medina fez uma boa estreia em Hossegor, na abertura da etapa da França do Circuito Mundial de Surfe. O campeão mundial de 2014 venceu a bateria e avançou direto à terceira fase. Já Adriano de Souza, o Mineirinho, precisou da repescagem para seguir vivo na disputa.

Destaque A Tribuna

Muito bom ver um jogador como o atacante Roger, do Botafogo, convocar a imprensa para anunciar que a cirurgia para a retirada de um tumor renal foi considerada um sucesso. Quanto alívio para os amantes do futebol e principalmente para os companheiros do clube carioca. O jogador projeta voltar aos gramados no último jogo do Fogão ainda nessa temporada.

Nota Zero

Mesmo anunciado pelo presidente Marciel Juvêncio, como novo técnico do Internacional de São Defende, Nadinho acabou não comandando a equipe na última rodada do Regional da Larm. Houve um desentendimento entre as partes, o que deixou o diretor do Colorado bastante decepcionado. Mesmo com essa turbulência, o Inter deverá se classificar à segunda fase e evitar o descenso.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 11/10/2017 - 08:24Atualizado em 11/10/2017 - 08:35

Alex Maranhão comemora sequência

Em dois anos de futebol catarinense, o meia Alex Maranhão comemora a boa fase no Criciúma. Em 2017, mesmo não sendo titular na maioria do tempo, o jogador é o artilheiro da equipe na temporada. Com o gol marcado na vitória contra o Londrina, Alex Maranhão chegou a 10 gols, somando os tentos feitos no Campeonato Catarinense e na Copa do Brasil. O jogador tem recebido uma grande oportunidade com a atual comissão técnica. Desde a chegada do técnico Beto Campos, Maranhão foi titular em três jogos, ficando fora de um por suspensão. Era nítido que o desempenho do jogador iria melhorar num esquema com dois meias. E assim está acontecendo. É disparado o melhor momento com a camisa do Tigre.

Raphael Silva de volta

O zagueiro Raphael Silva voltou aos treinos com o elenco do Criciúma, mas dificilmente será utilizado nas próximas rodadas pela comissão técnica. Foi muito tempo longe dos gramados, o que faz a comissão técnica ter um cuidado especial com o jogador. Outro motivo é a segurança que o zagueiro Nino tem passado ao sistema defensivo. Seria uma grande injustiça sacar o jogador de 20 anos. Nino já fez 18 jogos no Brasileiro.

Içara bem na Olesc

Içara prova que faz um dos melhores trabalhos do Estado no Caratê. Foram sete medalhas na Olesc, em Rio do Sul. O município colheu outras no Xadrez, que também é uma referência. Mas o grande show está sendo dado pelo Ciclismo, do técnico Gustavo Freitas, o Maninho. Teremos muitos pódios de Içara.

Destaque A Tribuna

A segunda meia Maratona de Criciúma, que vai ser realizada no dia 29 de outubro, ganhou um grande parceiro. A Caixa Econômica Federal entrou como um dos patrocinadores, dando aos organizadores mais tranquilidade na organização do evento. Mais de 1500 corredores devem participar da Meia Maratona.

Nota Zero

Os motivos já foram externados, mas não diminui a vergonha que Criciúma irá passar nos Jogos Abertos de Santa Catarina. Será a menor delegação da história do município. Criciúma vai participar do Tiro, Bocha e Triathlon. A competição será disputada em Lages, de 3 a 11 de novembro. A promessa é ir com tudo no ano que vem. Será?

 

Tags: Tigre Futebol

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 10/10/2017 - 08:38Atualizado em 10/10/2017 - 08:40

Jogos de “seis pontos”

Os próximos dois jogos do Criciúma são ainda mais decisivos para o futuro da equipe na Série B, em virtude de serem contra adversários que também brigam pelo acesso. Contra o Paraná, fora de casa, e o Vila Nova-GO, diante do torcedor, o time carvoeiro precisa de seis pontos para entrar de vez na briga pelo G-4. O desafio mais difícil será contra o embalado Paraná Clube, na sexta-feira, em Curitiba. O próximo adversário do Tigre vem embalado pelos últimos resultados. A vitória mais recente foi diante do Internacional de Porto Alegre, na Arena da Baixada, com público recorde.

Adversário embalado

Com o status de líder do returno da Série B, o Paraná terá casa cheia diante do Criciúma, no Durival Britto. O time paranista tem a melhor campanha do segundo turno da competição nacional. Nos últimos nove jogos, o Paraná obteve sete vitórias, um empate e apenas um tropeço.

Tigre é o quinto do returno

Já o Criciúma tem a quinta melhor campanha no returno. Até agora o Tigre venceu quatro jogos, empatou outros quatro e perdeu um jogo. O Tigre está com um aproveitamento de 59% no segundo turno. O empate contra o Figueirense, em pleno Heriberto Hulse, impediu uma aproximação maior ao G-4. Aliás, foram vários tropeços em casa.

Criciúma é o quinto visitante

Fugindo à regra, o Criciúma de 2017 colhe melhores resultados fora de casa do que diante do torcedor. Após a 28ª rodada, os números da Série B apontam o seguinte: o Tigre é o 11º colocado como mandante, e o quinto como visitante.

Internacional de São Defende desencanta

Após dois tropeços no começo do Regional da Larm, o Internacional de São Defende finalmente colheu o primeiro bom resultado. Contra o Meleiro, a equipe do técnico Nadinho venceu por 5 a 2, fora de casa, e subiu para a sétima posição, deixando pra trás Turvo, Lauro Müller e o próprio Meleiro, que agora é o lanterna.

Remanejamento

Com o adiamento dos dois jogos de domingo, por causa do mau tempo, o Regional da Larm terá a última rodada da primeira fase no dia 15 de outubro. As partidas entre Caravággio e Turvo, e Cocal do Sul e Metropolitano, foram remarcadas para o dia 12. No domingo seguinte teremos a definição dos oito classificados e o time rebaixado.

Los Hermanos

No caso de vitória hoje contra o Equador, a Argentina torce para que o Chile não vença o Brasil ou que haja um empate entre Peru e Colômbia, em Lima. A Argentina pode até tentar uma vaga na repescagem se empatar com o Equador. No entanto dependeria de uma combinação de resultados. Se perder, estará fora.

Destaque A Tribuna

Em nível de competitividade, o Brasil terá hoje o último jogo antes da Copa do Mundo da Rússia. À partir das 20h30min, contra o Chile, na Arena Palestra, o time de Tite tentará manter a invencibilidade com a atual comissão técnica. O goleiro Ederson deve ser a única novidade na escalação titular. Outros testes poderão ser feitos no decorrer do jogo. Concordo com o treinador, penso que é um jogo pra testar a capacidade do time titular.

Nota Zero

O Hercílio Luz decepcionou na primeira partida da final do Campeonato Catarinense da Série B. No último domingo, em Tubarão, a equipe tubaronense perdeu de virada, por 3 a 1, no Estádio Anibal Costa. O Leão do Sul terá de vencer a segunda partida por três gols de vantagem para conseguir o troféu. As equipes se reencontram no próximo domingo, no Domingos Machado Lima, no Oeste de Santa Catarina.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 09/10/2017 - 08:36Atualizado em 09/10/2017 - 08:37

Importante vitória

O Criciúma não estava bem na partida contra o Londrina, atrás do placar desde os 11 minutos, mas bastou empatar nos acréscimos da etapa inicial para mudar o panorama da partida. Se o Tigre foi dominado em quase todo o primeiro tempo, pelo menos conseguiu mostrar força para buscar a terceira virada na Série B. Foi a segunda vitória no comando do técnico Beto Campos e novamente saindo atrás do placar. Com 42 pontos, o Tigre pode agora arriscar mais na competição. A matemática de acesso aponta uma necessidade de mais sete ou oito vitórias. Para a fuga do rebaixamento falta apenas uma vitória.

Primeiro gol

O primeiro gol do Criciúma mudou o rumo da partida. Afinal aconteceu aos 46 minutos do primeiro tempo, quando os visitantes controlavam o confronto. Méritos do meia Alex Maranhão, que pressionou o zagueiro do Londrina, recuperou a bola e conseguiu concluir com categoria na saída do goleiro. A movimentação de Alex Maranhão fez a diferença a favor do Tigre.

Segundo gol

Se o primeiro tento foi determinante para o rumo da partida, o segundo gol do Criciúma foi o golpe de misericórdia. O Londrina voltou para o segundo tempo ainda atordoado pelo erro do zagueiro que originou o empate. Aproveitando o momento, o Tigre não demorou para virar. Logo aos quatro minutos, Lucão mostrou porque alcançou a fama de artilheiro.

Barreto ainda oscila

O volante Barreto ainda oscila bastante. Tem ótimas apresentações, mas na sequência sofre com a queda de produção. Contra o Londrina fez faltas desnecessárias e quase sempre esteve atrasado nos lances. Acredito que o problema do jogador esteja na parte física, que acaba atingindo no desempenho técnico.

Figueira ladeira abaixo

Foi mais uma atuação decepcionante do Figueirense. A derrota por 3 a 0, diante do Luverdense-MT, ficou até barato pelo que o time da Capital apresentou em Lucas do Rio Verde. O técnico Milton Cruz mais uma vez não enxergou os problemas da equipe e ficou sem corrigi-los durante a partida. O Luverdense-MT perdeu pelo menos outras cinco chances claras de gol.

Vitória na estreia

Sem a presença do principal destaque da equipe, o atacante Vinicius Júnior, o Brasil manteve a calma e conseguiu uma vitória de virada contra a Espanha, na estreia do Mundial Sub-17, disputado na Índia. Os brasileiros jogam novamente amanhã contra a Coreia do Norte.

Destaque A Tribuna

Vai um destaque positivo para os 2.660 torcedores do Criciúma que viram a vitória carvoeira diante do Londrina. Quase sempre são os mesmos apaixonados que marcam presença no Heriberto Hulse. Contra os paranaenses não foi diferente. Algo precisa ser revisto no clube para atrair novamente o público no Majestoso. Continuo achando que a mensalidade está com um preço fora dos padrões normais.

Nota Zero

A eliminação precoce do Criciúma no Campeonato Catarinense Sub-20 merece uma “Nota Zero” da coluna. Sofrer uma goleada de 4 a 1 diante do Figueirense, no CT do Bairro Cristo Redentor, foi uma grande decepção. Ficar em quinto lugar é quase um vexame, pela tradição do clube nas categorias de base. Menos mal que a vaga na Copa São Paulo 2018 foi garantida. É pouco!!

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 07/10/2017 - 18:25Atualizado em 07/10/2017 - 18:25

O Criciúma venceu o Londrina por 2 a 1, na tarde deste sábado, dia 7, no Heriberto Hülse, em jogo válido pela 28ª rodada da Série B. Foi a segunda vitória de virada no comando do técnico Beto Campos, que havia vencido assim também contra o CRB-AL, no primeiro jogo. Com oito pontos, em 12 disputados, com a nova comissão técnica, o Tigre ainda alimenta esperanças de acesso, já que fica somente a seis pontos do G-4. É claro que precisa de uma arrancada maior para se consolidar como candidato ao acesso.

O time paranaense saiu na frente do placar, com 11 minutos, com Negueba, aporveitando uma bobeira da marcação tricolor. O empate veio aos 46 minutos, quando o Tigre era pior em campo. Alex Maranhão aproveitou para igualar o marcador, roubando a bola do zagueiro Dirceu e tocando na saida do arqueiro. A virada veio no segundo tempo, logo aos quatro minutos, com o goleador Lucão, que chegou a oito gols na competição.

Lucão fez o gol da vitória do Tigre e chegou a oito gols na Série B (Foto: Reprodução Sportv)

O resultado deixa o Tigre na oitava posição, com 42 pontos, a uma vitória da permanência na Série B e precisando de mais sete ou oito vitórias para alcançar o acesso.

O público foi mais uma vez decepcionante: 2660 torcedores.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 06/10/2017 - 08:36Atualizado em 06/10/2017 - 08:39

Atrás do melhor entrosamento

Beto Campos está preocupado com o entrosamento do Criciúma. Ficou ainda mais nítido com o treinamento de ontem no Heriberto Hulse. O treinador não fez alteração na equipe titular, durante toda a atividade. A formação que entrará em campo neste sábado, às 16h30min, contra o Londrina, no Majestoso, é basicamente a mesma dos últimos três jogos. Exceto o meia Alex Maranhão, que ficou de fora do último jogo por suspensão. Se tiver a mesma intensidade e imposição mostrada no primeiro tempo contra o Figueirense, dificilmente o Tigre deixará de ganhar a partida.

Muitos gols perdidos no 0 a 0

A Seleção Brasileira teve um desafio sempre cercado de muita expectativa na altitude de La Paz, contra a Bolívia. Mesmo já classificada à Copa do Mundo, a equipe de Tite buscou o resultado, privilegiando o toque de bola, evitando a correria que interessava mais aos donos da casa. O Brasil perdeu gols incríveis, e acabou consagrando o goleiro boliviano, no empate em 0 a 0.

Neymar individualista

Individualista em demasia. Não é novidade, mas não deixa de surpreender a maneira excessiva que o craque brasileiro Neymar tenta resolver sozinho as situações dentro de campo. Ontem, contra a Bolívia, Neymar desperdiçou lances capitais por preferir jogadas individuais, ao invés de passar a bola para o companheiro ao lado. Se no Mundial for assim, o Brasil terá dificuldades. O jogo tem que ser coletivo.

Primeiras medalhas na Olesc

A delegação de Criciúma está em Rio do Sul disputando as Olimpíadas Estudantis de Santa Catarina, com atletas de até 16 anos. As primeiras medalhas já foram alcançadas na natação, premiando o belo trabalho do técnico Carlos Henrique Fernandes. Foram três medalhas de ouro, duas de prata e quatro de bronze. Mais de três mil atletas de todo estado estão reunidos no município do Vale do Itajaí.

Tigre Sub-20

O Criciúma encerra hoje a participação na primeira fase do Campeonato Catarinense Sub-20. Contra o Figueirense, às 15h30, no CT do Cristo Redentor, o time de Cleber Gaúcho precisa de um empate para avançar à próxima fase. Uma derrota poderá tirar a equipe carvoeira da semifinal. Já o Figueira é obrigado a vencer para avançar.

Tigre de olho no social

Uma parceria entre o Criciúma Esporte Clube e a Prefeitura Municipal começou a ganhar corpo. As primeiras aulas de futebol para crianças, entre 9 e 13 anos, encaminhadas pelo CRAS do Bairro Cristo Redentor já estão sendo realizadas. É o Tigre de olho também no lado social.

Circuito Explorações de Ciclismo

No próximo dia 15 de outubro, o Clube Urussanga Ciclismo promoverá o Circuito Explorações. O evento, não competitivo, percorrerá 50 quilômetros por estradas e trilhas do interior do município, de forma orientada. O percurso inicia com um café às 7 horas e termina com um almoço às 12 horas.

Destaque A Tribuna

O Londrina embolsará R$ 3 milhões com o título da Copa da Primeira Liga. É uma boa grana para os padrões da equipe paranaense. O título foi uma premiação e tanto ao esforço da equipe paranaense, que ao longo da campanha passou por adversários mais tradicionais. A conquista dará mais motivação aos paranaenses para o duelo deste sábado, contra o Tigre.

Nota Zero

A notícia não é boa para os torcedores do Grêmio e seguidores de Douglas. O meia de 35 anos voltou a sentir dores no joelho esquerdo, que passou por cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado. O jogador, que estava alternando fisioterapia e preparação física, pode precisar de nova cirurgia no local. A volta aos gramados ainda em 2017 se torna inviável.

 

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 04/10/2017 - 11:23Atualizado em 04/10/2017 - 11:29

O Cruzeiro acertou em definitivo a contratação do atacante Caio Rangel. O clube mineiro concluiu as negociação na manhã desta quarta-feira, junto ao Estoril de Portugal, e o jogador assinou um pré-contrato de cinco temporadas com a Raposa. As informações são do Site Oficial do clube mineiro. Atualmente Caio Rangel vem se destacando pelo Criciúma na Série B do Campeonato Brasileiro, com dois gols.  Aos 21 anos e com passagem por todas as seleções de base do Brasil, Caio Rangel disputou 17 jogos com a camisa canarinho e marcou quatro gols.

FICHA TÉCNICA:

Nome completo: Caio Rangel da Silva
Posição: Atacante
Nascimento: 16/01/1996
Altura: 1,72m
Peso: 70 kg
Carreira: Olaria (2006-2007), Flamengo (2007-2014), Cagliari (2014-2016), Varese (2015), Arouca (2015-2016), Cruzeiro (2016), Estoril (2017), Criciúma (2017).
Seleção Brasileira: Sub-15 (1 jogo/1 gol), sub-17 (15 jogos/3 gols), sub-20 (1 jogo)

Caio Rangel anotou dois gols com camisa do Criciúma (Foto: Caio Marcelo)

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 04/10/2017 - 08:41Atualizado em 04/10/2017 - 08:43

Perdeu a mão?

O assunto é tratado como bastante zelo pela presidência do Criciúma, mas já não tem mais como esconder. Há realmente um ruído entre os jogadores e o diretor-executivo Edson Gaúcho. A informação de bastidores aponta um descontentamento de alguns jogadores com a maneira de trabalho do diretor. Gaúcho tem cobrado insistentemente um padrão de comportamento, interferindo até um uso de bonés, maneira que os jogadores se vestem, e por aí vai. Esse é um modelo antigo e que se não tiver a ideia comprada por todo o grupo, realmente não surtirá o efeito esperado.

Falta de sintonia

Desde de que chegou no Criciúma, Edson Gaúcho tem tido uma postura de acordo com o prometido na época que foi apresentado. O problema é que o diretor trabalha com alguns jogadores que já possuem uma história no clube e não fazem a menor ideia da identificação de Edson com o Tigre. Seria briga de egos? Simples falta de sintonia? Talvez um pouco das duas coisas. Então é hora de tirar um pouco o pé do acelerador e cada um fazer a sua parte. Para o ano que vem, Dal Farra deve pensar com carinho em um outro diretor para ajudar Edson, como a dobradinha feita por Pastana e Rampinelli em 2012.

Tem jogo sábado

Para que não haja uma desmobilização total e até um novo risco de rebaixamento, o Criciúma precisa estar concentrado para o jogo de sábado, diante do Londrina. Contra o Tigre o fato de jogar em casa, que por ironia tem sido algo complicado na competição. O Tricolor é melhor como visitante, do que como mandante. É hora de todos deixarem as “picuinhas” de lado.

Adversário direto

Assim como o Criciúma, o Londrina está numa situação confortável na Série B. Não tem um perigo tão iminente em relação à degola, mas também está distante da briga direta pelo G4. Uma vitória deixará o Tigre com 42 pontos, contra 37 do time paranaense.

Jogo a jogo

Se o Tigre jogar contra o Tubarão (apelido do Londrina), pensando nos 65 pontos necessários para subir, dificilmente terá organização para vencer. Aí entra a velha política do “jogo a jogo”. Cabe à comissão técnica fazer o grupo carvoeiro estar focado especificamente no duelo contra os paranaenses.

Sequência importante

Se o indicado aos jogadores é trabalhar pensando somente no próximo jogo, cabe aos analistas e torcedores fazerem algumas projeções. Esses próximos quatro jogos do Criciúma, por exemplo, serão fundamentais para o rumo da competição. O Tigre poderá estar vivo na luta pelo acesso ou no mínimo já livre do rebaixamento. Os desafios serão contra Londrina, Vila Nova e Internacional, em casa, e Paraná, fora de casa.

Destaque A Tribuna

Mauro Ovelha conseguiu levar o Concórdia à elite de Santa Catarina, com uma campanha irretocável desde que assumiu o Galo do Oeste no primeiro turno da Série B. O treinador comprovou que conhece como poucos o futebol do interior. Ano que vem teremos o “Clássico da Linguiça”, entre Concórdia e Chapecoense, na Série A do Catarinense.

Nota Zero

O Criciúma contratou mal em 2018. Sem chance de reforçar o elenco, é fácil chegar à conclusão de que o Tigre foi infeliz na montagem do elenco e não aproveitou as boas oportunidades. Uma delas foi com o meia Bernardo, ex-Vasco e Palmeiras. O jogador literalmente “deu sopa” no Heriberto Hulse, mas o Tigre não atendeu o pedido salarial, o que não era nenhum absurdo. Agora Bernardo vai jogar no Tadhamon, do Kuwait. Gol contra do departamento de futebol tricolor.

Tags: Tigre Futebol

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 03/10/2017 - 08:08Atualizado em 03/10/2017 - 08:15

Um olho aqui e outro lá

Mesmo que o discurso do diretor-executivo do Criciúma, Edson Gaúcho, seja de que a equipe ainda está na briga pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, é fundamental que já haja um planejamento para a próxima temporada. As duas situações precisam andar juntas. Um ponto desfavorável ao Tigre é o fato de o técnico Beto Campos já estar acertado com o Novo Hamburgo para o ano que vem. Mesmo assim, é necessário que aconteça uma avaliação dos jogadores e do restante do departamento de futebol visando a montagem do time para os primeiros compromissos do ano que vem. O clube não pode continuar achando que as trocas de comissão técnica no meio das temporadas irão surtir algum efeito positivo. Esse é um jeito antigo de fazer futebol e que raramente dá certo.

Olha o Cavalo aí...

É surpreendente a campanha que o técnico Roberto Cavalo faz à frente do Oeste-SP. A vitória diante do America-MG, em pleno Independência, colocou o time paulista pertinho do G-4. Contra o treinador está o fato de a equipe mandar os jogos em Barueri, com um apoio pífio do torcedor. É uma desvantagem e tanto contra concorrentes diretos como Paraná, Juventude, Vila Nova e Ceará.

Mais uma parada

Essa nova parada no Campeonato Brasileiro da Série A é mais benéfica ao líder Corinthians, do que propriamente aos outros postulantes ao título, que no momento são as equipes do Santos e Grêmio. O técnico Carille precisa corrigir algumas situações, principalmente a maneira que a equipe oscila dentro de uma mesma partida.

Salto alto?

A derrota que o Avaí sofreu diante do Atlético-GO, em pleno Estádio da Ressacada, não estava nos planos. Em qualquer projeção, o torcedor avaiano esperava os três pontos contra os goianos. Parece ter havido um “salto alto” do Leão contra o lanterna da Série A. Risco de queda volta a ficar grande.

De volta à elite

Depois de 22 anos fora da elite do futebol de Santa Catarina, o Hercílio Luz volta a ocupar um lugar entre os melhores. O acesso veio com mais uma vitória diante do Camboriú, na semifinal da Série B. A cidade de Tubarão agora vive a ansiedade pelo primeiro clássico na Série A.

Rival

Comparado com o Hercílio Luz, o Atlético Tubarão tem pouca tradição no cenário catarinense. O Atlético terá o segundo ano consecutivo na elite em 2018. O Peixe ainda disputará uma vaga na Copa do Brasil, participando da Copa SC, no final desta temporada.

Bicampeão

Além de comemorar a volta à elite, depois de mais de duas décadas, o Hercílio Luz carrega consigo uma torcida apaixonada e que se orgulha do bicampeonato estadual. Nos anos de 1957 e 1958, o Leão do Sul foi o grande campeão do Campeonato Catarinense.

Destaque A Tribuna

O goleiro Zé Carlos, ex-Criciúma, alcançou o acesso com o Concórdia, após superar o Marcílio Dias na semifinal do Campeonato Catarinense da Série B. O arqueiro fecha a temporada em alto estilo após uma boa passagem pelo Santo André, mas também com uma saída traumática do Londrina. Em resumo foi um ano interessante para o goleiro, mas com a sensação de que poderia ter sido melhor.

Nota Zero

A “Nota Zero” da coluna é para a surpreendente notícia que pegou a todos de surpresa, principalmente os mais apaixonados pelo futebol e pelo Botafogo. O atacante Roger teve que encerrar precocemente a temporada em virtude da descoberta de um tumor renal. O jogador passará por cirurgia nos próximos dias. O Brasil inteiro torce pela recuperação de Roger.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 01/10/2017 - 17:39Atualizado em 01/10/2017 - 17:47

Mesmo com  a vantagem de poder perder por 1 a 0, o Hercílio Luz venceu o Camboriú por 3 a 1, no Estádio Aníbal Costa, com gols de Jefferson Baiano, duas vezes, e Yago, confirmando o acesso à elite do futebol de Santa Catarina. O técnico Paulo Salles fez valer a fama de Rei do Acesso. O adversário da final e parceiro de elite no ano que vem será o Concórdia, do técnico Mauro Ovelha.

O Leão do Sul retorna a Série A do Catarinense após 22 anos de ausência.

Hercílio Luz fez a festa com a torcida tubaronense (Foto: Notisul)
Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 01/10/2017 - 01:17Atualizado em 01/10/2017 - 01:21

Muita chuva e pouco futebol

Foi um jogo fraco tecnicamente. Qualquer avaliação além disso não traduz o que foi o empate sem gols entre Guarani e Criciúma, no sábado, no Brinco de Ouro da Princesa, em duelo válido pela 26ª rodada da Série B. A chuva castigou o gramado e a drenagem não funcionou da melhor forma. O resultado disso foi uma partida sem triangulações e com as duas equipes insistindo em boas aéreas. Uma noite de futebol pobre e que comprovou limitação das equipes. Tanto o Criciúma como o Guarani brigarão apenas pela permanência na Segundona.

Tigre criou poucas oportunidades e não soube convertê-las em gol (Foto: Reprodução Sportv)

Pouca produtividade

Como o Criciúma é uma equipe que não ataca pelas laterais, espera-se que o meio-campo seja produtivo. Porém não foi isso que se viu das atuações de Dodi e Caique. Tudo bem que as condições para qualquer tipo de tabela eram as piores possíveis. Justamente por isso, penso que a chuva forte antes do jogo poderia fazer o técnico Beto Campos rever a escalação. Não era jogo para a formação escolhida pelo treinador. O Tigre precisava de mais força.

Melhora no segundo tempo

Quando percebeu a incapacidade de o time jogar e se adaptar às condições do campo, o  técnico Beto Campos mexeu corretamente. Sacou Dodi e colocou Moisés. A partir daí a produção do Tigre foi outra. A formação da etapa final conseguiu criar mais oportunidades, sendo uma clara com Moisés. Para infelicidade da torcida carvoeira, o atacante desperdiçou de frente para o goleiro Vagner.

Seguro

Mais uma vez o zagueiro Nino fez uma partida segura pelo Criciúma. O defensor não deu chances ao ataque do Bugre. A fase do time paulista também não era das melhores. O atacante Eliandro, que foi substituído na etapa final, completou 17 jogos sem balançar as redes. Mesmo assim isso não diminuiu a excelente atuação de Nino.

Faltam duas vitórias

Alcançar 39 pontos, após 27 rodadas, saiu melhor que a encomenda para o Criciúma. Depois daquele início horroroso, com apenas um ponto em cinco rodadas, o Tigre está muito perto de alcançar matematicamente a permanência.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 29/09/2017 - 08:29Atualizado em 29/09/2017 - 08:33

Nino faz por merecer a chance

"O futebol é dinâmico". Frases clichê como essa rondam o mundo da bola há muito tempo. Mas ela cabe perfeitamente para justificar que o zagueiro Nino não merece deixar o posto de titular quando o também defensor Raphael Silva estiver em condições de jogar. Segundo o próprio técnico Beto Campos, em entrevista ao Debate Aberto, da Rádio Som Maior, Raphael deverá ficar à disposição da comissão técnica daqui duas semanas. Foram mais de dois meses longe dos gramados. Concordo que Raphael era peça-chave do Tigre, mas Nino aproveitou bem a oportunidade e não merece sair do time. Dentro do tal dinamismo do futebol, Nino soube agarrar a chance.

Nino agarrou bem a oportunidade como titular no Tigre (Foto: Douglas Sartor)


Fala, Pastana!!

"Montar um time com R$ 10 milhões por mês é fácil. Quero ver conseguir formar uma equipe competitiva e buscar o acesso com R$ 400 mil". Com essa frase, o diretor executivo do Paraná, Rodrigo Pastana, ex-Tigre, deu uma cutucada no Internacional, concorrente direto na luta pelo acesso. A entrevista completa, que eu e o João Nassif fizemos como Pastana vai ao ar no sábado, no Som Maior Esportes, à partir das 10h.

Tudo certo

As polêmicas envolvendo Neymar e Cavani foram abafadas com a maiúscula vitória do PSG sobre o Bayern de Munique. O brasileiro e o uruguaio pareciam entrosados dentro de campo. Os dois marcaram na vitória por 3 a 0, em Paris, que leva o PSG a outro patamar na Liga dos Campeões.

CR7 faz pedida alta

Após marcar dois gols na vitória de 3 a 1 do Real Madrid sobre o Borussia Dortmund, pela Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo virou o centro das atenções na imprensa espanhola. Segundo os principais jornais, o atacante português quer R$ 92,7 milhões, livres de impostos, para renovar com a equipe merengue.

Regional da Larm

O Internacional de São Defende optou por mandar o jogo contra o Caravaggio no Estádio da Montanha. Mas o Caravaggio teoricamente não pode jogar em casa pois está cumprindo punição com perda de mando de campo. Mesmo assim a Larm permitirá a realização do jogo na Montanha. Estranho, hein!?

Não viu a cor da bola

O Criciúma não viu a cor da bola diante do Santos, em jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil Sub-17. A derrota por 3 a 0, em pleno Heriberto Hulse, mostra que jogar uma competição nacional é bem diferente do nível técnico do Catarinense. O líder do Estadual não teve chances contra o time paulista e está eliminado da competição.

Destaque A Tribuna

Treze de Maio ainda está em festa com o título do lateral-direito Ezequiel, campeão da Copa do Brasil com a camisa do Cruzeiro. O jogador formado na base do Tigre foi um dos grandes nomes da campanha cruzeirense. Foi um jogador de confiança do técnico Mano Menezes.

Nota Zero

Há uma exagerada cobrança em cima do goleiro Muralha. A torcida critica o arqueiro pelo fato de o jogador ter escolhido a estratégia de cair sempre para o mesmo canto, no desempate por penaltis, na final contra o Cruzeiro. Muralha paga o preço pelos erros cometidos em jogos passados. E o Diego que perdeu o pênalti, porque está sendo poupado??

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 28/09/2017 - 08:35Atualizado em 28/09/2017 - 08:35

Tigre precisa errar menos

Diminuir os erros. Essa é a estratégia de qualquer time, independentemente da situação na classificação. Para o Criciúma, essa necessidade fica cada vez mais evidente. Se não errar menos, fatalmente as chances de acesso vão acabar logo na Série B. Matematicamente ainda há a possibilidade, mas o empate com sabor de derrota no clássico foi um balde de água fria no torcedor carvoeiro, que estava com esperanças renovadas com a troca de técnico e a chegada de Márcio Correa. O Tigre entregou de bandeja o gol para o rival, justamente no momento que controlava a partida.

Beto Campos ainda precisa corrigir falhar defensivas nos jogos da Série B (Foto: Reprodução NSC/TV)



Sem Alex Maranhão

Com a ausência de Alex Maranhão, é provável que o técnico Beto Campos dê uma nova oportunidade à Dodi, no sábado, contra o Guarani, fora de casa. O Tigre perderá qualidade na bola parada ofensiva, principalmente nas faltas próximas a área.

Momento mágico

Dodi vive um momento ímpar fora dos gramados, tendo se tornado pai recentemente. O torcedor do Tigre espera que o jogador possa aproveitar o momento e conseguir ter um bom desempenho.

Limpa geral

Dos 29 jogadores contratados em 2017, apenas 10 ficarão para a Copa Santa Catarina. Esse é o saldo do Joinville após a eliminação da Série C. O técnico Rogério Zimmermann terá a missão de remontar o JEC para a competição que vale vaga na Copa do Brasil.

Não ficou barato

A Conmebol pretende levar a julgamento quatro jogadores do Corinthians pela confusão que marcou a eliminação da equipe brasileira na Copa Sul-Americana. O goleiro Walter, o volante Marciel, o meia Rodriguinho e o centroavante Kazim terão que responder pelos atos de indisciplina no empate diante do Racing, em Avellaneda.

Novidade no Caravággio

O mau começo do Regional da Larm fez a direção do Caravággio optar pela troca de comando técnico da equipe. Maurílio Gralha não resistiu aos tropeços no início da competição e foi demitido. Na vaga dele entra o experiente Luís Gonzaga Milioli.

Na balada

Neymar decidiu investir no Brasil e vai abrir uma boate sertaneja em novembro no Rio de Janeiro. Em parceria com um empresário, o jogador de futebol iniciou as obras para abrir o estabelecimento no Shopping Barra World, no Recreio, Zona Oeste da cidade. O craque tentou manter as informações da boate em sigilo até o lançamento.

Destaque A Tribuna

Lateral-esquerdo ou zagueiro? A falta de opção para a lateral e o estilo polivalente de Diego Giaretta fez o zagueiro ser improvisado pela ala. A cada gol marcado, o jogador vai se consolidando como uma bela opção ofensiva. É uma grande alternativa na bola parada. Giaretta está há um ano e 10 meses no clube e merece todos os elogios. Não é um exuberante jogador, mas tem mostrado uma forte identificação com o torcedor carvoeiro.

Nota Zero

Não sai da cabeça do torcedor do Tigre o lance do gol do Figueirense. O atacante Silvinho escolheu a pior jogada para aquele momento. Conseguiu perder uma bola que estava a feição do time tricolor e possibilitou a mudança de panorama do clássico. Já elogiei bastante o atacante, mas hoje ele leva uma "Nota Zero" da coluna. Tem credito ainda, mas fica o aprendizado. Esses dois pontos farão falta.

1 2 3 4 5 6