Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 27/09/2017 - 08:25Atualizado em 27/09/2017 - 08:29

Empate frustra o torcedor

O empate frustrou o melhor público do ano no Majestoso. Os 4.739 torcedores que prestigiaram o Criciúma contra o Figueirense, viram um Tigre fazer o melhor primeiro tempo da Série B, mas também ceder o empate na etapa final. O técnico Beto Campos posicionou o Tigre com uma marcação alta, pressionando o campo de defesa do Alvinegro. O time da Capital sentiu o domínio dos donos da casa, e sofreu o primeiro gol aos 30 minutos, numa cabeçada de Diego Giaretta, eleito o melhor em campo pela equipe do Futebol Som Maior. No segundo tempo, aos 14 minutos, veio o lance decisivo do duelo. O atacante Silvinho escolheu equivocadamente um drible no campo de defesa, perdeu a bola e permitiu o gol de empate, em jogada finalizada por Dudu. A reação de Beto Campos foi colocar Caio Rangel na vaga de Caique, deixando o Tigre teoricamente mais ofensivo. Mas a ideia não surtiu o efeito desejado. Dodi também entrou no lugar do Maicon Silva, com Ricardinho sendo deslocado para a direita. Mas o Tigre perdeu volume de jogo. No final, na base da pressão, Lucão e Edson Borges perderam chances claras. Num contra-ataque, no último lance, o Figueira também desperdiçou uma grande oportunidade. Com 38 pontos, o Tigre fica cada vez mais perto de alcançar a permanência na Série B. Quanto ao acesso fica cada vez difícil. O Tigre precisará de mais nove vitórias, dos 12 jogos restantes. Próximo compromisso é no sábado, contra o Guarani, em Campinas.

Briga pela ponta

As duas melhores equipes da Série B vão duelar hoje à noite. Internacional e América-MG entram em campo à partir das 19h30nin, no Beira-Rio. Além da disputa pela liderança, o compromisso colocará frente a frente o melhor ataque contra a melhor defesa. O Inter soma 14 vitórias, seis empates e cinco derrotas. Marcou 39 gols e sofreu 18. Já os mineiros têm 13 vitórias, nove empates e três derrotas. Marcaram 31 e sofreram 16.

Após 25 anos, CSA-AL está na Segundona

Depois do Fortaleza, mais um acesso chama atenção no Campeonato Brasileiro da Série C. O CSA-AL está de volta à Série B. A equipe alagoana recebeu o Tombense, no Rei Pelé, no jogo de volta das quartas de final da Série C, e venceu por 1 a 0. A vitória no jogo de segunda-feira levou a equipe a Segundona, após 25 anos de ausência.

Futebol alagoano em alta

O futebol alagoano está em alta. Além do CRB-AL, o CSA-AL também estará na Série B. Há duas décadas e meia que o estado de Alagoas esperava por um clássico no Brasileiro. Teremos o "encontro sopa de letrinhas" ano que vem, afinal dificilmente o CRB-AL irá subir ou cair.

Metrô e AEC é antecipado

O Departamento Técnico da Liga Atlética da Região Mineira alterou a data da partida entre Metropolitano e Araranguá, válida pela terceira rodada da primeira fase do Campeonato Regional da LARM. O jogo foi antecipado para o sábado, no Estádio Darci Marini, no Bairro Bortolotto, em Nova Veneza, às 15h30min. A partida pela categoria júnior será realizada na preliminar, às 13h30min.

2ª Meia Maratona

A Fundação Municipal de Esportes de Criciúma (FME) mobilizou a imprensa para participar do lançamento da 2ª Meia Maratona de Criciúma. O evento é amanhã no Interclass Hotel e terá a participação do medalhista olímpico Edson Luciano.

Destaque A Tribuna

As atenções de toda a imprensa esportiva estarão voltadas hoje para a grande decisão da Copa do Brasil. Cruzeiro e Flamengo jogam no Mineirão, às 21h50, em Belo Horizonte. Quem vencer é campeão. Qualquer empate leva a disputa para os pênaltis. Estou ansioso para ver o comportamento do goleiro Muralha, bastante criticado na meta flamenguista. Equilíbrio marca o duelo.

Nota Zero

Definitivamente a fase não é das melhores no São Paulo. O conselheiro Pedro Mauad registrou um Boletim de Ocorrência contra o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. Ele reclama de uma suposta agressão do mandatário, após o clássico do último domingo, que terminou empatado em 1 a 1, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Há um movimento no clube para a expulsão do presidente do cargo. Que fase!

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 26/09/2017 - 21:03Atualizado em 26/09/2017 - 21:03

O Criciúma fez o melhor primeiro tempo até agora na Série B, mas não conseguiu segurar o resultado positivo. Contra o Figueirense, na noite desta terça-feira, dia 26, no Heriberto Hülse, o Tigre pressionou o Alvinegro no campo de defesa e dominou as ações desde o começo do clássico válido pela 26ª rodada. A equipe carvoeira fez 1 a 0, estava superior em campo, mas num vacilo cedeu o empate e não teve força para voltar a ficar à frente.

Nos primeiros 45 minutos, o Tricolor pressionou o time da Capital, subindo a marcação. Criou diversas oportunidades, mostrando bastante intensidade na troca de passes e principalmente na recomposição. O Tigre literalmente não deu chances ao Figueira. O gol saiu aos 30 minutos, após cobrança de escanteio de Silvinho, que terminou numa bela cabeçada de Diego Giaretta.

No segundo tempo, o Tigre veio com a mesma formação. Num descuido de Silvinho, o Figueira aproveitou para empatar. Dudu completou para o gol, aos 14 minutos. Com o empate, o técnico Beto Campos mudou o esquema do Tigre, colocando a equipe mais à frente. Caíque deu lugar a Caio Rangel. Mas a equipe carvoeira parece ter sentido o gol de empate e mostrou um certo cansaço após a grande intensidade mostrada no primeiro tempo.

Tigre fez o primeiro gol na etapa inicial, mas cedeu empate na etapa final (Foto: Reprodução Sportv)

Com 38 pontos, na oitava posição, o Tricolor espera o desfecho da rodada para ver qual será o distanciamento para o G-4. O próximo jogo é no sábado, dia 30, às 19h, contra o Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa. Nas contas do Tigre, faltam sete pontos para uma fuga do rebaixamento. Para o acesso, os matemáticos apontam uma necessidade de alcançar 64 pontos. Sendo assim, o Tigre precisa de mais nove vitórias, restando 12 jogos para acabar o campeonato.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 26/09/2017 - 08:29Atualizado em 26/09/2017 - 08:30

Atrás do equilíbrio em casa

O técnico Beto Campos aposta na manutenção do time titular para superar o Figueirense. A repetição dos 11 titulares aumenta a chance de a equipe melhorar o rendimento técnico na Série B. O Criciúma precisa de uma vitória e sabe que para superar o rival catarinense terá que conseguir propor o jogo. O Tigre precisa espantar a má fase dentro de casa, já que a equipe tem apenas a 12ª melhor campanha como mandante. A equipe tem um melhor rendimento fora de casa, onde ocupa o quinto lugar. Atrás desse equilíbrio dentro do Majestoso, o time carvoeiro espera um apoio maior do torcedor. Será que a média de 3 mil torcedores vai continuar ou teremos um público recorde por se tratar de um confronto de muita rivalidade? Aposto num público na casa dos 5 mil. A nova promoção da Timemania vem num ótimo momento.
 

Beto Campos repete a escalação do Criciúma , com Valdívia no meio-campo (Foto Caio Marcelo)


Regional da Larm

Quatro equipes estão com 100% de aproveitamento no Campeonato Regional da Larm. Metropolitano, Mãe Luzia, Araranguá e Cocal do Sul venceram os dois jogos que disputaram. Ainda é cedo para apontar um favorito, mas o Metrô tem uma equipe bem armada, e sempre mostra força.

Artilharia

Com os dois gols marcados na vitória do Metrô sobre o Meleiro, o atacante Beto Cachoeira já alcançou a marca de três gols no Regional. Jair Bala, do Inter de São Defende, Cristian, do Araranguá, Rodrigo Hoffman, do Lauro Müller, e Romennig, do Mãe Luzia, aparecem com dois gols.

Ansiedade em Tubarão

A expectativa é grande na cidade de Tubarão. Os apaixonados pelo futebol tubaronense estão ansiosos para verem os dois times do município na elite estadual. Para isso acontecer, basta o Hercílio Luz empatar contra o Camboriú, no próximo domingo, em casa. Na outra semifinal da Série B, o Marcílio Dias está em vantagem sobre o Concórdia. Poderemos ter mais uma decisão entre as cidades de Tubarão e Itajaí. Ano passado a final foi entre Atlético Tubarão e Almirante Barroso.

Ex-Tigre é decisivo

A vantagem do Leão do Sul sobre a Cambura foi alcançada com uma vitória por 2 a 1, em pleno Estádio Roberto Santos Garcia, com direito a gol do meia Mateus Arence , ex-Tigre. O jogador de 22 anos tem sido decisivo nos momentos mais importantes da competição. Formado no Tigre, o jogador já passou também pelo Inter de Lages e Concórdia.

Circuito Sest Senat com inscrições abertas

O Circuito Sest Senat de Caminhada e Corrida de Rua chega a Criciúma com foco na melhoria de vida do trabalhador do transporte, familiares e comunidade. A etapa inédita no Sul do Estado será realizada no dia 8 de outubro e as inscrições podem ser feitas até o dia 29 de setembro.

Corridas de 10km e 5km

As vagas para a etapa nacional em Criciúma são limitadas e as inscrições para trabalhadores do transporte são gratuitas. Demais interessados em participar das provas pagam R$ 50 no momento da inscrição. Os circuitos estão divididos em corridas de 10 e 5 km, além da caminhada de 2 km. A concentração e a largada acontecerão no Parque das Nações, às 8 horas.

Destaque A Tribuna

O atacante Schwenck, ex-Criciúma, continua fazendo jus à fama de artilheiro. O jogador de 38 anos é um dos destaques do Catarinense da Série B. Foi o autor dos dois gols da vitoria do Marcílio Dias sobre o Concórdia, no primeiro jogo da semifinal. Com a vitória, o Marinheiro está a um empate de alcançar vaga na elite do estadual.

Nota Zero

O futebol no interior de Santa Catarina está morrendo. A Segundona do Catarinense está tendo uma média de público bem abaixo do esperado. Em diversos jogos foram registrados públicos com cerca de 200, 100 ou até 50 torcedores. O público recorde aconteceu em Itajaí, no Estádio Dr. Hercílio Luz, no jogo entre Marcílio Dias e Concórdia, onde foram 2.950 espectadores.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 25/09/2017 - 08:31Atualizado em 25/09/2017 - 08:32

Será que agora vai?

A vitória diante do CRB-AL reascendeu a discussão sobre a real condição do Criciúma na Série B. A esperança de acesso ronda a cabeça do torcedor, mas é preciso salientar as limitações do elenco. O Tigre não tem jogadas pelos lados do campo e continua vivendo de bolas paradas e lampejos de Silvinho e Lucão. Tudo bem que a vitória deu uma renovada no ambiente e o clima voltou a ser favorável para o clássico de amanhã contra o Figueirense, mas nenhum treinador faz milagre. Beto Campos terá que fazer o Tigre vencer nove jogos, dos 13 que faltam.

Um Tigre mais compacto

Vimos um Criciúma mais compacto diante do CRB-AL. Os setores jogaram mais próximos. Houve essa maior aproximação porque a equipe jogou com quatro jogadores no meio-campo. Os espaços, antes vazios, estiveram mais preenchidos. Aconteceram também algumas triangulações perto da área. A ideia, a partir de agora, é repetir a escalação sempre que puder. Beto Campos não pode cair no mesmo erro da antiga comissão técnica, que não conseguiu achar a equipe titular em 21 rodadas.

Valdivia bem

Por se tratar de uma novidade na escalação, o meia Valdivia teve um desempenho interessante. É um jogador que pode ajudar bastante o armador da equipe. Valdivia tem uma certa qualidade no passe e uma boa recomposição. Merece uma nova chance amanhã. Nino também merece elogios, enquanto Barreto não esteve bem.

Adversário motivado

Próximo adversário do Criciúma, o Figueirense está motivado pela vitória diante do ABC-RN. O time de Milton Cruz não chegou a empolgar, segundo a imprensa da capital, mas dá sinais de melhora. Só não saiu do Z-4 porque o Goiás também venceu na rodada. Mesmo "em baixa", o Figueira sempre deu trabalho ao Tigre.

Sul-africano "pé quente"

O sul-africano africano Ty Sandows, de 22 anos, foi um dos destaques da vitória do Figueira. O jogador fez uma boa estréia, sendo o autor do gol que sacramentou a vitória alvinegra. É bom a zaga do Tigre ficar de olho nele.

Neymar 1x0 Cavani

Na queda de braço com o uruguaio Cavani, o brasileiro Neymar está na frente: 1x0. No jogo em que o finalista da premiação Bola de Ouro foi poupado, o futebol envolvente do PSG não apareceu. O time de Paris ficou no 0 a 0 com o Montpellier. Parece que a "Neymardependência" já começou.

Destaque A Tribuna

Depois de bater na trave em oito tentativas, finalmente o Fortaleza conseguiu o acesso para a Série B. A vaga veio mesmo com uma derrota por 1 a 0, contra o Tupi-MG, em Juiz de Fora. A equipe cearense havia vencido o jogo de ida por 2 a 0. Recentemente a equipe havia desperdiçado a chance de classificação diante do torcedor, dentro do próprio Castelão.

Nota Zero

O declínio na participação do Brasil na Libertadores contrasta com o protagonismo conquistado recentemente. Nas últimas 25 edições da competição, 19 finais tiveram a participação de pelo menos um clube do Brasil, retrospecto ameaçado agora pela série de fracassos. Esse ano, por exemplo, restou apenas o Grêmio na luta pelo título.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 24/09/2017 - 17:09Atualizado em 24/09/2017 - 17:12

Fim de jogo. Camboriú 1x2 Hercílio Luz. Leão do Sul a um empate da elite do Campeonato Catarinense.

O Leão do Sul saiu na frente no primeiro tempo, com o gol marcado por Mateus Arence, ex-Tigre. Brasão, de bicicleta, empatou para os donos da casa. Hyago fez o segundo dos visitantes.

Com o resultado, no Estádio Roberto Santos Garcia, a cidade de Tubarão tem tudo para estar com dois times na Série A em 2018.

O jogo de volta, válido pela semifinal da Série B, é no próximo domingo, às 15h30min, no Aníbal Costa. 

Na outra semifinal, o Marcílio Dias venceu o Camboriú por 2 a 1, em Itajai, no Dr. Hercílio Luz, com dois gols de Schwenck, ex-Tigre, e está a um empate do retorno à elite. 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 23/09/2017 - 18:44Atualizado em 23/09/2017 - 18:45

O Criciúma venceu o CRB-AL por 2 a 1, de virada, neste sábado, dia 23, no Rei Pelé, na estreia do técnico Beto Campos, em jogo válido pela 25a rodada da Série B. No retorno do esquema 4-4-2, o Tigre fez um bom jogo contra os alagoanos, e mostrou mais compactação entre os setores. Como de costume teve algumas falhas defensivas, mas conseguiu segurar o resultado. Enquanto esteve em campo, Caique Valdívia, uma das novidades na escalação, foi um dos melhores do time carvoeiro.

No primeiro tempo, o CRB-AL procurava mais o gol e abriu o placar numa bela cobrança de falta de Elvis, aos 28 minutos. Não demorou muito para o Tigre empatar. Aos 33 minutos, Alex Maranhão cobrou falta na área e contou com o desvio de Neto Baiano, contra o próprio patrimônio.

No segundo tempo, numa bela jogada individual de Lucão, que deu um lindo passe para Silvinho, o Tigre virou o marcador. Silvinho bateu forte sem chances para o arqueiro adversário. O técnico Beto Campos ainda colocou gás novo na equipe, dando oportunidade à Diogo Mateus , Jocinei e João Henrique, nas vagas de Maicon SilvaRicardinho e Caique Valdívia.

O atacante Silvinho ainda teve a chance de ampliar o marcador, numa cobrança de pênalti, mas acabou desperdiçando.

Agora com 37 pontos, o Tigre assegura a oitava posição, distante cinco pontos do G-4. Pelas contas, o Tricolor escapa do rebaixamento com mais três vitórias. O próximo jogo é na terça-feira, dia 26, às 19h15, contra o Figueirense, no Heriberto Hülse.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 22/09/2017 - 08:29Atualizado em 22/09/2017 - 08:30

O velho 4-4-2 está de volta

Pela primeira vez na Série B, o Criciúma usará um legítimo 4-4-2, diante do CRB-AL, neste sábado, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Mudam poucas peças, mas o posicionamento da equipe fica diferente. Por se tratar de um esquema novo e pela importância de uma vitória, é preocupante o fato de o Tigre ter treinado pouco com essa formação. Mais da metade da competição já foi disputada e o time ficou viciado em outra maneira de jogar. A grande novidade na escalação é a entrada de Caíque Valdivia, que irá compor o meio com Alex Maranhão, Barreto e Ricardinho. Ironicamente, mesmo após algumas contratações, na formação diante dos alagoanos, apenas o atacante Lucão chegou em meio ao Brasileiro 2017. Os demais jogadores estão no clube desde o ano passado. Minha conclusão com isso é que o clube contrata mal.

Finalmente

O esquema com quatro jogadores no meio-campo sempre perturbou a cabeça dos últimos dois técnicos do Criciúma. Imprensa e torcida cobravam alternativas diferentes no plano de jogo. Porém, tanto Deivid como Winck acabavam insistindo em três atacantes. Com o setor mais preenchido, o Tigre terá condições de ficar mais competitivo e até criativo. Alex Maranhão vai precisar que Valdivia jogue do lado, ajudando na armação da equipe. A bola precisa chegar com mais qualidade até Lucão.

Adversário motivado

Assim como o Criciúma, o CRB-AL sabe que brigar pelo acesso é quase impossível nesta temporada. A equipe precisa de uma sequência de bons resultados para começar a pensar em G-4. Outra situação parecida com o Tigre, é que o time do Nordeste terá a estreia do técnico Mazola Júnior. A mudança na área técnica é mais um ingrediente motivador para os donos da casa, o que aumenta a dificuldade para o também estreante Beto Campos.

Único vivo

Único time brasileiro vivo na Libertadores, o Grêmio terá o Barcelona-EQU na semifinal. Depois de uma disputa bastante equilibrada contra o Botafogo, o time de Renato Portaluppi terá que fazer jus à fama de copeiro. O tri já esteve mais longe. Será um duelo novamente equilibrado contra os equatorianos, mas o Grêmio tem mais qualidade. Como de costume, em competição mata-mata, o resultado do primeiro jogo, em Quito, será importante.

De cabeça erguida

Mesmo com todas as limitações, o Botafogo mostrou que tem uma das equipes mais organizadas da América do Sul. Méritos do competente Jair Ventura. O treinador tem conseguido extrair o máximo dos jogadores. O time carioca sai da eliminação na Libertadores ainda mais forte na briga pelo G-4 da Série A.

Nova data

Os Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) tem nova data para serem realizados. A competição acontecerá entre os dias 30 de novembro e 6 de dezembro, em Criciúma. A nova data foi um pedido da cidade-sede por questões técnico-administrativas.

Mais de 50 cidades

A competição contará com 14 locais de provas para a disputa de 12 modalidades: atletismo, basquetebol, ciclismo, futsal, handebol em cadeiras de rodas, natação, xadrez, basquetebol para cadeirantes, tênis de mesa, bocha paralímpica, bocha rafa vollo e goalball. O torneio reunirá 1,6 mil competidores de 52 cidades catarinenses.

Destaque A Tribuna

Vai começar a disputa por vaga na elite do futebol catarinense. O Hercílio Luz encara o Camboriú, fora de casa, no domingo, no primeiro jogo da semifinal. O jogo de volta é no domingo seguinte, no Aníbal Costa. Após alguns anos, o futebol de Tubarão poderá ter dois times na elite.

Nota Zero

O Santos deu a conhecida "amarelada", contra o Barcelona-EQU. A derrota por 1 a 0, em plena Vila Belmiro, foi a primeira do time santista na competição. Perdeu na hora que não podia. O fracasso despertou a ira da torcida santista logo após a eliminação. Fica a expectativa para saber como o time de Levir Culpi irá reagir na retomada do Brasileirão.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 21/09/2017 - 08:37Atualizado em 21/09/2017 - 08:41

Tentar ser novamente competitivo

O Criciúma viaja hoje para Alagoas e ainda fará mais um treinamento em solo alagoano, antes do jogo de sábado, contra o CRB-AL, às 16h30min, no Estádio Rei Pelé, pela 25ª rodada da Série B. Independentemente da escalação que o técnico Beto Campos irá escolher, o Tigre precisa voltar a ser competitivo. A sinalização é de várias mudanças em comparação com a derrota diante do Juventude. Como o discurso é de acesso, a missão é ainda complicada para o novo treinador. Com a ascensão dos adversários diretos, não há mais espaço para erros no Tigre.

Foto: Fernando Ribeiro (Criciúma EC)

Paraná embalado

A goleada do Paraná sobre o Guarani por 4 a 0, em pleno Brinco de Ouro da Princesa, sinalizou duas situações na classificação da Série B. O Paraná está mais vivo do que nunca na luta pelo acesso e o Bugre está ladeira abaixo na competição. Está ficando cada vez mais difícil para o Criciúma.

Momentos diferentes

Com a vitória, o Paraná tem 43 pontos e ocupa a terceira posição, já que o Vila Nova perdeu para o América-MG. O time de Matheus Costa passa a um grande postulante ao acesso. Enquanto o Guarani permanece na 11ª colocação, com 33 pontos.

Regional da Larm I

O jogo entre Cocal do Sul e Turvo, que estava marcado para domingo, dia 24, será realizado no sábado, dia 23, no Estádio Walmor Mario Guollo. Já o jogo entre Caravaggio e Mãe Luzia, que não havia local definido, acontecerá no Estádio João Zanette, no bairro Boa Vista, no domingo.

Regional da Larm II

O Departamento Técnico da Liga Aitlética da Região Mineira alterou, a pedido da equipe mandante, o local da partida entre Mesquita e Internacional. O jogo que estava marcado para o Estádio Valmor Feliciano, no bairro Coloninha, em Araranguá, será realizado no Estádio CT Emerson Almeida, no sábado, às 15h30min, no bairro Mato Alto.

Nadador criciumense é bronze

O trabalho do técnico Carlos Henrique Fernandes continua rendendo bons frutos. O nadador criciumense Lucas Farias conquistou uma medalha para Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), destinado a estudantes com idade entre 12 a 14 anos. O estudante do Colégio Marista faturou o bronze no revezamento 4x100 metros medley, no evento que encerra hoje em Curitiba.

Destaque A Tribuna

O zagueiro Iago Maidana e o diretor de futebol Rodrigo Pastana estão vivendo uma fase espetacular no Paraná. O defensor formado na base do Tigre é titular absoluto, enquanto Pastana vai se aproximando de mais um acesso na carreira. O momento é favorável ao time paranista. A torcida está jogando junto e é isso que desequilibra na Série B.

Nota Zero

Os atacantes Cavani e Neymar merecem uma "Nota Zero". São dois jogadores experientes e que poderiam evitar toda a polêmica em torno das cobranças de pênalti na equipe do PSG. Neymar está mostrando toda infantilidade que ainda o atrapalha na carreira profissional. Já Cavani, que teoricamente deveria estar mais calejado com essas picuinhas, não cede na disputa de egos do time francês.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 20/09/2017 - 08:36Atualizado em 20/09/2017 - 08:39

Agora é tudo com Beto Campos

Beto Campos chega ao Criciúma pressionado pelo discurso do diretor-executivo Edson Gaúcho de que o clube “vai subir”. Faltam 14 jogos para acabar a Série B, e a matemática de acesso aponta uma necessidade de pelo menos 10 vitórias para ficar entre os quatro primeiros colocados. Logo de cara, o técnico gaúcho terá dois desafios fundamentais para qualquer projeção em termos de classificação. Beto precisará entender também a maneira de trabalhar do diretor, que tem batido de frente com a disciplina dos atletas. Com Winck teve divergência, e será que com o novo treinador terá também? O tempo irá dizer.

Beto Campos terá 14 jogos na sequência da Série B (Foto: Divulgação)

Dois meses fora

A lesão do zagueiro Raphael Silva já completou dois meses. São 60 dias longe dos gramados. A situação é preocupante para a sequência da Série B. O fato é que o jogador se tornou um desfalque e tanto para o Criciúma, depois de atuações da zaga abaixo da média nos últimos jogos. O torcedor também está ansioso para ver o retorno do jogador. A projeção é de uma volta em duas semanas.

Briga pela elite

O Hercílio Luz encerrou a primeira fase da Série B do Catarinense com uma derrota para o Marcílio Dias por 4 a 0. Classificado à semifinal, por ter sido campeão do turno, o Leão do Sul encara agora dois jogos decisivos contra o Camboriú para voltar a Série A, após 22 anos. O jogo de volta será em Tubarão.

Desponta na artilharia

Romennig, do Mãe Luzia, desponta na artilharia do Campeonato Regional da Larm. O goleador fez os dois gols na vitória sobre o Mesquita, em Criciúma, na rodada inaugural. O também artilheiro-nato Beto Cachoeira já deixou o dele, marcando um dos gols na vitória do Metropolitano sobre o Caravággio. Vem briga boa pela artilharia por aí!!

Reconhecimento no Handebol

A convocação do goleiro Lucas, da Satc, para a Seleção Brasileira Juvenil de Handebol, evidencia ainda mais o sucesso da modalidade. Lucas tem 16 anos e joga desde os 11 anos.

Xadrez no Shopping

Mais uma vez o Nações Shopping recebeu o Circuito Içarense de Xadrez Rápido: Taça Nações Shopping 2017. A IV Etapa foi realizada no domingo, no Espaço do Empreendedor e reuniu cerca de 100 enxadristas da região. O evento foi organizado pela ACX-Içara com o apoio da FME de Içara.

Bocha no Rincão

O municipal de Bocha do Rincão conheceu os campeões. Na última sexta-feira, a Cancha Da Rolt superou o Altas Horas na grande final, faturando o título da Taça João Da Rolt.

Deu ruim

Depois de ser preso dirigindo embriagado, o atacante Wayne Rooney pode ver o casamento chegar ao fim. Isso porque Coleen Rooney, esposa do jogador, teria dado a ele um ultimato para o relacionamento. A imprensa britânica diz que Coleen está decidida em acabar o relacionamento com o jogador.

Destaque A Tribuna

O técnico Martinho Mrotskoski continua fazendo história no Handebol de Criciúma. Além de ajudar na revelação de atletas que tem despontado para a Seleção Brasileira, o treinador comandou a equipe de Criciúma no título do Estadual Sub-16. Em São José, no último final de semana, o time criciumense alcançou o título numa competição bastante acirrada.

Nota Zero

Essa disputa entre o brasileiro Neymar e o uruguaio Cavani, pelo posto de cobrador oficial de pênaltis do PSG, já passou dos limites. É hora de o técnico da equipe francesa intervir. Neymar não aceita que Cavani seja o cobrador oficial e tem causado um mal-estar a cada situação de pênalti.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 19/09/2017 - 13:45

Agora é oficial. Beto Campos é o novo técnico do Criciúma. O treinador esteve reunido durante toda a manhã com o presidente Jaime Dal Farra e o diretor-executivo Edson Gaúcho para acertar os detalhes do contrato. Beto chega com a missão de fazer o Criciúma subir à Série A.

O preparador físico Márcio Correa também integrará a comissão técnica. A matemática de acesso aponta a necessidade de o Tigre vencer pelo menos 10 jogos para ficar entre os quatro primeiros colocados.

A estreia de Beto é no sábado, dia 23, às 16h30min, contra o CRB-AL, no Estádio Rei Pelé.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 19/09/2017 - 08:37Atualizado em 19/09/2017 - 08:38

Demissão de Luiz Carlos Winck

A demissão do técnico Luiz Carlos Winck mostra uma incapacidade do Criciúma em contornar crises. Por mais que o diretor-executivo Edson Gaúcho tenha tentado explicar a saída do treinador, não dá para concordar com a decisão da diretoria. O problema do time não é o técnico. Mesmo que o próprio Winck diga que ficou aliviado com a demissão, a postura do Criciúma poderia ter sido outra. A direção deveria ter dado apoio total a comissão técnica, com a contratação de jogadores de qualidade. A impressão que fica é que Winck estava tirando “leite de pedra” e que o clube renova a esperança de acesso com a troca de treinador. Até que o novo comandante prove o contrário é puro devaneio acreditar em subida de divisão com o atual grupo de jogadores.

Winck tirou o Criciúma da última colocação, e mesmo assim foi demitido 

Cuidado com o novo perfil

O Criciúma Esporte Clube tem que tomar bastante cuidado com a escolha do novo treinador. A troca de comando não foi recebida da melhor maneira pelo grupo carvoeiro. Para que o time não tenha prejuízo em termos de classificação na Série B, a direção precisa escolher um treinador que vá conseguir trabalhar com as peças do atual elenco, até porque o clube não irá contratar mais ninguém para o restante da competição. O prazo de inscrição encerrou ontem.

“Eu não sou mais treinador”

O repórter Décio Batista perguntou sobre a possibilidade de Edson Gaúcho assumir o comando da equipe, e o diretor-executivo foi enfático: “Já falei diversas vezes para vocês. Não sou mais treinador. Estou focado no cargo de diretor e assim estarei enquanto estiver no Criciúma”, enfatizou.

Sem pressa?

Edson Gaúcho chegou a dizer na coletiva ontem que “não tem pressa na busca pelo novo treinador”. Discordo completamente do diretor. Penso que o mais correto seria o clube ter anunciado ainda ontem o nome do novo comandante. Se os diretores ainda acreditam em acesso, já estão perdendo tempo.

Desligamento natural

Além de toda a comissão técnica, o Criciúma optou pelo desligamento do lateral-esquerdo Márcio Goiano. Foi uma situação natural, já que o jogador foi contratado à pedido do técnico Winck e não vinha rendendo o esperado. Jonathan Lima, que foi outro jogador que veio após a chegada de Winck, também precisa render mais. Além dele, em todos os setores o Criciúma tem jogadores que precisam melhorar o rendimento.

Auxiliar no comando

Não consigo enxergar no auxiliar Grizzo ou mesmo no técnico do Sub-20, Cléber Gaúcho, um potencial para assumir efetivamente o time no restante da Série B. Também não acredito que o clube irá fazer uma espécie de teste com os profissionais, até porque os dois próximos jogos acontecem num espaço de quatro dias. CRB-AL no sábado, e Figueirense na terça-feira. O certo é ter o novo nome o quanto antes.

Destaque A Tribuna

A vitória da Chapecoense sobre o Grêmio foi importantíssima na tentativa de o time catarinense escapar do rebaixamento na Série A. Com o clima mais leve após a saída de Vinicius Eutrópio, a Chape fez um bom jogo na Arena, vencendo pela segunda vez o adversário fora de casa. A Arena tem sido o "salão de festas" de muitos catarinenses.

Nota Zero

O atacante Jô pagou o mico do final de semana. Ficou com fama de mentiroso. Tocou com o braço para empurrar pro gol, no lance que deu a vitória do Corinthians sobre o Vasco por 1 a 0, mas não admitiu isso nas entrevistas ainda em Itaquera. Disse que "não viu a bola tocar no braço". Que fase ein!!

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 18/09/2017 - 10:22Atualizado em 18/09/2017 - 10:29

A demissão do técnico Luiz Carlos Winck externa mais uma vez a incapacidade do Criciúma em contornar crises. A informação é de que a relação entre o diretor-executivo Edson Gaúcho e o treinador não vinha das melhores.

Sucessivas cobranças por resultados por parte da direção e pedido de reforços pelo técnico foram minando a relação entre as partes. Além de Winclk, o auxiliar técnico José Carlos Marques e o preparador físico Luciano Ilha. Outro desligamento que houve foi do lateral-esquerdo Márcio Goiano.

Definitivamente não foi uma decisão coerente. As cobranças fazem parte do processo e o clube deveria entender que a meta de permanecer na Série B seria alcançada com tranquilidade.

A troca de um treinador não significa que o time irá evoluir ao ponto de brigar pelo acesso.

Winck comandou a equipe em 21 jogos, obtendo nove vitórias, sete empates e cinco derrotas.

Por enquanto, até que seja anunciado o novo técnico, Grizzo é quem comanda a equipe, auxiliado por Cleber Gaúcho e Gaetano Lupatini, que são funcionários do clube.

O perfil do novo comandante precisa ser analisado com acrinho para que o Tigre não tenha prejuízos maiores na classificação da Série B.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 18/09/2017 - 05:51Atualizado em 18/09/2017 - 05:52

Atrás da formação ideal

O grande desafio do técnico Luiz Carlos Winck é achar a formação ideal do Criciúma. O aconselhável para o momento é o treinador definir os 11 titulares e tentar mudar o mínimo possível. Obviamente que a qualidade do elenco não é das melhores, mas trocas constantes de jogadores, inclusive com características bastante diferentes, prejudicam a evolução da equipe carvoeira. Winck tem mais 15 jogos no restante da Série B, faltando apenas 11 pontos para uma fuga do rebaixamento. Só um desastre colocará a equipe em risco de queda, mas é preciso errar menos.

Várias mudanças

De acordo com o que foi testado no jogo-treino diante do Atlético Tubarão, o Criciúma terá alterações em todos os setores para o compromisso contra o CRB-AL, no sábado, em Maceió. Nino, que saiu à contragosto do torcedor, contra o Juventude, será uma das novidades contra o time alagoano. Giaretta volta a esquerda para dar mais segurança. Barreto ganha nova chance, pois parece melhor condicionado. Alex Maranhão pode ser outra novidade, jogando mais a frente pela direita.

Tentar não mexer

Seria interessante o Criciúma ter uma boa atuação contra o CRB-AL, para que pudesse repetir a formação titular no clássico contra o Figueirense, na terça-feira, no Majestoso. O Tigre precisa voltar a ser competitivo na Série B. O receio maior é sobre a maneira que a equipe irá se comportar após mais um longo período sem jogos oficiais. Da última vez, foi um desastre contra o Luverdense-MT e Juventude.

Paulinho decide

O volante Paulinho foi decisivo na vitória do Barcelona contra o Getafe, pela Liga Espanhola. O jogador da Seleção Brasileira fez o golaço que garantiu os três pontos do Barça e a manutenção da liderança. Paulinho tem tudo para calar a boca da imprensa da Catalunha.

Regional da Larm

O mais tradicional Campeonato Amador da Região Carbonífera começou no fim de semana. O conceituado Regional da Larm iniciou com três equipes fazendo jus a tradição. Mãe Luzia, Cocal do Sul e Araranguá largaram a competição com o pé direito. Teremos muitas surpresas no andamento do Regional.

Mau começo

O Balneário Rincão não teve um bom começo na Segunda Divisão do Regional da Larm. A equipe praiana perdeu para o Maracajá por 3 a 0, em casa, no Bairro Pedreiras.

Dobradinha Brasileira

A etapa da Califórnia do Mundial de Surfe teve duas vitórias brasileiras, nas finais masculina e feminina. Filipe Toledo e Silvana Lima foram os campeões, em Trestels, nos Estados Unidos. Filipinho subiu para a sétima colocação da temporada. Já Silvana comemorou a volta à elite com a primeira vitória numa etapa. Ela é a surfista mais velha do circuito, com 32 anos.

Destaque A Tribuna

O que mais chamou a atenção na vitória do Internacional sobre o Figueirense não foi o placar de 3 a 0, no Beira-Rio, mas a imagem do lateral-direito Alemão cruzando o campo inteiro de joelhos, pagando a promessa por estar voltando ao futebol após um longo período inativo. A última partida dele havia sido contra o Caxias do Sul, na semifinal do Campeonato Gaúcho, no dia 23 de abril.

Nota Zero

Nilmar vive um novo drama no futebol. O Santos suspendeu o contrato com o jogador. O motivo é que o atacante foi desligado para tratar de uma depressão. O clube vai bancar os custos do acompanhamento médico e psicológico e pretende retomar o vínculo quando o atleta for liberado para voltar a atuar. Nilmar tem 33 anos e tem contrato até o final de 2018.



 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 15/09/2017 - 08:43Atualizado em 15/09/2017 - 08:43

Faltam 11 pontos

É tentador acompanhar o desenrolar da rodada da Série B e "secar" os adversários do Criciúma. O torcedor quer o time perto do G-4 e longe do Z-4. O sonho do acesso sempre ronda a cabeça do torcedor mais apaixonado. Mas analisando friamente o desempenho do Tigre, e a qualidade do elenco, tenho uma sugestão à massa carvoeira: torcer por mais 11 pontos. Isso será menos "prejudicial à saúde". Pensar em vaga na Série A é queimar neurônios demais. Menos mal que é perfeitamente possível atingir 45 pontos. Serão mais 42 pontos em disputa até o final da competição. Essa é uma expectativa mais próxima do potencial do Tigre.

Contestado, já?

Mal chegou ao Figueirense e o técnico Milton Cruz já está sendo contestado pela torcida alvinegra. Na última rodada, contra o Boa Esporte-MG, fora de casa, o treinador usou uma escalação que não havia testado nos treinamentos. "Professor Pardal" é o apelido dele no Estreito.

Decepcionante

Foi uma "pelada com grife". O primeiro jogo entre Botafogo e Grêmio, valendo vaga na semifinal da Copa Libertadores da América, foi fraco dentro de uma expectativa criada por todos segmentos da imprensa. O fato de os dois times estarem desfalcados também prejudicou a qualidade do espetáculo. A ausência de Luan foi bastante sentida no Grêmio.

Favoritismo do Grêmio

O cenário para o jogo de volta, na Arena do Grêmio, é parecido com a semifinal da Copa do Brasil, quando o Botafogo também empatou o primeiro jogo por 0 a 0. O grande problema do time carioca é a falta de criação ofensiva. O fator casa também pesa a favor dos gaúchos, que contarão com a volta de Luan. Grêmio ainda mais favorito!

Santos perto da vaga

O resultado poderia ter sido ainda melhor, mas um empate com gols fora de casa precisa ser comemorado no Santos. O 1 a 1 contra o Barcelona-EQU, em Guayaquil, dá direito ao Santos empatar em 0 a 0 na volta. O jogo está confirmado para o caldeirão da Vila Belmiro, onde o Santos é muito forte.

Momento delicado

Psicologicamente, a Chapecoense está destroçada. O time catarinense não consegue mais fazer bons jogos e o fantasma do rebaixamento está comprometendo a confiança dos jogadores. Essa situação precisa ser analisada na escolha do perfil do novo treinador.

Oscilação natural??

Seria natural o Corinthians começar a oscilar após 34 jogos de invencibilidade, mas o desempenho do time paulista nos últimos jogos já começa a colocar dúvidas. A situação só não piorou na Série A porque o Grêmio não venceu o Vasco. A próxima rodada será importante para o Timão. Uma vitória sobre o Vasco espantará qualquer novo questionamento.

Destaque A Tribuna

O volante Arthur vive uma fase espetacular. Tecnicamente, é um dos melhores da posição no Brasil. O jogador do Grêmio dificilmente toma uma decisão errada em campo. Teve 100% de aproveitamento nos passes, no jogo de ida das quartas-de-final da Libertadores, contra o Botafogo. Tite está de olho nele!!

Nota Zero

Goleiro Cássio falhou no jogo do Corinthians contra o Racing-ARG, em duelo de ida das oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. Jogador de Seleção Brasileira não pode ter uma falha como aquela. Mesmo assim, Cassio não admitiu o erro nas entrevistas pós-jogo. Faltou humildade ao jogador.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 14/09/2017 - 08:42Atualizado em 14/09/2017 - 08:44

Choque de realidade

O Criciúma não adquiriu ainda um padrão de jogo na Série B. Está longe disso. As vitórias que o colocaram perto da zona de acesso vieram pela empolgação criada com a chegada do técnico Luiz Carlos Winck. O famoso "abafa" deu certo em alguns jogos, mas o choque de realidade aos poucos vai colocando a equipe no meio da tabela novamente. O que não pode acontecer é a equipe despencar na classificação, afinal a grande meta de Winck é não permitir uma queda para a Série C. E isso o Criciúma alcançará antecipadamente. O momento exige serenidade.

Sucessivas mexidas atrapalham

Um dos problemas do técnico Luiz Carlos Winck é a falta de convicção na escolha da formação titular. O treinador ainda não conseguiu achar a escalação ideal. Já foi feito uma espécie de rodízio em todos os setores e o comandante não consegue o encaixe ideal. Winck precisa treinar mais o time, até encontrar uma formação que mostre entendimento dentro de campo.

Discurso puramente motivacional

O diretor-executivo do Criciúma, Edson Gaúcho, participou do Debate Aberto, da Som Maior FM100,7, e voltou a afirmar que o clube irá conquistar o acesso. A declaração veio antes da partida contra o Juventude. Fatalmente, após a derrota para os gaúchos, o diretor recebeu uma ducha de água fria. O fato é que Edson Gaúcho está sendo motivador. Essa análise está longe da realidade vivida hoje no elenco do Tigre. Existe uma boa estrutura para o trabalho, além de uma certa tradição no cenário nacional, mas isso está longe de significar que o time carvoeiro está organizado e tem força para se consolidar no G-4.

Velhos problemas no JEC

O Joinville encerrou a participação na Série C do Brasileiro. Mesmo com a goleada de 8 a 1, diante do Mogi-Mirim, a equipe está fora da próxima fase. Logo após a eliminação, a direção demitiu o técnico Pingo. O treinador não gostou nada, pois foi saber da situação somente pela imprensa. Este tipo de atitude que o JEC precisa rever ao fazer futebol. Repetir os mesmos erros traz os mesmos resultados.

Xadrez de Criciúma no Brasileiro

O Xadrez é uma modalidade que tem crescido na região carbonífera. Municípios como Içara e Criciúma fazem um trabalho interessante. No Campeonato Brasileiro, realizado na semana passada, em Blumenau, Criciúma colheu bons resultados. Méritos também do competente treinador Evandro Bitencourt.

Clássico no Mário Balsini

Temos jogos bastante interessantes na abertura do Regional da Larm. Mas o que mais chama atenção é o "clássico da polenta", entre Metropolitano e Caravággio, no domingo, às 15h30. O jogo será disputado no Estádio Mário Balsini, em Criciúma.

Novidade no Regional da Larm

Teremos uma novidade bastante interessante no Campeonato Regional da Larm. O Esporte Clube Balneário Rincão disputará a Segunda Divisão, lutando por vaga na elite. A promessa é de uma equipe forte. Entre os diretores do clube está o Dr. Celso Menezes. A estreia é no sábado, contra o Maracajá, às 15h30min, no Bairro Pedreiras.

Destaque A Tribuna

A primeira rodada da Liga dos Campeões comprovou a superioridade dos times grandes na Europa. Dificilmente temos uma zebra, quando PSG, Barcelona, Manchester United ou Chelsea estão em campo. Interessante foi ver a sintonia cada vez maior entre o brasileiro Neymar e o uruguaio Cavani. O time francês evoluiu bastante com a chegada do jogador da Seleção Brasileira, mas ainda é cedo para fazer qualquer prognóstico do time parisiense.

Nota Zero

Concordo que o desempenho do Criciúma na Série B não vem empolgando o torcedor, mas o jogo contra o Juventude poderia ter perfeitamente mais de 5 mil torcedores. Mais uma vez pouco mais de 3 mil encararam a noite chuvosa e fria da última terça-feira. Somente com uma ascensão da equipe carvoeira na classificação poderemos ter uma melhora na média de público no Majestoso.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 12/09/2017 - 23:44Atualizado em 12/09/2017 - 23:48

O Criciúma teve volume de jogo para vencer o Juventude. Mesmo que mais na força do que propriamente de maneira organizada, o Tigre pressionou o time gaúcho e num descuido defensivo acabou sofrendo o segundo gol.

O time carvoeiro começou o jogo desligado e sofreu o primeiro gol aos 11 minutos, num belo chute de Lucas, que também voltaria a marcar aos 37 minutos da etapa final. Depois do gol tomado, os donos da casa dominaram as ações. A bola percorreu o tempo todo a área do Juventude, mas faltou o toque final no primeiro tempo. Na etapa complementar, já com Alex Maranhão em campo, Lucão conseguiu cabecear no cantinho, aos 18 minutos, empatando o jogo.

Depois da igualdade, o Tigre fez uma blitz total, mas não teve a capacidade de virar o resultado. Faltou organização e qualidade. Quando Marcio Goiano sentiu a lesão, o técnico Luiz Carlos Winck optou por João Henrique na lateral, mostrando toda a vontade de vencer. Mas a empolgação deu lugar a decepção com o segundo tento gaúcho. E quase o time de Gilmar Dal Pozzo ampliou nos últimos instantes.

O segundo gol calou o Majestoso e o Tigre perdeu a primeira no returno. Agora, com 34 pontos, podendo cair para a 10ª posição, o Tigre terá mais um longo tempo de preparação até o próximo jogo, no dia 23, contra o CRB-AL, em Maceió.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 12/09/2017 - 08:35Atualizado em 12/09/2017 - 08:35

Winck merece mais uma vitória na Série B

O torcedor anda insatisfeito com o futebol apresentado pelo Criciúma, mas também sabe que o técnico Luiz Carlos Winck tirou a equipe do fantasma do rebaixamento. Mesmo com aproveitamento de 57%, Winck tem sido bastante criticado. Mostrou irritação com as cobranças na última entrevista coletiva, mas sem ser grosseiro com nenhuma colega de imprensa. O grupo de jogadores do Tigre pode lutar pela vitória hoje contra o Juventude e dedica-la ao próprio treinador. Winck tem "matado no peito" todas as críticas, sem nunca externar alguma insatisfação com a qualidade do elenco. Hoje é mais um jogo onde o que interessa são os três pontos. Mas essa política sustenta uma equipe no G-4 até a 38ª rodada? Dificilmente.

Time definido

O Tigre está definido com a seguinte escalação: Luiz; Diogo Mateus, Edson Borges, Diego Giaretta e Márcio Goiano; Jonatan Lima, Jocinei e Dodi; Jeferson, Lucão e Silvinho.

Menosprezo

Prestes a encarar o Botafogo, em jogo de ida das quartas-de-final da Copa Libertadores da América, o Grêmio deu uma tremenda vacilada na Série A. Perdeu para o Vasco e não aproveitou a derrota do Corinthians para se aproximar do líder. Com isso, a diferença permanece em sete pontos.

Agora é pra valer

O Grêmio terá agora que virar a chave para a Libertadores e esquecer a caça ao Corinthians. No duelo contra o Botafogo, o time de Renato Portaluppi é o favorito, mas o futebol prega algumas peças. O que vier para o Fogão é lucro. Teremos casa cheia amanhã no Nilton Santos.

Motivado

O Botafogo chega para o duelo contra o Grêmio motivado pela vitória no clássico contra o Flamengo. A parada por causa da Seleção foi bem aproveitada. A parte física está em dia. A promessa é de um jogo melhor do que os dois duelos eliminatórios contra o Flamengo pela Copa do Brasil.

Tava na cara

A demissão do técnico Vinicius Eutrópio estava anunciada na Chapecoense. Qualquer um imaginava que isso poderia acontecer, em virtude da sequência negativa de resultados. O clube catarinense ainda paga o preço pela demissão equivocada de Vagner Mancini.

Contrato renovado

A renovação de contrato com o técnico Claudinei Oliveira fez bem para o ambiente no Avaí, que aproveitou para vencer o Sport-PE, fora de casa. Agora fora do Z-4, o Leão da Ilha espera manter o embalo positivo na Série A. Ainda no campo das boas notícias, o meia Marquinhos Santos renovou vínculo até o final do ano que vem.

Clima esquentou

O ambiente no São Paulo não é dos melhores. As recentes cobranças de Rodrigo Caio em cima de Cueva não caíram bem no elenco tricolor. E o que preocupa mais é o fato de a equipe não consegue vencer. Time grande não cai? Esse era o discurso do Internacional no ano passado. O final dessa história nós sabemos como foi.

Destaque A Tribuna

A brasileira Amanda Nunes defendeu pela segunda vez o cinturão do peso-galo feminino, no último sábado, e superou Valentina Shevchenko, no UFC 215. Foi uma luta de cinco rounds com muito estudo e paciência. Ao final, Amanda Nunes foi decretada vencedora na decisão dividida dos juízes (47-48, 48-47 e 48-47), se mantendo no topo da divisão.

Nota Zero

O Sport Jaraguá vive uma grande crise financeira. A equipe participante da Série B não pagou a taxa de arbitragem do jogo contra o Hercílio Luz, na última rodada, e pode inclusive nem viajar para Concórdia, local do próximo jogo. A partida contra o líder do returno, marcada para amanhã, corre o risco de não acontecer. No caso, o Jaraguá perderia por W.O.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 11/09/2017 - 08:40Atualizado em 11/09/2017 - 08:41

Irritado

A irritação do técnico Luiz Carlos Winck com as cobranças vai na contramão da realidade. O treinador deveria concordar que o Criciúma não está praticando um bom futebol. O Tigre sofre contra qualquer adversário e tem dependido muito das bolas paradas. A equipe carvoeira parou de evoluir e o treinador não está sabendo corrigir o que precisa. É óbvio que a pontuação atual é maior do que maioria projetava, após ter feito apenas um ponto em cinco rodadas, mas isso não tira a culpa do treinador pelo futebol pobre que a equipe tem praticado.

Insistência

A troca de esquema não dará a certeza de que o Criciúma irá evoluir ao ponto de brigar pela Série A, mas está mais do que provado que essa insistência em jogar com "três atacantes", não levará a equipe a lugar algum. A maneira que o time vem alcançando as vitórias, na base de muita força física e pouco futebol, não coloca o Tigre numa condição de lutar pelo acesso. A competição é longa e exige um melhor futebol para entrar no G-4.

Falta pouco

O futebol pouco criativo que o Tigre apresenta na Série B pode ser explicado pela falta de qualidade no elenco e por algumas decisões do treinador. Em meio a essa enxurrada de críticas, Winck precisa também comemorar o fato de estar somente a quatro vitórias de uma fuga matemática do rebaixamento. Qualquer prognóstico diferente no Majestoso é puro devaneio.

Equilíbrio

Sem duvida, essa é uma das edições da Série B mais equilibradas da história. O jogo do Criciúma contra o Luverdense-MT comprovou isso. O Tigre, que chegou aos 34 pontos, foi amplamente dominado pelo time mato-grossense, que tem 27 pontos. A competição está nivelada por baixo. Mesmo assim não há motivos suficientes para colocar o Tigre como postulante à uma das quatro vagas à Série A.

Fraquezas

A defesa do Criciúma foi morosa demais no gol do Luverdense-MT. Os defensores foram envolvidos com facilidade, apesar de não ter como negar os méritos do adversário. O Tigre continua sem conseguir criar jogadas e depende demais das faltas e escanteios. Os laterais continuam inoperantes em termos ofensivos. E mesmo assim, o esqueleto da equipe é o mesmo há 23 rodadas. Somente o Winck não concorda que outro esquema poderia ser testado. Tempo para fazê-lo, teve.

Substituição

Não acho que o técnico Winck "queimou" o meia João Henrique ao substituí-lo na metade do primeiro tempo. Se o jogador não produziu o que foi combinado nos treinos, está certo o treinador em sacá-lo. O que preocupa é o fato de o treinador te posicionado João Henrique no ataque, mais aberto pelo lado direito, e não ter cogitado a possibilidade de não dar certo com duas semanas de treino.

Criticado

A torcida anda na bronca com vários jogadores, especialmente do sistema defensivo. A bola da vez é o volante Jonatan Lima, que não caiu nas graças da massa carvoeira. Está longe de ser aquele "cão de guarda" que uma zaga precisa. Como Barreto também não vive uma boa fase, Winck fica sem muita escolha na primeira função do meio-campo.

Destaque A Tribuna

Em meio a tantas carências do Criciuma, o atacante Silvinho foi o grande nome diante do Luverdense-MT. Foi o jogador que mais procurou a partida, fez um belo cruzamento para o gol de Edson Borges e teve a felicidade de marcar o gol da vitória, após uma tabela com Moises. Silvinho alcançou a marca de sete gols. Tem muito a ajudar o Tigre no restante da Série B.

Nota Zero

Vai uma "Nota Zero" para o momento da entrevista coletiva onde o técnico Luiz Carlos Winck externou toda irritação com as cobranças e chegou a colocar o cargo à disposição. Mesmo que tenha sido da "boca pra fora", não é postura de um treinador perante ao grupo de jogadores. Winck não pode jogar a toalha. As críticas fazem parte do processo.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 09/09/2017 - 20:17Atualizado em 09/09/2017 - 20:23

O Criciúma venceu o Luverdense-MT por 2 a 1, na tarde deste sábado, dia 9, no Heriberto Hülse, em jogo válido pela 23ª rodada da Série B. O Tigre mais uma vez ficou longe de agradar o torcedor. Nem mesmo a parada de duas semanas fez a equipe evoluir. A equipe carvoeira tem uma enorme dificuldade em criar oportunidades. Menos mal que teve um bom aproveitamento no ataque, convertendo em gols as poucas chances que teve.

Até a metade do segundo tempo, o Luverdense-MT foi superior ao Criciúma. O time de Júnior Rocha conseguia tocar mais a bola, envolvendo os donos da casa. O gol do Tigre só poderia sair de bola parada. Aos 14 minutos da etapa final, Edson Borges cabeceou no cantinho, após belo cruzamento de Silvinho. Mas após largar na frente, o Tigre ficou disperso na marcação e permitiu o empate da equipe visitante.

Aos 20 minutos, Marcos Aurélio fez uma linda troca de passes e bateu sem chances para o goleiro Luiz. Depois de empatar, o Luverdense-MT teve chance de virar a partida, mas não teve êxito. A velha máxima de que “a bola pune” veio à tona aos 37 minutos, quando Silvinho aproveitou um bonito passe de Moisés, para chutar no cantinho, colocando novamente o Tigre em vantagem.

Os quase quatro mil torcedores que foram ao Majestoso saíram com sentimentos distintos. Parte feliz pela vitória, mas outra parte preocupada com o desempenho do time, que foi dominado e sofreu pressão em grande parte do jogo. Torcedores chegaram a vaiar até no segundo tempo da partida.

Na transmissão do Futebol Som Maior, o atacante Silvinho foi efeito o melhor do jogo. Na próxima rodada, o Criciúma enfrenta o Juventude, na terça-feira, mais uma vez no Majestoso, 21h30. Nas contas para uma fuga do rebaixamento, o Tigre está a quatro vitórias da permanência. No momento, o Tigre é o sétimo colocado, com 34 pontos, distante somente três pontos do quarto colocado.

Na entrevista coletiva, o técnico Luiz Carlos Winck se mostrou bastante irritado com as cobranças e voltou a comparar a pontuação do Criciúma atualmente, com pontuação que ele pegou o time. Sobre o fato de ter sacado o meia João  Henrique antes do intervalo, Winck disse que o jogador não cumpriu aquilo que foi combinado durante os treinos, justificando a troca precoce. Winck se mostrou irritado ao ponto de dizer que o clube poderia demití-lo, caso quisesse: "Se quiserem me tirar, meu cargo está à disposição", reclamou.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 08/09/2017 - 08:34Atualizado em 08/09/2017 - 08:34

Winck muda o Tigre

A entrada de João Henrique muda o jeito de jogar do Criciúma. O novo escolhido do técnico Luiz Carlos Winck vai jogar mais aberto pelo lado direito, cortando para o meio, abrindo espaço para o lateral-direito Diogo Mateus, que terá mais liberdade de subir do que Diego Giaretta. João Henrique também irá ajudar Dodi na armação, deixando a proteção de zaga com Ricardinho e Jonathan Lima. Sem Lucão, o Tigre perde um pouco de força ofensiva, mas ganha em velocidade com Kalil. Teremos um Tigre novo, e que terá de ter bastante paciência para vencer o jogo, pois sabemos que o Luverdense-MT virá fechado no sistema defensivo. Sem uma grande movimentação dos jogadores de meio e ataque, o Tigre continuará tendo dificuldades. Hoje acontece o último treino antes da partida deste sábado. A bola vai rolar às 16h30, com cobertura do Futebol Som Maior FM100,7, a partir das 15h.

Essa é a hora

Sabemos que o Criciúma precisa evoluir bastante para se consolidar na luta pelo acesso, mas há um componente muito importante para uma reviravolta na classificação: a confiança. O nível de confiança pode aumentar bastante caso a equipe carvoeira vença os próximos dois jogos em casa.

Chance de sair do Z-4

Exceto no começo quando figurou no G-4, o Figueirense tem jogado sempre pressionado pela zona de rebaixamento. Hoje, diante do Boa Esporte-MG, em solo mineiro, o time de Milton Cruz terá a chance de sair momentaneamente do Z-4, em caso de vitória. O Figueira foi beneficiado com o tropeço do Goiás, na quarta-feira. Se perder, as coisas complicam ainda mais, já que na próxima rodada o adversário será o Internacional, em Porto Alegre.

Clássico gaúcho

Antes de encarar o Criciúma, na próxima terça-feira, o Juventude terá pela frente o Internacional, no Jaconi. O clássico gaúcho será disputado neste sábado, às 16h30min. A promessa é de um bom jogo, em virtude da melhora do rendimento do Colorado e a necessidade de vencer dos donos da casa.

Curiosidade

Curiosamente, a retomada do Juventude em 2017 aconteceu justamente na estreia do técnico Gilmar Dal Pozzo, com a vitória sobre o próprio Internacional, ainda no Gauchão, com o gol através de um pênalti, mal marcado pelo árbitro Diego Real, mas que fez justiça à superioridade dos donos da casa naquela oportunidade. Será que o Ju vai barrar a ascensão do Colorado?

Recuperação

Roberto Fernandes tem conseguido deixar o Náutico competitivo. Depois que o treinador chegou, com a demissão do então comandante Beto Campos, o Timbu de Recife tem ensaiado uma bela recuperação na Série B. Já saiu da lanterna e está a cinco pontos de uma fuga do Z-4.

Mulher no apito

Uma mulher está escalada para apitar uma partida do Campeonato Alemão. Bibiana Steinhaus fará história neste domingo, ao se tornar a primeira mulher a arbitrar um jogo da elite alemã. A policial, de 38 anos, vai apitar o jogo entre Hertha Berlin e Werder Bremen.

Destaque A Tribuna

Destaque para a equipe "Pé na bola, cabeça na escola", de Criciúma, que irá participar do Campeonato Catarinense de Futebol Feminino. A estreia é no final de semana. As atletas que disputaram os Joguinhos Abertos pela cidade vão compor o elenco, que contará também com jogadoras mais experientes. A FME, Rogacionista e a Esucri são os grandes apoiadores. A equipe mandará os jogos no CT do Bairro Cristo Redentor. A média de idade é de 19 anos.

Nota Zero

Manipulação de resultados mexe com as Eliminatórias Africanas. O confronto entre África do Sul e Senegal, no dia 12 de novembro de 2016, válido pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, precisará ser disputada novamente, porque o árbitro do jogo, Jospeh Lamptey, acabou banido do futebol por manipulação de resultados. A seleção sul-africana se vê prejudicada pois venceu o jogo por 2 a 1, e diz que o árbitro punido não teve participação direta no resultado. Que fase!!

1 2 3 4 5 6