Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 09/05/2018 - 07:57Atualizado em 09/05/2018 - 08:40

Ação mais enérgica

Dispensas e contratações. Essa é a promessa da direção do Criciúma Esporte Clube após a quinta derrota no Brasileiro da Série B. As novidades deverão ser anunciadas ainda hoje. Segundo o repórter Denis Luciano, jogadores "mais conhecidos" poderão estar na lista de dispensas. É bom lembrar que recentemente jogadores como Elvis, Marlon, Zé Carlos e Fábio Ferreira deram péssimos exemplos. Uns foram expulsos por reclamçaões infantis e outros reagiram com ironia aos protestos da torcida. Sem dúvida, será a ação mais enérgica da diretoria desde o começo da competição. Isso mostra que a comissão técnica está com moral e só será cobrada de maneira mais incisiva depois que o novo time estiver formado com as novas peças.

Elvis foi expulso ontem após o apito final do juiz (Foto: Caio Marcelo)

Vergonha

“Vergonha”. A palavra pichada num dos portões do Majestoso retrata o sentimento do torcedor do Criciúma. Cinco jogos e cinco tropeços. Nem o mais pessimista torcedor carvoeiro esperava. O grande culpado pelo momento é Jaime Dal Farra. O presidente ficou no “morde e assopra” com o técnico Argel Fucks desde dezembro. Negociou. Baixou proposta. De repente recuou e perdeu a oportunidade de começar a temporada com o técnico que a torcida tanto pedia. Aí o Tigre iniciou o ano com Chumbinho e Lisca, e todos sabem o que aconteceu. Somente no returno do Estadual é que Argel acertou com o Tigre. E graças ao trabalho do treinador e ao apoio dos 2,5 mil torcedores de sempre que vão a campo, o Tigre escapou da degola.

Torcida voltou a protestar (Foto: Marco Búrigo)

Dura realidade

E se não bastasse a pequenez em apenas lutar para não cair no Campeonato Catarinense 2018, veio a Série B e o choque de realidade foi gigantesco. De fato, Argel pegou uma herança pesada. O time é fraco tecnicamente, com jogadores num estado físico deplorável, e o resultado não poderia ser outro. O Criciúma só não é pior que o Boa Esporte-MG, que tem um jogo a menos. A conta chegou e é difícil vislumbrar uma melhora.

Dúvidas e mais dúvidas

O fato é que no momento várias dúvidas rondam a cabeça do torcedor apaixonado pelo Tigre. Até onde o atual discurso do técnico Argel Fucks poderá trazer algum benefício ao clube? O conformismo também abateu o treinador. Argel não para de pedir reforços. E como as novas peças não vem, “quem poderá nos defender?”, pergunta o torcedor tricolor. Eu acho que nem o Chapolin Colorado.

“Nem o Tite dá jeito”

A frase que mais tenho escutado dos torcedores do Criciúma é que “nem o técnico Tite arrumaria a equipe”. Se o problema não é técnico, então que se vá ao mercado. Se o jogador é caro, então que se ache uma peça nova dentro do orçamento. Se não acha também, então troca-se de diretor. A fase é tão ruim no clube, que fica difícil achar uma mudança que possa fazer o time trilhar o caminho das vitórias novamente. O mais complicador é que a competição já está na quinta rodada, e até a oitava rodada o Tigre fará mais dois jogos longe do torcedor.

Argel não dá mais volta

Essa é a minha opinião. Não é possível imaginar o Criciúma melhore com as peças que tem e com o atual treinador. O problema pode não ser realmente o Argel, e concordo que ele é o último culpado, mas o time chegou num estágio onde não vejo sinais de melhora do jeito que as coisas estão. Argel tem sete derrotas, em 14 jogos. Não vai acontecer nada? Vão todos morrer abraçados? Dal Farra, Izidro, Nei, Argel e jogadores? Daqui a pouco não há mais tempo para recuperação. E olha que faltam 33 rodadas. Essa novas peças virão para resolver o problema ou vão compor grupo?

Destaque A Tribuna

Não é nenhuma novidade, mas não custa lembrar. Essa nova camisa do Criciúma é linda demais. Lembra aquela usada em 1986, no ano do “fim da fila”. Parabéns ao Beto Spileri e toda equipe da Embratex, fornecedora do material esportivo do Tigre. É a única coisa a comemorar no Majestoso neste atual quadro do Tricolor.

Nota Zero

O superintendente Robson Izidro conseguiu dar uma das piores declarações dos últimos tempos no Criciúma. Foi ao microfone, em Campinas, depois do revés diante do Guarani, e falou como torcedor. Robson ingressou ao clube, mas o jeito torcedor ainda não “saiu dele”. Foi uma mancada pontual, obviamente, mas onde não poderia acontecer. Disse que Argel seria cobrado por mudar o esquema tático e demissões aconteceriam. Naquela hora era para o Nei Pandolfo falar. É esse amadorismo enraizado que não deixa o clube ir para frente.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 08/05/2018 - 21:03Atualizado em 08/05/2018 - 21:10

A fraqueza sem precedentes do Criciúma vai quebrando recordes. O time de Argel Fucks conheceu a quinta derrota em cinco jogos na Série B. É a pior campanha inicial na história dos campeonatos nacionais. Diante do Guarani de Campinas, no Brinco de Ouro da Princesa, o Tigre foi totalmente dominado no primeiro tempo.

O zagueiro Fábio Ferreira fez uma péssima apresentação, talvez sentindo a falta de ritmo de jogo ou algum resquício da lesão muscular. Lucas Coelho também esteve fora do tom no ataque, com Mailson também muito mal. O lateral-esquerdo Enzo, nervoso, sentiu dificuldade com as estocadas do atacante e lateral adversários.

Bruno Nazário fez o gol da vitória do Guarani de Campinas (Foto: Reprodução Sportv)

No segundo tempo, com Nicolas na vaga de Lucas Coelho, o Tigre voltou melhor. Houve um recuo também dos donos da casa. Andrew e Kalil, as outras alternativas ofensivas de Argel, também entraram em campo, mas não mudaram o rumo da partida. Nicolas perdeu a melhor chance da partida para o time carvoeiro. Muito pouco para uma equipe que pretende escapar do rebaixamento.

Até onde vai a teimosia de Argel em jogar com três atacantes? Ninguém se entende. Ninguém cria no time. Que fase!!

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 08/05/2018 - 13:12Atualizado em 08/05/2018 - 13:14

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta terça-feira, dia 8. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Jonathas Roberge, Claiton Pacheco, Fabrício Schambeck e Dr. Anderlei Antonelli.

Em pauta: Joaquim Barbosa desiste de candidatura e a política nacional.

Denis Luciano também trouxe as informações do Tigre, que quer contratar o zagueiro Raphael Silva de volta e o atacante Lucão. O Tigre joga hoje contra o Guarani.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 08/05/2018 - 08:14Atualizado em 08/05/2018 - 08:22

O atacante Gustavo, conhecido como Gustagol, é destaque e artilheiro do Fortaleza na atual temporada com 18 gols em 21 partidas. Emprestado pelo Corinthians ao clube cearense, o ex-jogador do Criciúma despertou o interesse do AEK, atual campeão grego. Na Grécia, a janela abre no dia 1º de julho e fecha em 31 de agosto.

Com 24 anos, Gustagol foi revelado pelo Tigre. Passou ainda por Resende, Atlético Tubarão e Nacional-POR antes de chegar ao Corinthians. No clube paulista, onde tem contrato até 2020, teve empréstimos para Bahia e Goiás e depois desembarcou em Fortaleza, onde faz uma boa temporada.

Gustagol comemora gol com a camisa do Fortaleza (Foto: Pedro Chaves)

Gustagol está ajudando o Fortaleza a fazer uma boa campanha na Série B. O Tricolor cerarense é o vice-líder da competição nacional.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 07/05/2018 - 23:00Atualizado em 08/05/2018 - 07:33

O Inter de Lages ensaia uma recuperação na Série D. O Leão Baio, que iniciou a competição perdendo em casa para o Caxias, precisou de um pênalti para vencer o Mirassol, nesta segunda-feira, em Lages, pela terceira rodada. Com o resultado, a equipe catarinense assumiu a segunda colocação do Grupo A15, com seis pontos. O líder é o Caxias, do técnico Luiz Carlos Winck, com sete pontos.

Leão Baio venceu o segundo jogo em três rodadas na Série D (Foto: Fom Conradi)

Essas duas vitórias seguidas do Inter de Lages surpreendem. A equipe catarinense teve sérias dificuldades para montar o time. A uma semana da estreia, o clube teve dificuldades até para conseguir fechar duas equipes para realizar um treino coletivo. Houve um desmanche com o rebaixamento no Catarinense.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 07/05/2018 - 21:53Atualizado em 08/05/2018 - 00:04

A Chapecoense não conseguiu a tão aguardada primeira vitória na Série A do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, dia 7, o Verdão do Oeste ficou no empate em 1 a 1 contra o Paraná, na Arena Condá, em Chapecó. De falta, o atacante Arthur Caike abriu o placar para os donos da casa, aos 17 minutos da etapa final, mas viu Carlos, de pênalti, quatro minutos depois, igualar o placar para os paranaenses. O duelo fechou a quarta rodada da competição.

Arthur Caíke fez para a Chape, que não soube segurar o placar (Foto: Márcio Cunha)

O Tricolor segue na lanterna e a Chape permanece na 17ª posição. Ambos estão ainda na da zona do rebaixamento. As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, dia 13. Às 16h, a Chape recebe o Flamengo. Já às 19h, o Paraná visita o Santos, na Vila Belmiro.

Tags: Série A Paraná

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 07/05/2018 - 13:13Atualizado em 07/05/2018 - 13:14

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta segunda-feira, dia 7. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Itá e Denis Luciano.

Em pauta: Protestos da torcida carvoeira e o futebol nacional.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 07/05/2018 - 10:57Atualizado em 07/05/2018 - 10:59

Jogo de “vida ou morte” na quinta rodada. Já?

Mesmo pressionado, ainda atrás dos primeiros na Série B, o Criciúma está longe de ser um time defensivo diante do Guarani de Campinas. O técnico Argel Fucks insiste no 4-1-4-1 e pede para que os atacantes João Paulo e Mailson ajudem mais na marcação. O treinador não teme o adversário, que por sinal não é nenhum “bicho papão”. Argel mostra convicção. A volta do zagueiro Fábio Ferreira, e as chances de Enzo na lateral e Eduardo no meio-campo, são as novidades na escalação. Argel acha que as falhas individuais estão atrapalhando o time. Mas, além disso, é preciso salientar a desorganização defensiva da equipe e a má condição física de alguns jogadores, principalmente o atacante Zé Carlos. Tudo isso atrapalha bastante Argel, que fará um jogo extremamente decisivo. Isso que estamos apenas na quinta rodada. Embora mostre confiança e tenha respaldo da direção, uma derrota no Brinco de Ouro da Princesa pode atrapalhar demais os planos da equipe carvoeira e até custar o emprego do treinador. Sabemos como funciona o futebol.

Argel monta um Tigre ofensivo diante do Bugre (Foto: Divulgação/ Criciúma EC)

Carência defensiva

Embora não deixe explícito que está preocupado com o sistema defensivo do Criciúma, o técnico Argel Fucks já deixou escapar em algumas entrevistas que gostaria de contar mais um zagueiro no elenco. Isso mostra que há uma insatisfação com Nino, Cristian, Ianson e Jaci Maranhão. Aliás, para que veio Jaci Maranhão? Alguém pode responder?

Somente dois zagueiros

Está evidente que o técnico Argel deposita total confiança na dupla de zaga formada por Sandro e Fábio Ferreira. Se um dos dois ficar fora por lesão ou cartão, Argel já se vê muito desfalcado. E será que a direção não vai fazer nenhum esforço para ajudar a comissão técnica? Nei Pandolfo, teoricamente, está aí para isso.

Atento ao mercado

O Tigre se mexe ou ficará “capenga”. Argel parece estar esgotando as alternativas de esquemas, de escalações, pois já colocou praticamente todas as peças em campo. Testou quase todo o elenco. É louvável que o treinador queira fazer um rodízio e dar oportunidade a todos do elenco. Mas, com tantas mudanças nos últimos jogos, o treinador também está perdendo a chance entrosar a equipe.

Destaque A Tribuna

O Grêmio teve uma atuação excelente diante do Santos. O time de Renato Portaluppi atingiu um nível de excelência inimaginável se voltássemos dois anos no tempo. Com Ramiro, Geromel, Arthur, Luan e Maicon “comendo a bola”, o time gaúcho vive o melhor momento desde o ano passado. Quem achou que Pedro Rocha faria falta, é porque não imaginava a ascensão de Éverton. Renato e seus comandados estão voando em 2018. Em nível de desempenho técnico, logo atrás vem o Palmeiras e o Corinthians.

Nota Zero

Será que a culpa é do futebol ou da falta de segurança e educação? A rivalidade aflorada entre duas equipes da mesma cidade pode causar uma morte após confronto de torcidas? Obviamente que isso não faz sentido. São erros de todos os lados. Mas no caso da morte de um torcedor ponte-pretano, na manhã do dia do clássico contra o Guarani, fica evidente o despreparo das autoridades em relação às rixas entre as torcidas organizadas. A morte veio num confronto que aconteceu algumas horas antes do jogo. Mesmo assim são fatos que afugentam ainda mais o torcedor dos estádios. Lamentável!

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 06/05/2018 - 18:38Atualizado em 06/05/2018 - 18:49

O Joinville perdeu mais uma no Campeonato Brasileiro da Série C. Neste domingo, dia 6, no Estádio Germano Kruger, o JEC foi derrotado pelo Operário de Ponta Grossa por 2 a 0. O time catarinense segue na lanterna com apenas três pontos. A pressão é grande em cima do técnico Matheus Costa, que perdeu a terceira em quatro rodadas. O jogo ficou paralisado por quase 20 minutos no segundo tempo devido a queda de energia. 

JEC perde mais uma e deve confirmar a demissão do técnico Matheus Costa (Foto: Salmo Duarte)

O próximo jogo do JEC é contra o Cuiabá, no próximo domingo, dia 13, na Arena Joinville.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 06/05/2018 - 18:22Atualizado em 06/05/2018 - 18:34

O Atlético Tubarão venceu a Ferroviária de São Paulo por 1 a 0,  neste domingo, dia 6, no Estádio Domingos Silveira Gonzales, em Tubarão, e disparou na liderança do grupo A16, do Campeonato Brasileiro da Série D. O gol da vitória foi anotado no começo da etapa final. Aos 2 minutos, Vinícius Baiano fez o gol do Peixe. O resultado praticamente garante o time tubaronense na próxima fase, mesmo com todo returno ainda para ser disputado. 

Peixe derrotou a Ferroviária e chegou a nove pontos (Foto: Notisul)

O Brusque também venceu na rodada. Neste sábado, dia 5, em São Paulo, o time catarinense superou o Mogi-Mirim por 5 a 1, com direito a quatro gols do artilheiro Lima. Com o bom resultado, o time brusquense ocupa a vice-liderança da chave A17. Já o Inter de Lages jogará nesta segunda-feira, dia 7, contra o Mirassol de São Paulo. O Colorado é o terceiro da chave A15, mas pode assumir a segunda posição em caso de vitória. 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 06/05/2018 - 11:25Atualizado em 06/05/2018 - 11:44

Sem força até no protesto

O Criciúma ostenta uma ridícula média de três mil torcedores por jogo na temporada 2018. O incentivo pífio das arquibancadas é resultado da ausência de um planejamento sólido. Nas últimas cinco temporadas o clube não ganhou absolutamente nada. Isso fez o torcedor perder literalmente o interesse pelo clube. O protesto que houve no final de semana retratou ainda mais a perda do interesse do torcedor. Foram ao Majestoso protestar os mesmo abnegados de sempre. Integrantes da Os Tigres, Guerrilha Jovem, apaixonados que insistentemente acreditam numa melhora. Porém essa melhora passa pela mudança de diretoria. A grande bronca da massa carvoeira é com o presidente Jaime Dal Farra, mas os jogadores também não foram perdoados.

Protesto foi feito durante o treino de sábado, que teve portões fechados (Foto: Denis Luciano)

Linha tênue

Tivemos péssimos exemplos de protestos de torcida recentemente no futebol nacional. Aficionados de Flamengo e Vasco partiram para a ignorância, como sempre fazem. Invasão do local de treinos ou agressões em aeroportos não podem ter mais espaço no mundo do futebol. A manifestação da torcida tricolor, mesmo que com tímida participação, pode fazer efeito sim. Os jogadores precisam render mais e devem ter entendido o recado. Protestos, basicamente, são assim. Entre o correto e o exagero há sempre uma pequena diferença.

Descompromissados ou falta de maturidade?

Os jogadores saíram de um dos treinos do final de semana. Luiz passou. Foi xingado. Não reagiu. Elvis e Fábio Ferreira também foram contados. Mas aí a reação dos dois foi diferente. Covardemente, responderam ao torcedor. Elvis deveria ter ficado quieto, como fez Luiz. E Fábio Ferreira deu mais um péssimo exemplo. Aliás, Fábio tem problemas de relacionamento em todos os grupos onde atuou. É um jogador frio. Não sente o momento. Faz leitoras equivocadas das situações. Fábio é um zagueiro descompromissado e imaturo. não pode retrucar o torcedor. Outro péssimo exemplo foi o atacante Zé Carlos, no jogo contra o CSA-AL. O torcedor do Tigre está cansado de sofrer.

Retorno

Em meio ao fator comportamental, Fábio Ferreira, mesmo com os defeitos extra-campo, tem qualidade. O retorno no jogo de amanhã contra o Guarani é importante. O time precisa estancar a sangria defensiva. São nove gols e a pior defesa da Série B. Está na hora de Fábio “acordar” o sistema defensivo do Tigre.

Argel tem crédito

Tem crédito, mas sabe que com mais algumas derrotas seguidas será demitido. Essa é a triste realidade do futebol. Argel Fucks está no grupo dos cinco mais importantes técnicos da história do Criciúma, sem dúvida. Alcançou um acesso em 2010 e evitou um rebaixamento em 2013. Argel sabia das dificuldades que teria. O que a torcida espera, no mínimo, é que não jogue a toalha. Argel foi poupado nas manifestações.

Vai que é tua, Enzo!!

Enzo não é nenhuma sumidade na lateral-esquerda. Mas pelo menos não é uma improvisação. Tem apoio da comisso técnica. Assim como o volante Eduardo Debiasi. Argel está bancando a “gurizada”. O Criciúma precisa de “alma, garra e coração”. Superação é a palavra de ordem para os próximos jogos. Como o próprio Argel já disse: “É hora de trocar uma boa atuação, por uma vitória”.

Destaque A Tribuna

O atacante Lima fez quatro gols e o Brusque venceu o Mogi-Mirim por 5 a 1, em São Paulo, em jogo válido pela terceira rodada da Série D. O time brusquense brigará até o fim pela vaga, assim como o Atlético Tubarão na outra chave. A situação mais complicada é do Inter de Lages. Lembrando que ano que vem o Hercílio Luz estará também disputando a Quarta Divisão.

Nota Zero

Atenção, Mampituba. O novo espaço da sinuca está bonito, é coisa de primeiro mundo. Mas é preciso a diretoria dar uma atenção especial às mesas. Parece que economizaram e, como quase sempre, o barato saiu caro. Teve a etapa do Catarinense de Sinuca no Mampituba e alguns taqueadores, de várias partes do Estado, perceberam deficiências em algumas mesas. Para um clube que busca excelência, é algo a ser analisado com carinho.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 05/05/2018 - 08:51Atualizado em 05/05/2018 - 08:57

As comemorações dos 70 anos da LARM serão abertas no dia 23 de agosto, no Criciúma Clube, onde acontecerá o jantar festivo. As datas para os demais eventos serão confirmadas posteriormente.

"Esta data para nós é de comemoração para o futebol de Criciúma e região. A Larm é uma marca forte e faz parte da vida de milhares de pessoas. Em 70 anos muita coisa boa foi feita por nossa entidade. Por isso, no dia de hoje, todos nós, de uma forma ou de outra, sentimos felizes pela sua existência. Uma iniciativa que dá certo pelo seu resultado, credibilidade e trabalho", finaliza o atual presidente, Emerson Lodetti.

História

No dia 5 de maio, há 70 anos, na sede social do extinto Olímpico Basquete Clube (onde é hoje o atual Colégio São Bento), na rua Santo Antônio, no centro de Criciúma, os senhores Olavo de Assis Sartori, Adamastor Martins da Rocha, Sinval Rosario Bohrer, Eloy Rodrigues dos Santos, Irio Manganelli, Almiro Cechinel, Lauro Nicolazzi, Pedro Vergara Correa, Mario Ruiz, Abilio Zilli, Antônio Ronchi, Rubens Garcia, Hercílio Amante, José Bezerra dos Santos, entre outros, lá estavam reunidos para emplacar um grande iniciativa: fundar a Liga Atlética da Região Mineira.

Segundo o próprio estatuto da entidade, Comerciário Esporte Clube, Esporte Clube Próspera, São Paulo Futebol Clube, Ouro Preto Futebol Clube e Atlético Operário Futebol Clube, são os clubes fundadores da Liga.

Através dos campeonatos organizados pela entidade, grandes equipes surgiram para o futebol estadual e nacional, como o Comerciário (hoje Criciúma Esporte Clube), Metropol, Atlético Operário, Próspera e União. Ainda hoje, muitas associações filiadas a LARM se destacam a nível regional, estadual e nacional.

O Caravággio e o Rui Barbosa, foram campeões Sul-Brasileiro de Futebol Amador, em 2014 e 2015, respectivamente. Sendo estes os maiores títulos do futebol amador das equipes filiadas a LARM.

Entre os anos de 2012 e 2015 e em 2017, os campeões estaduais de futebol amador também são da entidade: Mãe Luzia, Caravággio, Rui Barbosa e Metropolitano, em duas oportunidades.

Araranguá foi o último campeão do Regional da Larm (Foto: Larm)

Presidentes da LARM em 70 anos

05/05/1948 a 10/06/1948 Adamastor Martins da Rocha

10/06/1948 a 02/05/1949 Olavo de Assis Sartori

02/05/1949 a 03/06/1953 Tulio Schibriola

03/06/1953 a 01/06/1960 Pedro Milanez

01/06/1960 a 20/05/1961 Vilmar Sósimo Peixoto

20/05/1961 a 15/05/1963 Ilbe Crema

15/05/1963 a 12/05/1965 Ademar Costa

12/05/1965 a 18/05/1971 Ciro Bacha

18/05/1971 a 04/05/1979 João Henrique Bortoluzzi

04/05/1979 a 31/03/1981 Hélio Souza

31/03/1981 a 28/05/1983 Edson Miguel de Souza

28/05/1983 a 16/05/1986 Geraldo Luiz de Farias

16/05/1988 a 02/09/1991 Edson Rigueto

02/09/1991 a 14/10/1992 Vanor Manoel Pacheco

15/10/1992 a 01/04/1995 Antonio Sérgio Fernandes

01/04/1995 a 01/05/1995 Vilson Reis

01/05/1995 a 05/12/2007 Waldir Lodetti

05/12/2007 a 14/03/2014 Hélio Gava

14/03/2014 a 01/03/2019 Emerson Lodetti

(Colaboração: Larm)

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 05/05/2018 - 08:42Atualizado em 05/05/2018 - 08:59

Confira a relação dos campeões da Larm da 1ª Divisão:

1948. Atlético Operário Futebol Clube

1949. Comerciário Esporte Clube

1950. Comerciário Esporte Clube

1951. Comerciário Esporte Clube

1952. Grêmio Esportivo Araranguaense

1953. Grêmio Esportivo Araranguaense

1954. Atlético Operário Futebol Clube

1955. Comerciário Esporte Clube

1956. Itaúna Atlético Clube

1957. Comerciário Esporte Clube

1958. Comerciário Esporte Clube

1959. Atlético Operário Futebol Clube

1960. Comerciário Esporte Clube

1961. Comerciário Esporte Clube

1962. Esporte Clube Próspera

1963. Esporte Clube Metropol

1964. Esporte Clube Próspera

1965. Grêmio Esportivo Treviso

1966. Itaúna Atlético Clube

1967. Itaúna Atlético Clube

1968. Grêmio Esportivo Treviso

1969. Grêmio Esportivo Treviso

1970. Itaúna Atlético Clube

1971. Itaúna Atlético Clube

1972. Grêmio Esportivo Treviso

1973. Itaúna Atlético Clube

1974. Não Houve

1975. Comerciário Esporte Clube

1976. Itaúna Atlético Clube

1977. Grêmio Esportivo São Marcos

1978. Esporte Clube União

1979. Esporte Clube União

1980. Esporte Clube União

1981. Esporte Clube União

1982. Esporte Clube União

1983. Esporte Clube União

1984. Esporte Clube União

1985. Esporte Clube União

1986. Esporte Clube União

1987. Associação Atlética Angeloni

1988. Esporte Clube Pesada

1989. Sociedade Esportiva Recreativa Caiçara

1990. Esporte Clube Internacional

1991. Itaúna A.C./ E. C. União / E. C. Mãe Luzia (as três foram consideradas campeãs)

1992. Esporte Clube Mãe Luzia

1993. Esporte Clube Mãe Luzia

1994. Meleiro Esporte Clube

1995. Caravággio Futebol Clube

1996. Caravággio Futebol Clube

1997. Caravággio Futebol Clube

1998. Esporte Clube Internacional

1999. Esporte Clube Internacional

2000. Caravággio Futebol Clube

2001. Esporte Clube Internacional

2002. Sociedade Esp. E Recreativa Rio Deserto/Boa Vista

2003. Associação Carbonífera Criciúma

2004. Associação Carbonífera Criciúma

2005. Sociedade Esp. E Recreativa Rio Deserto/Boa Vista

2006. Associação Carbonífera Criciúma

2007. Grêmio Esportivo Metropolitano

2008. Associação Carbonífera Criciúma

2009. Associação Atlética Cocal Do Sul

2010. Associação Carbonífera Criciúma

2011. Caravággio Futebol Clube

2012. Associação Esportiva E Recreativa Internacional S. D.

2013. Grêmio Esportivo Metropolitano

2014. Grêmio Esportivo Metropolitano

2015. Grêmio Esportivo Metropolitano

2016. Caravággio Futebol Clube

2017. Associação Araranguá Esportivo Clube

Itaúna foi o grande campeão em 1957 (Foto: Arquivo/Larm)

(Colaboração: Larm)

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 05/05/2018 - 08:34Atualizado em 05/05/2018 - 08:40

Um legado de 70 anos construído com muita dedicação e amor pelo futebol será celebrado neste sábado, quando em 5 de maio de 1948 foi fundada a Liga Atlética da Região Mineira - LARM. Uma data e um trabalho histórico que até hoje impulsiona e faz vibrar os corações dos amantes do futebol.

Para comemorar o aniversário de sete décadas, a diretoria da LARM em parceria com o SIESESC - Sindicato da Indústria de Extração de Carvão do Estado de Santa Catarina realizará, no segundo semestre de 2018, uma programação especial.

Comerciário recebe o troféu de bicampeão da Larm na década de 1950 (Foto: Arquivo/ Larm)

Segundo o presidente da LARM, Emerson Lodetti os 70 anos da LARM serão marcados por três momentos especiais. “Nós formamos uma comissão e juntamente com o Siesesc por meio do seu diretor executivo, Márcio Cabral, estamos trabalhando para a realização de um jantar de celebração, uma palestra com um renomado nome do futebol brasileiro e o lançamento do livro da entidade. Serão encontros marcantes para comemorar, agradecer, reconhecer, trocar experiência, cultura e aprendizado que irão reunir os integrantes e participantes da LARM, jogadores, simpatizantes, equipes e a população em geral, pois toda região será convidada”, destaca.

(Colaboração: Larm)

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 04/05/2018 - 13:45Atualizado em 04/05/2018 - 14:02

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta sexta-feira, dia 4. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Waldeci Rampinelli e Ney Lopes. O programa foi feito direto do Rincão Praia Clube,  no Balneário Rincão, onde aconteceu a entrega da ordem de serviço para a construção da primeira etapa do calçadão da Beira-Mar. Já no próximos dias a empresa começará a execução das obras de implantação da reurbanização de acesso a orla, na Avenida Waldemar Carlos Petrini.

A obra contempla a implantação de academia ao ar livre, parque infantil, ciclovia, pista de caminhada e quadra poliesportiva, além das passarelas de acesso ao mar. Arthur Lessa também participou do programa e acompanhou o ato

O prefeito Jairo Custódio comemorou a entrega da ordem e enfatizou que o prazo de conclusão da obra é de sete meses.

O deputado federal Ronaldo Benedet, responsável pelas emendas parlamentares e captação dos recursos para execução da obra, também não escondeu a felicidade pelo momento histórico do novo município.

Houve tempo para o repórter Denis Luciano trazer as informações do Tigre, que joga terça-feira, dia 8, em Campinas, contra o Guarani.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 04/05/2018 - 10:08Atualizado em 05/05/2018 - 09:51

Esperança de melhora na zaga

O torcedor do Criciúma deposita a esperança de uma melhora na volta do zagueiro Fábio Ferreira. A imagem de Nino ficou muito desgastada com o gol contra. Mas uma andorinha sozinha não faz verão. Todo o sistema defensivo do Tigre precisa melhorar. A marcação começa lá em cima no ataque. A equipe precisa estar mais organizada, concentrada, para que possa diminuir a média de gols sofridos. Foram nove, em quatro jogos. São mais de dois gols por jogo. A correção começa em não tomar gols. Depois passa pelo equilíbrio, que dará a possibilidade de o time atacar também.

Fábio Ferreira volta para dar mais experiência a zaga tricolor (Foto: Fernando Ribeiro)

Indisciplina

O Criciúma é o segundo time mais indisciplinado da Série B. Só fica atrás do Brasil-Pe, que tomou 15 cartões amarelos e teve duas explosões. O Tigre recebeu um catarão amarelo a menos. Time organizado em campo faz menos falta, reclama pouco e quase não conversa com o árbitro. É mais um motivo para o técnico Argel buscar a tal da organização dentro de campo. E sobre Zé Carlos, uma multa cairia bem, afinal ser expulso do banco não é algo normal.

Zé Carlos conseguiu ser expulso do banco de reservas (Foto: Caio Marcelo)

Recuperação

O Joinville vai atrás da recuperação na Série C. O JEC é o lanterna da chave B após três rodadas. E o desafio neste domingo é contra o Operário de Ponta Grossa, às 16h30, fora de casa. Último colocado num grupo com 10 times. A coisa tá feia no time da Manchester.

JEC perdeu dois jogos em três rodadas da Série C (Foto: Divulgação/Joinville)

Atlético Tubarão

É interessante o Sul do Estado ter três times na elite do futebol de Santa Catarina, porém mais importante que isso é ter uma ascensão das equipes nas divisões do cenário nacional. O Tigre está “capenga” na “B”, mas o Atlético Tubarão está firme e forte na “D”. O Peixe busca a terceira vitória em três jogos, neste domingo, em casa, contra a Ferroviária-SP.

Peixe venceu os dois jogos que disputou na Série C (Foto: Divulgação/CA Tubarão)

Enxadrista faz bonito em Floripa

A aluna da SATC, do 5° ano A, Mirela Pedro Tereza, foi campeã nacional na categoria Blitz de Xadrez. O campeonato aconteceu no Festival Nacional da Criança (Fenac), em Florianópolis. A edição teve recorde de participação, com 248 crianças, no último feriado de 1º de maio.

Equipe FME/AECRI

A equipe de xadrez FME/AECRI foi representada com dois atletas. Mirela foi o grande destaque e conquistou o título do primeiro campeonato brasileiro de Blitz sub-10 (modalidade com duração de três minutos), de forma invicta e ganhando todas as sete partidas. O próximo desafio de Mirela é o Pan-americano em julho, no Chile.

Destaque A Tribuna

A característica mais forte do Grêmio é o envolvente toque de bola. E esse fundamento não é dominado apenas pelo volante Arthur, grande sensação hoje no futebol nacional. O jogador que lidera o fundamento de passes certos é Maicon. Arthur está em terceiro na lista da Libertadores. São números que projetam o time gaúcho como sério candidato ao tetra da América.

Nota Zero

Foram cenas lamentáveis. A torcida do Vasco deu o péssimo exemplo da semana. Grupos de torcedores vascaínos entraram em conflito durante derrota para o Cruzeiro por 4 a 0, em partida válida pela quinta rodada da Libertadores. A correria nas arquibancadas começou após o terceiro gol cruzeirense. Lembrando que o futebol do Vasco é tocado por Pelaipe e Chumbinho, dois que recentemente estiveram no Tigre.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 03/05/2018 - 19:30Atualizado em 03/05/2018 - 19:41

Balança, mas por enquanto não cai...

Aquela teoria de que Argel Fucks é um técnico mais motivador do que propriamente um estrategista parece fazer sentido neste atual momento do Criciúma. É a impressão deixada nos últimos jogos, em virtude da baixa produtividade e a quase nula evolução da equipe na Série B. O time não se entende em campo e vive dos lampejos de João Paulo ou da bola parada. E olha que o grupo carvoeiro está tendo uma semana de espaço entre um jogo e outro. Será que as coisas vão mudar a partir de agora? E se não mudarem? É por essa e por outras que venho criticando o poder dado ao técnico Argel em montar a equipe. Se ele for demitido em caso de novos insucessos, ficará uma herança pesada ao próximo treinador. Argel não é bobo. Sabe que está balançando, mas também acredita que pode mudar o rumo das coisas. Eu confesso que duvido. Até agora são seis derrotas, cinco vitórias e dois empates, desde que reassumiu o clube.

Argel já tem mais derrotas que vitórias na terceira passagem pelo Tigre (Foto: Rafaela Custódio)

Dúvidas de Tite

Acredito que o técnico Tite não tenha dúvidas na primeira linha defensiva da Seleção Brasileira. Até o dia da convocação o treinador vai quebrar a cabeça nos setores de meio-campo e ataque. A lista sairá no dia 14 de maio, no Rio de Janeiro.

Tite levou o Brasil a Copa do Mundo, com a melhor campanha das Eliminatórias (Foto: CBF)

Convocados do Grêmio

Tite observou atentamente a goleada do Grêmio sobre o Cerro Portenho-PAR. Se o treinador foi observar Marcelo Grohe, Geromel, Arthur e Luan, acabou vendo um show particular de Éverton. Acredito que o goleiro e os atacantes não irão a Copa, mas o zagueiro carimbou o passaporte a Rússia e o volante gera uma dúvida na cabeça do comandante. Fred é uma opção que pode afastar Arthur do Mundial. Decisão difícil para Tite.

Grupo gremista tem sido observado pelo técnico da Seleção (Foto: Diego Vara)

Atlético de Madrid e Marselha

O Atlético de Madrid foi o primeiro a ganhar vaga na final da Liga Europa. Venceu o Arsenal com gol do brasileiro, naturalizado espanhol, Diego Costa. É, sem dúvida, favorito contra o Olimpique de Marselha na final. O campeão será conhecido no dia 16 de maio, em Lyon, na França.

O Atlético de Madrid é finalista da Liga Europa (Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP)

Necessidade do VAR

O Marselha alcançou a vaga na final após um jogo maluco diante do Salzburgo da Áustria. O time francês perdeu no tempo normal por 2 a 0 e foi buscar a vitória na prorrogação. O gol da classificação veio após um escanteio mal assinalado. Mais um lance que aumenta a discussão sobre a necessidade do árbitro de vídeo.

NBA

O armador Stephen Curry voltou de lesão e o Golden State Warriors deve passear sobre o New Orleans Pelicans, na semifinal da Conferência Oeste. Já na Conferência Leste, LeBron James lidera o Cleveland Cavaliers e parece levar o time literalmente nas costas, contra o Toronto Raptors. A NBA está pegando fogo na reta final. Tudo pode acontecer, mas é possível que tenhamos mais uma vez uma final entre Curry e LeBron.

Stephen Curry é peça fundamental do Golden State Warriors (Foto: Reuters)

Destaque A Tribuna

Foi um baita resultado. A Chapecoense conseguiu um empate contra o Atlético-MG, em jogo de ida da Copa do Brasil, em Minas Gerais, e com uma vitória simples em casa, no jogo de volta, avançará às quartas-de-final da competição. Isso renderá mais de R$ 5 milhões em apenas dois jogos disputados. Méritos para um clube que está sabendo aproveitar a boa fase.

Nota Zero

Com o julgamento do caso do Água Verde agendado para a próxima quinta-feira, dia 10, teremos um atraso e tanto na Copa Sul dos Campeões. Falha da Liga Atlética do Vale do Mampituba, organizadora da competição. O campeonato esfria. Ruim também para o Metrô de Nova Veneza, AEC e Turvo, que estavam embalados.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 03/05/2018 - 13:11Atualizado em 03/05/2018 - 13:16

Ouça o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quinta-feira, dia 3. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Coronel Márcio Cabral, Dr. Márcio Campos Neves, Chico Baltazar e Fernanda Zampoli.

Em pauta: Foro Privilegia, Política nacional, estadual e o futebol.

O repórter Denis Luciano trouxe as informações do Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 02/05/2018 - 13:15Atualizado em 02/05/2018 - 13:23

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quarta-feira, dia 2. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Denis Luciano, Sarandi, Itá e Plácido Pizetti.

Em pauta: Muro do Majestoso foi pichado e a má fase do Tigre.

O repórter Denis Luciano trouxe as informações do Tricolor, que perdeu a quarta partida na Série B, ontem para o CSA-AL.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 02/05/2018 - 05:50

Respirando por aparelhos

O Criciúma sobrevive do jeito que dá. O clube está literalmente respirando por aparelhos. Não há sinais de atraso nos salários, nem mesmo um desleixo com a parte estrutural. Mas também não há indícios de investimentos para reforçar o elenco para o restante da Série B. Independentemente dos motivos que impedem a direção de reforçar o time, o grande problema é que parece se esgotarem as alternativas de solução ao Tigre. Veio o técnico que a torcida queria. Vieram também os reforços que o treinador pediu. O clube chegou ao limite financeiro e nada mudou. A dificuldade em nível nacional, sem nenhum ponto em quatro jogos, escancarou ainda mais as carências já expostas no Campeonato Catarinense. São nove gols em quatro compromissos, ostentando a pior defesa da competição. Parece que o limite da paciência também chegou.

Tigre tem a pior defesa da competição (Foto: Fernando Ribeiro)

Repetitivo, mas necessário

Mesmo que grande parcela da torcida não concorde com a necessidade de lembrar a fraqueza do elenco do Criciúma, é preciso fazer isso sempre. A crítica não é vazia. Não é feita aos ventos. Cabe ao departamento de futebol resolver o problema contratando corretamente. Já que a direção afirma estar acompanhando mais de 200 jogadores, esse é um número mais do que suficiente para achar as peças necessárias. Mas essa é uma missão para um departamento de futebol competente. Está na hora de Nei Pandolfo acionar os contatos do mundo da bola e dar opções ao clube. 

Eduardo é solução? 

Ouvir o Argel falar em coletiva que vê em Eduardo Debiasi a solução para o problema do meio-campo, revela o quanto o treinador está perto de esgotar as alternativas para arrumar a casa. Enxergar num jogador tão jovem, e pouco aproveitado até então, a resolução dos problemas, prova que o treinador está também desesperado. Porque Eduardo não foi cogitado em nenhum momento nas últimas partidas e agora vira possível solução?

Consegue extrair mais?

Acredito que Argel não vai conseguir fazer o time melhorar. Mas isso também não significa que a demissão dele pode trará evolução ao time. Trocar técnico a toda hora não é a solução. É bom lembrar que não há multa para demitir Argel. Se a última chance será contra o Guarani-SP, infelizmente é necessário o clube ficar atento nas possibilidades do mercado. Ou vão continuar com um treinador com cinco derrotas em cinco desafios?

As derrotas...

Dos quatro tropeços que o Criciúma teve até agora, talvez dois tenham sido contra adversários que vão brigar por algo na Série B. As derrotas contra o CSA-AL e Atlético-GO foram naturais pela superioridade técnica dos oponentes. O Criciúma precisa mesmo é ficar atento às quatro últimas colocações. Terá que vencer adversários do “mesmo campeonato”. É triste, mas não há como negar: o Tigre lutará somente para não cair. E essa convicção vêm a 34 rodadas do fim do Brasileiro. Que fase!!

Destaque A Tribuna

Será quem vem o tetra da América? Ainda é cedo para afirmar, mas o futebol apresentado até agora pelo Grêmio é exuberante. A manutenção do elenco do ano passado foi fundamental para isso acontecer. Se Tite foi a Arena na terça-feira para ver Luan, Arthur, Geromel e Grohe, viu mesmo um show de Éverton. O atacante, de apelido “Cebolinha”, teve uma apresentação de gala contra o Cerro Portenho-PAR. Aposto que, do Grêmio, irão à Copa Geromel e Arthur. Dia 14 é a convocação dos 30 jogadores, que depois irão virar 23 na lista definitiva da Rússia.

Nota Zero

Não tenho o costume de proteger os jogadores da base do Criciúma. Acredito que o atleta que ganha uma chance na equipe principal é porque já está em condições de brigar por uma permanência no “time de cima”. Nino está longe de ser uma solução, mas também não é a razão da má fase do time. Mas também é inegável que a falha dele no segundo gol do CSA-AL pesou demais no resultado final da partida. Foi um golaço, mas contra. Se não fosse trágico, seria cômico.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13