Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 14/06/2018 - 20:26Atualizado em 14/06/2018 - 20:36

Expectativa sobre o rendimento com a nova proteção de zaga

A obrigação de alterar novamente a formação de meio-campo do Criciúma prejudica o embalo da equipe na Série B. A ausência de Eduardo contra o Boa Esporte-MG, e agora o desfalque de Jean Mangabeira, diante do Oeste-SP, quebram o ritmo do time. Prejudicam o embalo da busca pelo entrosamento. E não estamos nos referindo a jogadores extremamente habilidosos. Nada disso. Mas o Tigre aprendeu a jogar assim com Mazola Júnior. A esperança está depositada sobre Ralph, Liel e Marlon Freitas. Dois, desses três, estarão em campo. Marlon parece estar confirmado. A dúvida fica entre Liel e Ralph. Espera-se que a expectativa em cima de Marlon Freitas seja atendida ou até superada diante dos paulistas.

Ralph (centro) e Marlon Freitas (esquerda) poderão jogar juntos (Foto: Criciúma EC)

Recorde

A maior vitória de uma seleção em jogo de estreia de Mundial era da Suécia em 1958. Pois ontem, o placar de 3 a 0 dos suecos contra o México, na largada da Copa do Mundo daquele ano, ficou pra trás com a goleada de 5 a 0 da Rússia sobre a Arábia Saudita. Os russos passearam em campo, muito em virtude pela fraqueza do adversário. Mas é um resultado que pode empolgar os donos da casa e permitir que os mesmos cheguem longe na competição.

Rússia goleou com autoridade o time árabe (Foto: Reuters)

Bom embate

Quem vai sair com a vitória no duelo entre Salah e Suarez? Será que o Egito, empurrado pelo atacante do Liverpool, terá condições de superar o experiente e calejado time uruguaio, que conta ainda com Cavani? Acredito que a experiência dos sul-americanos deverá pesar. Mais um jogo cercado de grande expectativa no Mundial. As equipes entrarão em campo nesta quarta-feira às 9 horas (de Brasília).

Clássico

O grande jogo da primeira fase é, sem dúvida, entre Portugal e Espanha. E a bola rola nesta sexta-feira a partir das 15h (de Brasília). De um lado Cristiano Ronaldo e do outro uma seleção que sofreu um baque com a saída repentina do treinador, demitido a dois dias da estreia na Rússia. Pelo estilo de jogo das duas equipes deveremos ter um grande espetáculo.

Time da Raça em campo

O time profissional do Esporte Clube Próspera só entra em campo em setembro, pela Série C do Campeonato Catarinense, mas uma equipe da base já tem desafio neste sábado. No Mário Balsini, o time de Paulo Serrano pega o Orleans, na estreia do Estadual Sub-20. Mas o Time da Raça usará uma formação com jogadores de até 17 anos. A bola rola às 15h.

Seja sócio

Durante todo o sábado a secretaria do Próspera ficará aberta para quem for ao estádio e quiser se associar ao Time da Raça. Toda ajuda é bem-vinda para um clube que está voltando agora as atividades.

Destaque A Tribuna

Time definido, escalado. Como era esperado, o Brasil terá realmente o quarteto ofensivo diante da Suíça. Tite se sensibilizou com a boa fase de Willian e a atuação contra a Áustria, no último amistoso antes da Copa. Tite prova que não tem medo de jogar e quebra qualquer rótulo de treinador preocupado excessivamente com a marcação. O melhor de tudo é saber que Tite tem várias outras alternativas de jogo. Tudo isso indica que o Brasil chega forte na competição.

Nota Zero

Ninguém imaginava uma Arábia Saudita forte. Mas também surpreendeu negativamente tamanha facilidade que os russos tiveram na abertura do Mundial. Os árabes foram dispersos na marcação e não souberam neutralizar o ataque russo, empurrado pela torcida local. A má atuação rendeu a Arábia Saudita o status de equipe com pior derrota em jogos inaugurais de mundial. Foram dois gols no primeiro tempo e outros três na etapa final.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 13/06/2018 - 13:14Atualizado em 13/06/2018 - 13:15

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quarta-feira, dia 13. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Fabrício Schambeck, Joni Márcio Placido Pizetti. Em pauta: Política e futebol.

Debate 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 13/06/2018 - 05:03Atualizado em 13/06/2018 - 05:16

Para sair do incomodo Z-4

A combinação é simples. O Criciúma precisa somente vencer o Oeste-SP. Essa é a missão para sair, mesmo que momentaneamente, do Z-4. Mas uma pressão a mais foi jogada sob o Tigre. A vitória do Goiás pra cima do Londrina deixa o time de Mazola Júnior a três pontos do próprio Esmeraldino. É a mesma distância para o próximo adversário. Em resumo, uma vitória na 11ª rodada poderá render aquela tranquilidade necessária para a sequência do trabalho. E caso o Brasil-Pe perca para o líder Fortaleza, o Tricolor enfrentará os gaúchos, na quinta-feira, dia 21, já em vantagem na classificação.

Mesmo a 27 rodadas do fim da competição, Tigre já faz contas para não cair (Foto: Guilherme Hahn)

Valiosa invencibilidade

Ano passado, quando iniciou o processo de recuperação com o técnico Luiz Carlos Winck, o Criciúma ficou nove jogos invicto. Foi naquele período que o Tricolor adquiriu a gordura necessária para escapar do rebaixamento. Obviamente que o empate contra o Boa Esporte-MG foi decepcionante, mas precisa ficar no passado. Sabendo das limitações, o Tigre necessita encarar os próximos dois jogos fora de casa como verdadeiras decisões.

Bem na foto

São seis vitórias, dois empates e três derrotas. A campanha consistente do Figueirense o credencia para um acesso à elite. E o mais interessante, segundo os colegas de imprensa de Florianópolis, é que o trabalho do técnico Milton Cruz está gerando confiança ao grupo Alvinegro. Os jogadores compraram a ideia da comissão técnica. O time fechou e, juntamente com o Fortaleza, é um grande candidato a ficar com uma das quatro vagas a Série A do ano que vem. Ontem, contra o Sampaio Corrêa-MA, o Figueira venceu por 1 a 0, no Scarpelli, assumindo a vice-liderança.

Torcida alvinegra fe a festa no Scarpelli (Foto: Diário Catarinense)

Em ascensão

As duas vitórias seguidas colocaram o Goiás fora da zona de rebaixamento. E isso mais cedo ou mais tarde iria acontecer. O time de Goiânia tem potência para não cair, no mínimo. Equipes como Sampaio Corrêa-MA e Oeste-SP possuem elencos limitados e deverão fazer um campeonato para não cair. São esses, mesmo a tabela não apontando claramente isso, que deverão brigar para não cair. Ontem, contra o Londrina, no Paraná, o Esmeraldino venceu por 3 a 1, confirmando um novo momento dentro da competição.

Goiás venceu em pleno Estádio do Café por 3 a 1 (Foto: Diário de Londrina)

Destaque A Tribuna

Nenê está velho. Ultrapassado. Em baixa. Várias avaliações surgiram com a queda de produção no Vasco. Depois, já no São Paulo, vieram as críticas ao clube por contratar o jogador. Mas, a cada rodada do Brasileirão, o meia mostra que com o técnico Diego Aguirre tem conseguido encontrar o melhor futebol. É habilidoso, inteligente, não tem mais aquela velocidade, mas pode contribuir muito ainda com o Tricolor do Morumbi.

Nota Zero

Zé Carlos já não vinha bem de saúde. Mesmo assim a dor da partida abala parentes, amigos e torcedores. Quem acompanhou a carreira do ex-jogador e ex-técnico, sabe o quanto ele significou para o futebol nacional. Porém, depois do AVC sofrido, Zé Carlos estava sofrendo. Recebia cuidados da esposa. Mas a morte nos traz sentimentos inexplicáveis. Hoje, um dos técnicos marcantes da história do Criciúma, será sepultado em Minas Ferais. Uma semana triste para o clube carvoeiro.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 12/06/2018 - 13:18Atualizado em 12/06/2018 - 13:20

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta terça-feira, dia 12. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Jonathas Roberge, Humberto Feldmann, Delegado Márcio Campos Neves e Coronel Márcio Cabral.

Em pauta: Corrida eleitoral em SC e no Brasil.

O repórter Denis Luciano trouxe as informações do Criciúma, que joga no sábado, em Barueri, contra o Oeste-SP.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 12/06/2018 - 10:38Atualizado em 12/06/2018 - 11:38

Quem demitiu?

Foram 10 demissões no Criciúma Esporte Clube. Caiu preparador físico com uma década de clube. Saíram fisiologistas, cozinheiras e outros tantos funcionários. A pergunta que fica é a seguinte: quem demitiu? Foi a recente palestra com um nutricionista renomado que pesou na decisão? Ou já era uma decisão que vinha sendo protelada há algum tempo? Foi o "colegiado tricolor", composto por Robsn Izidro, Nei Pandolfo e demais, que chegou a brilhante ideia de mudar tudo no meio da temporada? Em meio a tantas perguntas, eu chego a conclusão de que esta é mais uma prova de que o Criciúma não sabe fazer futebol. Não se pode fazer uma barca dessas em junho. Lamentável!

Dal Farra demitiu 10 funcionários (Foto: DC)

Copa do Mundo é em Barueri

A expectativa no Brasil está voltada para a Seleção de Tite. Mas obviamente que aqui no Sul de Santa Catarina há gente mais preocupada com o Criciúma. Mesmo com uma pífia média de público na temporada e uma relação estremecida nos últimos anos, o torcedor carvoeiro sente a fase do clube. O eminente risco de queda, mesmo com uma melhora substancial após a chegada de Mazola Júnior, ainda deixa o torcedor inquieto, agoniado e pensativo. Não há como sentenciar onde em que posição o Tigre acabará a Série B, mas o prognóstico é positivo pelo histórico recente. Com Mazola, o Tigre só perdeu uma. Ainda venceu duas e empatou outras duas. É uma campanha de briga pelo acesso. O segredo está em manter o equilíbrio em meio a extensa competição. Por isso, enquanto muita gente aguarda uma vitória do Brasil, no domingo, dia 17, contra a Suíça, a galera carvoeira quer uma segunda vitória longe do Majestoso, desta vez sobre o Oeste-SP, na Arena Barueri. O duelo do Tigre no sábado começa às 19 horas.

Quanta troca...

O Criciúma perde Gaetano Lupatini, que tinha 10 anos de clube, mas ficará com um ótimo profissional como Ramon Fabris. Mas Ramon não pode ficar sozinho, sobrecarregado. O clube precisa entender a importância de ter uma preparação física afinada. Se Humberto Ferreira saiu por conta de Argel Fucks, porque não o chamam de volta? Essa trocas na preparação física podem causar danos irreversíveis. Por vezes, uma queda de divisão se dá por um mau planejamento na parte física. Abre o olho, Tigre!

Juventus, Camboriú e Barra largam na frente

Começou a Série B do Catarinense. E três equipes venceram na rodada inaugural. Juventus, Camboriú e Barra superaram seus rivais. Houve dois empates. Um deles foi entre Marcílio Dias e Fluminense de Joinville: 3 a 3. Para o fortalecimento do futebol do Vale, seria interessante um acesso do Marinheiro de Itajaí. O regulamento da Segunda é igual ao da elite. São 10 times que jogam em turno e returno, com semifinais e final.

Destaque A Tribuna

Uffaa!! O JEC venceu em jogo isolado na segunda-feira. Foi a segunda vitória na Série C. Suficiente pra reacender as esperanças de uma fuga do rebaixamento. Mas foi uma vitória magrinha por 1 a 0 contra o Volta Redonda, candidato também a queda. O sentimento da imprensa e torcida em Joinville ainda é de muita desconfiança. O time da Manchester tem o returno inteiro pela frente para tentar escapar do pior.

Nota Zero

Magno Alves tem crédito na carreira, mas não pode desperdiçar um pênalti tão importante como na última partida do Atlético Tubarão na Série D. Waguinho Dias reservou a quinta cobrança para o mais experiente do grupo e ele acabou decepcionando. Menos mal que o goleiro Belliato brilhou. Agora, contra o São José-RS e possivelmente contra o Caxias, numa eventual quartas-de-final, o Atlético Tubarão terá os quatro jogos mais importantes da história do clube, que se confunde com a do Tubarão, mas que ainda é recente. Não há espaços para novos erros. A parte azul de Tubarão aguarda ansiosamente pelos próximos jogos do mata-mata. O primeiro é no sábado, dia 16, contra o Zequinha, no Domingos Gonzales.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 11/06/2018 - 13:22Atualizado em 11/06/2018 - 13:23

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta segunda-feira, dia 11. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Itá, João Pedro Hermann e Denis Luciano.

Em pauta: Empate do Tigre e a vitória da Seleção.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 10/06/2018 - 18:22Atualizado em 10/06/2018 - 18:39

O Atlético Tubarão precisou da disputa dos pênaltis para eliminar o Brusque no Campeonato Brasileiro da Série D. Neste domingo, dia 10, no Domingos Gonzales, em Tubarão, o Peixe venceu o adversário por 2 a 1, e como havia perdido por 1 a 0, em Brusque, foi alcançar a classificação no desempate das penalidades.

O primeiro gol do jogo saiu aos sete minutos, com Chico, marcando contra, fazendo 1 a 0 para os donos da casa. O empate do Brusque veio com Iago, aos 26. O tento da vitória no tempo normal veio 28 minutos, com Everton Júnior.

Na disputa por pênaltis, os donos da casa venceram por 4 a 3. O detalhe curioso é que Magno Alves, o grande nome da equipe, acabou desperdiçando a quinta cobrança. Menos mal que o goleiro tubaronense Belliato defendeu duas cobranças.

Jogadores do Atlético Tubarão fizeram a festa no Estádio Domingos Gonzales (Foto: Esportes Mais)

Na próxima fase, o Peixe vai encarar o São José-RS, que fez a melhor campanha da fase inicial da competição. O primeiro jogo será disputado em Tubarão.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 10/06/2018 - 17:58Atualizado em 10/06/2018 - 18:57

Com mais dois golaços, o atacante Róger Guedes, ex-Criciúma, ajudou o Atlético-MG a golear o Fluminense por 5 a 2, na tarde deste domingo, dia 10, no Independência, em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. A nova boa atuação de Guedes deixa o Criciúma atento a uma possível negociação do jogador com o futebol do exterior.

Guedes tem oito gols no Brasileiro da Série A (Foto: Bruno Cantini)

Segundo o Blog Oras Bolas, o Shakhtar Donetsk da Ucrânia está fazendo uma investida pelo jogador. A proposta dos ucranianos seria de 6 milhões de euros. Também na briga estão os árabes do Al Hilal e do Al Wehda. O Criciúma tem 75% dos direitos deferativos do jogador. "E qualquer venda que o Palmeiras fizer, o Criciúma terá 75%. Se fechar a negociação em 6 milhões de euros, o Criciúma ganharia cerca de R$ 20 milhões", advertiu o diretor jurídico do clube, Albert Zilli dos Santos, em entrevista recente ao setorista do Tigre, Denis Luciano, no Jornal das Nove.

Guedes é o artlheiro da elite do nacional com oito gols.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 10/06/2018 - 13:42Atualizado em 10/06/2018 - 13:58

Sem terra arrasada 

O Criciúma empatou com o Boa Esporte-MG, e a impressão que ficou foi de um resultado ruim em virtude de ser um confronto diante do lanterna da Série B. Mas se analisarmos a situação da tabela, o Tigre deixou de ganhar de uma equipe que está apenas três posições abaixo e somente dois pontos atrás na classificação. É preciso ter muito cuidado com as análises precoces em relação ao potencial da equipe carvoeira. O time vinha de duas vitórias seguidas, mas deixou escapar a terceira vitória, numa partida em que faltou concentração na marcação e força para fazer o segundo gol. As limitações ainda são grandes. Se compreender a realidade do elenco, mas se sobressair na concentração, o Tigre terá condições de escapar tranquilamente do Z-4. O mais desafiador no trabalho de Mazola Júnior será conseguir manter o foco do grupo tricolor, que terá agora dois jogos fora de casa. 

 Criciúma não venceu, mas aumentou a invencibilidade para três jogos (Foto: Caio Marcelo)

Demorou a mexer 

Mazola Júnior fez as três mexidas que tinha à disposição, mas fez a primeira troca após uma demora excessiva. A substituição foi bem escolhida, mas poderia ter sido feita já no intervalo. O treinador preferiu esperar 15 minutos. É um estilo do comandante, que precisa ser respeitado, mas que também não pode deixar de ser criticado quando necessário. O Criciúma perdeu tempo em não ter um time mais ofensivo por mais tempo. Já era para ter voltado do intervalo com Vitor Feijão no time. 

Concentração total 

Primeiro o Oeste-SP, em Barueri, depois o Brasil-Pe, em Pelotas. Nos próximos 11 dias, o Tigre terá dois jogos fora de casa, terá que encarar viagens, escalas em aeroportos, mas nada que impeça uma preparação ideal para os jogos. São dois adversários que podem ser perfeitamente vencidos. Mazola sabe disso e irá trabalhar neste sentido. Quem sabe o Criciúma volte para casa com quatro ou seis pontos. Se vencer um dos dos jogos já será um grande passo. 

“Eduardodependência”

Diante do Boa Esporte-MG, o Tigre só não repetiu a escalação porque não teve o volante Eduardo. Bastou Ralph entrar para que o time encontrasse dificuldades. Até concordo que tenha uma falta de entrosamento com a mudança, mas uma peça só não pode fazer tanta falta. A verdade é que o Criciúma fez o gol cedo, depois sentiu psicologicamente o gol de empate e faltou força para buscar a vitória. 

Catarinenses no Brasileiro 

Como é bom ver a Chape vencendo na Série A. Interessante também a boa fase de Avaí e Figueirense na Série B. Pena que o Inter de Lages deu adeus na Série D e que do clássico entre Brusque e Atlético Tubarão, um teria que ficar pelo caminho. Fica a expectativa ainda de uma plena recuperação do Tigre na Segundona e que o JEC inicia uma reviravolta na Série C. Nesta segunda-feira, inclusive, o JEC pega o Volta Redonda-RJ, em casa, em jogo de “vida ou morte”.

Destaque A Tribuna 

Neymar fez um golaço, Gabriel fez um gol de artilheiro e Coutinho foi matador. O que dizer mais da vitória da Seleção Brasileira? Uma atuação impecável contra um adversário que jogava em casa e defendia uma invencibilidade com o novo treinador. O desempenho do time faz acreditarmos que a escalação contra a Suíça, no primeiro jogo da Copa do Mundo da Rússia, será a que iniciou o jogo deste domingo: Alisson; Danilo,  Miranda, Thiago Silve e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Philippe Coutinho, Neymar e Willian; Gabriel Jesus.

Nota Zero 

O goleiro Luíz tem crédito, mas falhou. A bola era defensável, mas o experiente arqueiro do Tigre não evitou o gol de empate do Boa Esporte-MG. Mais uma falha num arremate de longe. E ao ver o principal nome do time falhar, o grupo parece que acusou o golpe no restante do jogo. E se o próprio Mazola disse na coletiva que Luiz não estava 100% fisicamente, o erro pode ser divido com o treinador. Se o arqueiro tinha uma lesão, então que ficasse fora. 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 10/06/2018 - 00:32Atualizado em 10/06/2018 - 18:40

A participação do Inter de Lages na Série D do Brasileirão terminou na tarde deste sábado, dia 9, após a derrota por 3 a 0 para o Uberlândia, no Parque do Sabiá, em Uberlândia. Como venceu a primeira partida por 1 a 0, o clube catarinense entrou em campo precisando apenas de um empate para avançar às oitavas de final. 

Inter de Lages não segurou a vantagem alcançada com a vitória na ida (Foto: Inter de Lages)

Se conseguisse marcar ao menos dois gols, a equipe de Lages levaria a disputa para os pênaltis, mas faltou inspiração na criação de jogadas e pontaria para os homens do ataque. O Inter voltará a campo somente no ano que vem no Campeonato Catarinense da Série B.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 08/06/2018 - 19:14Atualizado em 08/06/2018 - 19:19

Repetição de time

Quando um treinador começa a repetir seguidas vezes a formação titular é porque algo está dando certo. E Mazola Júnior tem conseguido fazer isso. O mesmo time contra o Boa Esporte-MG prova que o Criciúma está no caminho certo. Não são apenas os resultados, mas os números das partidas e o desempenho dos setores. A equipe continua errando muitos passes, porém a compactação melhorou e os erros da defesa diminuíram. O posicionamento defensivo na bola parada também melhorou. O próprio Zé Carlos, mais fixo na área, consegue render mais para o time. E assim o torcedor carvoeiro espera mais uma vitória tricolor e, quem sabe, com uma combinação de resultados, sair das quatro últimas posições. Independentemente do resultado de Brasil-Pe e Ponte Preta, o Tigre precisa continuar galgando os passos para fugir do Z-4. No caso são necessários mais 36 pontos. A única possibilidade de o técnico Mazola não repetir o time é Eduardo não jogar e Ralph entrar no meio. Mesmo assim, a ideia de atuação é a mesma.

Mazola pretende repetir o time (Foto: Leo Munhoz)

Surpresa

Surpreende o desempenho de Luiz Fernando mais recuado. Quando teve as primeiras oportunidades, o jogador era mais agudo, partia pra cima dos defensores, jogava mais aberto pela esquerda. Agora, tem um posicionamento mais para o setor de meio-campo. Taticamente tem cumprido um papel muito importante para o técnico Mazola Júnior. Mas também precisa se apresentar mais à frente e arrematar a gol, como fez Eduardo contra o Paysandu-PA.

6 mil torcedores?

A direção do Tigre aguarda um público entre 6 e 10 mil torcedores. Confesso que não vejo empolgação na massa carvoeira. Infelizmente, essa é a dura realidade. Não são duas vitórias que vão mudar a relação do clube com o torcedor. A herança é pesada. Enquanto isso, o atual grupo de jogadores e a atual comissão técnica terá que conviver com públicos de no máximo 5 mil pessoas. Convenhamos, para o Majestoso, é pouco.

Duelo de invictos

Acontece nesse sábado, às 16h30, em Sorocaba, o duelo dos invictos no Brasileiro da Série B. A 10ª rodada coloca frente a frente às equipes do São Bento e Fortaleza. Mas apesar de os dois times não terem perdido até aqui, isso não significa necessariamente que seja um embate de equipes próximas na classificação.

Curiosidade

O Fortaleza lidera a Série B com 23 pontos ganhos. A equipe tem um retrospecto de sete vitórias e dois empates. E apesar de não ter perdido também, o São Bento é apenas o nono colocado. O time paulista venceu somente duas partidas e empatou as outras sete, somando 13 pontos.

Que venha o Brasil....

A Suíça venceu o último amistoso antes do início da Copa do Mundo. Os suíços encararam o Japão, na cidade de Lugano, e venceram por 2 a 0, deixando o time com moral para a estreia no Mundial, contra o Brasil, no próximo domingo, dia 17. Os suíços tem uma defesa muito forte e deverão jogar pelo empate contra os brasileiros. Isso pode pesar na hora de Tite escolher o esquema da Seleção.

Destaque A Tribuna

O Brasil faz o último teste antes da Copa do Mundo, neste domingo, na Áustria, contra a seleção local. Será mais um bom treinamento para o time de Tite. É um jogo para soltar ainda mais a equipe. O receio de lesão é natural, mas não pode ser um empecilho para que a comissão técnica tire conclusões importantes. Acredito que a dúvida esteja entre Fernandinho e Willian. No caso, Tite está na dúvida entre a utilização de três ou dois volantes.

Nota Zero

O Água Verde de Pescaria Brava ganhou o julgamento no STJD, a Copa Sul dos Campeões será retomada, mas nem por isso temos motivos para comemorar. O erro da Liga Atlética do Vale do Mampituba tirou o brilho da competição, que pelo fato de ficar tanto tempo parada, esfriou o ritmo das equipes. A Larm já está representada na semifinal por três equipes: Metropolitano, Araranguá e Turvo.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 08/06/2018 - 13:13Atualizado em 08/06/2018 - 13:15

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta sexta-feira, dia 8. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Jonathas Roberge, Sarandi, Jairton Manique Barreto e Ney Lopes.

Em pauta: Dólar, economia nacional e o Tigre, com as informações do repórter Denis Luciano.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 07/06/2018 - 13:08Atualizado em 07/06/2018 - 13:15

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quinta-feira, dia 7. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Dr. Márcio Campos Neves, Coronel Márcio Campos Neves, Chico Baltazar e Fernanda Zampoli.

Em pauta: Política nacional, Fake News e o Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 06/06/2018 - 13:13Atualizado em 06/06/2018 - 13:14

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta quarta-feira, dia 6. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Sarandi, Itá, Fabrício Schambeck e Plácido Pizetti.

Em pauta: a recuperação do Criciúma na Série B.

O repórter Denis Luciano trouxe as informações do Tigre, que agora pensa no jogo contra o Boa Esporte-MG.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 06/06/2018 - 09:53Atualizado em 06/06/2018 - 09:58

Intensidade e otimismo

Longe de ser um time criativo, o Criciúma, na era Mazola Júnior, tem procurado ser o máximo competitivo. É uma equipe que corre bastante, briga na marcação, e tem conseguido diminuir os erros. A prova disso é que o time sofreu três gols nos últimos quatro jogos. Antes, tomava quase dois por jogo. A melhora é substancial e passa pelas boas escolhas da nova comissão técnica e do ambiente criado por todos envolvidos. O clube ainda é inconstante na parte administrativa. Essa entrada e saída de funcionários e colaboradores dá um ar de desorganização ao clube. Isso não é bom. Será que Mazola vai passar por cima de tudo isso? Será que Nei Pandolfo conseguirá os reforços necessários para incrementar o elenco? Ou as duas vitórias seguidas cessam a procura por novas peças? Creio que nada pode ser alterado. O elenco ainda precisa ser reforçado. E o momento é agora. Lembrando que faltam 12 vitórias para o Tigre escapar da degola, restando ainda 29 jogos.

Mazola Júnior conseguiu em quatro jogos recuperar a confiança do grupo tricolor (Foto: Caio Marcelo)

Convocação

A LUD está convocando uma reunião com os responsáveis pelas equipes interessadas em participar do Regional de Futebol Não-Profissional da LUD 2018, para próxima sexta-feira, dia 15, às 19h30, na sede da LUD, que fica ao lado do ginásio de esportes de Urussanga.

Ex-dirigentes do Tigre

Pouco mais de quatro meses. Esse foi o tempo da passagem de Paulo Pelaipe e Newton Drummond, no Vasco da Gama. A dupla, que já trabalhou no Criciúma em épocas diferentes, havia assumido o Vasco no dia 25 de janeiro. Os dois estavam cada vez mais isolados das decisões do clube.

Paulo Pelaipe trabalhou no Tigre em 2016 (Foto: Paulo Fernandes)

Substituto

O nome que chegou a ser ventilado nos bastidores do Vasco, para substituir Pelaipe e Chumbinho, é o de Felipe Ximenes. Mas com a fase política e financeira ruim, a possibilidade de contrata-lo esfriou. Talvez com a chegada de Jorginho na área técnica, algum outro nome possa surgir.

Bomba

Assumir o Vasco é uma verdadeira bomba. E ela pode explodir a qualquer momento. Jorginho terá a missão de dirigir o clube tecnicamente, mas, ao mesmo tempo, terá que saber lidar com a fase conturbada nos bastidores do clube.

Destaque A Tribuna

O volante Eduardo vive um bom momento no Criciúma. E boas atuações precisam ser celebradas. Internamente, a comissão técnica deve estar dando toda a moral necessária ao jogador. Como é um atleta ainda jovem, Eduardo precisa de uma sequência de jogos e muita paciência caso as oscilações venham a atrapalhá-lo. O gol marcado contra o Paysandu-PA veio no momento certo.

Nota Zero

A maior tenista da história do Brasil, Maria Esther Bueno, está internada em estado crítico, no Hospital 9 de Julho, em São Paulo. O quadro de saúde da ex-jogadora de 78 anos é considerado irreversível. Esther sofre com um câncer na boca, descoberto ainda no ano passado. Ela conquistou 19 títulos de Grand Slam na carreira, sendo sete em simples, com quatro troféus do US Open e três de Wimbledon.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 05/06/2018 - 21:23Atualizado em 05/06/2018 - 21:47

Fim da angústia? Claro que não. Mas a vitória por 4 a 1 sobre o Paysandu-PA, na noite de ontem, dá ao Criciúma a confiança necessária para escapar o quanto antes da zona de rebaixamento. A segunda vitória seguida na Série B, assim como a primeira em Florianópolis, foi merecida e lavou a alma do torcedor carvoeiro. O Tigre criou oportunidades e as fez. Deu uma bobeada no final e sofreu um tento.

 

Zé Carlos fez dois gols na vitória tricolor (Foto: Caio Marcelo)

Com autoridade, em noite inspirada de Zé Carlos, que marcou duas vezes, Eduardo e Elvis, de pênalti, o Tigre voltou a vencer em casa, depois de dois meses. Especialmente o volante Eduardo fez um belo jogo. O Tigre fez uma partida segura e mostra que com o técnico Mazola Júnior tem condições de evoluir ainda mais. Mas ainda não é hora de afobação. Se achar que já ganhou do Boa Esporte-MG, no sábado, dia 9, poderá se complicar. Então é momento de segurar os ânimos.

O Tigre é o 17º colocado, com sete pontos, sendo o primeiro do Z-4.

Tags: Criciúma Tigre

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 05/06/2018 - 13:19Atualizado em 05/06/2018 - 13:23

Motivado, Tigre encara o Papão

O Criciúma encara o Paysandu-PA, hoje a noite, com a obrigação de vencer novamente. Somente com uma sequência positiva o Tigre poderá flertar com os 16 primeiros colocados do Campeonato Brasileiro da Série B. Desde que começou a competição, o Tigre está lá embaixo. Só não entrou no Z-4 na primeira rodada porque perdeu por apenas um gol de diferença e ainda marcou dois. E foi somente com o técnico Mazola Júnior que vieram os primeiros pontos. O empate contra o Goiás e a vitória contra o Avaí renderam uma ligeira subida na classificação. Pouco pra quem pretendia alcançar o acesso, mas, ao mesmo tempo, é muito para quem sente o incomodo de fazer uma das piores campanhas desde a largada. 

Mazola Júnior tem procurado conversar bastante com o elenco tricolor (Foto: Fernando Ribeiro)

Lei do ex? 

O Paysandu-PA vem de uma vitória sobre o Boa Esporte-MG, onde atacante Cassiano, ex-Criciúma, foi um dos grandes nomes da partida. O jogador atuou no Tigre recentemente, sendo muito criticado, e, por ironia, terá a chance de dar o troco. Acredito que o jogador não tenha nenhum sentimento de revanchismo, mas todo cuidado da zaga de Tigre é pouco. A fase de Cassiano é boa. Ele é o artilheiro da Série B. 

Mais uma “vítima” 

Mais um treinador foi vítima da impaciência e incompetência dos clubes de futebol do Brasil. Guto Ferreira foi demitido do Bahia. E olha que o treinador não tinha uma campanha tão ruim assim na temporada. Foram 33 jogos, 18 vitórias, seis empates e nove derrotas, além do título baiano deste ano, a vaga para as semifinais da Copa do Nordeste e na segunda fase da Sul-Americana.

Troca-troca 

Guto Ferreira foi o quarto técnico a cair no Brasileirão 2018. Antes dele, Marcelo Chamusca havia deixado o Ceará. Nelsinho Baptista também saiu do Sport e Zé Ricardo pediu demissão do Vasco, logo após a derrota por 2 a 1 para o Botafogo, no sábado, em São Januário. A outra troca aconteceu no Corinthians, mas não por demissão. Gilmar Loss assumiu o Timão após Fábio Carile aceitar proposta do futebol árabe. 

Destaque A Tribuna 

O ex-árbitra assistente, Fernanda Colombo Uliana, lança um livro hoje em Criciúma, que tratar de uma maneira lúdica sobre as regras e peculiaridades do futebol. O livro “Vamos jogar futebol”, lançamento da editora Ciranda Cultural, é uma obra didática voltada às crianças especialmente. O roteiro de lançamento começa por Criciúma, hoje à noite, às 19h, na Livraria Catarinense, no Nações Shopping. A criciumense foi assistente de futebol de 2010 a 2016, trabalhando nas Federações Catarinense e Pernambucana de Futebol e na Confederação Brasileira de Futebol.

Nota Zero

O Joinville continua o calvário no Campeonato Brasileiro da Série C. São sete jogos sem conhecer uma vitória. O time catarinense, único representante do Estado na competição, só venceu a partida de estreia. Do primeiro jogo até a penúltima rodada do turno não conseguiu emplacar nenhuma vitória. E olha que já houve uma troca no comando técnico. O time começou a competição com Matheus Costa e agora está sob o comando de Márcio Fernandes. Mas parece que o problema não é o treinador. A qualidade do elenco é bastante duvidosa.

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 05/06/2018 - 13:12Atualizado em 05/06/2018 - 13:13

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta terça-feira, dia 5. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Dr. Anderlei Antonelli, Coronel Cabral e Dr. Humberto Feldmann.

Em pauta: Política estadual, conscientização do meio ambiente e o Tigre.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 04/06/2018 - 13:12Atualizado em 04/06/2018 - 13:24

Acompanhe o Debate Aberto da Som Maior FM100,7, desta segunda-feira, dia 4. Participaram do programa os seguintes debatedores: Marco Búrigo, Denis Luciano, João Pedro Hermann, Capitão Itá e Sarandi.

Em pauta: Seleção Brasileira que venceu ontem a Croácia e o Tigre que joga amanhã contra o Paysandu-PA, depois da vitória sobre o Avaí.

 

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 03/06/2018 - 19:45Atualizado em 03/06/2018 - 20:12

O Brusque abriu vantagem na briga por uma vaga nas oitavas-de-final do Campeonato Brasileiro da Série D ao derrotar o Atlético Tubarão pelo placar de 1 a 0, em partida realizada na tarde deste domingo, dia 3, no Estádio Augusto Bauer. O único gol do duelo foi marcado por Hélio Paraíba.

Brusque derrota Tubarão na Série D (Foto: Divulgação/Brusque)

Com o resultado, o Brusque joga por um empate no próximo domingo, dia 10, às 19h30, no Estádio Domingos Gonzales para ficar com a vaga. Uma vitória do Tubarão por um gol de diferença fará com que a partida seja definida nos pênaltis.

4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16