Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Denis Luciano
Por Denis Luciano 02/11/2020 - 13:25Atualizado em 02/11/2020 - 13:34

É com um misto de surpresa e indignação que li faz pouco,, no G1 SC, a informação sobre a equipe de reportagem da NSC TV agredida na manhã desta segunda-feira, 2, na praia do Campeche, em Florianópolis.

Os colegas, repórter e cinegrafista, lá estavam para produzir matéria sobre os frequentadores da praia. Gente que optou por lá estar, curtindo e aglomerando. Ok. Cada qual na sua, os jornalistas a trabalho, os praieiros a passeio.

Tudo deveria correr bem, certo? Errado. Nesse ambiente minado pela idiota e constante politização de qualquer coisa, alguns bandidos travestidos de gente boa ousaram agredir a equipe da NSC. E são covardes ainda por cima, já que uma das agredidas é a Bárbara Barbosa que, competente e reconhecida jornalista que é, prima por ser amável, atenciosa e respeitosa. Trabalhou conosco aqui em A Tribuna, é uma profissional de ponta, de finíssimo trato.

Pois bem. Esses brutamontes tentaram de tudo para impedir a reportagem. Foram ao máximo do vandalismo agredindo e até tomando o celular da jornalista. Eram banhistas que descumpriam decreto municipal e, de mais a mais, deviam em vez de primar pela covardia adotar a mesma razão que dizem ter para defender suas convicções. Se estão certos, por qual razão agredir? Curtam sua praia e deixem a TV trabalhar. Simples assim.

Conversei rapidamente com a Bárbara faz pouco. Está assustada, ainda atônita, e na delegacia, registrando a ocorrência contra os selvagens.

A NSC prometeu agir. E espero que nosso sindicato também o faça, e que as autoridades tomem o lado correto, não o demagógico. Que defendam o correto, não o fanfarrão. E que tenham coragem de descer do muro faltando duas semanas para as eleições.

Abaixo, a reprodução da matéria do G1 SC sobre o assunto:

Uma equipe da NSC TV, afiliada da Rede Globo em Santa Catarina, foi agredida na manhã desta segunda-feira (2) enquanto fazia uma reportagem. O caso ocorreu na frente de um posto salva-vidas na Praia do Campeche, em Florianópolis.

A equipe estava fazendo uma reportagem sobre fiscalizações na praia quando um grupo avançou sobre a repórter Bárbara Barbosa e o cinegrafista Renato Soder. Eles foram cercados por pessoas que estavam na faixa de areia e desrespeitavam o decreto municipal.

Algumas pessoas avançaram sobre a câmera, ameaçando quebrar o equipamento. Depois, outras tentaram tirar das mãos da repórter o celular enquanto era gravado a agressão. Ela foi cercada por parte do grupo e uma mulher pegou o aparelho.

Após a confusão, a repórter conseguiu recuperar o celular. Ela sofreu arranhões no braço. A Polícia Militar e a Guarda Municipal foram acionadas. Um boletim de ocorrência será registrado pela emissora.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 29/10/2020 - 16:15Atualizado em 29/10/2020 - 16:19

O Avaí está tentando a contratação do volante Foguinho, que disputa a Série C do Brasileiro pelo Criciúma. O comentarista Rodrigo Faraco informou nesta quinta-feira, 29, na Rádio CBN Diário, que o Avaí já está acertado com Foguinho para 2021, tenta antecipar essa transferência para o segundo turno da Série B em disputa atualmente, e que para tanto colocou jogadores à disposição do Tigre.

"O Avaí tem um acerto com o Foguinho, do Criciúma, e está batalhando para trazê-lo visando o returno da Série B. O clube colocou jogadores à disposição do Tigre, dependendo da resposta pode acontecer", confirmou o jornalista.

Foguinho em campo contra o São Bento, no 0 a 0 de segunda-feira

Segundo a informação que vem de Florianópolis, o Criciúma resiste à liberação imediata do atleta, já que conta com Foguinho como um dos seus destaques no elenco que tenta tirar o time da Série C. Foguinho já disputou 41 jogos com a camisa do Criciúma e marcou cinco gols, conforme o Meu Time na Rede. Na atual temporada são dois gols em 21 partidas.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 29/10/2020 - 16:05

A Chapecoense é hoje a líder da Série B do Campeonato Brasileiro. E há uma boa razão para que o Criciúma torça pelo Verdão do Oeste ficar por ali e ganhar o título. É que somente assim o Tigre terá condições de jogar a Copa do Brasil em 2021. 

Ocorre que o campeão da B tem vaga assegurada nas oitavas de final da Copa do Brasil e acaba, por isso, abrindo uma vaga ao seu estado. Neste caso, Santa Catarina tem direito a três vagas na competição, duas via Estadual e uma pela Copa que realiza.

Pelo Estadual, hoje os classificados de Santa Catarina para a Copa do Brasil do ano que vem são justamente a Chapecoense, campeã, e o Brusque, vice. O Criciúma foi terceiro. Se a Chape chegar na Copa do Brasil via título da Série B, o Criciúma herda a vaga pelo Estadual. É o único jeito.

Acontece que o Tigre optou por não disputar a Copa Santa Catarina, que dará ao seu campeão a terceira vaga catarinense. A Federação Catarinense de Futebol (FCF) confirmou na última segunda-feira, 26, que a Copinha ocorrerá entre 10 de janeiro e 7 de fevereiro reunindo Tubarão, Joinville, Juventus, Marcílio Dias, Concórdia e Navegantes. Um desses estará na Copa do Brasil já em 2021.

E o ranking? Acontece que o ranking da CBF contempla os dez melhores ranqueados, fora os já garantidos com vagas na Copa do Brasil via Estaduais. E como o Criciúma deve ficar do quadragésimo lugar para baixo na lista, e com a quantidade de times melhor posicionados no ranking que foram mal nos seus Estaduais, é nula a chance de o Tigre pegar uma vaga via ranking.

Logo, trocando em miúdos, só a Chapecoense salva o Criciúma de mais um vexame, ficar fora da Copa do Brasil ano que vem.

Em 32 edições, contando a deste ano, o Criciúma disputou 20, contando as nove últimas. A temporada mais recente sem o Tigre na competição foi em 2011. As demais ausências ocorreram em 2010, 2007, 2005, 2004, 2001, 2000, 1998, 1997, 1995, 1993 e 1989.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 28/10/2020 - 19:55Atualizado em 28/10/2020 - 19:56

Um zagueiro que sequer ficou conhecido pela torcida do Criciúma. Um volante que apareceu nessa temporada no elenco principal do Tigre. Dois talentos formados no clube e que deixaram o Criciúma em operações silenciosas. O zagueiro Rodrigo Nascimentou assinou com o Flamengo, e o volante Christofer com o Ceará, ambos nesta quarta-feira, 28. Nos dois casos, foi pelas redes sociais dos atletas que tomamos conhecimento de seus novos rumos.

Rodrigo Nascimento com a camisa do Flamengo

Em sites ligados ao Flamengo, Rodrigo Nascimento é tratado como uma joia do Criciúma. "Rodrigo, por sua vez, era atleta do Criciúma e foi emprestado ao Flamengo até janeiro de 2022, com opção de compra", refere o Coluna do Fla. O mesmo site confirma que Rodrigo comporá o elenco sub-20 do rubro-negro. Abaixo, o que escreveu Rodrigo Nascimento em seu Instagram sobre a transferência para o Flamengo.

Hoje realizo meu maior sonho de criança, podendo vestir a maior camisa do mundo @flamengo, agradeço primeiramente a Deus, segundo a minha família e meus empresários que estiveram sempre presente.
Prometo honrar esse manto dentro e fora de campo da melhor forma possível.
VAMOSSSS FLAMENGOOOO

Já Christofer, que disputou onze jogos pelo Criciúma no Catarinense e Série C - o último nos 2 a 1 frente ao Londrina, na estreia do técnico Itamar Schulle no último dia 11 -, está no Ceará. Ele postou o seguinte em seu Instagram nesta quarta:

Primeiramente agradecer a Deus, feliz e muito motivado pelo novo desafio, obrigado a todos que confiam no meu trabalho, vamos pra cima vozão

Christofer já vinha afastado nos últimos dias e, na semana passada, o superintendente de futebol Serginho Lopes havia confirmado que o atleta estava em transação rumo ao Ceará.

Christofer assinando com o Ceará

Essas saídas silenciosas, sem muitas explicações, são típicas desse regime atual de gestão do Criciúma, absurdamente carente de transparência. É em ocasiões como esta que o presidente Jaime Dal Farra perdeu, no decorrer dos anos, toda e qualquer empatia do torcedor, pois não se comunica e deixa de expor a evolução interna e externa do clube. Quando expõe, é na limitação da apresentação de técnicos, sempre ao calor de alguma demissão e contratação. E isso não é de agora. Uma gestão que comunicou-se tremendamente mal como esta de Dal Farra - por culpa exclusiva do presidente, os que o cercam e cercaram bem que tentaram - só poderia terminar dessa forma, com um desmanche do pouco que o Criciúma tem de jogadores e um futuro tão incerto quanto o presente. E seguimos de olho no Instagram dos jogadores para saber mais novidades, pois se depender do Dal Farra...

Denis Luciano
Por Denis Luciano 28/10/2020 - 15:30Atualizado em 28/10/2020 - 15:32

Há alguns dias, a transexual Rebeka Curtts foi alvo de uma abordagem extremamente violenta em Içara. Um elemento, suposto cliente já conhecido dela, acompanhado de outro, a agrediram chegando a desferir 30 facadas. Rebeka sobreviveu e depois de protestos e muita pressão, um elemento foi preso.

Ela não foi vítima de estupro nesse caso, mas no caso de uma senhora de 72 anos, no oeste catarinense, sim, houve um horroroso estupro, cometido por um meliante de 42 anos. Menos mal que o sujeito foi preso em flagrante, e certamente terá a justiça que cabe a casos como este. Mas nada que repare o estrago feito a esta vítima.

Algumas leituras assustadoras disso: a quantidade de casos, de estupradores que andam à solta por aí, travestidos de gente, e alguns tratamentos descabidos e até em tom de brincadeira que são dados a situações como essa. 

Crimes hediondos desta monta só podem nos gerar uma reação: a da indignação. Qualquer coisa diferente disso não é apenas brincadeira insana, é aplauso ao crime, e o que menos precisamos nesses tempos em que vivemos é de gente acariciando criminoso. Quem é do crime precisa ser tratado como tal. Brincadeiras, definitivamente, não cabem em situações como essa.

Para reforçar essa pauta, da indignação perante aos criminosos, violentos e covardes de ocasião, o nosso programa Agora, nas manhãs da Som Maior, pautou para esta quinta-feira um debate a respeito. A Rebeka Curtts, a transexual esfaqueada citada acima, estará no estúdio, contando a sua infeliz experiência como forma de reforçar o alerta, e vamos também nos cercar de profissionais e gente da segurança pública para discutir essa importantíssima questão.

Crime é coisa séria. Crime hediondo, mais ainda.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 27/10/2020 - 15:24Atualizado em 27/10/2020 - 15:26

Não bastasse toda a chacota que o Criciúma tem sido alvo - desde as que partem de torcedores até os comentários da mídia nacional - o empate em 0 a 0 com o desmanchado São Bento, que teve 21 desfalques no confronto desta segunda-feira, 26, pela Série C, segue rendendo. E muito. Na tarde desta terça, o goleiro Lucas Macanhan usou sua rede social para a seguinte postagem:

Não é para menos. Além do insólito, de ser o único reserva da equipe, e tratar-se de um goleiro que por força das circunstâncias entrou entre os dez da linha no segundo tempo, ele participou da partida em que, nessas circunstâncias, o até então lanterna do Grupo B da Série C deixou a lanterna graças ao histórico 0 a 0 contra o Criciúma no estádio Walter Ribeiro.

Confira também:

Itamar satisfeito com o empate do Tigre em Sorocaba

Goleiro na linha, mais de 20 desfalques... e o Tigre não ganhou

E mais: cabe lembrar, quem acompanhou o Timaço da Som Maior sabe, que o São Bento teve momentos de domínio da partida, em que criou mais e teve oportunidades até de sair com a vitória, o que potencializaria o vexame o Criciúma.

Lucas Macanhan solitário no banco do São Bento

A se ponderar o heroísmo do São Bento, que jogou sob protesto contra a CBF, marcou esse protesto com o simbolismo de os atletas entrarem em campo de máscara. O clube tentou, com a sua razão, a transferência da partida, no que não foi atendido pela CBF. O Criciúma omitiu-se dessa. Colocando um pouco de empatia na história, se tivesse 21 desfalques o Criciúma não contaria com time para jogar. No seu caso, a partida seria fatalmente transferida. Logo, faltou sensibilidade, mas no fim das contas o São Bento acabou até premiado com um empate improvável, e que se fosse contra um adversário um pouco mais competitivo, certamente não aconteceria. A vitória era obrigação do visitante nessas circunstâncias, e o Tigre não fez a sua parte. De novo.

Certamente o São Bento terá ainda boa parte desses 21 desfalques no domingo, quando visitará o Ypiranga em Erechim. Daí é bronca para o time de Sorocaba, já que o Ypiranga é vice-líder, faz bela campanha. Vamos ver se Macanhan precisará jogar na linha de novo.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 27/10/2020 - 14:45Atualizado em 27/10/2020 - 14:52

Em 2018 ele levantou taça pelo Próspera: campeão catarinense da Série C. Depois, seguiu seu caminho e agora está de volta com um objetivo ainda maior, recolocar o Time da Raça na Série A de Santa Catarina. É com essa meta que Paulo Baier retornou para Criciúma e ele estará conosco, falando mais desse projeto, nesta quarta-feira, 28, no programa Agora, que apresento das 9h às 10h na Rádio Som Maior.

Com o Mário Lima conosco no estúdio, teremos a oportunidade, ao vivo, no bateo papo, de conhecer mais dos planos do Paulo Baier, das chances efetivas do Próspera - três times sobem da B para a A, é uma grande chance - e também como está esse investimento do Time da Raça. Percebemos o Próspera bem organizado, como há muito não viamos, fora das quatro linhas, o que é muito bom para o futebol de Criciúma.

É possível, pelo time montado, pela motivação, pela estrela do Baier e o nível da competição, apostar sim em chance de acesso do Próspera, o que criaria um fator motivador novo para 2021, com a cidade tendo dois times na Primeira Divisão, o que não acontece desde 2007. Se o Próspera subir, vai investir na ampliação do estádio Mário Balsini. A princípio com arquibancadas metálicas, mas com objetivo futuro de construir estruturas fixas. Também ganhará iluminação e um novo gramado, são condições que já nos foram colocadas pelo presidente Israel Rocha Alves, que vem liderando um grande trabalho de profissionalização do Próspera.

Baier com a taça de campeão da Série C em 2018 pelo Time da Raça
Foto: Guilherme Hahn / 4oito / Arquivo

E, claro, com Paulo Baier no estúdio vamos falar de futebol como um todo também. Das andanças do artilheiro dos pontos corridos às tantas histórias que ele certamente tem para contar. Uma recente, e vitoriosa, foi justamente a trajetória no Próspera de 2018, que o 4oito contou um pouco nessa reportagem que você relembra clicando aqui.

Convite feito: Paulo Baier com a gente na Som Maior nesta quarta, a partir das 9h.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 26/10/2020 - 13:41Atualizado em 26/10/2020 - 13:59

A CBF definiu, há instantes, que não acata o pedido do São Bento e mantém o jogo das 18h contra o Criciúma, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, pela décima segunda rodada da primeira fase da Série C. O São Bento havia feito a solicitação com base na quantidade de jogadores contaminados pelo coronavírus. Eram doze e surgiram mais cinco casos neste domingo. Mesmo seriamente desfalcado, o São Bento terá que ir a campo.

O São Bento já estava com doze diagnosticados com Covid-19: o zagueiro Marcelo, os laterais esquerdos Pablo e Luís Henrique, os volantes Fábio Bahia, Evandro e Lucas Silva, os meias Denner, Léo Aquino e Igor e os atacantes Sávio, Magrão e Laércio. Nesta segunda, houve mais três diagnósticos positivos, depois que cinco outros atletas haviam apresentado sintomas na véspera: os jogadores Ruan, Dogão e Alison entraram para a lista dos contaminados. Estão todos em isolamento, conforme determinado.

E há outras baixas ainda no São Bento: os atacantes Jheimy (ex-Criciúma e Jair) e o lateral Allan Vieira, todos em recuperação de lesões. O volante Serginho cumpre suspensão.

O São Bento alegou, no pedido encaminhado à CBF pela manhã, que só tem 12 jogadores ao dispor, sendo nove de linha e três goleiros. Mesmo assim, a CBF não foi sensível à solicitação. Do Departamento de Competições, veio o entendimento de que o clube tem atletas suficientes, por conta da lista de inscritos nesta Série C que o clube mantém. A situação é tão dramática no adversário do Tigre que eles devem ir a campo, segundo a imprensa de Sorocaba, com dois goleiros na linha e apenas um atleta no banco reservas.

Não bastasse isso tudo, o São Bento é o lanterna do grupo com apenas oito pontos. Uma grande chance para o Criciúma finalmente ganhar a primeira fora de casa.

Se liga na cobertura do Timaço da Som Maior para o jogo a partir das 17h.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 26/10/2020 - 11:22Atualizado em 26/10/2020 - 11:27

A qualquer momento, a CBF se pronuncia oficialmente sobre o pedido do São Bento, de cancelamento da partida frente ao Criciúma marcada para as 18h desta segunda-feira, 26, em Sorocaba, pela terceira rodada do returno da Série C. O São Bento fez o pedido motivado pela quantidade de casos de Covid-19 no elenco.

O presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Rubens Angelotti, está em contato direto com a CBF. Recebeu do Departamento de Competições uma informação preliminar de que o São Bento teria jogadores em quantidade suficiente para a partida. Essa conclusão prévia foi apontada de uma comparação entre a lista de atletas inscritos pelo São Bento e a quantidade de jogadores contaminados pelo coronavírus.

"Eu não acredito que a CBF vá cancelar o jogo", avaliou há pouco ao blog o presidente Angelotti. O diretor de Competições da CBF, Manoel Flores, se pronuncia em instantes. "Essa decisão pode sair até umas duas da tarde", ponderou Angelotti. O presidente lembra casos recentes de tentativa de cancelamento, como um do Figueirense, cujo pedido não surtiu efeito. E refere, também, de ocasiões em que a mudança da data se deu a poucas horas da partida, como no caso do jogo do Figueirense com o Sampaio Corrêa, no Maranhão.

"Além dessa questão da quantidade de jogadores, que o São Bento teria o mínimo para jogar, há a situação da falta de datas na Série C", lembrou Angelotti.

Mais detalhes em instantes, no Som Maior Esportes, na Som Maior, com o Timaço.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 22/10/2020 - 23:55Atualizado em 23/10/2020 - 00:10

Criciúma está com um concorrente a menos no páreo pela prefeitura. O sistema de divulgação de candidaturas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) fez constar, na noite desta quinta-feira, 22, o indeferimento do registro de Ederson da Silva como candidato do PSTU.

O Ministério Público Eleitoral alega falta de entrega de certidões para justificar a recomendação do indeferimento do candidato socialista.

O indeferimento é assinado pelo juiz Fabiano Antunes da Silva e há um porém no despacho: nele consta que Ederson requereu registro de candidato a vereador.

Chama a atenção, ainda, que o registro do vice da chapa do PSTU, Pedro Ângelo, foi aceito. Logo, neste momento o PSTU não tem candidato a prefeito mas tem a vice. Os partidos têm até o dia 26 para substituir candidatos. 

Os demais seis candidatos a prefeito estão com seus registros deferidos em Criciúma. 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 21/10/2020 - 10:25Atualizado em 21/10/2020 - 10:32

Os reforços estão chegando no Criciúma. O clube apresenta, no começo da tarde desta quarta-feira, 21, suas quatro novas contratações: os zagueiros Helder e Fernando Lombardi, o volante Marino e o meia Felipe Menezes. São jogadores experientes, rodados e que chegam com aval do técnico Itamar Schulle. Apostas para dar outra cara ao Tigre que, por enquanto, vai sofrendo na Série C, com uma campanha de altos e baixos, bem mais baixos que altos.

Vamos a eles.

O meia Felipe Menezes tem 32 anos. É natural de Goiânia, onde foi revelado nas categorias de base do Goiás, sendo um dos grandes nomes da Copa São Paulo de 2007. Em agosto de 2009 transferiu-se para a Europa, defendendo o Benfica. Foi emprestado ao Botafogo em 2011, e defendeu o Sport Recife em 2012. Acertou com o Palmeiras em 2013, após rescindir com o Benfica, sendo contratado a pedido do então técnico Gilson Kleina. Voltou ao Goiás em 2015, começando com boa campanha e gols, mas depois seu rendimento caiu, o do time também, e o time acabou rebaixado à Série B.

Defendeu a Ponte Preta em 2016 e, na mesma temporada, foi para o Ceará, no qual permaneceu no ano seguinte. Foi jogar na Tailândia em 2018, no Ratchaburi Mitr Phol. Em junho de 2018 voltou ao futebol brasileiro, para o CRB, do qual saiu agora para assinar com o Criciúma.

Felipe Menezes em testes já em Criciúma

O zagueiro Helder, 30 anos, é mineiro de Belo Horizonte. Começou a carreira em 2011 no Boa Esporte. Depois passou por Aparecidente (em 2013), Tupi (2014, 2016 e 2017), Caldense (2015), Iporá e Luverdense (em 2018), chegando ao Cuiabá, onde trabalhou com Itamar Schulle, em 2019. Saiu do Cuiabá para o Criciúma.

O mineiro Helder trabalhou com Itamar Schulle no Cuiabá

Fernando Lombardi, também zagueiro, é o mais experiente da turma recém contratada. Está com 38 anos. É paranaense de Curitiba e seu último clube, nesta temporada, foi o Náutico, no qual havia chegado no ano passado depois de defender o Água Santa, de São Paulo. Começou a carreira no Paraná, em 2002. Foi para a Espanha jogar no Levante, em 2006. No mesmo ano voltou para o Brasil, defendendo o América de Natal. Passou pelo Ceará em 2007 e por Caxias e Rio Claro em 2008. Em 2009 defendeu Mogi Mirim e Vila Nova. Jogou no Atlético Sorocaba em 2010.

O experiente Fernando Lombardi deixou o Náutico e vai jogar no Tigre

Lombardi continuou colecionando clubes no currículo: Volta Redonda (2011), Cuiabá (2012), São Bernardo (2013), Paysandu (2014), Capivariano (2015), Paysandu de novo (2016 e 2017) e no Guarani, em 2018. Ele rescindiu com o Náutico há uma semana, depois de disputar 26 jogos e marcar dois gols pelo clube. Nesse ano, participou de 17 partidas. Conforme a imprensa pernambucana "o atleta era questionado por parte da torcida alvirrubra desde a sua chegada, no ano passado, e principalmente após o Timbu renovar o vínculo com ele após o título da Série C". Esse registro é da Folha de Pernambuco.

O volante Marino tem 34 anos, é paulista de Macatuba. Começou no CENE, do Mato Grosso do Sul, em 2010. No ano seguinte passou por Osasco Audax, Oeste, Icasa e Atlético Goianiense, pelo qual jogou também em 2012.

Volante Marino, reforço do Criciúma

Defendeu ainda o Sport Recife (2013), São Bernardo e Sampaio Corrêa (2014), Náutico (2015), Ceará (2016), Bandirmaspor da Turquia, Bragantino e São Caetano (2017) e chegou no Cuiabá em 2018, onde permaneceu até o fim de setembro. Havia se desligado do clube matogrossense para defender o Mirassol. Não chegou a estrear pelo clube paulista, que joga a Série D do Brasileiro, para vir disputar a Série C no Criciúma.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 16/10/2020 - 19:15

Mais uma prova que há muita gente em Criciúma à espera das boas oportunidades - e do espaço adequado - para praticar os mais variados esportes está dada. Trata-se do sucesso da bonita e bem feita pista de skate do Parque Centenário Altair Guidi.

Entregue ao uso público nesta quinta-feira, 15, a pista tem lotado. São dezenas de skatistas compartilhando o amplo espaço, que urbanizou um trecho até então abandonado do parque. No fim da tarde desta sexta, 16, era muita gente utilizando a pista. Uma vitória a ser comemorada pelo esporte criciumense. Confira no vídeo:

Denis Luciano
Por Denis Luciano 09/10/2020 - 17:53Atualizado em 09/10/2020 - 17:54

Das muitas e muitas revelações que Antenor Angeloni nos fez na entrevista para a revista e jornal Toda Sexta, que está circulando a partir desta sexta-feira, 9, a que mais chama a atenção sobre o futuro do Criciúma diz respeito ao interesse do seu irmão, Arnaldo, de participar de uma futura gestão no Criciúma.

"É, o Arnaldo quer mesmo", me disse o ex-presidente do Tigre. "Mas eu não quero. Quando o assunto vem, eu corto", reforçou. Antenor alega que está cansado. "Estou com muita idade, não tenho mais saúde nem vontade. Já dei a minha contribuição. O Arnaldo até quer, mas ele só vai se eu for junto. Eu já disse para ele ir sozinho. Daí ele não topa", destacou.

Antenor nos recebeu na sua casa na semana passada / Fotos: Guilherme Hahn / Especial / Toda Sexta

Essas e outras você pode ler na matéria "É chance zero!", que é a capa da Toda Sexta destacando a entrevista com Antenor Angeloni. O conteúdo na íntegra está impresso, circulando por aí, e também online aqui, aberto para leitura. Confira!

Denis Luciano
Por Denis Luciano 08/10/2020 - 10:54Atualizado em 08/10/2020 - 12:04

Itamar Schulle está chegando em Criciúma. O treinador, contratado pelo Criciúma para a sequência da Série C, desembarcou em Porto Alegre por volta das 10h, vindo de Cuiabá, onde estava residindo desde a saída do Santa Cruz, em 7 de setembro. Na ocasião, há exatamente um mês, Schulle pediu demissão do clube pernambucano. Na ocasião, alegou-se que ele estava em tratativas com um clube da Série B.

O novo técnico do Criciúma deve chegar na cidade em seguida das 12h, para um encontro com a diretoria e, à tarde, deve ocorrer o anúncio oficial da sua contratação.

O histórico recente de Itamar, dentro das quatro linhas, é positivo. Fez boa campanha no Santa Cruz: 28 jogos, 15 vitórias, 9 empates e 4 derrotas. Foi eliminado nas quartas de final da Copa do Nordeste e ficou como vice-campeão do Pernambucano, perdendo a decisão para o Salgueiro nos pênaltis.

Ele vinha há doze jogos invicto, até que, no dia 5 de setembro, tomou 1 a 0 do Vila Nova, fora de casa, pela quinta rodada da Série C. Dois dias depois, pediu demissão.

Mas teve polêmica

Alguns dias antes de pedir para sair, Itamar envolveu-se em uma polêmica das grandes em Recife. Ocorre que no dia 23, antes da partida em João Pessoa contra o Botafogo, pela terceira rodada do Grupo A, o Santa Cruz promoveu uma live em suas redes sociais com o seu treinador. Durante a live, Itamar Schulle fez críticas ao Santa Cruz e comentários homofóbicos.

Ele criticou, também, a contratação do atacante Negueba, vindo do Vitória para o Santa. "O Negueba é um jogador que eu vi pouco. Um jogo que eu vi dele, o Vitória contra o Bahia de Feira, não tinha visto uma atuação boa, achei muito abaixo do necessário. Mesmo assim acabamos trazendo, as opções do mercado estão curtas, escassas, dentro da realidade do clube. Eu acredito e dou confiança. Ele mesmo sabe que naquele jogo ele não foi bem. Quem veste a camisa do Santa Cruz tem que estar motivado", disse. 

Em seguida, criticou a diretoria pela perda do lateral esquerdo Fabiano para o Operário. "Com o Fabiano tinhamos a melhor defesa do país, daí o Fabiano não serve, era criticado. Foi feito pouco esforço para que ele ficasse. Foi, foi, ele foi embora, foi para o Operário, na Série B. Na Série B ele serve, aqui ele não serve. Eu não tinha problema, agora criou", disparou.

E em seguida, ao referir as vezes que escalou o meia Jeremias, lascou: "Itamar tem alguma coisa com o Jeremias, como eu vou ter algo com o Jeremias, só falta achar que eu sou viado, gay. Botei pois achava que ele tinha que jogar. A gente fica chateado com coisas que não são verdades". Ouça abaixo as declarações:

Diante das declarações, o Santa Cruz removeu o vídeo das suas redes sociais e Itamar Schulle postou um pedido de desculpas nas redes sociais.

Nação tricolor! Tenho o dever de falar para vocês algo no qual refleti durante toda noite e me senti no compromisso de vir aqui pedir desculpas por ter usado na coletiva termos que pudessem dar um conotação pejorativa entre outras e principalmente a classe LGBT, não tenho problema em reconhecer o erro, estou aqui para isso, busco sempre evoluir e melhorar a cada dia e todos nós estamos sujeitos ao erro na vida, o importante é aprender para não repeti-lo, pois só não erra quem é perfeito.

 

Importante ressaltar que o trabalho no Santa Cruz está sendo feito com bastante unidade entre atletas, comissão técnica, funcionários e diretoria, mas existe um grupo que é essencial neste processo e que é por eles que todos nós trabalhamos e damos o máximo, a torcida, no qual fazem muita falta e somente com a união de todos conseguiremos alcançar o grande objetivo do ano que é o acesso a Série B com todos juntos e unidos, o Santa Cruz é muito grande, sei disso! Continuarei dando meu máximo como sempre dei para entregar o melhor por esse clube que passei a ter carinho e admiração muito grande durante esses 9 meses de trabalho.

 

Ass: Itamar Schulle

Depois dessa polêmica, Itamar ainda ganhou do Botafogo, 2 a 1 na Paraíba, venceu o Imperatriz em casa, 2 a 0, e veio a derrota fatal para o Vila, 1 a 0 em Goiânia. Ainda assim, deixou o time na vice-liderança do Grupo A com 10 pontos. Hoje, o Santa é o líder com 18 pontos.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 07/10/2020 - 14:47Atualizado em 07/10/2020 - 15:03

Limpa no Criciúma. O técnico Roberto Cavalo, o auxiliar Wilson Waterkemper, o preparador físico William Hauptmann e o diretor executivo de futebol, Evandro Guimarães, foram demitidos no começo da tarde desta quarta-feira, 7, pelo Criciúma. O comunicado foi feito pelo assessor da presidência, Ocimar Bolicenho, aos quatro.

Foi uma conversa rápida, no Estádio Heriberto Hülse. Eles estão agora indo ao CT Antenor Angeloni buscar seus pertences e se despedir dos atletas. Confirmamos a informação com uma fonte do Criciúma.

E o substituto já está a caminho. Conforme o jornalista Rodrigo Faraco, Itamar Schulle vai assumir o Tigre. O clube ainda não se pronunciou oficialmente.

Falei há pouco com o superintendente de futebol do Tigre, Serginho Lopes, que garantiu não ter conhecimento disso. "Estou agora no CT, o pessoal está chegando para o treino, para mim não passaram nada. O Ocimar (Bolicenho, assessor da presidência) está lá no estádio, não sei se ele está com o presidente", afirmou. Mas a notícia está confirmada.

Cavalo sai com fraco desempenho na Série C. Deixa o Criciúma em quinto lugar no Grupo B, e hoje estaria eliminado. O Tigre volta a campo domingo, em casa, contra o Londrina.

O último clube de Itamar Schulle foi o Santa Cruz, que também está na Série C. Ele teve uma saída conturbada e polêmica, embora tenha garantido publicamente que não teve desgastes na saída de lá. Ele foi sondado pelo Oeste, lanterna da Série B, mas não teve acerto. Itamar já trabalhou no Criciúma, entre 2009 e 2010.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 05/10/2020 - 19:59Atualizado em 05/10/2020 - 20:05

O Ibope divulgou, no começo da noite desta segunda-feira, 5, uma rodada de pesquisas nas capitais de Santa Catarina e Rio Grande do Sul para as eleições de 15 de novembro. Em Florianópolis, o prefeito Gean Loureiro (DEM) está com ampla vantagem, conforme os dados da pesquisa contratada pela NSC. Em Porto Alegre, Manuela d´Avila (PCdoB) lidera, no levantamento contratado pela RBS.

Em Floripa, Gean aparece com 44% das intenções de voto. Ângela Amin (PP) tem 15%, Pedrão (PL) tem 9% e Professor Elson (PSOL), 7%. Com 1% aparecem os candidatos Alexander Brasil (PRTB), Dr Ricardo (Solidariedade), Gabriela Santetti (PSTU), Helio Bairros (Patriota), Jair Fernandes (PCO) e Orlando (Novo). Os brancos e nulos são 10% e os indecisos e os que não responderam, 10%.

Em Porto Alegre, Manuela está com 24%. O ex-prefeito José Fortunati (PTB) tem 14%. Sebastião Melo (MDB), 11%, e o prefeito Nelson Marchezan (PSDB), 9%. Depois vêm Juliana Brizola (PDT), 5%; João Derly (Republicanos), 4%; Fernanda Melchionna (PSOL), 3%; Valter Nagelstein (PSD), 3%; Gustavo Paim (PP), 1% e Julio Flores (PSTU), 1%. Os candidatos Luiz Delvair (PCO), Montserrat Martins (PV) e Rodrigo Maroni (PROS) pontuaram com menos de 1%. Os brancos e nulos somam 13% e os indecisos e os que não responderam, 11%.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 02/10/2020 - 10:05Atualizado em 02/10/2020 - 10:08

O governador Carlos Moisés cumpre uma agenda importante para a região nesta sexta-feira, 2. Ele está em Cocal do Sul, para assinar a ordem de serviço para as obras de conclusão da pavimentação da SC-442.

Confira a agenda:

Município: Cocal do Sul

Dia: 02/10/2020 (sexta-feira)

10h

Inspeção da rodovia SC-442 que liga os municípios de Cocal do Sul e Morro da Fumaça.

Local: Rodovia SC-442 – trecho de aproximadamente 9 Km entre Cocal do Sul e Morro da Fumaça.

10h30

Ato da SIE – Assinatura do edital de licitação para pavimentação da SC-442.

Local: Centro de Distribuição da Empresa Eliane Revestimentos Cerâmicos - R. Maximiliano Gaidzinki, n. 245 – Centro – Cocal do Sul.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 02/10/2020 - 07:31Atualizado em 02/10/2020 - 07:33

Como já se esperava, a torcida do Criciúma protestou ontem à noite no CT Antenor Angeloni. Um grupo de cerca de 50 tricolores fez uma manifestação pacífica, pedindo a saída do técnico Roberto Cavalo.

Eram cerca de 50 tricolores, mobilizados pelas redes sociais e convidados pela Os Tigres, que fizeram a mobilização. A Polícia Militar deu segurança à chegada da delegação.

Com Cavalo como técnico - nada indica que vêm mudanças por aí - o Criciúma encara o Brusque na próxima segunda, fora de casa. O Brusque que, ontem à noite, venceu o Londrina por 2 a 1, mantendo o Tigre no G-4 da Série C, no Grupo B.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 01/10/2020 - 17:22Atualizado em 01/10/2020 - 17:30

A derrota para o Tombense, na noite passada em Tombos, parece ter sido a gota d´água. A torcida do Criciúma promete receber a delegação que volta de Minas Gerais com protesto diante do CT Antenor Angeloni. É o que consta em um convite que vem sendo compartilhado nos grupos de torcedores nas redes sociais nas últimas horas.

Protesto no CT- pacífico
 

FORA CAVALO

 

Carvoeiros, vamos todos juntos cobrar a saída de Roberto Cavalo na chegada da delegação ao CT Antenor Angeloni!

 

Local: CT Antenor Angeloni
 

Horário: a confirmar (entre 21h /22h30)

- Favor respeitar as regras de distanciamento e uso de máscaras!

 

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

Não há uma autoria declarada para o convite, mas tem havido várias confirmações de torcedores que pretendem estar diante do CT na noite desta quinta-feira.

O assunto já chegou na delegação, que está em viagem de retorno. Tanto que o Criciúma providenciou a presença da Polícia Militar (PM) para garantir segurança.

Para medir a febre da bronca da torcida com o momento do Tigre com Roberto Cavalo, que completou um ano à frente do time nessa passagem, cabe conferir a postagem que a torcida Os Tigres fez nesta tarde em sua conta no Instagram.

O texto abaixo é contundente:

HERÓI do passado, VERGONHA no presente!

 

Com a gente o papo é reto. Senhor Roberto Cavalo você foi um MONSTRO como jogador, mas vem sendo uma DECEPÇÃO como treinador.

 

Atual passagem pelo CRICIÚMA E.C:
- Vitórias 11
- Derrotas 10
- Empate 15

 

Porcentagem de 44%, é RIDÍCULO para um time que quer brigar pelo acesso.

 

Já tivemos treinadores como o Winck sendo demitido com aproveitamento de quase 54%.

 

Além disso já tem no Currículo:
• Rebaixamento para a série C;
• eliminação por 4x1 na primeira fase da Copa do Brasil pelo todo poderoso Santo André;
• Eliminação na semifinal do catarinense;
• Time retranqueiro;

 

Se você realmente tem mais amor pela instituição @criciumaoficial do que pelo dinheiro, PEÇA DEMISSÃO.

Não há indicativos claros de que Cavalo possa estar de saída. Ele e o presidente Jaime Dal Farra possuem estreita parceria e o discurso do técnico, após o jogo em Tombos, foi claro: "estamos no caminho certo", disse ele, a certa altura. O Criciúma está agora em quarto lugar no Grupo B da Série C, mas não venceu fora ainda. Foram dois empates e duas derrotas longe do Heriberto Hülse. E o time pode sair da zona de classificação nesta quinta, se o Londrina ganhar do Brusque fora de casa.

O Criciúma volta a campo na próxima segunda-feira, 5, às 20h, no estádio Augusto Bauer, encarando o Brusque na última rodada do turno.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 30/09/2020 - 22:16Atualizado em 30/09/2020 - 22:25

O prazo de validade de Roberto Cavalo venceu em Tombos. A derrota por 1 a 0 para o Tombense tem que ser fatal para o técnico do Criciúma. Não por nada. Longe de ser pessoal. Cara boa praça, gente boa mesmo. Mas não há mais como. É fácil concluir que o Criciúma precisa demitir o Cavalo.

Ele foi rebaixado na Série B. Ok, pegou um avião caindo. Ele já havia salvo o Criciúma em situação semelhante no ano anterior, mas o raio não cai duas vezes no mesmo lugar. Ou cai, se for para piorar. E o Criciúma está dando mole para o azar. Cavalo caiu de quatro na Copa do Brasil, logo na estreia, e fez um Catarinense claudicante. Até chegou na semifinal, mas em nenhum momento entusiasmou.

E faz uma Série C opaca, sem graça. Com o pique atual, não sobe. Precisa reagir. E essa reação passa por jogar mais futebol. E jogar mais futebol passa por remotivar. E o Cavalo já deve estar com seu discurso cansado no vestiário. Não consegue mais empolgar a turma. E isso é fatal para o futuro de um treinador.

Para provar essa falta de fôlego, não física, mas de preparação, de montagem, de preparo, olhem o lance do gol do Tombense. Além de não ter uma jogada ensaiada sequer, esse Criciúma que vai devagar demais toma gols como esse do Tombense. Precisa mudar.

Tomara que o Cavalo nos prove o contrário e dê a volta por cima, já que o presidente Jaime Dal Farra, com sua relação umbilical, de quase dependência em relação a Cavalo, não cogita, ao menos por enquanto, mexer na comissão. Ou tomara que Cavalo nos dê um cala a boca, ou então que o presidente ache logo uma solução.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13