Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Denis Luciano
Por Denis Luciano 10/12/2018 - 10:58Atualizado há 22 minutos

O Criciúma anunciou mais um reforço hoje. Não chega a ser novidade, mas uma renovação de contrato. O lateral esquerdo Marlon acertou novo contrato com o Tigre até dezembro de 2019.

De férias em Belém, o jogador estava na expectativa da renovação embora contasse com assédio de outros clubes.

Marlon viveu uma temporada de altos e baixos. Teve quatro expulsões no Brasileirão e viveu uma crise técnica e pessoal. Superou e na reta final foi uma das peças importantes na campanha de permanência na Série B.

Antes de Marlon, o Criciúma já havia renovado com o zagueiro Sandro. Marlon tem 130 jogos e dez gols marcados, tendo defendido o Criciúma nas temporadas de 2012, 2013 e 2018.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 10/12/2018 - 01:00Atualizado há 10 horas

O catarinense Vinicius Lummertz está se mudando de Brasília para São Paulo. No fim do mês, deixa o governo Michel Temer (MDB) para integrar o governo João Doria (PSDB). Da União para o Estado. Com um currículo de peso, desde as experiências em Santa Catarina até a presidência da Embratur, no último ano, ao comando do Ministério do Turismo, Lummertz vai levar essa bagagem para as políticas do segmento no maior Estado brasileiro.

"O Brasil tem varios países. O Ceara é um país, a Bahia, São Paulo, o sul. Lutamos para construir uma política nacional de mais investimentos. A Embratur, com 17 milhões de dólares ao ano, para todo investimento em propagandear o país, enquanto há país vizinho nosso com 100 milhões, a diferença é muito grande". Essas e outras afirmações pautaram uma hora de entrevista do ministro ao programa Poder em Foco, do SBT, na noite deste domingo para todo o Brasil.

"Tentamos a transformação desse veículo Embratur em algo com capital aberto. Não chegamos ao nível de maturidade de entender o turismo como os outros países entendem. Quando vamos para o exterior vão os esforços dos estados. Mas não ganhamos volume nem linguagem", diz.

Ele lembrou do recente papel que as Olimpíadas exerceram vendendo a imagem do Brasil para o Mundo. E mencionou o salto do turismo para o Brasil nos últimos anos no setor. "Em 2003, quando o Ministério do Turismo foi criado, o turismo brasileiro valia 24 bilhões de dólares. Em 2017 já valia 163 bilhões", comentou Lummertz. "As prioridades das pessoas estão mudando, as pessoas estão preferindo viver mais que ter. A experiência humana está valendo cada vez mais".

Sobre a dificuldade para o Brasil atrair investimentos, lembrou que "a insegurança jurídica e o sentimento anti-negócios dificultam muito". Ele contou das diversas negociações que fez para atrair parques temáticos, "mas eles não querem o Brasil não por falta de público, mas sim de leis claras, atraentes e aqui se paga imposto demais".

A respeito das dificuldades para empreender no turismo, Lummertz disse que, se fosse de hoje o projeto, o Rio de Janeiro não teria Cristo Redentor nem bondinho. "Não deixariam colocar". Citou o sul algumas vezes, mencionando os aparelhos turísticos de Gramado, na Serra gaúcha, e o fato de Santa Catarina e Rio Grande do Sul atraírem 1,5 milhão de argentinos nesta época do ano. 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 10/12/2018 - 00:30Atualizado há 11 horas

São 37 anos de idade e muita bola na rede. Foi assim de novo em 2018. O gaúcho André Roberto Soares da Silva, o Beto Cachoeira, conclui uma temporada memorável. Disputou quatro campeonatos pelo Metropolitano de Nova Veneza. Ganhou quatro. Fez 25 partidas, e anotou 32 gols. Chegou a fazer cinco em um jogo só.

No Regional da LARM, encerrado neste domingo com o Metropolitano campeão, Beto Cachoeira fez dez jogos e marcou 13 gols. Foi o artilheiro, com mais que o dobro dos gols do segundo colocado. E não esteve em campo somente na estreia. Jogou todos os demais jogos da equipe campeã.

Beto foi ainda mais cruel na Copa Sul dos Campeões, com 16 gols em oito jogos. Nos 10 a 0 contra o Avenida de Praia Grande, por exemplo, marcou cinco vezes. Outros quatro foram anotados nos 7 a 1 diante do arquirrival Caravaggio. 

Nas conquistas recentes, fez menos gols. Foram três nos quatro jogos do título do Estadual de Amadores, e não balançou as redes nas três partidas pelo Sul Brasileiro. A foto que o artilheiro de três dos quatro campeonatos que disputou em 2018, e campeão de todos, postou, diz tudo: ele e as taças no gramado do Darci Marini apõs os 3 a 0 deste domingo no Caravaggio.

Apenas para recordar, Beto Cachoeira quando defendeu o Criciúma marcou 18 gols em 52 jogos em 2006. No título da Série C daquele ano, foram 12 gols, conforme os dados do Meu Time na Rede.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 09/12/2018 - 22:01Atualizado em 09/12/2018 - 22:07

Adversário do Criciúma na Série B do ano que vem, o Sport Recife tem uma eleição presidencial no próximo dia 18 que poderá repercutir no estádio Heriberto Hülse. Ocorre que um dos candidatos admite ter interesse em Nei Pandolfo para ser diretor executivo de futebol.

"Nei Pandolfo é um grande nome e chegamos a ter uma conversa com ele. É um sujeito competente e seria um bom nome. O Sport tem também Klauss, que é uma pessoa que está aqui e é competente. Temos conversado também e é um nome que agrada", disse Milton Bivar, um dos candidatos, em entrevista ao GloboEsporte.

Pandolfo trabalhou em 2015 e 2016 no Sport, e deixou um bom nome por lá. O outro candidato a presidente, Eduardo Carvalho, quer contratar Cléber Giglio, ex-Figueirense, para a gerência de futebol. Mais detalhes nesta segunda-feira no Jornal A Tribuna.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 08/12/2018 - 00:55Atualizado em 08/12/2018 - 01:15

Parece mesmo ter caído nas graças da torcida a contratação de Doriva pelo Criciúma. Em enquete no Twitter, lá no @denisluciano, apuramos que, em um bom contingente de "eleitores", Doriva alcançou a aprovação de 86% dos consultados, e14% não se agradaram do novo treinador tricolor.

Reprodução / twitter.com/denisluciano

Enquanto isso, bastidores seguem agitados depois que o Jornal A Tribuna levantou, em absolutíssima primeira mão essa semana, a informação de que Jaime Dal Farra, legalmente, não é mais o presidente do Criciúma a partir de domingo.

Ou seja, à luz do estatuto do próprio clube, Dal Farra cumpre neste sábado o seu último dia de mandato enquanto presidente do Criciúma. Deveria ter havido uma eleição para renovar o mandato por mais três anos. Como não houve, ficaria uma lacuna.

A "reeleição" de Dal Farra pela ata mudada / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

Ficaria, não fosse encontrada a "solução" que A Tribuna, também de primeira, informou. Optou-se por modificar uma ata de reunião do Conselho Deliberativo para fazer constar a "reeleição". Um artifício, sob risco de fáceis questionamentos legais, e que podem prejudicar o Criciúma lá na frente.

Seja como for, A Tribuna teve acesso nesta sexta-feira, de novo em primeira mão, à ata "refeita", "editada", "rasurada" ou seja lá como se pode chamar esse conserto que está se fazendo. Esse material você vai ler na edição deste sábado de A Tribuna e também aqui pelo 4oito, material do nosso competente repórter Lucas Renan Domingos.

Doriva e Ricardo Rocha, forças novas no futebol do Criciúma / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

Essa celeuma do mandato do presidente e a contratação de Doriva e Ricardo Rocha como esperanças para 2019 foram assunto no Debate Aberto desta sexta-feira. Confira a nossa troca de ideias na Rádio Som Maior com Valdeci Rampinelli, João Nassif, Antônio Sérgio Fernandes e Plácido Pizzetti.

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 05/12/2018 - 14:50Atualizado em 05/12/2018 - 14:58

O Criciúma vive momentos agitados em seus bastidores. Em vias de anunciar a contratação do técnico Roberto Cavalo, acertou com o ex-jogador Ricardo Rocha para prestar uma assessoria ao clube. Enquanto isso, o Jornal A Tribuna informou hoje que o mandato do presidente Jaime Dal Farra conclui seu mandato no próximo sábado.

É polêmica nacional a abordagem feita por um advogado ao ministro Ricardo Lewandovski durante um voo. Enquanto isso, a UFSC foi proibida, em Araranguá, de oferecer vantagem no vestibular de Medicina para candidatos conforme os seus locais de moradia. Ganhou repercussão uma agressão a um animal em São Paulo.

Esses e outros assuntos em destaque no Debate Aberto desta quarta-feira, que reuniu Antônio Sérgio Fernandes, Jonatas Roberge, Joni Márcio e Márcio Campos Neves. Confira no podcast.

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 04/12/2018 - 16:36Atualizado em 04/12/2018 - 17:46

Roberto Cavalo é o novo técnico do Criciúma. Falta agora apenas o anúncio oficial pela diretoria. Ele manteve contatos com amigos nos últimos minutos pedindo apoio para a empreitada no Tigre e já compartilhou a informação de que será apresentado amanhã, às 11h. Mais detalhes em seguida.

Será a terceira passagem de Roberto Cavalo pelo Criciúma. Ele foi o primeiro técnico da era Jaime Dal Farra, em outubro de 2015. Assumiu o Tigre brigando contra rebaixamento na Série B e, com uma boa sequência, ficou para a temporada seguinte. Foi um dos raros casos de treinador que ficou uma temporada inteira no clube, treinando a equipe durante todo o ano de 2016.

www.meutimenarede.com.br / Reprodução

A sua primeira passagem, porém, foi em 2007, quando treinou o time por nove rodadas no Brasileiro da Série B. No total, Cavalo comandou o Criciúma em 78 jogos. Foram 32 vitórias, 16 empates e 30 derrotas, aproveitamento de 47,86%.

Cavalo chega debaixo de mau tempo. A temporada do Criciúma foi ruim, brigou para não cair no Catarinense e Série B, não passou da segunda fase na Copa do Brasil e terminou o ano em desavença pública e grave entre seu presidente e o ex-técnico Mazola Júnior.

Em enquete que promovemos entre domingo e ontem à noite, via Twitter, com boa participação de torcedores e internautas, houve reprovação ao nome de Roberto Cavalo por 85% dos votantes, enquanto 15% aprovaram.

Relancei a enquete faz meia hora no Twitter. Na nova sondagem à galera pós acerto do Criciúma com Cavalo, a aprovação aumentou um pouco, de 15% para 26%. Segue valendo a enquete lá no @denisluciano.

Ricardo Rocha

O ex-jogador Ricardo Rocha é o novo assessor de futebol do Criciúma. Está acertado, e também será anunciado em breve pelo clube.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 04/12/2018 - 12:09Atualizado em 04/12/2018 - 12:21

O atacante João Paulo é mais um jogador que se despediu do Criciúma pelas redes sociais. O jogador agradeceu ao clube, à torcida e lamentou a lesão que o tirou do time ainda no primeiro turno da Série B.

Enquanto isso, o clube trabalha pela permanência do volante Liel. Ocorre que o Atlético Tubarão tem interesse no jogador e só aceita libera-lo agora se houver uma compensação financeira, especula-se que algo em torno de R$ 500 mil.

Se não houver acerto, o Tubarão quer usar Liel no Catarinense, Copa do Brasil e Série D, aceitando emprestar novamente o atleta depois do Campeonato Brasileiro. Liel foi o artilheiro do Criciúma na Série B com oito gols.

E o novo técnico? Roberto Cavalo segue na cidade, conversou com o presidente Jaime Dal Farra e pode ser anunciado a qualquer momento. Sem confirmar o nome dele, a direção diz que o novo treinador está sim em vias de ser contratado. 

Fora o técnico, nenhuma contratação de jogador até agora.

O goleiro Luiz, um dos confirmados para o ano que vem, postou foto com o meia Douglas, que está negociando renovação com o Grêmio. Ele andou pela região nos últimos dias revendo amigos.

João Paulo, mais um fora do Criciúma / Foto: Guilherme Hahn / Especial

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 03/12/2018 - 20:40Atualizado em 03/12/2018 - 20:52

O Criciúma segue sem técnico para 2019. Com o fim das negociações com Mazola Júnior no último sábado - dentro de uma crise que ficou evidenciada pelo técnico naquelas pesadas mensagens que vieram à tona ontem - o nome de Roberto Cavalo entrou na ordem do dia.

Primeiro técnico da era Jaime Dal Farra, de outubro de 2015 a dezembro de 2016, Cavalo disputou a última Série B pelo Oeste, com o qual escapou por pouco do rebaixamento à Série C.

Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC / Arquivo

Ele está na cidade nos últimos dias, no sábado participou da cerimônia de formatura do filho do presidente, mas as partes não confirmam qualquer contato. Cavalo tem evitado atender o telefone desde domingo. No sábado, comentou com alguns colegas que ainda não havia sido procurado por Dal Farra, mas que "seria um prazer voltar e que estava feliz por ser lembrado".

Lançamos ontem à noite, durante o nosso programa Papo de Bola, na RTV, uma enquete sobre o técnico, perguntando se o torcedor aprovava ou não a volta de Roberto Cavalo. A enquete, via Twitter, recebeu centenas de respostas e apurou que 85% dos votantes são contrários, enquanto 15% aprovariam.

Falta pouco mais de um mês para o início do Campeonato Catarinense. O Criciúma estreia dia 17, em casa, contra o Figueirense.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 03/12/2018 - 18:03Atualizado em 03/12/2018 - 18:32

Tudo bem com Grizzo. O ex-jogador do Criciúma teve alta do Hospital São João Batista (HSJB) na tarde desta segunda-feira. Passou o susto. Auxiliar técnico efetivo do clube, Grizzo foi submetido a um cateterismo depois do infarto que sofreu no sábado, após participar de um jogo festivo com a comissão técnica, imprensa, torcedores e associados no Heriberto Hülse.

O Criciúma fez questão de arcar com todos os custos, cerca de R$ 17 mil, com o atendimento hospitalar. O primeiro socorro foi prestado pelo médico do clube, Ricardo Furtado, e depois Grizzo ficou por conta do corpo médico do HSJB.

Tudo bem com o Grizzo

O médico Giuliano Bortoluzzi acompanhou todos os procedimentos. “O Grizzo possui uma condição física muito boa. Em breve ele poderá voltar a sua vida normalmente”, enfatizou. Grizzou recebeu muitas visitas nas últimas horas, prova do quanto é bem quisto por amigos e torcedores.

Grizzo recebeu muitas visitas

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 03/12/2018 - 17:12Atualizado em 03/12/2018 - 17:18

O presidente Jaime Dal Farra publicou a pouco um áudio no qual responde às acusações e comentários feitos por Mazola Júnior, ex-técnico do Criciúma, em mensagens vazadas neste fim de semana.

O dirigente começou reforçando a informação dada na noite de sexta-feira, de que Mazola havia pedido 70% de reajuste. "Em relação aos percentuais colocados no Conselho, os 70% representam o seguinte: no ano de 2018, Mazola tinha remuneração de R$ 45 mil, e a solicitação era de R$ 70 mil, perfazendo 56%,  mais os encargos, daí chegaria a 70%".

Dal Farra tratou, ainda, das dívidas citadas por Mazola, que referiu "me paga o que você deve" em um dos áudios. "O Criciúma em relação aos débitos, estão em dia. Nesse modelo desde 2010 o Criciúma não deve para ninguém. Os débitos que temos com ele, serão todos pagos de forma integral".

Outro tema levantado por Mazola,  e agora retrucado pelo presidente, diz respeito a relações do presidente com o empresário João Feijó. "O esquema de energia citado com ele, e o senhor Feijó, se trata de energia limpa de natureza privada e particular, nada a ver com o futebol", destacou.

Sobre as ofensas disparadas por Mazola, Dal Farra disse que não responderá. "As ofensas pessoais não serão respondidas por mim. Quero agradecer e desejar toda a sorte do mundo ao Mazola", concluiu.

O presidente ainda não se pronunciou sobre o novo técnico do Criciúma. Ouça a fala de Dal Farra no podcast.

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 03/12/2018 - 15:13Atualizado em 03/12/2018 - 15:29

A dupla Thaeme e Thiago traz seus sucessos a Criciúma para inaugurar o Parque do Imigrante, no Rio Maina. Eles sobem ao palco às 20h de 6 de janeiro de 2019. "Vai ser uma festa à altura do aniversário de colonização de Criciúma", anuncia o secretário de Governo, Arleu da Silveira.

A contratação do show está anunciada no Diário Oficial do município desta segunda-feira. A vinda da dupla vai custar R$ 120 mil. "Todo o processo está no Portal da Transparência, foram R$ 90 mil pelo show de R$ 30 mil em estrutura", detalha o secretário. O prefeito Clésio Salvaro, na recente ida a Brasília, levou à direção da Caixa Econômica Federal pedido para patrocínio do show. "Ainda não tivemos retorno, mas estamos otimistas", declara Arleu.

Foto: Guilherme Hahn / A Tribuna

O domingo de inauguração do Parque do Imigrante promete shows locais e regionais a partir das 16h. Praticamente toda a infraestrutura do parque estará pronta, com quadras, pistas de caminhada, cercamento e as atrações especiais, a tafona e o labirinto verde, feito em parceria com a Rede Angeloni. "Será o maior labirinto verde no parque mais charmoso do Sul do Brasil", garante o secretário.

As ruas do entorno do parque também estarão asfaltadas a tempo da inauguração, faltando apenas a construção da cancha de bocha, que ficará para depois por questões de contratação da obra. A prefeitura tem a expectativa de receber mais de 30 mil pessoas na inauguração. "O parque comportará de 30 a 40 mil pessoas", projeta.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 02/12/2018 - 19:15Atualizado em 02/12/2018 - 19:20

Acabou a pouco a edição 2018 da Série A do Campeonato Brasileiro. O Sport Recife até ameaçou no fim, fez 2 a 1 no Santos mas o Vasco segurou o 0 a 0 com o Ceará, em Fortaleza e se manteve na elite. O Sport caiu por um um ponto. O Vasco bateu na trave, escapou por um ponto. Ceará, Chapecoense e Corinthians ficaram a dois pontos de cair.

O América Mineiro perdeu por 1 a 0 para o Fluminense e também despencou. Assim, vem da Série A para fechar a Série B de 2019 a dupla que hoje caiu, Sport e América, dando um pernambucano e um mineiro para a Segunda Divisão junto com os já rebaixados Vitória e Paraná. Eis a lista de rivais do Criciúma no ano que vem: 

Santa Catarina - Criciúma e Figueirense

Rio Grande do Sul - Brasil de Pelotas

Paraná - Paraná, Londrina, Coritiba e Operário

São Paulo - Ponte Preta, Guarani, São Bento, Oeste, Botafogo de Ribeirão Preto e Bragantino

Minas Gerais - América

Goiás - Atlético e Vila Nova

Mato Grosso - Cuiabá

Bahia - Vitória

Pernambuco - Sport

Alagoas - CRB

 Tarla Wolski / Futura Press

Voltando ao Brasileirão, a Chapecoense escapou fazendo 1 a 0 no São Paulo. Com o acesso do Avaí, serão dois catarinenses na elite no ano que vem. Abaixo, os resultados da rodada final, que definiu ainda o Grêmio na fase de grupos da Libertadores mais Bahia, Fluminense e Corinthians na Sul Americana.

Reprodução / Futebol Interior

E a classificação final da Série A, a parte de cima...

Reprodução / Futebol Interior

E a parte de baixo...

Reprodução / Futebol Interior

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 01/12/2018 - 20:28Atualizado em 03/12/2018 - 15:03

Um desacerto entre as versões do Criciúma e de Mazola Júnior servem como pano de fundo da turbulenta saída do treinador do clube, uma semana depois da partida que salvou o Tigre do rebaixamento à Série C. Ontem à noite o presidente Jaime Dal Farra anunciou, em reunião do Conselho Deliberativo, que o técnico havia pedido 70% de aumento para continuar no clube. Na tarde deste sábado, por nota oficial, o Tigre anunciou o fim das negociações, e que Mazola estava fora dos planos. 

No início da noite, o treinador distribuiu um comunicado à imprensa. Por áudio, de própria vez, afirmou que Dal Farra mentiu ao referir a pedida de 70%, e garantiu que solicitou 30% a mais do que ganhava agora, o equivalente ao que ele ganhava do CRB, seu último clube antes de vir para Criciúma.

"Venho através desta comunicar que infelizmente hoje encerro o meu vínculo com o Criciúma Esporte Clube. Infelizmente as negociações não andaram, é uma inverdade essa colocação do presidente de que eu pedi 70% de aumento. Em nenhum momento eu fiz isso. Eu apenas pedi que o Criciúma me pagasse o que eu ganhava no CRB, que foi o meu último contrato. Se o Criciúma não tem condições de repor essa situação, que era exatamente 30% menos do que eu pagava no Criciúma, aí eu também não posso aceitar esse tipo de contrato. Eu acho que se o Criciúma não tem condições de pagar o que eu ganhava no CRB, tudo bem. Inclusive é muito menos do que o Argel ganhava aí quando eu assumi o Criciúma, em cinco rodadas, zero ponto. Esse tipo de argumento que estão usando, querendo me jogar contra a torcida e contra a imprensa, que eu pedi 70% de aumento, isso é uma inverdade. Eu não sou de acordo com inverdades. Eu sou a verdade mais pura e certa do que tem que ser. As coisas tem que ser colocadas com verdade e honestidade. Infeizmente aconteceu essa situação desagradável, torço para que o Criciúma siga a estrada dele, que faça campeonatos melhores do que tem feito nos últimos anos e que essa torcida e essa imprensa maravilhosa possam ser felizes com o futuro do Criciúma. Muito obrigado a todos, desculpem alguma coisa, eu só tenho a agradecer a grande nação carvoeira, muito obrigado ao apoio que nos deu, e a vocês da imprensa de Criciúma que sempre foram muito profissionais e honestos comigo. Grande abraço a todos".

Sem Mazola, o Criciúma parte para outros planos. Roberto Cavalo, que fez a Série B no Oeste e foi o primeiro treinador da era Dal Farra no clube, entre 2015 e 2016, é o mais cotado. Ele vem conversando com os dirigentes nas últimas horas. Ouça, abaixo, o comunicado de Mazola.

Na sequência dos desencontros, o Criciúma removeu do seu site oficial, no início da noite, a nota oficial que havia sido publicada à tarde referente à saída de Mazola. A copiamos no ato da publicação e reproduzimos abaixo.

No podcast, ouça o comunicado enviado por Mazola.

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 01/12/2018 - 18:14Atualizado em 01/12/2018 - 18:23

Mazola Júnior não é mais técnico do Criciúma. O anúncio foi feito na tarde deste sábado pelo clube.

Em nota oficial, o clube anunciou que encerrou negociações com Mazola e com o auxiliar Marcelo Silva e o preparador físico Ronny Dias.

A diretoria está negociando com um novo treinador. Roberto Cavalo está em Criciúma e é o mais cotado.

Em reunião do Conselho Deliberativo, ontem, o presidente Jaime Dal Farra revelou que Dal Farra havia solicitado 70% de reajuste.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 28/11/2018 - 21:50Atualizado em 28/11/2018 - 21:54

Era começo de madrugada quando o telefone tocou na redação da Rádio Guaíba de Porto Alegre. Atendi. Do outro lado, um amigo chamado André Magalhães. Ele apresentava um programete sobre seguros na Guaíba. Estava em férias em Florianópolis. Contou, esbaforido, que um acidente havia ocorrido não fazia muito na Beira Mar Norte, na capital catarinense.

"Tá chovendo, o asfalto tá molhado. O carro tá parte dele dentro da água. E disseram que o Mahicon Librelato tá lá dentro". Um pouco do que me disse, no meio de muito nervosismo, o atônito André. 

Em seguida, um telefonema para a Polícia Militar de Florianópolis (onde eu jamais tinha estado na vida) para checar a informação. Confirmado. Mahicon Librelato estava morto. A partir daí, me coube dar a notícia no ar na Guaíba, depois acordei o presidente Fernando Carvalho com a notícia e, com esse triste furo jornalístico, tocamos aquela madrugada. Minutos depois, as outras emissoras com programação na madrugada, Gaúcha e Pampa, também levaram aos seus ouvintes a informação.

Antônio Colossi / Acervo particular

Era 28 de novembro de 2002. Fazia poucos dias que Librelato havia sido decisivo ao salvar o Internacional de um rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O mesmo ele havia feito no ano anterior no Criciúma, na Série B. Foi, certamente, um dos momentos de maior tensão da minha carreira nesses quase 25, ter que dar a notícia da morte do Mahicon.

Não tenho dúvida que, não fosse esse cruel lance do destino, o Mahicon teria ido muito longe. Brilharia na Europa, na Seleção Brasileira. Era um craque de bola. "O filho da dona Maurina", berrava aos quatro cantos o nosso Jotha Del Fabro, que narrou muitos gols do Librelato. O 4oito fez essa lembrança há exatamente um ano.

Ulisses Job / Jornal da Manhã / Nov.2011

Nos podcasts abaixo, resgatamos um rico acervo de áudio sobre a história do jogador. É o projeto de rádio "O eterno Mahicon Librelato", uma produção das então acadêmicas de Jornalismo da Faculdade Satc, as colegas Gabriela Jeremias e Maria Gabriela Pereira.

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 27/11/2018 - 12:17Atualizado em 27/11/2018 - 12:21

Mazola Júnior deu a dica no sábado. Era preciso primeiro acertar a renovação de contrato com o diretore executivo de futebol para depois definir o resto pensando no Criciúma de 2019. E foi o que o clube fez. O presidente Jaime Dal Farra confirmou, nesta terça-feira, que Nei Pandolfo continuará na função em 2019.

Agora, o foco está no acerto com Mazola Júnior. Houve uma conversa do treinador com o presidente ontem, hoje ele viajou para Campinas, para tratar de questões familiares, e agora Pandolfo trata de tentar acertar a renovação por telefone mesmo. A direção está otimista e espera que possa confirmar até amanhã um novo contrato com Mazola para o ano que vem. Faltam detalhes financeiros com o treinador.

Mais detalhes em seguida.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 26/11/2018 - 23:48Atualizado em 26/11/2018 - 23:59

Fizemos uso dos nossos pouco mais de 3,1 mil seguidores no Twitter para uma consulta nas últimas horas. Lançamos lá uma pergunta sobre Mazola Júnior e outra a respeito de Zé Carlos. A intenção? Saber da aceitação de cada um dos dois perante à torcida do Criciúma pensando em 2019. Os números foram inversamente proporcionais.

Começamos pelo primeiro. Sobre Mazola, indagamos: "O Criciúma tem que renovar com o técnico Mazola Júnior?". As respostas: Sim, 67%. Não, 33%.

Em seguida, sobre Zé, questionamos: "O Criciúma tem que ficar com Zé Carlos?". O resultado: Não, 68%. Sim, 32%.

Longe de ter qualquer caráter científico. É um mero apanhado de uma fração da torcida. Fomos ao Facebook. Lá abrimos a pergunta com respostas. Livre, plural, democrático. Neste campo, a aceitação a ambos parece maior. São escassas as críticas ao treinador, e Zé cresce na preferência.

São, certamente, duas grandes incógnitas que o Criciúma tem a resolver e logo, afinal, já está a menos de dois meses da sua próxima competição.

Fotos: Denis Luciano / 4oito / Arquivo

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 26/11/2018 - 23:23Atualizado em 26/11/2018 - 23:35

Conforme prometido no sábado, após a partida contra o Sampaio Corrêa, Mazola Júnior adiou em dois dias o início das férias para ter uma conversa com o presidente Jaime Dal Farra já projetando a próxima temporada do Criciúma. A conversa efetivamente ocorreu nesta segunda-feira, porém sem resultado prático.

Não houve qualquer encaminhamento, ainda, sobre uma futura renovação de contrato. Dal Farra e Mazola trocaram ideias sobre o planejamento do clube para 2019, porém não houve avanços relativos a renovação do vínculo.

Mazola decidiu viajar para Campinas nesta terça-feira, onde "tem sérios problemas familiares a tratar", como ele próprio colocou ainda no sábado. Situação semelhante envolve o diretor executivo de futebol Nei Pandolfo. Não há, ainda, conversas conclusivas sobre permanência dele ou não no Tigre.

Dal Farra deve avançar nos planejamentos para o ano que vem em conversa com o superintendente Róbson Izidro nesta terça-feira.

Foto: Denis Luciano / A Tribuna

R$ 2,8 milhões da Caixa

Enquanto isso, o Criciúma trabalha fora de campo para viabilizar patrocínios. O clube espera para os próximos dias um retorno da Caixa Econômica Federal quanto à renovação da parceria. Se a Caixa mantiver o aval para investimentos nas séries A e B  o novo contrato com o Criciúma está garantido. Ocorre que o clube pediu um reajuste, dos atuais R$ 1,5 milhão para algo em torno de R$ 2,8 milhões.

"Cumprimos todas as obrigações, houve uma boa exposição da marca e a Caixa reconhece que teve retorno com o Criciúma", observa Izidro. O clube acertou a permanência da marca da Uninter na camisa e nos próximos dias manterá reunião com a direção da Hipper Freios, visando também a continuidade da parceria. A Embratex segue sendo a fornecedora de material esportivo e o clube busca outros patrocinadores.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 26/11/2018 - 22:45Atualizado em 26/11/2018 - 22:58

O Sport conseguiu um importante ponto na luta contra o rebaixamento no fechamento da penúltima rodada da Série A. O empate em 0 a 0 com o São Paulo, no Morumbi, fez o time pernambucano alcançar 39 pontos. Segue na zona de rebaixamento, mas a dois da Chapecoense, o primeiro time fora do Z-4.

O Ceará livrou-se de qualquer risco de cair. Com isso, haverá um clássico cearense na Série A em 2019, já que o Fortaleza foi o campeão da Série B. O desempenho do Ceará coroou o trabalho do técnico Lisca, que começou a temporada no Criciúma e chegou no clube nordestino em difícil situação no Brasileirão.

Na rodada final, o Sport, do técnico Milton Mendes, recebe o Santos na Ilha do Retiro. Terá que vencer e torce por tropeços de dois times entre América (MG), Chapecoense e Vasco. É o time em situação mais complicada.

A parte de baixo da tabela / Reprodução / GloboEsporte.com

O América precisa ganhar de um concorrente direto, o Fluminense, no Rio de Janeiro. Com isso, já estará livre. A Chapecoense também depende apenas de si. Se vencer o São Paulo estará salva. Até o empate pode bastar, caso Sport ou América não vençam.

Ainda sob riscos estão Vasco e Fluminense. O Vasco cai se perder para o Ceará fora de casa e houver dois vencedores entre Chapecoense, América e Sport. O Fluminense pode cair se perder para o América e o Vasco empatar, Chapecoense ou Sport vencerem. Abaixo, a rodada e os times que brigam contra o Z-4 no domingo:

Fluminense x América (MG)

Ceará x Vasco

Chapecoense x São Paulo

Sport x Santos

« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13