Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/10/2021 - 18:54Atualizado em 14/10/2021 - 18:56

O MDB de Criciúma tem reunião do diretório amanhã. Será aberta a discussão para candidatura de deputado estadual e  federal.

O Vampiro será candidato a  federal, Dr. Aníbal, que foi candidato a prefeito no ano passado. Mas há nos bastidores mais um nome. Seria de um homem, até consultei, não é o Murialdo Gastaldon. Não é o Eduardo Moreira.

Este nome deve ser apresentado amanhã. 

A coordenação de Márcio Búrigo terá cinco nomes que já tiveram reunião de trabalho com o Márcio, definindo estratégias.

O Márcio vai sugerir um Salvaro como candidato à suplência do Senado pelo PL.

Ele vai levar à reunião do diretório estadual que a suplência seja um Salvaro: Henrique ou Cleiton.

Arleu da Silveira, pode voltar ao governo de Criciúma no ano que vem. Se o Acélio  Casagrande confirmar ser candidato a deputado, tem que deixar a Secretaria de Saúde de Criciúma e o Arleu é o nome encaminhado para assumir o seu lugar.

Ele é da área e por isso está sendo citado. Tem experiência na gestão pública e traquejo político forte. Na saúde pode esquentar o seu nome a prefeito. 

Amanhã, Acélio Casagrande e Dóia Guglielmi devem conversar, buscar um entendimento. Se não chegar a um entendimento, o segundo candidato a deputado estadual do PSDB na região será definido no voto.
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/10/2021 - 07:17Atualizado em 14/10/2021 - 07:18

A vida é feita de ciclos. Às vezes leva tempo pra aprender e a entender que até o que é  “pra sempre” em algum momento chega ao fim.

A cada ciclo que vivemos, aprendemos, e experimentamos novas sensações, nos lapidamos também.  Há ciclos que a gente quer que acabe logo e tem alguns que gostaríamos que fosse pra sempre

A vida é sim feita de ciclos de subida e queda, de prazer, felicidade e alegria. Ciclos de instabilidade e mudanças, de negócios e na política, hoje este partido está acima e amanhã pode ir à lona. 

Ciclo de prosperidade. E, é importante estar ligado para entender os sinais e identificar o momento da virada.

O Criciúma, nosso time, viveu momentos de auge e queda, destaque internacional

Hoje o Criciúma está na transição, caiu, está subindo e  está de novo a caminho do sucesso. Vai voltar para o lugar de destaque, vai voltar para o seu destaque.

Ouça o áudio completo na íntegra: 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/10/2021 - 06:18Atualizado em 14/10/2021 - 08:11

Primeiro, mataram a Lava Jato. Depois, tomaram a Polícia Federal. Agora, querem amarrar o Ministério Público.

Isso não interessa ao cidadão comum pagador de impostos, que espera um enfrentamento real à corrupção e à crimnalidade, independente de quem sejam os alvos.

Hoje, a Câmara dos Deputados levaria à voto a PEC (proposta de emenda à Constituição) que altera a composição do Conselho Nacional do Ministério Público.

Votação foi adiada para o dia 3 de novembro. Mas, está no forno!

A proposta traz alterações importantes nas regras do Ministério Público, que comprometem a autonomia e a independência de Procuradores e Promotores de Justiça, aumentando a participação política do Conselho, permitindo a interferência direta nos trabalhos.

A proposta não foi discutida nem com os envolvidos diretamente, promotores e procuradores. Está restrita apenas no ambiente político.

É preciso que o cidadão se manifeste, que as representações comunitárias façam coro, e que os deputados da "base" sejam cobrados a se posicionar contra a proposta que pretende amarrar, e amordaçar, o Ministério Público, que, via de regra, vem cumprindo  papel preponderante no enfrentamento ao ilícito e aos desvios, inclusive na gestão pública. Doa a quem doer.

 

 
 
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 13/10/2021 - 19:10Atualizado em 13/10/2021 - 19:15

A Justiça Federal havia decidido pelo afastamento do prefeito de Urussanga Gustavo Cancellier (PP), por 60 dias ou até o fim do inquérito. A defesa peticionou que fosse cumprido e que o prefeito voltasse, mas o Ministério Público embargou, se posicionou pela manutenção do afastamento.

Diante da indefinição do Tribunal, os advogados devem encaminhar para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) o retorno do prefeito. Os indicativos não são positivos, por isso, a tendência, e isso deve ser confirmado amanhã, os advogados devem, subir para Brasília, tentar no STJ. Enquanto isso, ele continua afastado.

O governador Carlos Moisés da Silva teve reunião com o Republicanos em Brasília sobre a possibilidade de se filiar e ser candidato à reeleição. Mas a conversa foi quadrada, não foi boa e o assunto irá à direção nacional. Carlos Moisés não teve as garantias que gostaria, o resultado que ele queria.

Conversou também com o Podemos. A direção em Brasília sinalizou positivamente, mas em Santa Catarina, não. Teve duas portas que bateu, duas portas que não se abriram.
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 13/10/2021 - 07:17Atualizado em 13/10/2021 - 07:17

Nós temos o foco permanente em desejar as melhores condições para o nosso ambiente, crescimento da cidade, região, estado. 

É por isso que brigamos pela infraestrutura, fomentar negócios. E, para fazer o caminho do desenvolvimento é preciso estimular novas tecnologias, estar aberto aos novo!

Precisa-se entender que existe caminho lá fora, no exterior, e que às vezes para adquirir o melhor produto depende de uma janela aberta.

O mundo está cada vez mais globalizado e o melhor insumo do seu negócio pode estar lá fora. Os negócios vão além das fronteiras e é por isso que o Programa Adelor Lessa desta quarta-feira, 13, será apresentado diretamente da IDB do Brasil Trading.

A empresa do sul catarinense, localizada em Criciúma, comemora hoje, os seus 15 anos de atuação no mercado de importação.

Ouça o áudio completo abaixo: 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 12/10/2021 - 07:22Atualizado em 12/10/2021 - 07:42

Informação foi dada em primeira mão ontem cedo na rádio Som Maior. Governador Carlos Moisés terá reunião amanhã, em Brasília, com o presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira, e o deputado estadual Sergio Motta, presidente estadual do partido.

Pauta única da reunião: a possibilidade de filiação do Governador no Republicanos.

O deputado Motta confirmou à Som Maior a viagem para Brasília e acrescentou: "até o fim de semana poderemos ter fatos novos".

Moisés vem tratando com Republicanos faz meses. A reunião com o presidente nacional é para definir últimos ajustes.

O governador é candidato à reeleição e a opção de filiar no Republicanos é por se tratar de um partido ainda pequeno no estado, o que deve ser um facilitador para manter a base de apoio na Assembléia Legislativa.

Além disso, também conta o fato de o partido ter um viés evangélico, que agrada Moisés.

Em princípio, a reunião de amanhã seria para "bater martelo".

Mas, ontem cedo, na rádio Som Maior, no quadro Plenário, tratei do assunto com o jornalista Upiara Boschi, que acrescentou uma informação nova.

Moisés pode esticar o prazo para decidir sobre a filiação por causa da possibilidade de o Presidente Bolsonaro se filiar no PP.

A informação ganhou força nos últimos dias, nos bastidores é tratado com praticamente definido, e isso colocaria o senador Esperidião Amin no páreo como candidato forte a governador, pela vinculação direta com o Presidente.

Neste caso, pelo que apurou Upiara, Moisés pode voltar tratar da sua filiação no MDB, para fazer o contraponto à Esperidião, que seria aditivado por Bolsonaro e com partido capilarizado por todo o estado.

 A conferir se ainda tem condições de "pausar" o processo com o Republicanos que está programado para o arremate final na reunião de amanhã.

 

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 11/10/2021 - 19:07Atualizado em 11/10/2021 - 19:19

Está confirmado o apoio do empresário Henrique Salvaro ao ex-prefeito de Criciúma Márcio Búrigo na candidatura a deputado estadual.

Henrique é do PSDB. Márcio, do PL. Henrique é um nome respeitado no PSDB. É tio do Clésio, prefeito de Criciúma e principal liderança do PSDB.

Clésio entrou na política meio que pelas mãos de Henrique. O Clésio acolheu Cleiton no PSDB, que por sua vez, se soubesse que não teria espaço no partido, poderia encaminhar candidatura por outro partido, mas foi acolhido no PSDB.

Só que no andar da carruagem,  o Clésio sinalizou que quem define candidatos é o partido e ficou definido que serão três nomes para deputado estadual e o Cleiton se afastou do processo e retirou a sua candidatura. 

Dias depois de o Cleiton sair do páreo, o Henrique declara apoio ao Márcio e o Cleiton fala abertamente que está com o Márcio e o próprio Márcio fala que Cleiton será o seu coordenador de campanha.

Será que os Salvaros estão se distanciando ou pode ser um acordo entre eles? Estranho é que estejam em palanques diferentes. Em lados opostos. Se isso é o início de um distanciamento, o tempo vai dizer.
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 11/10/2021 - 15:41Atualizado em 11/10/2021 - 15:42

No outubro de 2022, um ano adiante, estaremos na “entressafra”. Entre primeiro e segundo turno da eleição.
Deputados estaduais e federais e senadores, já estarão eleitos. Presidente e Governador pode haver segundo turno, ou não.

A eleição de 2022 terá em diferencial em relação a de 2020. Sem pandemia. Com possibilidade de campanha nas ruas nos padrões normais, com mobilização e aglomero.

Terá um diferencial em relação a de 2018. Não será uma eleição de “onda”. Ou de “um número”.

Presidente Bolsonaro e Governador Moisés, eleitos juntos em 2018, hoje separados, vão para as disputas em busca de aprovação dos seus governos.
Para os dois, não bastará apenas o discurso, a tese, a bandeira, ou a definição de inimigos.
Eles serão avaliados, e julgados, pelo que fizeram nos seus mandatos. Se fizeram o país e o estado melhores do que antes.

A economia será o principal fator motivador da eleição.
Se a economia estiver bem, vira “cabo eleitoral” do Presidente, em especial, mas também ajuda o Governador.

Mas, a economia, se não estiver bem, apresentando bons indicadores, com juros sob controle e inflação no pé, vai virar cabo eleitoral da oposição.

Bolsonaro só precisa definir um partido para disputar a reeleição. Mas, é candidatíssimo.

Moisés precisa definir um partido e um arco de alianças que lhe ofereça apoio para a campanha, e respaldo político para concluir bem o mandato.

No país, o jogo já está polarizado entre Lula e Bolsonaro, direita conservadora e esquerda mais contundente.
Mas, os dois fazem movimentos ao centro. Querem atrair partidos e políticos que não são “das pontas”.

Quem não quer a volta do Lula, nem a continuidade de Bolsonaro, sonha com a “terceira via”. Mas, a cada dia fica mais difícil.
Luciano Huck foi e voltou. Preferiu o lugar do Faustão na Globo.
Luiza Trajano, do Magalu, foi procurada, assediada, tentada, mas não pegou.
Sérgio Moro, tem contra si o ódio de bolsonaristas e lulistas, e sai com rejeição lá em cima.
Mandeta e Amoedo não levantaram voo.
Ciro, não se firma como terceira via. Disputa o espaço da esquerda, que é de Lula.
Tem João Dória e Eduardo Leite. São os que tem maior possibilidade. Embora seja “minúscula”.

Dória e Leite vão disputar as prévias no PSDB.
Leite parece estar com discurso mais parecido com o que é necessário para firmar uma terceira via.
Mas, é de um estado pequeno, no fim do país, não tem entrada na Fiesp, no grande empresariado e no norte/nordeste.

Como já estamos em outubro, quebrar a polarização entre as pontas, se mostra cada vez mais improvável.

No estado, o quadro é bem diferente.
Moisés não passa de 15% em nenhuma pesquisa. Muito pouco para quem está governando, com a "máquina" na mão e exposição intensa com o seu “show do milhão” (distribuição de recursos por toda Santa Catarina).

Raimundo Colombo é o adversário mais declarado e contundente de Moisés. Bate forte no discurso.

Jorginho Mello também é oposição, mas tem postura de “uma no cravo, outra na ferradura”.
Provavelmente já pensando em segundo turno.

Esperidião Amin dá todos os sinais que só espera a definição de Bolsonaro. Se o Presidente filiar no PP, ele colocará o pé na estrada em campanha para governador no mesmo dia.
Se Bolsonaro escolher outro partido, Amin deve levar o PP para apoiar Colombo ou Jorginho, ou estimular um outro candidato do partido a governador. Talvez, Jorge Boeira, ex-deputado da região.

A mostrar que, mesmo com muita água a passar por debaixo da ponte, o quadro para a eleição nacional se mostra mais previsível.
Para o estado, está confuso ainda.

O sul do estado, que no começo das conversas tinha Clésio Salvaro no páreo, um candidato em condições de fazer “capote" na região, hoje só tem Boeira como possibilidade de chapa majoritária (governador ou vice).

Clésio tem dados todos os sinais que prefere completar o mandato de prefeito. Tem dito aos aliados que vai trabalhar para eleger o sucessor em 2024 e depois correr o estado como candidato a governador, se projetando para 2026.
É uma aposta. Sem nenhuma garantia de sucesso.

Hoje, o “cavalo está encilhado", passando na sua frente, e de forma insistente pedindo para ele montar.

Mas, não tem nenhuma garantia que daqui quatro anos o cavalo continuará ali, encilhado, esperando por ele.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 11/10/2021 - 07:17Atualizado em 11/10/2021 - 07:18

Uma homenagem ao professor e contador Carlos Borba, me levou ao Centro Cultural Jorge Zanatta no último sábado, 9. Ele fez por merecer, foi uma das principais figuras ativistas da época.

Era um craque na escrita, sendo colunista e poeta. Donatila Borba, nome da Biblioteca Municipal de Criciúma, é sua mãe. 

Carlos faleceu em março de 2013 e foi homenageado com o descerramento de uma placa com o nome dele, uma iniciativa do vereador Arleu da Silveira, com a sanção de Clésio Salvaro. 

O local foi ideal para essa homenagem. Estavam presentes várias autoridades no ato, inclusive muitos familiares de Borba. 

Aproveitei o momento para ver como está o Centro Cultural. Há uns anos atrás, haviam várias manifestações que alegam o abandono do lugar, que algumas partes da estrutura já tinham até mesmo caído.

E, neste final de semana, eu vi o Centro reformado, revitalizado e do jeito que ele era antes de passar pelo abandono. 

Ouça o áudio completo na íntegra: 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 10/10/2021 - 19:39Atualizado em 11/10/2021 - 06:54

O empesário Henrique Salvaro produz o principal fato político do início da semana em Criciúma.

Ele recebeu no fim de semana o ex-prefeito Márcio Burigo, PL, e sinalizou apoio para sua candiatura a deputado estadual.

Márcio informou que deve convidar o ex-deputado Cleiton Salvaro, sobrinho de Henrique, para ser coordenador de sua campanha.

Henrique queria Cleiton como candidato a deputado pelo PSDB e pediu apoio do outro sobrinho, prefeito Cleiton Salvaro, PSDB.

O prefeito Salvaro deixou a decisão sobre candidato do PSDB a deputado para os dirigentes do PSDB.

Na semana passada, Cleiton anunciou retirada da pré-candidatura.

 

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 08/10/2021 - 18:58Atualizado em 08/10/2021 - 19:05

Mais de 300 pessoas estiveram no evento regional do PL. Além da confirmação da pré-candidatura do Márcio Búrigo, tivemos da Julia Zanatta e do Caio Torkaski.

Destaque foi a presença da Dalvania Cardoso, prefeita de Içara e que é do PP, mas que foi secretária do Márcio na prefeitura de Criciúma.

Ato de reconhecimento e lealdade com quem foi leal com ela.

O Dóia Guglielmi e o Acélio Casagrande disputam quem será candidato do PSDB a deputado estadual. Provavelmente vão sentar e conversar, chegar em um entendimento ou ir para o voto. 

Neste momento, o Acélio está mais na mídia pelo enfrentamento à pandemia. O Dóia, depois de não ter sido reeleito, não está tão em evidência, mas pode estar articulando nos bastidores. Até quarta-feira da semana que vem, o assunto estará resolvido. Na tese três candidatos na bacia do carvão para um partido que não conseguiu eleger nenhum na eleição passada tendo só um candidato pode ser muito, mas é provável que os líderes do partido fizeram a análise.

Praia Grande é um case. Entre casas para alojar pessoas, quartos e pousadas, são mais de 300. Tem ainda balonismo, cavalgadas, canyons. Hoje é possível ficar em Praia Grande uma semana aproveitando estes atrativos. A cidade vive uma revolução. 
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 08/10/2021 - 07:28Atualizado em 08/10/2021 - 07:28

Praia Grande é uma cidade do Extremo Sul Catarinense praticamente na divisa com o Rio Grande do Sul, pouco mais de 100 km de Criciúma ao Sul e quase 300 km distante de Florianópolis.

A cidade é a Capadócia brasileira, pois é conhecida pelos seus voos de balões. Desde as 6h sobem os balões e passeiam pelos Canyons deslumbrantes. 

Por tudo isso, aos 63 anos, Praia Grande vive seu melhor momento e tem sua melhor perspectiva de explodir na economia com geração de milhares de empregadas: pelo turismo e pelos Canyons.

Ouça o áudio completo na íntegra: 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 08/10/2021 - 05:50Atualizado em 08/10/2021 - 06:38

O destaque no encontro regional do PL, realizado ontem à noite, em Criciúma, foi a prefeita de Içara, Dalvânia Cardoso, PP.

Ela participou, fez discurso e anunciou apoio à candidatura do empresário Márcio Búrigo, PL, a deputado estadual.

Dalvânia foi secretária da prefeitura de Criciúma quando Márcio foi prefeito. Os dois eram filiados ao PP.

O encontro do PL reuniu mais de 300 pessoas, realizado na Associação Imbralit.

O senador Jorginho Mello, presidente estadual do partido e candidato a governador, foi o mais festejado. O ambiente era de "pré-campanha".

Foram apresentados e anunciados como candidatos a deputado federal o vice-prefeito de Tubarão, Caio Tocarski, a candidata a prefeita de Criciúma em 2020, Julia Zanatta, e o empresário de Joinvile Ari Rabioli, presidente da Fetrancesc (federação das transportadoras).

Participaram prefeitos, vice-prefeitos e vereadores da região.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 07/10/2021 - 20:00Atualizado em 08/10/2021 - 05:50

Os dirigentes do PSDB da região definiram ontem à noite dois candidatos a deputado estadual: Giovana Galato, ex-vereadora de Cocal do Sul, representando o movimento das mulheres, e Aroldinho Frigo, vereador de Nova Veneza, pela juventude do partido. Em uma semana será definido o terceiro candidato.

Foi dado prazo de sete dias para Acelio Casagrande, secretário de saúde de Criciúma, e Dóia Guglielmi, ex-deputado, tentam um entendimento.

Se não tiver acordo, os dirigentes do partido na região vão definir ono voto entre os dois quem será o terceiro candidato do PSDB a deputado estdaual na região.

Os dirigentes do PSDB da região já haviam aprovado que serão três candidatos a deputado estadual.

Ontem pela manhã, o vereador Arleu da Silveira, presidente da Câmara de Criciúma, comunicou sua desistência. Ele repetiu que só aceitaria se fosse candidato unico a deputado.

O ex-deputado Cleiton Salvaro desistiu na semana passada.

No fim da noite, a direção do PSDB distribuiu nota oficial sobre os encaminhamentos definidos. Abaixo, na íntegra:

As pré-candidaturas a deputado estadual em 2022 do PSDB da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) foram discutidas na noite desta quinta-feira (7), em reunião realizada em Criciúma. No encontro coordenado pelo presidente da Comissão Pró-Eleição e do PSDB de Criciúma, Vagner Espíndola Rodrigues, o PSDB da região carbonífera definiu que contará com três pré-candidatos a deputado estadual em 2022, sendo duas candidaturas masculinas e uma feminina.

➡️ Entre as mulheres, a representante do PSDB da Amrec será a ex-vereadora de Cocal do Sul, Giovana Galato.

➡️ Entre os homens, o partido possui três interessados em concorrer ao cargo de deputado estadual em 2022, sendo eles: o ex-deputado estadual Dóia Guglielmi, o secretário municipal de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande, e o vereador de Nova Veneza, Aroldo Frigo Junior.

Na tarde desta quinta-feira, o presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Arleu da Silveira, informou à Comissão Pró-Eleição a retirada de seu nome da lista de pré-candidatos a deputado estadual.

➡️ Em consenso entre os pré-candidatos, a Comissão Pró-Eleição decidiu confirmar a pré-candidatura do vereador neoveneziano Aroldo Frigo Junior, que representará a juventude do PSDB da Amrec.

➡️ A Comissão Pró-Eleição estabeleceu, ainda, que o último pré-candidato será definido em consenso entre Dóia Guglielmi e Acélio Casagrande. Os dois interessados em disputar as eleições pretendem conversar e visitar municípios da Amrec nos próximos dias a fim de buscar e apresentar um cronograma de definição à Comissão Pró-Eleição.

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 07/10/2021 - 19:15Atualizado em 07/10/2021 - 19:15

O PSDB tem reunião daqui a pouco quando vai definir os candidatos a deputado estadual.

Mais um desistiu. O presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Arleu da Silveira conversou com o prefeito Clésio Salvaro e comunicou o presidente do PSDB, Waguinho Espíndola.

Como o diretório mantém três candidatos, ele está fora, porque entende que deve ser uma candidatura só.

Das candidaturas, uma é mulher. Está definida a Giovana Galatto. O Aroldo Frigo, de Nova Veneza, é candidato fora de Criciúma. A candidatura dele é fato consumado.

O que acontece é que Acélio Casagrande e o Dóia devem confirmar as suas candidaturas e devem definir no voto. 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 07/10/2021 - 07:27Atualizado em 07/10/2021 - 07:27

Mais da metade dos municípios brasileiros não registraram mortes por Covid-19 no mês de setembro. Trata-se do maior índice desde maio de 2020, ou seja, o melhor resultado, o percentual exato é de 58%. 

Em setembro, foram 3.274 sem notificações de mortes pelo vírus, um aumento de 31,8% em relação aos 2.484 óbitos de agosto. A queda na morte diária atingiu 43% dos territórios do país quando comparado ao mês anterior.

Os números estão sinalizando que o pior momento da pandemia efetivamente já passou. No momento a maior ameaça é a Variante Delta. Se ela não gerar um novo aumento de casos, significa que estamos no caminho para vencer a pandemia.

Tudo isso está relacionado à vacinação. Do avanço da campanha no Brasil, que precisa continuar. Enfim: vitória da vacina!

É uma confirmação de que todos aqueles que defendiam a vacina estavam certos. Não tem isso de “respeitar minha liberdade, cada um faz o que quer”, até porque não se trata de uma questão individual.

 

Ouça o áudio completo na íntegra:

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 06/10/2021 - 19:03Atualizado em 06/10/2021 - 19:11

O PL fará encontro regional em Criciúma amanhã e o senador Jorginho Mello, pré-candidato a governador, estará presente. A intenção é dar uma movimentada na militância e também serão lançados candidatos.

Nomes como Caio Tokarski, vice-prefeito de Tubarão, Julia Zanatta e Márcio Búrigo devm ser confirmados. São candidatos postos e que terão o lançamento formal, mas pode ser que outras candidaturas sejam lançadas amanhã. 

O PSDB, do prefeito Clésio Salvaro, definirá amanhã os candidatos a deputado. Devem ser aprovados três nomes a deputado estadual, a Giovana Galatto, e a tendência de aprovação do Aroldo Frigo e do Acélio Casagrande.

O ex-deputado Dóia não deverá manter a sua candidatura e o Cleiton Salvaro já se retirou do processo. Deve ser confirmado o nome de Geovania de Sá como candidata à reeleição à deputada federal. 

Boa notícia a emenda do deputado federal Ricardo Guidi que foi ajustada, e entrou na Medida Provisória (MP).  A conversa que tive com o ex-deputado Ronaldo Benedet foi esclarecedora e é provável que a MP seja aprovada até a semana que vem.

A má notícia é que nada ainda da Serra da Rocinha. A obra está parada. O Governo do Estado destinou R$ 15 milhões, mas não pode mexer na obra, precisa o Governo Federal destinar a sua parte, mas até agora ninguém fez contato com a empresa. Já estamos em outubro, e a obra está parada desde abril.
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 06/10/2021 - 14:46Atualizado em 06/10/2021 - 14:47

Mesmo antes de assumir o executivo municipal de Turvo, Sandro Cirimbelli e Osvaldo Fávaro, e mesmo antes de assumir uma cadeira no poder legislativo turvense, Rogério Dagostin, foram vítimas de uma ação de impugnação de mandato eletivo proposta por Adriana Severino de Melo. Em sentença publicada no Diário da Justiça Eleitoral, os três foram absolvidos em sentença proferida pelo juiz da 42ª Zona Eleitoral. 

A ação foi protocolada no dia 30 de dezembro de 2020 e após ouvidas sete testemunhas, o juiz da 42ª Zona Eleitoral, analisou em sentença “que não há provas que bastem para instrumentalizar a existência de atos tendentes à prática de abuso do poder econômico”.  

Também descreveu que: “Assim dito, mero achismo ou conjeturas frágeis não podem subjugar a vontade popular, exercida pelo voto, sem que haja motivos críveis para tanto”.  

Para Sandro, Osvaldo e Rogério, é muito triste ficar respondendo processo antes mesmo de iniciar o mandato. Segundo eles, eleição se ganha com propostas e nas urnas e não no ‘tapetão’. “O povo turvense apostou na mudança e algumas pessoas, como a autora da ação, não quiseram entender o recado dos eleitores”. Portanto, segue o trabalho em prol do desenvolvimento do município e a qualidade de vida da população.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 06/10/2021 - 07:16Atualizado em 06/10/2021 - 07:16

A história de Criciúma possui capítulos que devem ser dedicados ao comércio, a primeira motivação para fazer a cidade sede da região e referência no Sul do estado. 

O Nomes & Marcas é um programa que se dedica a isso. E nesta terça-feira, 6, o Programa Adelor Lessa será com o Osmar Rocha, um homem importante que tem seus negócios na cidade.

Durante sua trajetória, caminhava nas ruas pisando na pirita, mas sempre de terno branco e ligado à moda, ao costume de se vestir bem. 

Hoje, a sua empresa Homem & Cia completa 30 anos, ou seja, três destacadas. Essa data tem que ser destacada, pois faz parte do retocar depois da pandemia. É um negócio que está na história da cidade. 

Ouça o áudio completo na íntegra:

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 05/10/2021 - 19:12Atualizado em 05/10/2021 - 19:12

Poderemos ter novidades sobre o carvão nesta semana. O ex-deputado federal Ronaldo Benedet está cumprindo um papel importante nesta questão do carvão e do Complexo Jorge Lacerda.

O assunto estava praticamente resolvido. A Medida Provisória estava pronta e nela estavam elencadas situações que resolveriam o funcionamento da Jorge Lacerda, como a prorrogação da CDE por mais dez anos, o que o Governo não recebeu bem. Teria compensação de outra forma. Tentaram colocar o gás nesta MP, mas o governo reagiu e o que vi hoje é que isso deve ser resolvido nesta semana. 

É possível que até o fim da semana essa MP esteja fechada e resolvido o assunto do carvão. 

São fortes os indícios para uma solução para esta pendenga que começou com o Jorge Lacerda que colocou em risco a continuidade da cadeia produtiva do carvão.

A deputada federal Geovânia de Sá vem sofrendo uma campanha dentro da sua igreja, Assembleia de Deus em algum momento de baixo nível. Um vídeo de alguém que se diz pastor falando que ela apoia um homem indigno a presidente da República.

A Giovana conhece bem a igreja, os seus princípios, mas ela tem uma postura como deputada elogiável, atende a todos os segmentos da sociedade. É muito competente. 

Tem algumas questões que alimentam esta campanha contra ela.

Hoje recebeu apoio da frente parlamentar evangélica formada por deputados e senadores. Eles emitiram nota oficial enviada às igrejas Assembleia de Deus de Santa Catarina se dizendo surpresos pela igreja retirar o apoio a ela e que ela tem uma conduta pessoal que nada desabona, e pedem que a igreja reavalie a sua posição.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13