Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Por Adelor Lessa 22/02/2022 - 15:26 Atualizado em 22/02/2022 - 16:22

No auditório do Colégio Marista, Criciúma, durante a entrega da ordem de serviço para obras de macrodrenagem, o governador Carlos Moisés afirmou:

"A revisão de contratos (feita no seu mandato) significa o fim da roubalheira, o fim do desvio do dinheiro público. (...) A prioridade não era gestão, era desvio de recursos públicos".

Mas, de quem ou de que tempo o Governador estava falando?

Dos mandatos passados?

Os últimos quatro mandatos foram do MDB, PSD e PSDB.

Os três partidos estão hoje na sua base de apoio político na Assembléia, e no seu Governo.

Antes deles, foi Governo do PP, que também está na sua base.

A grande maioria dos aliados políticos e auxiliares graduados são destes partidos e participaram dos governos passados.

O governador que o antecedeu, e que passou a "chave" do Palácio, por exemplo, foi Eduardo Moreira, que estava ao seu lado na cerimônia, e que recebeu elogio público do próprio Moisés. 

O seu secretário da fazenda, Paulo Eli, foi secretário do governo anterior.

O secretário de educação, deputado Luiz Fernando Vampiro, foi secretário de infraestrutura no governo anterior.

O Governador fez tal declaracão quando perguntado sobre a demora na pavimentação do acesso à Penitenciária Regional Sul, negociada com a comunidade e não entregue faz 10 anos.

O secretário adjunto de justiça da época, que conduziu o entendimento com a comunidade, foi Leandro Lima, hoje secretário de administração penal do estado.

E a secretária de justiça da época era Ada de Luca, deputada aliada, que estava ao seu lado na cerimônia.

Os governadores antes de Moisés foram Luiz Henrique da Silveira, MDB (duas vezes), Ramundo Colombo, PSD (duas vezes), Leonel Pavan, PSDB (por 10 meses) e Eduardo Moreira, MDB (duas vezes, por 10 meses cada).

Antes deles, o governador do estado foi Esperidião Amin, PP.  

De quem, ou de qual tempo, Moisés estava falando?

Por fim, Moisés está em campanha aberta à reeleição e quer apoio de todos os partidos que estão no seu governo e que participaram de mandatos passados.

De acordo com ele, "nos tempos da roubalheria e do devsio do dinheiro público".

Soa pelo menos estranho!

Abaixo, trecho da declaração do Governador Moisés em Criciúma, onde faz a declaração citada acima:

 

Por Adelor Lessa 22/02/2022 - 07:36 Atualizado em 22/02/2022 - 07:39

Ainda sobre o furto de alumínio, fio de cobre a assimilados: na região de Criciúma, isso só aumenta. Eu recebi uma foto essa noite, de um fato que aconteceu no Jardim Maristela.

Os moradores precisaram tapar o bucarco feito no portão para que a sua casa fosse reservada, devido ao acesso que ficou. 

Só que não adianta apenas nos revoltarmos, precisamos de atitudes. Em Joinville, por exemplo, a Polícia realiza uma operação com foco em identificar, localizar e recuperar o material roubado.  

Ouça o áudio completo abaixo: 
 

Por Adelor Lessa 21/02/2022 - 11:04 Atualizado em 21/02/2022 - 11:27

Pelo jeito, o tiroteio no MDB de Santa Catarina ainda vai longe. 

O prefeito Antídio Luneli, proclamado vencedor da prévia (mesmo que por WO), disse hoje na Som Maior que o senador Dário Berger não tem voto nas bases do MDB, e que está de saída do partido.

"O problema é que o Dário não tem voto nas bases, e as bases do partido querem renovação, querem o meu nome. Aí, ele fica numa postura mesquinha, feia. É preciso saber perder também. Ele e Paulo Afonso (ex-governador) que coloquem os seus nomes a disposição. Não fazem isso, porque sabem que não tem votos", disparou.

Sobre a reunião projetada para amanhã, de deputados, membros do diretório estadual e ex-governadores, com intenção anunciada de redirecionar os encaminhamentos do partido, especialmente em relação à candidatura ao governo, o prefeito definiu os articuladores como "agitadores de plantão", e arrematou: "eles não vão conseguir mudar nada, já está definido, eu sou o candidato". 

Sobrou até para o governador Moisés, ainda "esperado" no MDB:

"O governador precisa decidir o que vai fazer e quem ele quer como aliados, mas decisão não é o forte do Governador".

Governador em Criciúma

Governador Carlos Moisés, ainda sem partido, estará em Criciúma hoje, 17h45, para assinatura e entrega da ordem de serviço para as obras de macrodrenagem no bairro Pio Correia e do canal auxiliar etapa 3.

O governador também fará transferências especiais de recursos para o município.

O ato vai acontecer no auditório do colegio Marista, bairro Pio Correia.

As obras de macrodrenagem e do canal auxiliar etapa 2 são importantes/fundamentais para destinação de águas e evitar inundações.

Os governos do prefeito Salvaro tem feito expressivos investimentos para obras do tipo, que resolvem problemas de inundação.

Não faz muito tempo (mais ou menos uma década), eram frequentes as inundações importantes (de vulto) em áreas de Criciúma, especialmente no Pio Correia e centro da cidade. Quase tudo foi resolvido, restando ainda esta parte do Pio Correia. 

Por Adelor Lessa 21/02/2022 - 07:39 Atualizado em 21/02/2022 - 07:40

Florianópolis é a capital de Santa Catarina e tem mais de 100 praias limpas. Não tem copo plástico no chão, garrafa ou bitucas de cigarro. Ao mesmo tempo na nossa região, tem todo tipo de sujeira

Ainda é necessário que as pessoas tenham que sair voluntariamente catando os lixos e é claro que elas não se conformam. Até quando vai ser assim por aqui?

Ouça o Editorial completo abaixo: 

Por Adelor Lessa 18/02/2022 - 07:41 Atualizado em 18/02/2022 - 07:45

Na última segunda-feira, 14, houve um caso na região em que o marido invadiu o apartamento da ex-esposa e agrediu ela. 

A Polícia foi chamada e para garantir pediu que ela providenciasse uma medida protetiva. Ela foi atrás no dia seguinte, mas até agora, não conseguiu!

Enquanto isso, a porta está lá, escorada e a vítima dormindo fora de casa. E aí? Tem que esperar uma nova agressão para ter uma ação?

Ouça o Editorial completo abaixo: 

Por Adelor Lessa 17/02/2022 - 11:13 Atualizado em 17/02/2022 - 11:40

Uma reunião na terça-feira, em Florianópolis, deve definir encaminhamentos para reavaliar decisões no MDB catarinense sobre candidatura ao Governo.

Senador Dário Berger, que desistiu ontem da candidatura para disputa na prévia do MDB, e abriu caminho para aclamação de Antidio Luneli, anunciou hoje na rádio Som Maior que há um movimento no ambiente do partido com envolvimento de ex-governadores, deputados e membros do diretório estadual.

A executiva do partido deve ser convocada e já está sendo especulada até a possibilidade de destituição do presidente estadual, deputado Celso Maldaner.

Dário ainda mantêm a esperança de ser o candidato a governador pelo MDB, com apoio de partidos da Frente de esquerda.

Se não for o candidato do MDB, vai para o PSB.

Antídio Luneli, prefeito de Jaraguá do Sul, distribuiu carta hoje aos filiados já falando como candidato do partido ao Governo, agradecendo Berger e Cobalchini que desistiram em nome da unidade, e reafirmando propostas para a campanha.

Fica muito evidente que se o MDB fizer um "cavalo de pau", ignorar a prévia e fechar com outro candidato a Governador, seja Dário ou Moisés, vai perder Antidio.

Se confirmar Antidio, vai perder Dário e não terá o Governador Moisés.

Se decidir se alinhar com a candidatura à reeleição do Governador Moisés, deve perder Antidio e Dário.

Em resumo: pelo quadro de hoje, e pela forma como o processo foi encaminhado, o MDB vai contabilizar perdas, indepndente de quem venha a ser o candidato a governador.

As decisões deverão ser tomadas até o final de março porque o Governador Moisés tem até 2 de abril para se filiar (no MDB ou em outro partido), e Dário tem o mesmo prazo limite para trocar de partido (se for o caso). 

 

 

 

  

 

Por Adelor Lessa 17/02/2022 - 07:43 Atualizado em 17/02/2022 - 07:44

O Mundial Rincão de Beach Tennis Unimed é notícia para o Brasil e para o mundo. Está acontecendo aqui, projetando Balneário Rincão e o Sul catarinense. 

O campeonato apareceu na manhã desta quinta-feira, 17, no programa Hora 1 da Globo e isso é só uma pequena mostra do que vem por aí. 

Ouça o áudio completo abaixo: 

Por Adelor Lessa 16/02/2022 - 20:54 Atualizado em 16/02/2022 - 21:08

O prefeito de Jaraguá do Sul, Antidio Lunelli, foi confirmado, pela Comissão Eleitoral das prévias do MDB, como pré-candidato emedebista para disputar as eleições de 2022 ao governo de Santa Catarina. 

Reunida na noite desta quarta-feira, 16, a Comissão Eleitoral responsável pela organização das prévias, acatou o pedido do senador Dário Berger, para que o seu nome fosse retirado da disputa. Seguindo a Resolução 001/2022, no artigo 5, parágrafo 7, havendo apenas um candidato inscrito não haverá eleição prévia e o mesmo será automaticamente proclamado como pré-candidato a governador do MDB nas eleições estaduais de outubro, não havendo necessidade de realizar votação. 

Com as desistências do deputado estadual, Valdir Cobalchini, e do senador Dário Berger, em favor da unidade emedebista, a Comissão Eleitoral divulgou nova resolução, em conjunto com o Presidente do Diretório Estadual, deputado federal Celso Maldaner, proclamando o resultado e oficializando desta forma a conclusão das prévias. 

Pela nova resolução: “Fica homologado o resultado das Prévias deflagradas pela Resolução n. 001/2022 e, por consequência, proclama-se como vencedor o candidato Antídio Aleixo Lunelli, que, a partir da publicação deste ato, passa a ocupar oficialmente a posição de pré-candidato a governador do MDB nas eleições estaduais deste ano de 2022”.

Por Adelor Lessa 16/02/2022 - 14:07 Atualizado em 16/02/2022 - 14:59

Deu o previsto. O senador Dário Berger também oficializou desistência de sua candidatura à previa do MDB.

Carta foi encaminhada agora à tarde.

Na carta, de poucas linhas, ele comunica que atende apelo da bancada de deputados estaduais, de ex-governadores e lideranças do partido.

Na sequência, escreve que continua com o firme propósito de ser candidato a governador e registra seu apreço pelo MDB.

Com a desitência de Dário, resta apenas a candidatura do prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Luneli, que será aclamado pela direção do partido.

Ontem, o deputado Valdir Cobalchini já havia desistido.

Abaixo, a carta encaminhada pelo senador Dário à direção do MDB.

 

Por Adelor Lessa 16/02/2022 - 07:41 Atualizado em 16/02/2022 - 09:54

Dois vereadores que hoje estão no União Brasil, pela fusão do DEM com o PSL, estão a caminho do PP. Julio Kaminski e Manoel Rouseng.

Julio foi eleito pelo PSL e Maneca pelo DEM.

A direção municipal do PP tratou do assunto na segunda-feira à noite e aprovou as adesões.

Kaminski, inclusive, teve aprovada a sua candidatutra a deputado estadual.

Agora, só depende dos movimentos dos dois vereadores.

Havia dúvida se eles poderiam trocar já ou aguardar a "janela de transferência" prevista em lei, no dia 2 de abril, para não correr o risco de enquadrameto na "infidelidade partidária".

O PP e os vereadores buscaram pareceres jurídicos e o entendimento predominante é que no caso deles a janela se abriu antecipadamente com a fusão do DEM com o PSL e criação de um novo partido. 

Sendo assim, a migração deve acontecer nos próximos dias.

Pela fusão, o União Brasil "nasceu" em Criciúma com três vereadores, Manoel Roseng, eleito pelo DEM, e Julio Kamisnki e Daniel Antunes, pelo PSL, mas deve ficar apenas com Daniel.

 

 

 

 

Por Adelor Lessa 16/02/2022 - 07:40 Atualizado em 16/02/2022 - 07:40

Ainda sobre essa onda de furto dos portões: recebi na terça-feira, 15, um texto do Tenente-coronel, Sandi Sartor.

O patente militar merece todo o respeito, é um técnico qualificado e fica evidente nas suas palavras que apesar de todo seu empenho,o problema continua!

A legislação é sim falha e parece atrapalhar nas punições, mas não dá pra esperar uma mudança nisso para tomar uma decisão. 

Ouça o Editorial abaixo:

Por Adelor Lessa 15/02/2022 - 19:47 Atualizado em 15/02/2022 - 19:56

O senador Dário Berger acaba de informar que ainda não tem decisão tomada sobre a possibilidade de desistir da prévia do MDB, marcada para sábado, dia 19, convocada para deve definir o candidato a governador.

"Estou consultado alguns companheiro e avaliando a situação", informou ao blog.

Ele deve decidir até quinta-feira. 

"Situação está muito complexa", acrescentou.

O senador participou de reunião hoje com a bancada de deputados estaduais do partido, mais os ex-governadores Eduardo Moreira e Paulo Afonso.

Logo depois da reunião, o deputado Valdir Cobalchini protocolou desistência da sua candidatura na prévia.

Disse que tomou a decisão para praticar o gesto em busca da unidade partidária.

A informação dada por participantes da reunião é que o senador Dário Berger também teria decidido desistir.

 Desta forma, não teria mais a prévia e o prefeito Antidio Luneli seria homologado candidato a governador.

Mas, o processo nãos seria legitimado pelo "voto". 

Por Adelor Lessa 15/02/2022 - 17:39 Atualizado em 15/02/2022 - 18:46

O juíz da comarca de Urussanga, Roque Lopedote, decidiu hoje à tarde que os vereadores Fabiano de Bona e Rozemar Sebastião, o Taliano, reassumam os seus cargos imediatamente.

Eles estavam afastados desde dezembro, junto co m o vereador Odivaldo Bonetti, o Bonettinho.

Como o Tribunal de Justiça decidiu hoje acatar recurso de Bonetinho, determinando seu retorno ao cargo, o juíz tomou a decisão em relação aos outros dois de forma reflexa.  

A decisão foi comunicada ao presidente da Câmara, vereador Beto Cabeludo, que já publicou ato oficializando o retorno imediato dos três vereadores.

Abaixo o ato da Câmara: 

Conforme Ato nº 19, de 15 de fevereiro de 2022, a Câmara Municipal de Urussanga ratifica e cumpre o teor das decisões exaradas nos autos nº 5004734-88.2021.8.24.0078/SC, da 2ª Vara da Comarca de Urussanga, e nº 5002202-50.2022.8.24.0000/SC, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, para declarar: o retorno imediato dos Senhores Vereadores Fabiano Murialdo De Bona/PSDB, Odivaldo Bonetti/PP e Rozemar Sebastião/PDT à função pública de Vereador; e o término de posse dos Senhores Vereadores Suplentes Braz Ciseski/PSDB, Erotides Borges Filho/PDT e Izolete Duarte Vieira/PP.

Abaixo, a síntese da decisão do juiz Roque Lopedote:

"I. Ciente das decisões dos eventos 260 e 272.

II. Considerando o teor do disposto no ev. 260, ESTENDO os seus efeitos, tão e somente, aos também vereadores Rozemar Sebastião e Fabiano Murialdo de Bona, para que retornem aos seus cargos de vereador, mantendo-se incólume as demais cautelares fixadas.

A fim de agilizar o retorno aos cargos de vereadores, DETERMINO a intimação da Câmara de Vereadores de Urussanga, por mandado, em sede de plantão.

Intimem-se. Comuniquem-se".

 

 

Por Adelor Lessa 15/02/2022 - 13:43 Atualizado em 15/02/2022 - 17:38

O deputado Valdir Cobalchini acaba de confirmar que assinou a carta de desistência da disputa da prévia do MDB.

O senador Dário Berger fará o mesmo.

Desta forma, não vai ter mais prévia no MDB catarinense. O prefeito Antidio Luneli será homologado candidato a governador.

A decisão de Cobalchini e Dário foi tomada depois de reunião acalorada entre os deputados estaduais do partido, o senador Dário e os

ex-governador Eduardo Moreira e Paulo Afonso.

A entrevista de Antidio para a Som Maior hoje pela manhã foi usada como argumento para as retiradas no entendimento que o ambiente está muito tenso.

Um deputado disse: "estavam transformando a previa numa guerra".

Antidio disse na entrevista de hoje que a candidatura de Cobalchini é fake, que ele está só "guardando lugar" para o Governador Moisés e que o "diário oficial" está sendo usando para influenciar na prévia, pressionando e ameaçando prefeitos.

 

 

Por Adelor Lessa 15/02/2022 - 08:18 Atualizado em 15/02/2022 - 10:00

O prefeito de Jaraguá do Sul, Antidio Luneli, MDB, partiu para o ataque contra o deputado Valdir Cobalchini, líder do partido na Assembléia, que disputa com ele a previa do partido para definir o candidato a governador.  

Na rádio Som Maior agora a pouco ele disse que a candidatura de Cobalchini é "fake", que ele está na disputa para guardar lugar para o governador Carlos Moisés, que os deputados estão deslumbrados com o dinheiro distribuído pelo governo e arrematou: "o diário oficial está sendo usado, estão pressionando e até fazendo ameaças".

A prévia no MDB será realizada no sábado. Em torno de 10 mil filiados de todo o estado terão direito a voto.

Estão inscritos, Antidio, Cobalchini e senador Dário Berger. 

Ouça o áudio abaixo: 

Por Adelor Lessa 15/02/2022 - 07:23 Atualizado em 15/02/2022 - 09:36

A legislação é falha e atrapalha o trabalho da Polícia que prende e o judiciário libera para sair. 

Não tem que esperar mudar a lei que existe em Brasília para prender os ladrões que estão roubando portões em bairros de Criciúma, por exemplo.

É preciso de ação imediata para conter a situação de Criciúma. Os ladrões estão por aí roubando porta, portão, prédio público e a legislação é falha? Sim!

Ouça o Editorial completo abaixo: 

Por Adelor Lessa 14/02/2022 - 07:51 Atualizado em 14/02/2022 - 07:51

Eu recebi imagens que mostram furtos em portas de alumínio em prédios nos bairros de Criciúma. 

As imagens mostram um ladrão desmontando a porta em minutos, um dos locais é na região do Comerciário.

Ouça o áudio completo abaixo:

Por Adelor Lessa 11/02/2022 - 20:08 Atualizado em 11/02/2022 - 20:42

O prefeito afastado de Urussanga, Gustavo Cancelier, PP, sofreu nova derrota na tentativa de reassumir o cargo.

Os seus advogados protocolaram no Superior Tribunal de Justiça um pedido de liminar para seu retorno ao cargo.

Em julgamento hoje à tarde, o STJ negou o pedido.

Gustavo está afastado do cargo desde maio de 2021 por decisão da Justiça Federal quando começaram investigações sobre desvio de recursos na prefeitura.

O advogado Marcos Probst confirmou ao blog que era um pedido de reconsideração para volta às funções de prefeito.

Mas, ele ainda não teve acesso ao detalhamento da decisão.

Desde o ano passado, vários recursos foram protocolados em várias instâncias do judiciário, mas todos negados.

Enquanto isso, foi aprovada na Câmara de Vereadores de Urussanga a constituição de uma comissão especial para tratar da cassação de mandato de Gustavo. Uma decisão a respeito deve sair em 60 dias.

 

Por Adelor Lessa 11/02/2022 - 09:24 Atualizado em 11/02/2022 - 09:24

O prefeito de Balneário Arroio do Silva, Evandro Scaini, assim que assumiu a gestão municipal, negociou um imóvel no Centro para a implantação de uma Praça. 

Ele apresentou uma proposta de pagar em três anos. Isso para não deixar nenhuma dívida para o próximo mandato.

Essa questão só me faz lembrar do Plano 1000, lançado no último ano de mandato do Governo de Santa Catarina.

Ouça o Editorial completo abaixo:  

Por Adelor Lessa 10/02/2022 - 08:02 Atualizado em 10/02/2022 - 08:02

O tempo vai, o tempo vem e a gente tem que continuar falando de vacina. Ontem participei de uma discussão interessante sobre o assunto e fiz umas anotações.

Os que recusaram a vacina são a maioria entre os internos no hospital e que já morreram em decorrência do vírus, conforme dados oficiais. 

 

Ouça o Editorial completo abaixo: 

7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito