Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 21/06/2021 - 07:18

O presidente estadual do MDB, deputado federal Celso Maldaner, disse no fim de semana, durante encontro do partido em Cocal do Sul, que vai ser muito dificil manter a prévia em agosto para definir o candidato ao governo.

Admitiu que a tendência é adiamento para outubro ou novembro.

Trecho da declaração de Maldaner:

"Eu imagino que nós vamos adiar a data da prévia. Quem pode mudar isso é só o diretorio estadual do partido. Inicialmente está marcada para 15 de agosto, mas existe uma tese de levar para 15 de outubro ou 15 de novembro. Isso nós vamos discutir e o diretório é quem vai decidir se prorroga. Porque o roteiro que estamos fazendo pelo estado com os pré-candidatos ao governo vai até o dia 30 de julho, então fica pouco tempo para fazer a prévia já em 15 de agosto".

Ele disse que a decisão será tomada pelo diretório nesta semana.

Hoje vai ter reunião da executiva estadual, em Florianóplis, quando deverá ser feita a convocação do diretório para deliberar a respeito.

Nos encontros do fim semana realizados em Cocal do Sul (pela AMREC) e Turvo (pela AMESC) teve o lançamento da candidatura da professora Tati Teixeira a deputada estadual e o médico Anibal Dario confirmou sua disposição de ser candidato a estadual. O ex-governador Eduardo Moreira não participou dos encontros por causa da pandemia (ele esteve internado recentemente), mas também está com candidatura encaminhada a estadual.

Os deputados Luiz Fernando Vampiro e Ada de Luca reafirmaram suas intenções de candidaturas a deputado federal.

O ex-deputado Edinho Bez se apresentou como opção para disputar o senado.

Participaram dos encontros os três candidatos do MDB ao governo, e que devem disputar a prévia. Antidio Luneli, Dario Berger e o próprio Celso Maldaner.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 20/06/2021 - 19:43Atualizado em 21/06/2021 - 05:49

O diretorio municipal do PP de Sideropolis aprovou em reunião neste domingo, por maioria de votos, a expulsão da ex-presidente Aretusa Larroyd, a Tusa, e mais quatro membros do diretório.

A expulsão dos cinco foi aprovada por 26 a 21 votos.

Todos foram expulsos com votações individuais pelos membros do diretório municipal.
Antes das votações, os acusados tiveram direito a ampla defesa e depois puderam votar.

Tusa e os quatro foram expulsos por infidelidade partidária na eleição de 2020.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 20/06/2021 - 19:35Atualizado em 20/06/2021 - 19:50

O presidente do MDB do Rio Grande do Sul e presidente nacional da Fundação Ulysses Guimarães, deputado federal Alceu Moreira, pré-candidato ao governo gaúcho, marcou presença no encontro regional do MDB, neste sábado, em Turvo.

Moreira participou a convite do colega de Câmara, deputado Celso Maldaner, presidente do MDB catarinense.

Ele definiu Santa Catarina como modelo nacional - “Santa Catarina é modelo para o Brasil, por isso queremos financiar um estudo para ver a contribuição do MDB nos índices que destacam o estado para que o trabalho sirva de referência aos outros estados”, disse.  

O MDB fez encontros regionais no Sul do estado no final de semana e reuniu centenas de lideranças emedebistas.   Na sexta-feira, a direção estadual do partido fez encontros em  Laguna, Braço do Norte e Tubarão.

No sábado, a comitiva reuniu lideranças em Cocal do Sul e Turvo.

Os eventos tiveram a participação dos candidatos emedebistas ao Governo do Estado - o presidente da sigla, deputado federal Celso Maldaner, o senador Dário Berger e o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli.

Alceu Moreira comentou a iniciativa do MDB catarinense - “Este é um movimento fantástico que vai mexer com o partido e promover o debate político. E política é isso, é assim que a gente carrega as baterias, encontra os companheiros, consegue ouvir as palavras de muitos, e vai compondo nosso discurso e nossas expectativas políticas na narrativa”.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 19/06/2021 - 10:59Atualizado em 19/06/2021 - 11:15

No encontro regional do MDB que está acontecendo em Cocal do Sul, a deputada Ada de Luca surpreendeu ao "lançar" o nome da professora Tati Teixeira, ex-vereadora, a deputada estadual.

Ada reafirmou sua intenção de disputar a eleição de 2022 para deputada federal.

Ela está cumprindo terceiro mandato de estadual.

Com o nome de Tati no processo, o MDB de Criciúma passa a ter três possiveis candidatos a estadual, uma vez que Eduardo Moreira e Anibal Dario já estavam circulando.

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 18/06/2021 - 09:15Atualizado em 18/06/2021 - 09:35

Como está o projeto do Centro de Inovação? Fui informado que o edital está na rua, o dinheiro na conta, repassado pelo Estado, e que a empresa que fará as obras será definida nos próximos dias e as obras terão início na sequência.

Sobre a novela do último trechinho do Anel de Contorno Viário, fui informado de que não tinha projeto, licença e que falta resolver desapropriações, não tinha nada encaminhado para a obra, mas que tudo está sendo resolvido e as obras serão iniciadas no segundo semestre deste ano.

Fui acompanhar a rodovia Jorge Lacerda, as obras estão em andamento. As obras para a ampliação da rede de esgoto da Casan estão em andamento. Está sendo viabilizada a conclusão do Porto Seco de Criciúma, obra que demorou tanto que cresceu mato e vegetação na área.

A Via Rápida está pronta, sendo utilizada. Falta a iluminação, mas a Celesc anunciou que a licitação está sendo encaminhada. Faltam placas na BR-101 indicando o novo acesso a Criciúma, quem é de fora pode nem saber da Via Rápida. Para isso falta só a vontade de fazer.

Passando tudo a limpo, preciso e sinto a necessidade de chamar a atenção ao seguinte: precisamos renovar as pautas da cidade. O que vínhamos discutindo nos últimos tempos está resolvido ou encaminhado. A cidade precisa ter novas metas, novos objetivos: qual a grande obra que Criciúma precisa para evitar problemas estruturais, garantir qualidade de vida e ser mais atraente aos investidores?

A cidade precisa de projetos que vão além do dia a dia. Projetos novos, grandes, fora da caixa, que possam até parecer inatingíveis, mas precisam ser buscados. Como era tirar o trilho do trem. Temos que ter novos projetos, novas bandeiras. Não podemos correr o risco do governador vir de uma reunião de empresários, perguntar qual o grande projeto de Criciúma e não ter o que dizer. 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 17/06/2021 - 18:12Atualizado em 17/06/2021 - 18:49

A Medida Provisória que trata da privatização da Eletrobras, aprovada hoje à tarde no Senado Federal por apenas 5 votos, tinha um ítem que tratava da prorrogação até 2035 da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético). Era exigência do Fundo de Investimentos que negocia a compra da Usina Termoelértrica Joreg Lacerda. A sua aprovação seria um passo importante para sequência do processo que levaria à continuidade da operação da Usina e daria tranquilidade e segurança ao setor do carvão. Mas, o ítem foi excluído durante as negociações do Governo com os senadores para garantir a aprovação da MP.

CDE é um encargo setorial baixado pelo Ministério de Minas e Energia e tem a finalidade conceder descontos tarifários e subsídios na operação das usinas termoelétricas movidas a carvão.

Quando chegou no Senado a MP tratava apenas da privatização da Eletrobrás. Mas, durante a discussão foi inserido o item que previa a prorrogação da CDE até 2035.

O Governo precisava que a MP fosse aprovada hoje porque perderá a sua validade na terça-feira e ainda precisa ser votada na Câmara dos Deputados.

Só que para conseguir votos suficientes para aprovação da MP teve que ser retirado o trecho considerado "jabuti", que estendia até 2035 o subsídio à geração de energia elétrica por meio de usinas termelétricas movidas a carvão.

Com isso, o subsídio – que é bancado pelo consumidor nas tarifas de energia – continua com o fim previsto para 2027

A decisão de hoje representa um passo atrás no processo em busca de solução da Usina Jorge Lacerda.

As negociações praticamente voltam à estaca zero.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 17/06/2021 - 07:10Atualizado em 17/06/2021 - 07:13

O trecho sul da BR-101 foi concessionado à CCR ViaCosteira, empresa que, logo nos seus primeiros dias de administração, colocou a mão na massa e melhorou muita coisa na rodovia: boas estradas, ótima sinalização, socorro disponível. Mas foi criado um problema: as constantes filas nas praças de pedágios.

As filas nas praças são vistas diariamente, e são longas e demoradas. Motoristas já estão escolhendo rotas alternativas para não passar pelos pedágios, não apenas para não pagar, mas para não perder tanto tempo. 

É preciso resolver o problema das filas nas praças de pedágio da BR-101 Sul.
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 16/06/2021 - 17:42Atualizado em 16/06/2021 - 19:04

Não acredito!

Estou chocado, abalado, abatido!

Covid 19 tira de nós o Nicola Gava, aos 58 anos!

A covid derrubou e o infarto levou!

Perdemos o Bauco!

Perdemos a Nona Angelina!

Amigo, companheiro de microfone, fonte de consulta, sua cabeça era uma usina de idéias e projetos!

Nova Veneza e a cultura italiana perdem um dos seus maiores entusiastas!

Abaixo uma participação dele no programa que eu fiz em novembro na inauguração da loja do Bistek em Nova Veneza - a partir de 52 minutos de programa.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 16/06/2021 - 10:40Atualizado em 16/06/2021 - 11:13

O médico Aníbal Dário, o Dr Aníbal, candidato a prefeito de Criciúma pelo MDB em 2020, é mais um candidato a deputado estadual por Criciúma.

Ele reuniu seu grupo de apoio e a decisão foi disputar a eleição de 2022.

Dr Anibal (que está de aniversário hoje) vai anunciar formal e publicamente a sua intenção de ser candidato no encontro regional que o MDB vai fazer no sábado, em Cocal do Sul.

Ele fez a sua estréia "na urna" em 2020 com a candidatura a prefeito, enfrentando o prefeito Clesio Salvaro, que considerado um "mito" na região.

Ficou em segundo lugar com 10.707 votos (10,82%).

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 16/06/2021 - 07:56Atualizado em 16/06/2021 - 09:06

Há semanas estamos falando, quase todos os dias, da paralisação das obras na BR-282, Serra da Rocinha. Ainda em maio, o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, garantiu que o problema do orçamento seria resolvido e as obras retomadas - mas até agora nada.

Os trabalhos na Serra da Rocinha só não parou definitivamente porque a empresa contratada segue com alguns serviços de manutenção e preparação do trecho - tudo isso para não ter que levantar acampamento.

Deputados, prefeitos e representantes empresariais da região precisam cobrar, seja de quem quer que for, do partido que for, pela continuidade das obras na Serra da Rocinha.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 15/06/2021 - 19:51Atualizado em 15/06/2021 - 20:20

Em ato com os três prefeitos do PSDB na região e a presidente estadual do partido, deputada federal criciumense Geovania de Sá, o suplente de deputado Cleiton Salvaro assinou agora há pouco filiação no PSDB.

Cleiton entrou e já colocou seu nome na disputa pela candidatura a deputado estadual do PSDB na Amrec.

Com ele, são cinco pretendentes. Até o dia 30 de julho, as executivas municipais do PSDB da Amrec vão definir o candidato. Por consenso, ou no voto.

Alem de Cleiton, estão no páreo Acélio Casagrande, Arleu da Silveira, Aroldinho Frigo e Dóia Guglielmi.

Com Cleiton no processo é inevitável  fazer a ligação com os prefeitos de Criciúma e Siderópolis, Clesio e Franqui Salvaro, seus primos, e com o presidente de honra do PSDB de Criciúma, empresário Henrique Salvaro, seu tio.

Mas, o prefeito Clesio Salvaro tem dito que não vai se envolver na disputa pela definição do candidato a deputado.

O terceiro prefeito do PSDB é Rogerio Frigo, de Nova Veneza, que estava presente.

Dois dos "concorrentes" pela candidatura a deputado estavam no ato de filiação. Acelio Casagrande e Arleu da Silveira.

 

 

 

 

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 15/06/2021 - 07:23Atualizado em 15/06/2021 - 08:46

A indústria do carvão está ameaçada no sul de Santa Catarina. A reunião desta segunda-feira, 15, entre autoridades políticas, empresariais e representantes do Governo Federal, sobre o futuro da Jorge Lacerda, foi pouco conclusiva. O que já se sabe, é que a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) não será prorrogada.

O CDE é um subsídio federal que incentiva o funcionamento das indústrias do carvão e está previsto para se encerrar em 2027. Com a sua não prorrogação, a venda da Jorge Lacerda passa a ser ainda mais difícil - e a economia sul catarinense fica ameaçada.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 15/06/2021 - 06:47Atualizado em 15/06/2021 - 06:58

O prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Luneli, é considerado favorito para vencer a prévia no MDB e se consolidar como candidato do partido a governador.

Se as articulações em curso para tentar cancelar ou postergar as prévias, que continuam marcadas para agosto, a tendência é a vitória de Luneli. 

O senador Dário Berger, adversário de Luneli, denuncia movimentos que estariam sendo feitos no ambiente do partido para tentar desastbilizar sua candidatura. Fala em hipócritas, demagogos e cretinos que seriam os responsáveis.

Protesto de Berger pode ser sinal de preocupação com o resultado projetado para as previas.

O alto comando do MDB vai "baixar" na região na sexta-feira, liderado por Celso Maldaner, presidente da executiva estadual.

Com ele, Luneli e Berger.

Terão reuniões na Amrec. Amesc e Amurel para discutir eleições de 2022 e a prévia de agosto.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/06/2021 - 16:21Atualizado em 14/06/2021 - 16:26

O procurador de Justiça José Galvani Alberton aceitou o convite feito pelo governador Carlos Moisés e será o novo presidente da SCPAR, empresa de parcerias e negócios estratégicos do Governo do Estado. Ele é nascido em Orleans, no sul do estado, e já atuou como promotor de justiça em Criciúma.

Governador justificou convite a Alberton: "Estou certo de que a experiência e o conhecimento que pautaram a trajetória do Dr. Alberton no Ministério Público também serão de grande valia para o Governo de Santa Catarina e para todos os catarinenses".

Alberton é mestre em Direito e especialista em Direito Constitucional Aplicado, além de possuir graduações em Jornalismo e Direito.

Ele contabiliza 39 anos de serviços prestados ao Ministério Público do Estado de Santa Catarina, onde trabalhou de 1978 até a aposentadoria, em 2017.

Atuou nas promotorias de São José, Itapiranga, Capinzal, Santo Amaro da Imperatriz, Palmitos e Blumenau, além de Criciúma. Em 1991, foi promovido a procurador de Justiça e exerceu o cargo de procurador-geral de 1999 a 2003.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/06/2021 - 07:33Atualizado em 14/06/2021 - 09:12

O cidadão que encaminha o seu processo de aposentadoria costuma ter que esperar, até que este seja aprovado. Mas não é nem o advogado, nem o INSS e nem o contador que comunica essa aprovação, e sim os bancos, que aproveitam para oferecer créditos consignados aos recém aposentados.

O banco costuma saber quando a aposentadoria é aprovada, o valor dela e quando o cidadão irá receber. A partir disso, ligam várias vezes aos aposentados, empurrando os créditos quase que goela abaixo.

“É um assédio evidente e abusivo, são 10 ligações por dia mais ou menos, mais as mensagens”.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/06/2021 - 07:10

Eleição de 2004 em Criciúma foi vencida por Décio Góes, mas quem assumiu foi Anderlei Antonelli.
Décio era prefeito, disputou reeleição, venceu, mas foi cassado por causa de uma irregularidade na divulgação da festa das etnias.
A palavra “feliz" foi determinante para o processo que levou à cassação.
Ela foi incluída no jingle da festa e na “música tema” da campanha da reeleição.
Além disso, a defesa não deu a importância que o caso merecia.
Tratou como um problema menor.

Um dia, preocupado com a situação, o advogado Gustavo Pedrollo, no gabinete do prefeito já reeleito mas ainda não “empossado”, pediu de maneira enfática e quase desesperada que cuidassem melhor do caso, dessem mais atenção, porque aquilo era sério, perigoso, ameaçador.

“Imagina se vão cassar um prefeito reeleito pelo voto popular por causa de uma bobagem daquela”, respondeu um dos assessores mais próximos de Décio.
Dias depois, saiu decisão do TRE, cassação de mandato determinada, e não reverteram mais.
Recorreram em todas as instâncias possíveis, mas de nada adiantou.
Nem a movimentação feita em Brasília, aproveitando a relação que Décio tinha com Lula, que havia assumido o poder no ano anterior.

Teve protestos, manifestações de rua, o parque em torno da Prefeitura foi tomado, muitas negociações encaminhadas, mas Décio não assumiu, a cassação foi mantida, e Antonelli foi prefeito.

Aquela também foi a primeira eleição que Clesio Salvaro disputou a prefeitura de Criciúma. Ficou em terceiro.
Depois, disputou quatro vezes na sequência. Ganhou todas, mas assumiu três.
Na de 2012, não levou porque havia sido tornado inelegível num processo judicial  por causa de casamentos comunitários que realizou quando ainda era deputado. Foi considerado abuso de poder econômico.

Altair Guidi também disputou a eleição 2004.
Indignado com “esquemas nada republicanos” de campanha de outros candidatos, no dia anterior à votação, ele fez discurso no “Café do Rubinho” defendendo "voto útil” em Décio.

No mesmo dia, circulavam carros de som pelos bairros anunciando que um dos candidatos havia desistido. Era fake. Nenhum candidato desistiu. Imaginem a correria.

Naquela eleição teve de tudo.

Teve até uma chapa que não existia.
Foi levada às ruas por um “santinho” distribuído em cada sinaleira, esquina, bar, e onde tinha mais de duas pessoas reunidas.

O impresso era no mesmo padrão, estilo, design, de todas as chapas.
Nomes, número, slogan:

LESSA / NASSIF
A FAVOR DA CIDADE
FM 1007

E fotos posadas. Típicas de candidatos.

Lessa, era eu. Nassif, o João. Nós não éramos candidatos, claro.
Mas, a rádio Som Maior estava lançando sua programação nova, com a introdução do jornalismo, que era uma novidade no FM da região.
E nós decidimos aproveitar o ambiente de eleição para a divulgação.

Para completar, publicamos “anúncio" no jornal da cidade.

No sábado pela manhã, praça Nereu Ramos tradicionalmente lotada, saímos os dois, juntos, distribuindo santinhos, como faziam todos os "candidatos".

Para dar resultado, e cumprir o efeito que queríamos, combinamos fazer pouca conversa, só um aperto de mão, santinho entregue, e um pedido: “contamos contigo”.    Foi um sucesso!!

Ouvimos de tudo. “Vocês são malucos”, “Boa idéia”, “Não, obrigado, não voto aqui”.

Mas, o que nós queríamos era que as pessoas ficassem curiosas,  provocadas, e lessem o santinho. E deu 100% certo. Foi gol. Missão cumprida.

A mostrar que a eleição de 2004 não foi apenas mais uma eleição.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/06/2021 - 05:55Atualizado em 14/06/2021 - 11:27

A semana terá agenda politica cheia na região de Criciúma.

Amanhã, o ex-deputado estadual Cleiton Salvaro, hoje suplente, vai se filiar no PSDB, por onde vai buscar candidatura a deputado para 2022.

Filiação está definida desde a semana passada, mas só será oficializada amanhã para ter a participação da deputada fedeal Geovania de Sá, presidente estadal do PSDB.

Geovania estava cumprindo roteiro no oeste do estado até ontem, e hoje estará em Florianópolis, para reunião com Gelson Merísio, candidato a governador, e dirigentes estaduais do partido, sobre eleição de 2022.

Além da deputada, os três prefeitos do PSDB na Amrec estarão na filiação de Cleiton. Clesio Salvaro, Criciúma, e Franqui Salvaro, Sideropolis, que são primos de Cleiton, e Rogério Frigo, Nova Veneza.

Cleiton está ainda filiado ao PSB, mas desligado do partido desde a mudança da direção estadual.

Ele já havia sido informado que pelo PSB não seria candidato a deputado.

 

Brizola

O candidato a deputado pelo PSB na região será o empresário Fabio Brizola, presidente da executiva municipal de Criciúma.

Ele assumiu o partido na região depois que Claudio Vignati foi empossado presidente estadual.

É da relação pessoal e política de Vignati.

Na quinta-feira à noite, a direção estadual do PSB vai "baixar" em Criciúma para fazer o "pré lançamento" da candidatura de Brizla a deputado.

 

MDB

Para fechar a semana, a direção estadual do MDB vai trazer os seus pré-candidatos a governador para reuniões com filiados na região. Antídio Luneli, Dário Berger e Celso Maldaner.

Serão feitas reuniões em Cocal do Sul, para filiados da Amrec, e em Araranguá, para Amesc.

Na pauta, prévias marcadas para agosto (e que pode ser suspensas) e mobilização para 2022.

As reuniões na região vão acontecer no momento em que é discutida no ambiente do partido a proposta de chapa pura para a eleição. Antidio - governador, Celso - vice, e Dário - senador (reeleição).

 

Fatos Novos

Ontem, o delegado Ulisses Gabriel, suplente de deputado estadual, anunciou a sua desfliação do PSD, o que já havia sido projetdo na semana passada, depois de sua reunião com o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira (PODEMOS).

Ulisses deve se filiar no PODEMOS para ser candidato a deputado estadual.

No sábado, e num evento virtual, com a participação de Ciro Gomes e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, o ex-deputado e ex-prefeito Fernando Coruja assinou filiação no PDT.

Ele deve ser o candidato do partido a governador em 2022. 

Coruja já foi do PDT, por onde se elegeu deputado federal.

Ele destacou que a sua identificação com o PDT está registrada no seu endereço. A rua onde mora é Leonel Brizola e o número da casa é 12 (numero do PDT).

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 13/06/2021 - 18:09Atualizado em 13/06/2021 - 18:17

O delegado Ulisses Gabriel, suplente de deputado estadual, anunciou hoje oficial e publicamente a sua desfiliação do PSD.

No inicio da semana, ele teve reunião com o prefeito de Balneário Camboriú, Fabricio de Oliveira, quando foi convidado a se filiar no PODEMOS.

Na oportunidade, revelou relação muita próxima com o ex-deputado Paulo Bornhausen, comandante do PODEMOS no estado, mas disse que iria se decidir em alguns dias.

Mesmo que não tenha anunciado, ele deve anunciar filiação no PODEMOS nos proximos dias. 

Pelo PSD, Ulisses ficou suplente na eleição para deputado em 2018 e não venceu a prefeitura de Orleans em 2020 (fez 36,77%.).

Ele é candidato a deputado estadual em 2022.

Abaixo, nota publicada pelo delegado Ulisses Gabriel:

Pelos ideais do meu sogro, José Carlos Librelato, um dos fundadores do PSD estadual e motivador da minha única filiação partidária, entrei na política.

Barreiras nas eleições de 2018 e dificuldades impostas internamento ao longo do tempo me fizeram ver que política partidária não era para o bem das pessoas, mas, na maioria dos casos, para satisfazer interesses pessoais. É isso não me interessa.   

Alguns vivem de política. Não é meu caso. Temos que viver para a política já que é através dela que garantimos a democracia, nossa liberdade, uma cidade, um estado e um país cada vez melhores. E é por isso que temos que lutar. Vou militar na segurança pública, onde consigo fazer algo, brigando pelo que é certo, sempre.

Temos um projeto de curto, médio e longo prazo para a segurança pública dos municípios de Urussanga, Cocal do Sul e Morro da Fumaça, o que depende de dedicação exclusiva e integral, sendo que isso faz com que não possa participar de ações político-partidárias, o que me leva à desfiliação do PSD.

Agradeço a todos que me apoiaram e votaram em mim nas duas eleições que participei.

Agradeço ao ex Governador Raimundo Colombo, sempre cordial e amigo, bem como ao presidente do PSD, Deputado Milton Hobus, por ter, em quatro anos, me oportunizado ter sido Deputado Estadual por 45 dias.

Obrigado e jamais nos esqueçamos: sem segurança não temos presente e sem educação não temos futuro.

Tenho fé em Deus e na renovação política.

Orleans, 13 de junho de 2021.

Ulisses Gabriel

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 11/06/2021 - 18:03Atualizado em 11/06/2021 - 18:35

A eleição na Cermoful (Cooperativa de Morro da Fumaça), marcada para domingo, está ameaçada.

O prefeito de Pedras Grandes, Agnaldo Filipi, notificou por oficio agora a pouco a diretoria da Cooperativa que o local de votação está nos limites do município e por isso comunicou que a eleição deve ser suspensa.

No final do documento consta: "serve o presente para cientificar o Notificado (presidente da Cooperativa) para que se Abstenha de promover o referido evento, sob pena de serem tomadas as medidas judiciais e administrativas  necessárias para tal fim".

Antes, o prefeito destacou no documento que há mais de 15 mil associados aptos a voto.

A eleição já foi marcada e desmarcada várias vezes.

Durante a semana, os secretários de saúde os municípios da região haviam solicitado a suspensão do processo por causa da pandemia.

O advogado Rafael Ribeiro, assessor jurídico da Cermoful, informou que está encaminhando a contra-notificação à Prefeitura para informar que já foi feita a averbação da área que passou a pertencer a Cocal do Sul. "Não faz sentido a ação da Prefeitura de Pedras Grandes", acrescentou.

Abaixo, o documento enviado pelo prefeito de Pedras Grandes:

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 11/06/2021 - 07:39Atualizado em 11/06/2021 - 07:42

Deu tudo certo. As duas eleições desta quinta-feira, 10, na cidade, foram representativas e contaram com participação maciça do público. No Conselho Deliberativo do Tigre deu Revigoração, e na Unesc deu a Chapa 1, com a reeleição da reitora Luciane Ceretta.

No Conselho, foram cerca de 513 votos contabilizados de mais ou menos 600 possíveis. Já na eleição para a reitoria do Unesc, alcançou-se a marca da maior votação da história da universidade.

Parabéns aos vencedores e a todos que participaram, inclusive os vencidos, que fizeram do processo participativo e legítimo. 

7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19