Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS INFORMAÇÕES DAS ELEIÇÕES 2024!
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Por João Nassif 11/07/2024 - 23:59

Por alguns minutos o Criciúma deixou de passar com 100% de aproveitamento contra equipes do Rio de Janeiro. 

Havia uma dúvida com relação ao Fluminense se teria futebol para uma recuperação depois de uma série de derrotas e habitando a última colocação no campeonato. O jogo mostrou que apesar do empate o tricolor carioca poderia sair de campo com a vitória.

Criou mais situações de gol, dominou grande parte do jogo e esbarrou numa outra noite inspirada do goleiro Gustavo que segurou a vantagem até os minutos finais com defesas importantes, mostrando algumas situações de deficiência do setor defensivo do Criciuma. Quando o goleiro é destaque algo não correu bem defensivamente.

Matheusinho que mais uma vez fez um gol mostrando oportunismo, vai se transformando uma peça importante sabendo aproveitar as raras oportunidades que o time tem criado.

Minha opinião é que houve um equívoco na entrada do Marquinhos Gabriel num momento de pressão do Fluminense com o jogo nos momentos finais. O Criciúma perdeu com as substituições do Fellipe Matheus e Claudinho uma saída de mais qualidade culminando com o erro do Marquinhos Gabriel que perdeu a bola no meio campo e permitiu o contra ataque para o Fluminense empatar o jogo.

Tencati tentou corrigir colocando o Alano já nos acréscimos, mas sem tempo para buscar a vitória.

De qualquer maneira mesmo com sabor amargo um pontinho é sempre bem vindo, agora é tentar em Itaquera vencer outro time na zona do rebaixamento.
 

Por João Nassif 07/07/2024 - 22:31

Depois de dois bons jogos pontuando em casa o Criciúma foi derrotado em Salvador e continua na zona intermediaria na classificação.

Com os dois jogos a menos, no imaginário existe a possibilidade de avançar um pouco mais quando o time estiver com o mesmo número de jogos dos demais. Neste campeonato longo e muito difícil, o mais importante é sempre pontuar e numa disputa para garantir a série A em 2025 fazer o dever de casa é prioridade.

O Criciúma poderia ter uma melhor atitude para buscar o resultado depois de sofrer os 2x0, mas mesmo com o gol no final do primeiro tempo não teve futebol para reverter o marcador.

Mas, não pode ficar lamentando, ainda terá seis jogos para terminar o primeiro turno e pode perfeitamente alcançar um rendimento compatível com o objetivo de permanecer na elite do futebol brasileiro.

Hoje o Criciúma tem 41% de aproveitamento, na edição passada da série A, 38% foram suficientes para um time não ser rebaixado. Para continuar com o percentual ao final do primeiro turno o Criciúma que tem hoje 16 pontos se conquistar mais seis nos jogos que faltam para terminar o primeiro turno ficará numa zona que lhe dará um folego para encaminhar uma boa segunda parte do campeonato.

A tarefa não será nada fácil, os jogos em casa serão contra o Fluminense, Fortaleza e Red Bull Bragantino e fora contra o Grêmio, Corinthians e Flamengo.

Se não aproveitar a janela e buscar por reforços terá vida dura para cumprir o que está programado como objetivo.
 

Por João Nassif 03/07/2024 - 23:08

O resultado de 1x0 ao final de um jogo de futebol pode representar que o vencedor correu riscos e poderia terminar sem vitória de suma importância se projetarmos um campeonato.

A vitória do Criciúma contraria esta afirmação, pois o adversário teve apenas uma situação de gol já no segundo tempo com um chute no travessão e no mais foi totalmente dominado sem apresentar soluções com todos seus principais jogadores atuando muito abaixo da expectativa criada.

Tudo por méritos do Criciúma que achou o gol no primeiro minuto do segundo tempo e simplesmente botou o resultado debaixo do braço, marcou com enorme eficiência e não ficou preocupado em buscar aumentar o resultado pela fragilidade do time minero.

Disse muitas vezes ao longo da temporada que as vitórias conseguidas pelo Criciúma valeram pelos resultados mesmo com desempenhos ruins. Contra o Cruzeiro as duas situações se equivaleram, o resultado foi bom assim como o desempenho.

O jogo contra o Cruzeiro sacramentou o momento do time que vinha com boas atuações que muitas vezes não eram traduzidas em vitórias, mas continua pontuando e fugindo cada vez mais da zona dor rebaixamento.

Não estou dizendo que tudo está tranquilo, o campeonato é longo e faltam melhores peças de reposição.  Por isso tenho afirmado que a janela de transferências que se abre na próxima quarta-feira será decisiva para o destino do Criciúma nesta temporada. 
 

Por João Nassif 30/06/2024 - 21:19

O Criciúma vai caminhando e se equilibrando no campeonato, alternando suas atuações e conseguindo ficar numa zona confortável na classificação, este é seu objetivo final.

Contando com as campanhas ruins dos times que entraram na competição para brigar pelas primeiras posições eu considero a campanha do Criciúma como boa pelas suas limitações de plantel e principalmente de orçamento. Existe a perspectiva de contratar reforços e eventuais titulares na janela que está próxima de ser aberta.

Contra o Internacional o time novamente teve o controle do jogo no segundo tempo, mas como sempre pecou na jogada final, seja pelos erros no último passe ou no acabamento e empatou quando poderia ter vencido tivesse mais qualidade. 

E assim segue o baile, todos os jogos requerem um potencial mais efetivo para a conquista dos três pontos, fica a expectativa do que o Criciúma fará nas duas próximas rodadas, contra o Cruzeiro em casa e contra o Vitória em Salvador.

Com dois jogos a menos e com seus 13 pontos a situação ainda é tranquila, desde que consiga pontuar contra o time mineiro que está sete pontos a frente na classificação e contra os baianos que estão apenas um ponto atras.

Enquanto as rodadas vão acontecendo, todos ficamos na espera da ansiosa janela que será aberta a semana que vem.
 

Por João Nassif 27/06/2024 - 22:42

Não gosto muito da expressão “jogou com nunca e perdeu como sempre”. Ela vale para inúmeras situações, mas não cabe na derrota do Criciúma no Morumbis. 

Depois de um primeiro tempo em que não conseguiu apresentar um futebol para poder buscar um resultado positivo, a derrota parcial induzia uma vitória tranquila do São Paulo que na primeira etapa reinou absoluto durante todo o tempo.

Entrou aí o diferente, um jogador experiente de tantos anos de sucesso no futebol europeu, principalmente na Premier League que foi determinante para o time paulista interromper uma sequência de resultados negativos.

Lucas Moura fez uma brilhante jogada individual passando por dois jogadores no primeiro minuto do jogo e num rebote foi feito o primeiro gol. Depois, perto dos 30 minutos em nova jogada individual sofreu a falta que foi para o gol numa jogada muito bem ensaiada.

No segundo tempo o jogo virou com domínio completo do Criciúma. Circulou bem a bola, colocou o São Paulo na defensiva com dificuldades para sair de seu campo, mas com a dificuldade de sempre em criar chances de gols.

Aliás, teve uma com o zagueiro tirando quase de dentro do gol. E foi só até a bobagem feita pelo goleiro do São Paulo que numa saída errada entregou o gol para o Arthur Caíke, 

Muito tarde e a derrota veio na 12ª rodada depois de duas vitórias convincentes no Brasileirão.  E agora a volta para casa para domingo enfrentar o Internacional que devido aos problemas no RS tem no Heriberto Hülse sua casa temporária. 

Os dois jogarão em casa? A diferença será a presença da torcida majoritariamente do Tigre.  
 
 

Por João Nassif 23/06/2024 - 09:23

É natural antes do início do campeonato que façamos previsões sobre o posicionamento dos times quando da final da disputa. Normalmente os 20 clubes são divididos em duas partes iguais com os 10 primeiros colocados na primeira página e por consequência os demais na segunda página da tabela.

As previsões colocam os times oriundos da série B na segunda página, dizemos que fazem um campeonato à parte, este ano Vitória, Juventude, Criciúma e Atlético-GO que somados a alguns outros remanescentes são cotados para o descenso.

Deixando todos de lado e examinando apenas o Criciúma, nosso foco maior, neste momento o Tigre está numa melhor situação que todos os outros deste campeonato paralelo.

Mesmo com dois jogos a menos pelo adiamento dos confrontos contra Fortaleza e Grêmio o time se encontra hoje na 13ª posição deixando para trás alguns grandes do futebol brasileiro.

O motivo deste avanço na classificação tem um componente da maior importância que foi ter enfrentado alguns times de mais tradição e poderio financeiro como o Atlético-MG, o Vasco da Gama, o Palmeiras, o Bahia e o Botafogo. Disputou 15 pontos e ganhou oito. 

Mais importante que os 12 pontos que tem até agora tem sido o rendimento nos últimos jogos pela consistência encontrada na forma de jogar com o segundo melhor ataque desta série A, isto com dois jogos a menos. A defesa ainda precisa de alguns ajustes, mas os resultados estão aparecendo o que deixa mesmo que ainda muito cedo uma perspectiva de terminar o campeonato na primeira página da classificação.

Ontem venceu o Botafogo com muita autoridade.
 

Por João Nassif 19/06/2024 - 22:38

O tempo que vivo lidando com futebol não me permite fazer previsões sobre quem ganha, quem perde, quem vai subir de divisão, quem vai cair, enfim gostaria muito de arriscar palpites na loteria, no jogo do bicho e em tantos jogos que se oferecem para os palpiteiros.

Estamos vivendo e trabalhando o Criciúma na elite do futebol brasileiro, e vejo muitos palpites sobre sua participação na série A, se vai cair, se vai para a Sul-Americana, inclusive qual é efetivamente o campeonato do Criciúma, se com todos os demais ou se contra alguns que são candidatos potencial de rebaixamento.

Neste último grupo se encontram os que vieram da série B, além do Criciúma o Vitória, o Atlético de Goiás e o Juventude. Posso colocar neste grupo seleto o Cuiabá, o Vasco da Gama, o Corinthians e até o Fluminense que não conseguiu se encontrar depois do título da Libertadores. Claro que ainda é muito cedo para cravar qualquer palpite, mas é o que temos para o momento.

Falando no Criciúma, nesta nominata de potenciais rebaixados, o time já enfrentou quatro deles com duas vitórias, um empate e uma derrota. Vai fazendo sua parte e o jogo contra o Atlético mostrou uma grande superioridade, mesmo definindo a vitória numa circunstancia não muito comum.

Mas, é do jogo, o que tem que ser valorizado foi o jogo como um todo com o Criciúma sendo soberano em quase todos os 90 e tantos minutos. O técnico Cláudio Tencati fez um bom trabalho tanto na escalação como nas alterações que mesmo buscando garantir ao menos um ponto conseguiu a vitória depois de uma série indigesta de resultados negativos.

O técnico do time goiano enfiou os pés pelas mãos, pressionado pela torcida que pedia seu time no ataque fez as mudanças que ofereceram ao Criciuma o campo suficiente para matar o jogo no momento final.
 
 

Por João Nassif 16/06/2024 - 21:53

Depois de uma longa fila de cinco derrotas consecutivas, sendo três pelo campeonato brasileiro o Criciúma empatou contra o Bahia num jogo em que poderia ter vencido até com facilidade pelas chances que teve, principalmente no primeiro tempo.

Duas vezes com Arthur Caíque, duas cabeçadas na cara do gol e uma com Bolasie que livre também com um arremate que literalmente estourou na cara do goleiro. Tem sido assim em muitos jogos, o time tem criado e não tem com seguido encontrar o caminho do gol.

A ironia foi que os dois gols que o time marcou foram produto de falhas gritantes da defesa baiana. O primeiro do Hermes, em minha opinião o melhor do time, cobrando uma falta frontal quase na risca da área em que a barreira do Bahia falhou com o jogador ao invés de ficar deitado ajoelhou e permitiu que o chute rasteiro fosse para o gol.

O segundo em outra falha com o zagueiro se atrapalhando, caindo e permitindo que o Arthur Caíque se redimisse.  

O Bahia voltou do intervalo mais consistente envolvente e num cruzamento diminuiu o placar dando a impressão que chegaria ao empate.

Até que aconteceu um erro imperdoável do árbitro por volta de 16 minutos quando chamado pelo VAR confirmou o cartão amarelo dado ao goleiro Gustavo por uma jogada errada. Imediatamente após a falta cobrada por cima do gol, o goleiro demorou para reposição e levou o segundo amarelo.

O erro foi a rapidez com que o árbitro aplicou o segundo cartão. Totalmente inexplicável, uma expulsão que mudou a história do jogo. Não posso afirmar que o Criciúma sairia vencedor, mas vai ficar eternamente a dúvida sobre qual seria o resultado do jogo.

Imagino que o histórico de cera do goleiro Gustavo possa ter influenciado a decisão do árbitro. Mas, pela rapidez da punição não é este o caso.
 

Por João Nassif 13/06/2024 - 00:11 Atualizado em 13/06/2024 - 23:56

Confesso que não pude acompanhar com detalhes pelos canais do youtube o jogo do Criciúma ontem em Curitiba. Mesmo com delay as imagens eram precárias e a internet caia toda hora, não deixando uma ideia clara do andamento do jogo.

Por isso não posso avaliar mais um tropeço do Criciúma, mesmo sabendo de antemão que o Athletico Paranaense é muito mais time e está muito melhor neste momento da temporada.

O que sei é que o técnico Cláudio Tencati mandou a campo a mesma estrutura de time que tem usado no campeonato e conseguiu na abertura do jogo o gol que poderia fazer o time jogar da forma como tem se dado bem em muitas partidas que tem disputado. Faz um gol e aposta na segurança defensiva.

A grande questão que determinou a derrota foi a falta de entrosamento da dupla de zaga reserva. Pude observar os gols da virada do Athletico que foram marcados com o atacante fazendo de cabeça no meio da defesa.

O terceiro gol saiu num erro de posicionamento dos zagueiros que permitiu ao adversário entrar livre pelo meio da área.

As ausências de titulares foram sentidas e o time volta de Curitiba na zona de rebaixamento depois de três derrotas seguidas, mas ainda com dois jogos atrasados em relação aos demais. 

Domingo outro pepino para ser descascado, o adversário será o Bahia aqui em Criciúma, Bahia que é o segundo colocado com a mesma pontuação do líder Flamengo.   
 
     
 

Por João Nassif 09/06/2024 - 20:27

Ouvi muitos torcedores do Criciúma durante a semana lamentando a derrota para o Palmeiras pelo fato do time ter jogado bem. Concordei com todos, o Criciúma fez um belo jogo e apesar de não gostar muito acompanhei a opinião que não deveria ter perdido, pois não gosto de falar em injustiça no futebol.

Durante as lamentações ouvi também que o jogo contra o Cuiabá seria perigoso, não pelo adversário que era o lanterna com apenas um ponto sem marcar qualquer golzinho nos seis jogos que havia realizado, mas pelo histórico do Criciúma que de acordo com as opiniões era especialista em ressuscitar mortos. 

Não concordei e algumas vezes até contestei com veemência pela insistência dos torcedores na tal de ressurreição. Seria impossível o Criciúma não vencer pelo momento dos times no campeonato. Mesmo sabendo que ninguém ganha na véspera, não imaginava outro resultado que não a vitória do Tigre.

Os muitos torcedores que ouvi e que acreditavam numa eventual zebra não representavam a imensa torcida do Criciúma que vem de há muito tempo confiando no time e lotando o Heriberto Hülse para participar de suas grandes vitórias e conquistas.

MUDANDO O DISCURSO. O que se viu contra o Cuiabá foi no primeiro tempo um arremedo de time de futebol. Permitiu ao Cuiabá marcar seus primeiros três gols no campeonato sem ameaçar em momento algum com todas as peças em campo num estágio letárgico sem qualquer indício de recuperação.

Para culminar, no primeiro movimento do segundo tempo o goleiro Gustavo acompanhando os demais jogadores engole um frango e vê o adversário abrir um impensável 4x0.

O Cuiabá depois do gol foi o Cuiabá de até então e permitiu uma pequena reação sofrendo dois gols em dois minutos deixando uma possibilidade de uma inédita reação do Criciúma. Até o glorioso Trauco ser expulso por meter o cotovelo na cara do adversário acabando com o sonho de um milagre. 

O quinto gol foi consequência e pela primeira vez na era Tencati o Criciúma sofre cinco gols que deixa a expectativa de como o time irá se portar na sequência do campeonato. 


             
 

Por João Nassif 06/06/2024 - 10:26

Tenham certeza que num futuro próximo os clubes irão contratar meninos ainda no ventre das mães. Cada dia mais o investimento em garotos vem chamando atenção e futuras joias de 10, 11 anos já são cobiçados pelos grandes times.

A notícia da semana foi o Palmeiras ter investido em dois garotos, um de 10 outro de 11 anos que também jogavam futsal no Corinthians e no Flamengo, tipo “deu chapéu nos dois rivais”.

Ninguém confirma, mas correu a informação que o menino Lucas Flora de apenas 10 anos que estava no Corinthians recebeu R$ 200 mil reais de luvas e salário de R$ 15 mil.

Outro garoto é Kevyn Wallace que foi tirado do Flamengo, este com 11 anos e já treinando no Verdão, inclusive vai com o time participar de um torneio nos Estados Unidos. Não se falou em valores.

É assustador, mas com receita de quase R$ 1 bilhão com a venda de três de suas crias, o investimento nestas promessas se justifica, pois se estes garotos confirmarem o que se espera uma venda futura trará mais recursos para os cofres do time paulista.

Por João Nassif 03/06/2024 - 07:15

O Criciúma vem fazendo bons jogos, alguns acima da expectativa e ontem poderia ter matado o jogo quando teve algumas situações claras que não conseguiu traduzir em gols que poderiam ter lhe dado a vitória.

Mesmo com bom volume de jogo a ausência do Fellipe Matheus foi sentida e mostrou definitivamente que é o jogador mais importante do plantel. A entrada do Matheuzinho, apesar do gol, não foi decisiva para suprir a ausência do titular, mesmo com Marquinhos Gabriel fazendo bom jogo, mas se percebeu um vácuo no setor da armação que foi decisivo para a primeira derrota em casa.

Apesar dos muitos erros na troca de passes o Palmeiras foi superior no setor, mas mesmo assim mostrou sua ineficácia visível nesta segunda parte da temporada. Os dois gols que fez foram conseguidos na bola parada, maior arma que tem conseguido para suprir a dificuldade em fazer gols, tanto que tem um dos piores ataques do campeonato depois de sete rodadas.

O pênalti cometido pelo Rodrigo foi produto de um erro grotesco pelo erro do tempo de bola e pelo braço inexplicavelmente estendido para um zagueiro de tamanha experiencia no seu jogo de número 150. 

Ainda com três jogos atrasados o Criciúma se mantém fora da zona de rebaixamento e tem mostrado pelas suas atuações que poderá fazer uma campanha solida, principalmente com a volta do Fellipe Matheus.        

Por João Nassif 23/05/2024 - 22:31 Atualizado em 24/05/2024 - 06:38

Não causou surpresa a vitória do Bahia no Heriberto Hülse e sua consequente classificação na Copa do Brasil.

O Bahia é um time superior ao Criciúma, jogou com cautela, pois tinha a vantagem e correu pouco riscos para ver sua vantagem diluída. Tem um plantel mais qualificado e um treinador que já mostrou sua capacidade, principalmente de entender a dificuldade que é jogar no campo do Criciúma, ontem com mais de 14 mil pagantes.

Com o andamento do jogo, sem ser molestado, apesar de dois gols do Criciúma bem anulados pela equipe de arbitragem, com as mudanças feitas no segundo tempo teve a competência de matar o confronto com dois gols na reta final do jogo. Este o Bahia.

O Criciúma teve um ótimo começo na segunda parte da temporada e a ausência de jogos por mais de 20 dias foi prejudicial, apesar do tempo que o técnico teve para trabalhar o time para este primeiro desafio na retomada do futebol.

Como não temos acesso aos treinamentos, vivemos apenas de especulação várias formas foram treinadas e apesar de ser correta a escalação para começar o jogo, as variantes tentadas durante a partida não surtiram os efeitos desejados.

É aquela história: tu trabalhas opções, mas quando não combina com o adversário podem não dar certo. Foi o que aconteceu. A derrota foi inexorável e mostrou que o Criciúma mesmo com muitas contratações, ainda é insuficiente para poder chegar ao final do ano com as metas traçadas sendo alcançadas. 

Com a abertura da janela do meio do ano será necessária uma avaliação do plantel e um pouco mais de ousadia nas buscas de reforços, pois jogos da série A que virão pela frente serão duríssimos, tanto como foi este jogo contra o Bahia. 

Por João Nassif 21/05/2024 - 22:59 Atualizado em 22/05/2024 - 06:38

A divulgação pela CBF da retomada do campeonato da série A foi no sentido de preservar a sequência programada desde quando foi feita a tabela da competição.

O campeonato parou na 6ª rodada e o reinício será no primeiro final de semana de junho quando será disputada a 7ª rodada, depois a 8ª e na sequencia a 9ª rodada que estava originalmente marcada para os dias 1º e 02 de junho.

Isto quer dizer que o jogo do Criciúma com o Palmeiras marcada para 19/05 pela 7ª rodada será jogado no próximo dia 02/07, um domingo as 16 horas no Heriberto Hülse.

Menos mal que a série A seguirá seu curso natural com os times gaúchos não ficando com jogos pendentes, mas com prejuízos de não poderem jogar em suas sedes, exceção o Juventude, pois Caxias do Sul não foi violentamente prejudicada pela tragedia que impactou em centenas de cidades do Rio Grande do Sul.

Chama a atenção a 8ª rodada que não será disputada no segundo final de semana do próximo mês, sendo remarcada para o meio da semana seguinte.

O Heriberto Hülse poderá receber alguns jogos de Grêmio e Internacional quando forem mandantes, o primeiro deles será o dia 13, quando o Colorado enfrentará o São Paulo.

Ainda passaremos um final de semana sem futebol, mas rezando para que não aconteçam outras catástrofes e assim o campeonato poderá ser disputado com normalidade. 

Por João Nassif 15/05/2024 - 19:32 Atualizado em 15/05/2024 - 20:58

Muito a contra gosto a CBF determinou a paralisação do Campeonato Brasileiro por duas rodadas, a partir do próximo final de semana. As rodadas canceladas são a 7ª e a 8ª., o campeonato retornará somente no dia 1º de junho.

Quinze clubes solicitaram a suspensão do campeonato, entre eles o Criciúma E.C., somente os paulistas Red Bull Bragantino, Corinthians, São Paulo e Palmeiras queriam a continuidade da competição. 

A situação no Rio Grande do Sul ainda é caótica sem previsão de voltar à normalidade e o movimento dos clubes foi positiva, pois ainda não há clima para que os times gaúchos retornem às atividades.

Isto quer dizer que o jogo entre Criciúma e Palmeiras não será realizado neste domingo. As pessoas que ficaram horas nas filas para compra de ingressos, certamente compreenderão a atitude da CBF, afinal todos nós estamos solidários com o estado vizinho.

Por João Nassif 07/05/2024 - 08:31 Atualizado em 07/05/2024 - 09:52

Pelo terrível momento que vive o Rio Grande do Sul, a CBF teria obrigação de parar o campeonato brasileiro. Somente na série B não tem times gaúchos, as demais teriam que ser paralisadas para que seja preservado o equilíbrio das competições.

Os jogos de times gaúchos foram suspensos na rodada do final de semana e com a informação do fechamento do Aeroporto Salgado Filho até o final do mês não haverá condições do deslocamento das delegações para outros estados do país. E mais, todos os times estão sem condições para treinamentos o que agravaria ainda mais a situação.

O calendário do futebol brasileiro já é por essência sufocante para os clubes e se a entidade adiar somente os jogos dos times gaúchos será impossível inserir estes jogos entre as diversas competições tanto nacionais como sul-americanas.

Não podemos esquecer que em breve acontecerá a Copa América.

Espero que ainda hoje a entidade se manifeste e com bom senso paralise o campeonato brasileiro, mesmo que a temporada oficial não termine como previsto no início de dezembro. 

Por João Nassif 01/05/2024 - 08:23 Atualizado em 01/05/2024 - 11:26

A temporada nacional 2024 do Criciúma tem superado a mais otimista das expectativas registradas após o campeonato estadual.

O time começou forte o campeonato brasileiro apesar do empate na estreia jogando em casa, mas ganhou força com o empate em Belo Horizonte e atingiu o ápice com a goleada em São Januário.

No prolongamento a derrota ontem em Salvador não tirou o embalo deste início das competições nacionais, pois se foi um resultado adverso não abalaria o momento positivo pelo fato do time ter ido à campo para sair vivo do confronto por ser o primeiro jogo e a decisão será no Heriberto Hülse. 

Óbvio que ninguém quer perder, mas no meu entendimento o Criciúma fez uma partida segura pelo seu objetivo e o placar mínimo adverso deixa uma boa perspectiva para a classificação.

O esquema de jogo privilegiou a defesa o que tem sido decorrente. As duas linhas de quatro se movimentaram com qualidade e nas poucas vezes em que o Bahia conseguiu romper a marcação novamente o goleiro Gustavo foi decisivo para garantir o resultado que deixou o confronto em aberto e a força do Heriberto Hülse poderá fazer a diferença. 

 
 

Por João Nassif 27/04/2024 - 20:22 Atualizado em 27/04/2024 - 20:26

Foi a palavra que encontrei para definir o jogo em São Januário. Poderia usar qualquer outra como amasso e passeio, mas optei por massacre que retrata com fidelidade a vitória do Criciúma, num resultado em princípio impensável e que foi construído desde os primeiros movimentos do jogo.

A campanha do Vasco até então não recomendava favoritismo, pois vinha de duas derrotas e apenas uma vitória na primeira rodada num jogo com erros de arbitragem que o favoreceu.

Na disputa pelas estratégias o técnico Cláudio Tencati foi soberano contra um Ramón Díaz que pelo percebido não tinha nenhuma informação sobre o Criciúma talvez confiante que a camisa e o ambiente do estádio poderiam fazer a diferença. Engano primário.

Jogar com quatro atacantes contra um time mais entrosado que tem uma forte força defensiva e não sabendo dos riscos de um contra ataque com meias de qualidade e com a velocidade dos atacantes, deixou seu meio de campo despovoado e sem capacidade de propor um jogo mais efetivo no ataque. 

Foi presa fácil, pois deixar Felippe Matheus e Marquinhos Gabriel soltos no campo é flertar com o suicídio. Os dois jogaram muito, principalmente Filippe Matheus, sem falar no Gustavo que no retorno pegou um pênalti inventado pela arbitragem, com o congolês Bolasie que fez um gol espetacular e que fez jogadas que podem ser ditas com show.

Enfim, foi uma partida perfeita do Criciúma como a muito não se via e a goleada mostrou a grande superioridade sobre um adversário que vai ter que se reinventar para escapar da série B.

A torcida ironicamente aplaudiu o quarto gol do Criciúma e na saída de campo -o técnico Ramón Díaz deixando com seu protesto a certeza da demissão de um treinador massacrado pelo seu oponente. No vestiário o Vasco da Gama demitiu o treinador. 
 

Por João Nassif 18/04/2024 - 07:21 Atualizado em 18/04/2024 - 08:27

O empate do Criciúma em Belo Horizonte teve tudo a ver com a diferença de plantel em relação ao que estava sendo visto na temporada. As contratações deram ao técnico Cláudio Tencati novas opções e este detalhe foi fundamental para conseguir um resultado improvável em seu primeiro jogo fora de casa.

A boa solidez defensiva o que era natural pelo peso do adversário fez com que o time sofresse poucos riscos contra um ataque poderoso com três jogadores de alto potencial ofensivo.

Hulk, Paulinho e Gustavo Scarpa tiveram raras oportunidades pela forte marcação que sofreram, podemos citar apenas o terceiro com grande liberdade pelo lado direito da defesa do Criciúma e foi por ali que saiu o gol do Galo. Aliás Gustavo Scarpa ficou livre em grande parte do jogo.

O Criciúma arriscava pouco, preocupado em garantir a desvantagem parcial e consolidando com eficiência a marcação, novamente o ponto alto da equipe.

Com as alterações promovidas pelos dois técnicos o Criciúma se deu melhor. Enquanto Tencati ganhou maior equilíbrio do meio para frente, Milito perdeu sua força de ataque com as saídas dos seus três principais atacantes. 

empate foi consequência das mudanças e o gol saiu de uma roubada de bola do Barcia pelo lado direito, o cruzamento que e o Matheuzinho desviou para marcar.

Bom início do Criciúma com dois empates e mesmo que na estreia não tenha vencido em casa, não pode reclamar do empate contra o Juventude que derrotou o Corinthians na rodada.

Com o adiamento do jogo contra o Fortaleza pela terceira rodada o Criciúma fará seus próximos dois jogos fora de casa contra Vasco da Gama e Grêmio. 
    


 

Por João Nassif 13/04/2024 - 22:39

Quando vai começar qualquer competição, principalmente o campeonato brasileiro com 20 times é absolutamente natural que analistas e torcedores façam previsão sobre quais times brigarão pelo título e quais jogarão pela permanência na série A.

Tenho acompanhado muitas previsões sobre os que entrarão no campeonato com o único objetivo de sobrevivência e a maioria optou pelos que subiram da série B, entre eles o Criciúma, tido por todos como o favorito para o rebaixamento.

Não vejo de forma diferente, afinal o Criciúma é o clube com menor investimento o que é um ponto decisivo para esta avaliação. Nada que seja definitivo, afinal são 38 rodadas e outros times também entram na previsão de descenso, casos de Juventude, Atlético-GO, Vitória que subiram e também Cruzeiro e Vasco que têm sido frequentes na série B. 

O Criciúma além do menor poderio financeiro tem um plantel que mostrou sua deficiência no campeonato catarinense, mesmo sendo bicampeão. E mais, a forma do time se comportar principalmente nos segundos tempos dos jogos não recomenda uma grande campanha. 

A amostra da estreia mostrou os vícios de sempre, sai na frente no primeiro tempo mesmo com alguma dificuldade e volta para a segunda etapa no modo Tencati. Aposta na defesa perde força ofensiva e acaba tomando o empate. Contra o Juventude chegou ao gol pela primeira vez além dos 30 minutos do segundo tempo.

Agora para a competição vieram jogadores que certamente agregarão mais qualidade e com o tempo poderemos fazer uma avaliação mais precisa sobre o futuro.

Ou muda o comportamento, as novidades, Bolasie, Matheuzinho, Arthur Caíque podem agregar ao plantel mais qualidade ou vai sofrer bastante no campeonato e confirmar as previsões que estão na cabeça de tantos quantos acompanham o futebol.
 

« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito