Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Por João Nassif 11/05/2021 - 16:42 Atualizado em 11/05/2021 - 16:42

Foi pela gestão do presidente da Federação Catarinense de Futebol, Rubens Angelotti, que a CBF alterou as datas dos jogos do Criciúma contra o América -MG pela Copa do Brasil.

Assim como estava registrado no calendário de competições da entidade os jogos serão realizados nos dias 02 e 09 de junho.

Por João Nassif 11/05/2021 - 06:00 Atualizado em 11/05/2021 - 09:27

Até ontem à noite ainda não havia pronunciamento da CBF sobre as alterações das datas dos confrontos do Criciúma com o América-MG pela Copa do Brasil.

O presidente da FCF, Rubens Angelotti, estava aguardando o desfecho de seu pedido para que a entidade mudasse as datas e mostra certeza de que as datas serão alteradas. Ontem também a CBF consultou o clube mineiro que também dever ter interesse na alteração, pois está na decisão do campeonato de Minas Gerais e os jogos sairiam entre o primeiro e o jogo final da competição.

Enquanto isso, o Criciúma montou sua programação com a realização de jogos treinos e espera ter mais tempo para complementação de seu plantel.

Final do campeonato adiada

A remarcação dos jogos de uma das quartas de final alterou o calendário catarinense que em princípio previa a partida final para o dia 23. Como Chapecoense e Figueirense ainda não decidiram quem enfrentará o Marcílio Dias na semifinal foi necessária mais uma data para a decisão do título.

Brusque e Avaí já estão na disputa da outra semifinal e o segundo jogo está marcado para o dia 19 no Augusto Bauer. Houve empata em 0x0 no primeiro jogo e o Brusque tem a vantagem de dois resultados iguais. 

Dia 12 será jogada a partida de volta entre Chapecoense e Figueirense. O vencedor enfrentará o Marcílio Dias nos dias 16 e 19. Desta forma as finais serão disputadas nos dias 23 e 26 deste mês.

Lembrando que os campeonatos brasileiros terão início no último final de semana do mês de maio.


 

Tags: CBF FCF

Por João Nassif 10/05/2021 - 06:00 Atualizado em 10/05/2021 - 07:01

Depois da CBF marcar para os dias 20 e 27 deste mês os jogos do Criciúma contra o América-MG, acendeu o sinal de alerta no Heriberto Hülse. O Criciúma ainda não tem um plantel completo e o técnico Paulo Baier teria que mudar seu planejamento.

Os jogos marcados foram isolados do restante da terceira fase da Copa do Brasil e não havia motivos para esta antecipação. Possivelmente em razão da televisão que programou as transmissões para o SporTV e Premiere.

Falei ontem com o presidente Anselmo Freitas que afirmou ter repassado ao presidente da FCF o pedido junto a CBF para alterar as datas. O próprio América-MG se manifestou estranhando a tabela divulgada pela entidade.

A Federação foi consultada pela CBF se o Criciúma ainda estava em alguma competição. Claro que a resposta foi negativa, mas o time mineiro poderia estar na decisão do seu campeonato estadual. O América ontem ao eliminar o Cruzeiro confirmou sua presença na final do campeonato contra o Atlético.

Rubens Angelotti, presidente da Federação Catarinense, me afirmou que hoje terá a resposta a seu pedido e confia na remarcação dos jogos. Como os dirigentes da CBF estavam todos no sábado em Fortaleza acompanhando a decisão da Copa do Nordeste, não poderiam resolver a questão.

A tendencia é que os jogos sejam transferidos para o mês de junho, juntamente com todos os outras da terceira fase da Copa do Brasil.

Repetição da história?

No campeonato de 2020 a Chapecoense foi a oitava colocada, última da fase de classificação e depois de três eliminatórias foi a campeã.

Este ano, por força de decisão do TJD foram anulados os jogos do Hercílio Luz, oitavo na primeira fase que havia sido eliminado pela Chapecoense nas quartas de final. O Figueirense que havia ficado em nono lugar ocupou o lugar do time de Tubarão e foi para o confronto com a Chapecoense.

 

O primeiro jogo foi ontem no Scarpelli e deu Figueira por 3x1. Será que a Chapecoense conseguirá reverter e passar à fase seguinte? Se não reverter poderemos ter a repetição do campeonato de 2020.
 

Por João Nassif 08/05/2021 - 08:03 Atualizado em 08/05/2021 - 08:09

A CBF divulgou ontem a tabela da terceira fase da Copa do Brasil e os jogos do Criciúma contra o América-MG serão os primeiros da fase da competição.

Enquanto os demais jogos serão disputados em junho os confrontos entre Criciúma e América-MG foram marcados para os dias 20 e 27 deste mês. 

Não houve uma explicação para este procedimento, mas possivelmente em função da televisão, pois ambos os jogos serão transmitidos pelo Premiere e SporTV. O primeiro jogo será no Estádio Independência em Belo Horizonte.

Com isso o Criciúma terá que alterar sua programação neste tipo de pré-temporada. Ainda sem um elenco completo e sem a possibilidade de realizar três jogos treinos como queria o técnico Paulo Baier, a dificuldade que já era grande por enfrentar um time de série A, ficou ainda maior.

Como o Criciúma está se abastecendo no mercado interno, alguns jogadores do Próspera, conhecidos do técnico, poderão ser contratados nesta situação emergencial.

Tapetão

Pelo comentário que fiz sobre a desatenção da FCF em não registrar a irregularidade do jogador do Hercílio Luz logo após o julgamento, recebi a informação do presidente da Federação, Rubens Angelotti, que apesar do julgamento ter sido realizado no dia 06/04, o TJD só colocou a punição no sistema no dia 28. Imediatamente a FCF tomou as providencias. 

Ontem o TJD indeferiu o pedido de efeito suspensivo pleiteado pela Chapecoense para confirmar os jogos já disputados contra o Hercílio Luz. Com isso os jogos em questão foram anulados.

Foi confirmado para amanhã o jogo entre Figueirense e Chapecoense, primeiro jogo das quartas de final.

Por João Nassif 07/05/2021 - 06:00 Atualizado em 07/05/2021 - 09:35

O Criciúma está buscando nos times do campeonato catarinense os reforços para o restante da temporada. São jogadores que foram observados pelo técnico Paulo Baier e que se enquadram em seus métodos de trabalho.

Do Próspera já acertado o atacante Gabriel que foi destaque na campanha sob seu comando. O Baier confia no jogador e sabe como poderá render no ataque do Criciúma.
Também está atras do meia Warley que teve bom desempenho no Concórdia. Esta contratação deverá ser definida nesta sexta-feira.

O estilo Paulo Baier já foi notado em seu primeiro trabalho junto ao grupo atual. Depois de participar de um recreativo com os jogadores foi para o trabalho técnico já começando a implantar sua filosofia de trabalho.

A exemplo do que fez no Próspera na pré-temporada pediu que a direção do clube providenciasse três jogos treinos para a complementação da preparação visando a abertura da série c contra o Ituano no Heriberto Hülse.

Tapetão

A Chapecoense entrou com pedido de efeito suspensivo para não jogar contra o Figueirense, de acordo com a publicação da tabela pela Federação Catarinense. O pedido deverá ser julgado por um auditor que poderá ou não deferir a demanda.

O que sobrou pela desatenção da FCF em não registrar a irregularidade do jogador do Hercílio Luz, foi a paralisação do campeonato que pelos recursos impetrados poderá não terminar antes do início do campeonato brasileiro.

Imagem arranhada

O que fizeram com o Criciúma nos últimos anos provocou reações em outras praças, inclusive com declarações que colocam o clube numa situação embaraçosa no futebol brasileiro.

O zagueiro Wallace do Vitória-BA afirmou que teme que seu time se transforme num Criciúma, se referindo à queda do time para a segunda divisão do campeonato catarinense.
Disse o zagueiro: “Estou com medo de que o Vitoria se torne um Criciúma”. O Vitória foi eliminado do campeonato baiano depois do empate com o já rebaixado Fluminense de Feira de Santana.
 

Por João Nassif 06/05/2021 - 06:00 Atualizado em 06/05/2021 - 10:41

A primeira manifestação do novo técnico do Criciúma foi um pacto de mobilização dele, de todos da comissão técnica e principalmente dos jogadores que estão no clube e de todos que serão contratados. 

Paulo Baier foi repetitivo em algumas questões, como por exemplo, a virada do conceito que imperou no Criciúma nos últimos anos. A falta de garra, a perda da identidade em jogos no Heriberto Hülse, a apatia de muitos em relação a camisa pesada de tantas conquistas, tudo que de errado ficou escancarado na condução do futebol nas últimas temporadas.

Seguindo os conceitos vitoriosos que Paulo Baier implantou no Próspera, sendo repetidos com a mesma intensidade alguns degraus acima poderá levar o Criciúma a alcançar seu único objetivo na temporada que é o acesso à série B do campeonato brasileiro.  

O campeonato será paralisado

Quando se esperava que tudo corresse de forma tranquila depois da decisão do TJD em retirar os 03 pontos do Hercílio Luz, a Chapecoense e o mesmo Hercílio entrarão com recursos que protelarão a decisão do campeonato.

A Federação Catarinense já publicou a tabela que prevê o final do campeonato no dia 26 ao invés do dia 23 como estava programado. Com o Figueirense no oitavo lugar pela decisão do Tribunal os jogos da Chapecoense contra o Hercílio Luz foram cancelados. A FCF marcou para domingo no Scarpelli o primeiro confronto entre Figueirense e Chapecoense válido pelas quartas de final.

A Chapecoense não aceitou a mudança e deverá entrar com recurso nesta quinta-feira exigindo enfrentar o Marcílio Dias em partida já pela semifinal. Quer que sejam válidos os jogos em que eliminou o Hercílio Luz.

Já o Hercílio Luz que além da perda de pontos foi multado em R$ 15 mil emitiu uma nota oficial afirmando que irá interpor o competente recurso e vai tentar comprovar sua inocência, depois de ter lutado dentro de campo para alcançar seus objetivos. Com este recurso vai tentar escapar da multa, pois dificilmente deixará de perder os pontos.

A Chapecoense também se manifestou em nota oficial afirmando que adotará todos os mecanismos jurídicos para resguardar seus direitos e respeitar o resultado conquistado dentro do campo.

A confusão está armada e tudo indica o campeonato será paralisado até o julgamento de todos os recursos.

O que existe de concreto é que a outra semifinal entre Brusque e Avaí não está nesta confusão e seria disputado domingo dia 16, mas a FCF marcou o jogo da volta para o dia 19 no Augusto Bauer sem nenhuma explicação.

Este jogo poderá voltar para domingo em função da TV, desde que sejam confirmados todos os recursos prometidos pela Chapecoense e Hercílio Luz. Vamos aguardar os desdobramentos nesta quinta-feira.

Por João Nassif 05/05/2021 - 06:00 Atualizado em 05/05/2021 - 09:46

Finalmente batido o martelo e aquele o mais especulado foi confirmado técnico O escolhido Paulo Baier atende a preferência do presidente Anselmo Freitas e muito mais o trabalho espetacular que fez no Próspera nos últimos anos.

Muitas vezes existem resistências quando um técnico que foi vitorioso num time do menor escalão do futebol assume um clube de uma prateleira superior.

Acho este argumento de nível muito pequeno, tamanho de clube não pode ser parâmetro para comparações, tem que prevalecer as ideias do treinador e as necessidades do clube.

O trabalho do Paulo Baier foi examinado à exaustão no campeonato catarinense. Sua forma de jogar, de como armou o time com suas limitações e o sucesso pela classificação por ter levado à série D do campeonato brasileiro um time que há alguns anos estava com seu departamento de futebol fechado.

 

E agora é hora de formatar o plantel, certamente alguns jogadores do atual campeonato catarinense com potencial para serem contratos, além do conhecimento do mercado nacional do diretor executivo Juliano Camargo. Deverão estar à disposição para a Série C e Copa do Brasil

A questão do julgamento do Paulo Baier pelos incidentes no jogo do Próspera contra o Avaí deu tranquilidade para que o Criciúma o contratasse. O técnico será punido com vários jogos de suspensão que somente serão cumpridos em competições organizadas pela Federação Catarinense de Futebol. 

E por falar em Tribunal, o julgamento de ontem confirmou a perda de três pontos pelo Hercílio Luz e o Figueirense irá decidir com a Chapecoense uma das quartas de final. Hoje a FCF deverá confirmar as datas com o primeiro jogo no Scarpelli. 

Por João Nassif 04/05/2021 - 06:00

Mais um dia que passou e nada do Criciúma anunciar o novo técnico. Vários nomes foram especulados e sem nenhuma confirmação oficial ainda não sabemos que virá comandar o Criciúma.

Ontem citei algumas questões que podem ser impedimentos e talvez em razão destes impedimentos a direção do clube ainda não conseguiu chegar a uma definição. 

Sempre no talvez ou pode ser, como não sou de alimentar especulações prefiro aguardar o desfecho com a informação oficial do Criciúma. Mais um dia sem solução o que é preocupante pela proximidade do início das competições.

Comecei uma contagem regressiva que espero seja interrompida nesta terça-feira.

TJD em ação

Hoje deverá ser sacramentada a perda de pontos do Hercílio Luz por ter colocado em jogo um atleta irregular. O clube de Tubarão está escorado numa possível autorização por parte do TJD para utilizar o jogador mesmo com a suspensão de uma partida.

A morosidade do Tribunal e a possível falta de cuidados do Hercílio fará com que o Figueirense assuma o oitavo lugar na primeira fase do campeonato e ganhe o direito de disputar as quartas de final. Os jogos Chapecoense e Hercílio Luz serão anulados.

Causa estranheza a demora da Federação em descobrir a irregularidade, fez a denúncia ao TJD 23 dias após o julgamento. Para sorte da entidade o Hercílio foi eliminado no confronto com a Chapecoense, caso contrário o campeonato não terminaria no prazo estipulado. Por isso o Hercílio não entrará com nenhum recurso.

Com a punição que será confirmada os jogos da Chapecoense contra o Figueirense serão marcados e certamente teremos ainda neste meio de semana o primeiro jogo em Florianópolis. Depois o campeonato seguirá com jogos as quartas e domingos, terminando dia 23 de maio conforme previsto. 

Por João Nassif 03/05/2021 - 06:00 Atualizado em 03/05/2021 - 10:50

A dificuldade é extrema, o tempo está passando e o Criciúma ainda não tem um técnico para as competições que se aproximam. E mais, a necessidade de contratações, pois não é suficiente o que restou do campeonato estadual. Alguns fatores estão impedindo o Criciúma de definir seu treinador.

Primeiro o aspecto financeiro, não sei quanto está disponibilizado para este investimento, mas creio que não atinge as pedidas devido o time estar na série C e o desafio será enorme na busca do acesso. A chave é muito difícil com a brigada paulista além do Paraná, Figueirense e dois o interior do RS.

Segundo o tempo de contrato, a nova regra do campeonato brasileiro mexe diretamente com a cultura atual com os clubes trocando várias vezes de treinador numa mesma temporada. Agora o clube só pode demitir um técnico durante a competição.

Esta nova regra desemboca no terceiro fator da dificuldade do Criciúma em encontrar seu novo técnico. A insegurança dos profissionais quando não conseguem alcançar os objetivos de seu novo clube.

O problema é que o tempo está passando e olhem que passa rápido, já são menos de 30 dias para o início do campeonato brasileiro e mesmo com um diretor executivo o clube ainda não conseguiu seu novo técnico.

De hoje não pode passar até para que Juliano Camargo mostre a que veio. Técnico e reforços são competência de um diretor executivo. Depois de conhecer a estrutura do clube, ir à São Paulo preparar sua mudança, ou voltou ontem à noite com o novo treinador ou deverá anunciá-lo durante esta segunda-feira.

Por João Nassif 30/04/2021 - 06:00 Atualizado em 30/04/2021 - 08:02

A morosidade do judiciário brasileiro é tamanha que se transfere também para o futebol. Os tribunais esportivos, seja o STJD ou os TJD’s das Federações fazem questão de protelar julgamentos e decisões interferindo diretamente no andamento das competições.

A pérola em Santa Catarina foi a suspensão de um jogo pelas semifinais do campeonato entre Chapecoense e Marcílio Dias, pois um jogador do Hercílio Luz foi expulso na final da série B em dezembro de 2020. Alisson foi o jogador expulso após o final do jogo contra o Próspera. 

Estou registrando que a expulsão aconteceu no dia 20 de dezembro e o julgamento ocorreu somente no dia 06 de abril quando Alisson foi suspenso por uma partida. Como o atleta não cumpriu a automática por ter sido expulso numa final de campeonato deveria que cumprir no primeiro jogo após o julgamento. Este jogo foi contra o Brusque no dia 10 pela 9ª rodada do campeonato e o atleta foi escalado.

Somente ontem no dia 29 é que a Procuradoria do TJD fez a denúncia o que provocou a suspensão do jogo pelas semifinais. Simplesmente 23 dias após a data do julgamento. 

Como o Hercílio escalou de forma errada o jogador será julgado na próxima quarta-feira e deverá perder 03 pontos pela irregularidade. A punição normal seria 06 pontos, mas como o Hercílio Luz perdeu o jogo e deixou de ganhar 03 pontos perderá apenas 03, portanto haverá mudanças na classificação final da primeira fase do campeonato.

Com isso o time de Tubarão irá perder a 8ª colocação caindo para apenas 09 pontos na classificação final indo para o 10º lugar. Quem assumirá a 8ª posição e a consequente classificação será o Figueirense que enfrentará a Chapecoense pelas quartas de final. Com isso os dois jogos da Chapecoense contra o Hercílio Luz estarão cancelados.

Imaginem se com a perda de 03 pontos a queda do Hercílio interferisse no rebaixamento e, por exemplo, o Criciúma escapasse? Seria acusada uma virada de mesa. Este TJD é uma brincadeira, protela os julgamentos e interferem diretamente no andamento do campeonato.

 

Por João Nassif 29/04/2021 - 06:00 Atualizado em 29/04/2021 - 08:02

O Próspera fechou o campeonato catarinense com a dignidade de um clube modesto que fez um planejamento competente e com muito profissionalismo. O projeto montado foi para consolidar a permanência na série A do campeonato estadual depois de sucessivos acessos vindo da série C.

O sucesso do time no campeonato certamente surpreendeu a própria direção do clube com a passagem para as quartas de final e de quebra a classificação para a série D do campeonato brasileiro em 2022.

Quer dizer, fez muito mais do que estava previsto e garantiu um excelente calendário para a próxima temporada. Além do estadual da série A, certamente uma Copa Santa Catarina e no mínimo 14 jogos no campeonato brasileiro.

Agora Israel e seus companheiros vão respirar com tranquilidade e começar trabalhar em duas frentes, a reforma completa do Mario Balsini e a reformulação do futebol.

Pela campanha e pelos jogos alguns jogadores se destacaram e deverão ser assediados por outros clubes, além da avaliação do plantel como um todo, principalmente pela falta de calendário nesta temporada. Possivelmente somente no final do ano será disputada a Copa Santa Catarina. 

Se o Próspera irá jogar a série A do estadual o Criciúma estará constrangido na série B, neste século o único time grande de Santa Catarina. Os dois terão pela frente em 2022 o campeonato brasileiro, um na série C e outro na D, nem quero imaginar um clássico da cidade na quarta divisão do futebol brasileiro.

O Criciúma que contratou um diretor executivo com boas referências deve começar nas próximas horas a montar comissão técnica e plantel que espero sejam qualificados para brigar pelo acesso no campeonato brasileiro.
 

Tags: Próspera EC

Por João Nassif 28/04/2021 - 06:00 Atualizado em 28/04/2021 - 09:02

Ontem foi o dia da montagem efetiva do departamento de futebol do Criciúma. Sem um diretor, a figura procurada ajudá-lo no comando do futebol, o presidente Anselmo Freitas nomeou o Wilsão para coordenador geral do futebol e anunciou Juliano Camargo como diretor executivo.

A presença do Wilsão no futebol, trabalhando a base e o profissional deve-se muito pelo tempo e conhecimento que tem do clube e como funcionário sobe de cargo e aumenta sua responsabilidade. 

A primeira atitude do Wilsão será afirmar ao futuro treinador que não tem mais interesse em comandar o time. Ao mesmo tempo espero que o presidente tenha também este cuidado, pois na demissão de um treinador já se escorou no Wilsão assim como outros presidentes que passaram pelo clube.

Não tenho conhecimento do trabalho do Juliano Camargo, somente informações que fez um bom trabalho no Sampaio Correa, clube do Maranhão, hoje na série B do campeonato brasileiro. Trabalho que foi positivo na montagem de um plantel forte que subiu de divisão e na última temporada ficou na 6ª colocação na segunda divisão.

Sua missão será contratar um técnico e dar a ele munição para reabilitar o Criciúma na temporada, afinal em pouco mais de um mês terá duas competições pela frente. A terceira fase da Copa do Brasil e o início da série C do brasileiro.

Para finalizar, minha opinião é que não há necessidade de um diretor de futebol nos moldes pretendido pelo Anselmo. Já definiu coordenador geral, já contratou um diretor executivo e se vier mais um será muita gente dando palpite no futebol, e até recentemente um dirigente foi interpelar o técnico Hemerson Maria sobre escalação e esquema de jogo. O quadro já está completo e deve ficar por aí. 

MISSÃO QUASE IMPOSSÍVEL

O Próspera terá hoje a noite seu maior desafio das últimas temporadas. Claro que os acessos não foram fáceis, que a luta para escapar do rebaixamento na série A do estadual foi árdua e depois da classificação sonha com uma participação no campeonato brasileiro.

A missão será derrotar o Avaí na Ressacada com uma diferença de dois gols para alcançar as semifinais. Sem o técnico na beirada do campo, sem alguns jogadores expulsos na primeira partida o Próspera terá que se superar para atingir este objetivo.

Como o velho chavão diz que no futebol tudo é possível, vou aguardar e espero que a batalha de domingo não tenha desdobramentos neste jogo da volta.  

Por João Nassif 27/04/2021 - 06:00 Atualizado em 27/04/2021 - 08:41

Anselmo Freitas confirmou na tarde de ontem sua permanência na presidência do Criciúma. Depois de colocar o cargo à disposição do Conselho e de muita conversa nos últimos dias resolveu continuar pedindo encarecidamente apoio financeiro dos empresários da cidade para buscar a reconstrução do clube.

Havia pensado que além de confirmar continuidade o presidente anunciaria o diretor executivo para começar os trabalhos, mas ainda não. O que há de certeza é a demissão do supervisor Giuliano Bitencourt e o portão da barca aberto para a saída de jogadores. O desmanche do plantel está em andamento.

________________________________________________________

A atitude impensada e lamentável do técnico Paulo Baier na invasão ao gramado deixou em seu rastro sua própria expulsão e de mais três jogadores sob seu comando. O prejuízo é grande, pois os atletas terão que cumprir a automática o mesmo valendo para o treinador que não poderá comandar o time à beira do gramado na decisão de amanhã.

De acordo com o art. 89, parágrafo 3º do Regulamento Geral de Competições da Federação Catarinense de Futebol o membro de comissão técnica suspenso não poderá acessar nenhuma parte do estádio, nem se comunicar, por qualquer meio, com qualquer pessoa envolvida na partida, em especial atletas e membros da comissão técnica, nem comparecer à coletiva de imprensa ou qualquer atividade de mídia realizada no interior do estádio.

Assim o técnico do Próspera terá que ver o jogo de amanhã na Ressacada pela televisão. Prejuízo imenso para o Time da Raça pela atitude impensada de seu comandante.
 

Por João Nassif 26/04/2021 - 06:00 Atualizado em 26/04/2021 - 08:24

Não existe justificativa para o comportamento do técnico Paulo Baier assim que o árbitro encerrou o jogo contra o Avaí. O técnico partiu para cima do zagueiro Alemão e levou com ele todos os jogadores em campo, titulares e reservas que foram para a briga generalizada.

Paulo Baier justificou na entrevista depois do jogo que Alemão ofendeu o Próspera chamando de timinho. O técnico foi tirar satisfações e criou a baderna que já está repercutindo por todo país.

Quando algum atleta ofende com gestos ou palavras o adversário cabe ao árbitro adverti-lo. Foi o que fez o árbitro do jogo punindo o zagueiro Alemão com cartão amarelo. O árbitro escreveu na súmula que puniu com cartão amarelo, mas não conseguiu identificar as palavras proferidas pelo zagueiro após o gol da vitória do Avaí. 

A maioria está surpresa com a reação do técnico, uma pessoa pacata, de boa índole e de muita experiencia pela quilometragem que tem no futebol. Concordo, penso que um profissional da envergadura de um Paulo Baier não pode querer ser justiceiro e provocar quase uma batalha campal por uma atitude inconsequente. 

O Paulo deveria saber e creio que sabe, mas não pensou que quando o comandante invade o campo para tirar satisfações contra um adversário está induzindo seus comandados a defendê-lo e todos os jogadores dos dois times certamente partirão para a briga.

No rescaldo da confusão o árbitro expulsou, além do Paulo Baier três jogadores do Próspera e dois do Avaí e todos estarão suspensos para o jogo de quarta-feira.

Sobre o jogo, o Próspera foi a campo para empatar. Estava conseguindo seu objetivo até o último lance quando levou o gol depois da cobrança de um lateral. Inadmissível.


 

Por João Nassif 23/04/2021 - 06:00 Atualizado em 23/04/2021 - 07:41

O rebaixamento para a segunda divisão do campeonato catarinense, além do vexame deixou um rastro de crueldade para a futura temporada. 

Mesmo com a garantia de disputar a série C do brasileiro que irá começar no final de maio e a terceira fase da Copa do Brasil em julho/agosto o ano de 2022 irá balançar as estruturas do Heriberto Hülse. 

O clube viverá uma temporada única em sua história, pois ainda não tem certeza de que forma o calendário terá que ser cumprido.

Como a série B do catarinense começa no mês de junho, no primeiro semestre o Criciúma terá que disputar a Copa Santa Catarina e ser campeão para garantir vaga na Copa do Brasil.

Poderá ter um calendário mais encorpado se conseguir o acesso no campeonato brasileiro deste ano, se permanecer na série C ou mesmo se for rebaixado não altera o roteiro a ser cumprido agora em 2021.

De qualquer maneira o presidente Anselmo Freitas terá que resolver rapidamente de que forma irá montar o projeto para enfrentar o campeonato brasileiro. Vai contratar um executivo com conhecimento do mercado? Vai utilizar novamente alguém do entorno para comandar o futebol?

Estas questões terão que ser respondidas o mais breve para que depois do fracasso no campeonato estadual a tragedia não se repita em nível nacional.

Certo é que o Criciúma deverá jogar a Copa SC em janeiro, ser o campeão e entrar na disputa da Copa do Brasil. Depois começará o brasileiro, seja a série C ou a D e em junho irá disputar o estadual da segunda divisão.

Por João Nassif 22/04/2021 - 06:00 Atualizado em 22/04/2021 - 07:43

Era impensável, mas já estava desenhado desde o início do ano que o Criciúma sofreria dificuldades para enfrentar o campeonato estadual, inclusive com riscos de rebaixamento que se tornou realidade.

Não vale mais a pena ficarmos discutindo a falta de qualidade do plantel, a falta de um plano de jogo e o que é pior, a falta de um projeto consistente para remontar um elenco pelo desmanche sofrido logo após a saída da G.A.

É claro que no futebol de hoje a figura de um diretor executivo é indispensável num clube do tamanho do Criciúma. Um profissional que conheça o mercado, que tenha relacionamento com outros clubes e empresários e que comande um plantel para poder competir com outros de mesmo tamanho.

O Criciúma não trouxe este profissional, ou pela falta de recursos ou como disse o presidente Anselmo Freitas no pós jogo do rebaixamento, confiando no seu vice de futebol Waldeci Rampinelli.

Foi uma aposta fracassada reconhecida pelo próprio Rampinelli que após uma fala entremeadas com desculpas pediu demissão. Era o que tinha que ser feito abrindo espaço para alguém que possa montar um projeto mais consistente, pois a série C do campeonato brasileiro irá começar em pouco mais de 30 dias.

O presidente Anselmo Freitas logo após o comunicado de saída do vice de futebol, na emoção, chegou a colocar o cargo à disposição do Conselho do clube. O caminho não é por aí.

O Anselmo tem todas as condições de fazer um ótimo trabalho na gestão financeira e na captação de parceiros, como tem feito até agora. Por reconhecer que não tem afinidade com o quesito futebol terá que partir para contratar alguém do ramo e dar o suporte necessário para confecção de um time forte que possa atravessar sem sustos o campeonato brasileiro.

 

Por João Nassif 21/04/2021 - 06:00 Atualizado em 21/04/2021 - 08:59

O tema é único e já foi incessantemente repetido para o jogo do Criciúma hoje a noite contra o Avaí. 

Somente a vitória interessa, é jogo de vida ou morte, só um milagre salva o time do rebaixamento e outros chavões mostrando a dificuldade e a aflição de todos quantos transitam ao redor do clube.

E não é somente a comunidade do sul catarinense, muitos do estado, outros do país não conseguem acreditar que o outrora todo poderoso clube muitas vezes campeão possa ter chegado tão fundo no poço.

O jogo de hoje tem contornos de dramaticidade pelo comportamento do Criciúma em todo o campeonato. A campanha sofrível mostrou um time impotente para vencer adversários de menor tamanho, com todo respeito, inclusive os que hoje também brigam contra o rebaixamento.

Posso ficar aqui desfilando tudo que de ruim aconteceu e certamente perderia muito tempo na constatação, mas percebo que não vale a pena pois seria tripudiar sobre um clube que aprendi a admirar desde há muito e sinto pelo que aconteceu nos últimos anos. Este campeonato estadual é a cereja do bolo.

Mas, ainda resta um fio de esperança e repetindo ficar repetindo sem cessar que somente a vitória é o resultado que pode salvar o Criciúma do rebaixamento.


 

Por João Nassif 20/04/2021 - 06:00 Atualizado em 20/04/2021 - 07:42

Na coletiva pós jogo em Concórdia o técnico interino do Criciúma, Wilson Vaterkemper afirmou: “aqui ninguém veio para mentir nem enrolar, bem pelo contrário, não é desta forma que a gente trabalha”. 

Afirmação desnecessária, pois todos sabem de sua índole, do profissional que é do tanto que é identificado com o clube. Quando assumiu sabia que o clube estava numa zona de alto risco e do perigo iminente de rebaixamento.

A vitória sobre o Metropolitano, única no campeonato depois de 10 jogos, não amenizou o problema que é muito mais técnico do que propriamente emocional como o Lalo, fiel escudeiro do Wilsão, fez questão de afirmar. O Criciúma tem um privilégio de ter nas coletivas após os jogos técnico e auxiliar dando suas explicações.

O Lalo falar que os jogadores estão sentindo a pressão do momento não condiz com a realidade, pois desde o início da temporada quando a pressão inexistia o time já mostrava falhas técnicas, táticas e falta de qualidade. Afirmou também que viu uma evolução nos jogos que não foi notada nos últimos jogos.

Mas, entendo as justificativas que são clichês padrões da maioria dos treinadores tipo, não era o resultado que esperávamos. Criamos, mas a precipitação atrapalha na hora de concluir. E por aí vai!

Resumindo, o time não está jogando nada desde o início do campeonato, está na zona de rebaixamento desde a 3ª rodada, marcou apenas seis gols em 10 jogos e por isso tem o pior ataque entre todos e vai para a última rodada no desespero de ter que vencer e aguardando outros resultados para permanecer na série A do estadual.

Alma, garra e coração! Talvez não seja suficiente. Será necessária uma enorme mágica para justificar o refrão eternizado por Carlinhos Lacombe. 
 

Por João Nassif 19/04/2021 - 06:00 Atualizado em 19/04/2021 - 07:55

Os times da cidade vivem situações opostas para a última rodada do campeonato. Enquanto um, o grande, vive um processo de agonia às portas do rebaixamento, o outro, o pequeno, vive um momento de euforia por ter feito mais do que esperava e além de permanecer na série A buscou uma classificação improvável para a sequência do campeonato.

O grande, Criciúma, agoniza na penúltima colocação e tem na rodada final o maior desafio de sua existência, desde que se tornou grande no final da década de 1980. É obrigado a vencer o Avaí sob pena de outro resultado decretar sua queda para a série B do catarinense.

O pequeno, Próspera, entrou no campeonato para não voltar à série B e com muita luta, dedicação, além de enorme competência chegou na rodada final classificado e com possiblidades de buscar uma vaga na série D do campeonato brasileiro em 2022.

A diferença entre os dois tem como base maior o planejamento. Enquanto o Próspera vem com um trabalho consistente de três temporadas com dois acessos, o Criciúma veio de um desmanche na última temporada e fez um projeto equivocado e incompetente na montagem do plantel para este ano.

Os jogos de ontem foram emblemáticos na confirmação do que foi dito acima. Enquanto o Criciúma não conseguia ultrapassar o Concórdia que também luta contra o rebaixamento o Próspera com autoridade vencia o Figueirense e consolidava sua ótima campanha.

O time da raça jogará na última rodada em Brusque em jogo que não tem um maior interesse, apenas valerá para posicionamento na classificação. O Criciúma, mesmo jogando em casa terá um compromisso duríssimo contra o Avaí, pois terá que suplantar seus fantasmas.

Na temporada até agora o Criciúma venceu apenas um jogo, no campeonato marcou 06 gols em 10 jogos e não dá esperanças de mudança de roteiro. Não é só pouco poder ofensivo é muito mais a falta de jogadas para chegar ao gol. Cria pouco e nas raras vezes em que consegue finalizar não tem capacidade para transformar em gols as chances criadas. 

É dura a vida do Criciúma! 

Tags: EC Próspera

Por João Nassif 16/04/2021 - 06:00 Atualizado em 16/04/2021 - 08:11

Então tá! Já abordei ontem aqui a necessidade de Criciúma e Próspera vencer domingo seus jogos que de certa forma estão interligados para efeito de classificação nesta reta final do campeonato catarinense.

Ontem surgiu um fato novo que merece registro que foi o crescimento do Avaí que mesmo ainda na terceira posição não vinha fazendo um bom campeonato. Inclusive, lembrando que somente empatou com o Próspera através um pênalti inventado pela arbitragem.

Mas, qual o fato novo? Ontem pela Copa do Brasil o Avaí mostrou um time completamente diferente, a estreia de alguns jogadores deu muita qualidade, soube se impor contra um adversário. Cascavel, que vamos lá é frágil tecnicamente, mas fez bem o dever de casa conquistando a classificação.

E por que faço esta referência ao Avaí? Por ser o time que pode mexer na classificação olhando pela ótica de Criciúma e Próspera. Domingo o Avaí (14 pontos) já classificado enfrenta o Hercílio Luz (09 pontos) e na última rodada virá ao Heriberto Hülse enfrentar o Criciúma.

A rodada deste final de semana será decisiva para sabermos qual a necessidade dos times na rodada final. Caso o Avaí vença o Hercílio na Ressacada, independente do que acontecer em Concórdia o Criciúma terá a obrigação de vencer o Avaí em casa para depender apenas de suas próprias pernas para fugir do rebaixamento.

Final de uma era

A desclassificação da fase de grupos da Libertadores foi a gota d’água que resultou na demissão do técnico Renato Gaúcho. A direção do Grêmio entendeu que o prazo de validade havia esgotado e optou pela saída do técnico. O time não conseguia mostrar o futebol que lhe rendeu muitos títulos nos últimos anos.

O futebol é imponderável e apresenta situações que mexem com o emocional de muitos. 

Vai explicar por que Renato não aceitou a proposta do Atlético-MG para comandar o time na temporada. Decidiu renovar com o Grêmio e deu no que deu três meses depois. Ficaram na mão o Atlético-MG, o técnico e o Grêmio que terá que se virar para solucionar uma questão que é vital no futebol.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito