Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Denis Luciano
Por Denis Luciano 01/06/2018 - 11:20Atualizado em 01/06/2018 - 11:26

A missão é dura. Provar que uma semana de treinos rende ao lanterna a gordura suficiente para buscar a reação na Série B contra um dos times em melhor momento na competição, e para piorar: em um clássico estadual, e na casa do adversário. Eis os ingredientes para o Criciúma logo mais, 21h30min, contra o Avaí na Ressacada.

O respeito é mútuo. Entre os técnicos, mais ainda. Mazola Júnior se derrama em elogios a Geninho, que retribui. Fora dos microfones, ontem pela manhã, enquanto justificava o fechamento dos portões do CT para a imprensa no treino tático apronto, Mazola comentava sobre "dar armas para o adversário" e "ele sabe demais", fazendo referência a Geninho. Em resposta, quase ao mesmo tempo, no treino na Ressacada, Geninho citava Mazola como "um motivador" e vários elogios mais.

Jacy Maranhão ainda não estreou. Chegou em fevereiro / Foto: Denis Luciano / 4oito

Mazola testou o zagueiro Jacy Maranhão algumas vezes entre os titulares nessa semanada. Perguntamos e ele respondeu que queria conhecer mais o jogador. Nada mais. Ou seja, Nino vai seguir titular. Os reforços chegaram, mas não seria justo colocar já no time os volantes Marlon Freitas e Ralph e o atacante Vitor Feijão. Mas eles estarão no banco na Ressacada. E o time? O técnico do Tigre não quis antecipar. Assista essas respostas no vídeo abaixo que gravamos ontem com o treinador tricolor.

O Criciúma ganhou o último confronto com o Avaí. E o melhor, foi na Ressacada. E melhor ainda, foi a arrancada para sair de uma crise. Ventos a favor, ao menos nas coincidências. Hoje, em A Tribuna, apresentamos outro levantamento que, de certa forma, favorece o Tigre. O time daquele jogo tinha oito titulares que se repetem agora. Entre os três que mudaram estão o zagueiro Sandro, hoje lesionado, o volante Barreto, que foi para a Chapecoense, e o meia Wallacer, que está no banco nesta sexta. Luiz, Sueliton, Fábio Ferreira (que estreou naquele jogo), Marlon, Jean Mangabeira, Elvis, Zé Carlos e João Paulo foram titulares daquela vez, com Argel como técnico.

Elvis, Mangabeira, Wallacer e Andrew, quarteto decisivo na última vitória na Ressacada
Foto: Denis Luciano / 4oito

Mas aquele confronto pode servir de parâmetro para agora? Mazola acha que não. Assista a resposta no vídeo abaixo:

Faz dois meses hoje que o Criciúma não ganha um jogo oficial. A última vitória foi aquele 1 a 0 sobre o Hercílio Luz pela última rodada do Campeonato Catarinense, em 1º de abril. Depois, vieram as sete partidas da Série B com um empate e seis derrotas. É difícil achar na história do Tigre um período de dois meses sem vencer.

Zé marcou três gols em dez jogos. O último foi em 29 de março contra o JEC
Foto: Denis Luciano / 4oito

Mas o time vem evoluindo. É o que avalia Mazola, há menos de três semanas no clube. Ele foi anunciado no dia 12, estreou no dia 15 em um 0 a 0 com o Juventude, voltou a campo dia 22 na derrota para o Fortaleza por 2 a 0 e parte para a sua terceira partida. Que evolução ele percebe? Assista na resposta do treinador no vídeo abaixo:

A semana que vem será decisiva para o Criciúma. O Tigre fará dois jogos em casa, contra Paysandu e Boa Esporte, na obrigação de ganhar as duas. E deverá ter uma baixa por aqui. É que o Ney Lopes informou hoje em A Tribuna que o presidente Jaime Dal Farra vai compor a delegação de convidados da CBF para assistir a primeira fase da Copa do Mundo na Rússia, e o embarque será nos próximos dias.

Nicolas e Alex Maranhão, armas no banco hoje / Foto: Denis Luciano / 4oito
Dal Farra, Mazola e Nei Pandolfo ainda buscando dois reforços. Artur é o quarto
Foto: Denis Luciano / 4oito

A contratação do lateral esquerdo Artur é a novidade que o Criciúma anuncia nas próximas horas. O anúncio já foi feito lá por Pelotas, onde o técnico Clemer comentou sobre a proposta do Tigre. "O Inter não vai mais pagar os salários, o Criciúma vai pagar, e a proposta foi muito boa", contou o treinador, que elogiou muito potencial de Artur. Agora, faltam duas contratações, e provavelmente só pintarão durante ou depois da Copa do Mundo. Um zagueiro experiente e um meia atacante são as prioridades.

Volante Ralph no banco hoje. Sueliton volta de suspensão / Foto: Denis Luciano / 4oito

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 31/05/2018 - 19:51Atualizado em 31/05/2018 - 19:53

O Criciúma foi motivado para Florianópolis. Concentrado desde a tarde desta quinta-feira na Capital, à espera do jogo das 21h30min desta sexta na Ressacada, o Tigre encara o desafio diante do Avaí como a chance da virada. Lanterna com 1 ponto, pega um adversário em boa fase, com um técnico ainda invicto. Geninho vai para a sétima partida no Azurra depois de quatro vitórias e dois empates. Mas na última vez lá, pelo Catarinense, o Criciúma ganhou por 2 a 1.

"Mais importante que o motivacional é o trabalho. Fiquei muito satisfeito, foi muito próximo do que a gente deseja para o Criciúma". Mazola não quis confirmar o time, mas Jacy Maranhão foi apenas testado. Nino segue titular na zaga. "A gente vem trabalhando o Jacy, eu não o conhecia". Jean Mangabeira ganhou a vaga de Liel no meio, pois o volante que está saindo "não está em boa fase", conforme analisou o próprio técnico, e está em fase especial de treinos. Ganhou um reforço físico nos trabalhos.

Mazola e auxiliares Grizzo e Marcelo Dias no treino desta quinta / Fotoi: Denis Luciano / 4oito

Vai o Criciúma, então, com Luiz, Sueliton, Nino, Fábio Ferreira e Marlon, Jean Mangabeira, Eduardo, Luiz Fernando e Elvis, João Paulo e Zé Carlos. "O time está definido, é lógico que a gente não vai passar, do outro lado tem uma belíssima equipe dirigida por um grande treinador, e quanto menos armas a gente der para o Geninho, melhor né", apontou Mazola. Abaixo, a entrevista coletiva com o técnico do Criciúma, antes do treino apronto desta quinta que conferimos no CT Antenor Angeloni.

Com a meritocracia debaixo do braço, Mazola leva os reforços à Ressacada mas não os escala de imediato. Assim, os volantes Marlon Freitas e Ralph e o atacante Vitor Feijão aguardam no banco. "As avaliações foram muito boas mas não é justo nem coerente já colocar os três para jogar", explicou o treinador.

Elvis e João Paulo, duas das apostas ofensivas / Foto: Denis Luciano / 4oito

Antes dos últimos treinos, Mazola conversou bastante com Marlon Freitas e Vitor Feijão e, ainda, com o meia Alex Maranhão. Com eles, estarão no banco o goleiro Vinícius, o lateral e zagueiro Christian, o zagueiro Jacy Maranhão, os volantes Liel e Ralph, o meia Wallacer e os atacantes Andrew e Nicolas. São 22 atletas concentrados em Floripa.

Liel perdeu a titularidade / Foto: Denis Luciano / 4oito

Cabe lembrar que na última vez que o Criciúma jogou na Ressacada estava em crise e... ganhou. Naqueles 2 a 1 do Campeonato Catarinense, já com o técnico Argel, começou ali a arrancada para reagir e fugir do rebaixamento. "Eu já passei por essa situação, inclusive na Série B. É difícil mas a gente sabe como trabalhar", comentou Mazola, quando lembrado sobre a fraca campanha. "Os jogadores estão super pressionados, estão incomodados. Isso é bom".

Com a contratação de Artur, Marlon ganha concorrência / Foto: Denis Luciano / 4oito

Os desfalques do Criciúma para encarar o Avaí são o zagueiro Sandro, o lateral esquerdo Eltinho e o atacante Lucas Coelho. Se estivessem em condições, os três seriam aproveitados, em especial os dois primeiros. O lateral esquerdo Artur, que deve ser anunciado pelo Criciúma nesta sexta, chega a qualquer momento na cidade, quem sabe já com condição de estreia na terça que vem diante do Paysandu no Majestoso.

Geninho em ótima fase no Avaí

E o respeito é mútuo. Enquanto Mazola elogia Geninho, Geninho enche a bola de Mazola. "Entende de futebol, é acostumado à Série B, todo time do Mazola é pegador, vem para a briga". E o técnico avaiano espera jogo difícil, embora contra o lanterna. "Esse é o jogo perigoso", afirmou. Abaixo, a resposta de Geninho sobre o Criciúma na entrevista coletiva desta quinta na Ressacada.

Contamos tudo de Avaí x Criciúma nesta sexta em A Tribuna e o Futebol Som Maior estará na Ressacada para mais um compromisso tricolor no Campeonato Brasileiro.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 31/05/2018 - 17:35Atualizado em 31/05/2018 - 17:41

O lateral esquerdo Artur, 23 anos, será anunciado nas próximas horas como reforço do Criciúma para a sequência da Série B. O clube, claro, ainda esconde o jogo, mas o próprio Artur tratou de dar a notícia no clube gaúcho. Ele confirmou a informação ontem à noite ao repórter Marcelo Prestes, da Rádio Universidade, e hoje pela manhã, em entrevista coletiva, o técnico Clemer comentou a respeito.

"Se não me engano é para o Criciúma que ele está indo, ofereceu um salário alto para ele, não temos como segurar o jogador. No próprio contrato entre Brasil e Inter tem essa situação, se aparecesse alguma outra coisa vantajosa para o atleta e para o clube", comentou Clemer. O Inter emprestou Artur no começo do ano para o Brasil sem ônus para o clube de Pelotas, ou seja, salário integral pago pelo colorado. Abaixo, a fala de Clemer hoje sobre a vinda de Artur para o Tigre.

A vinda de um lateral esquerdo era apontada como uma prioridade nas últimas semanas no Criciúma. O diretor executivo Nei Pandolfo comentou com os repórteres fora do ar ontem, após a apresentação dos volantes Marlon Freitas e Ralph e do atacante Vitor Feijão, que ficará mais fácil de contratar duante e após a Copa do Mundo, mas Mazola Júnior já havia observado, no início da semana, a necessidade de um jogador para a função. Ocorre que Marlon deverá, em breve, ser suspenso pela expulsão diante do CSA - será julgado nos próximos dias no STJD - e Enzo, o reserva, ainda carece de mais maturidade, segundo o treinador.

Artur no Internacional

Artur Sérgio Batista de Souza é paraense de Abel Figueiredo, nasceu em 5 de agosto de 1994 e começou no JV Lideral, do Maranhão, chegando em 2013 no Inter, que o profissionalizou. Na temporada passada esteve emprestado à Ponte Preta. Neste ano, foi titular do Brasil durante todo o Campeonato Gaúcho e até a quinta rodada da Série B, quando da derrota para o Coritiba fora de casa. Perdeu a titularidade nas últimas duas partidas.

Conversei com o colega Marcelo Prestes sobre o jogador, ele assegurou que Artur não tem problemas disciplinares nem físicos. Conto mais a respeito no jornal A Tribuna desta sexta-feira.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 30/05/2018 - 18:50Atualizado em 30/05/2018 - 21:40

O técnico Mazola Júnior ainda deixa uma dúvida no ar para o time que encara o Avaí na sexta-feira. Vai de Nino ou Jacy Maranhão na zaga? Nino não pode reclamar de oportunidades, teve espaço e manteve mesmo com momentos ruins como o gol contra diante do CSA ou a casquinha na bola que tirou Fábio Ferreira do lance e abriu alas para Gustavo, de cabeça, abrir o placar na derrota passada diante do Fortaleza.

Nino na briga por lugar no time / Foto: Denis Luciano / 4oito

Jacy Maranhão, se ganhar a chance, fará a sua estreia quatro meses depois de ser contratado. É um caso raro de um reforço que demora tanto tempo para estrear. Ele foi contratado ainda no final de janeiro, com o técnico Lisca, chegou dias depois da demissão dele e não teve chances nem com o interino Grizzo nem com Argel Fucks. Raramente compôs o banco de reservas. Na primeira oportunidade, naquela partida que o Tigre perdeu para o Brusque no Augusto Bauer, ele concedeu uma entrevista coletiva antes do jogo e afirmou que "não era brucutu". Em nossa matéria do Tigre no jornal A Tribuna desta quarta tratamos disso. Confere aí no Clicatribuna.

Jacy Maranhão e a chance de estrear na Ressacada / Foto: Denis Luciano / 4oito

Acontece que Jacy Maranhão vinha sendo o titular nos treinos táticos da semana, desde domingo, mas na tarde desta quarta-feira, no CT Antenor Angeloni, Mazola inverteu. Começou a atividade com Nino entre os titulares. Jacy está descartado? Não. Vamos ver no apronto desta quinta, às 9h, qual a tendência, mas o favoritismo à vaga ainda é do estreante.

O time do treino teve Luiz, Sueliton, Nino (Jacy Maranhão), Fábio Ferreira e Marlon, Jean Mangabeira, Eduardo, Luiz Fernando e Elvis, João Paulo e Zé Carlos.

Mazola conversa com Marlon Freitas e Vitor Feijão antes do treino / Foto: Denis Luciano / 4oito

Quanto aos reforços, duas expectativas: a divulgação do nome deles no Boletim Informativo Diário (BID) e, a partir disso, a chance de aproveitamento já diante do Avaí. Por volta das 18h15min, o nome do atacante Vitor Feijão foi o primeiro a ser publicado. Justamente ele, o último a ser contratado entre os três hoje apresentados.

Feijão só foi anunciado ontem à tarde, e hoje fez seu primeiro treino de fato com o elenco. O volante Ralph, primeiro deles a chegar, é o que teria mais chance de jogar.

Ralph, o primeiro a chegar, tem mais chances / Foto: Denis Luciano / 4oito

E Ralph saiu no BID, junto com Marlon Freitas, no minuto fatal, às 18h59min, no último minuto de atualização do Boletim Informativo Diário antes da rodada. Assim sendo, os três reforços estão com condições legais de aproveitamento já na Ressacada.

O zagueiro Sandro, que se recupera de lesão, começou a transição, a exemplo do atacante Kalil. O atacante Lucas Coelho sofreu uma pancada e está de volta no departamento médico, onde acompanha o atacante Mailson, que sofreu um estiramento muscular e deverá ficar fora por pelo menos 30 dias.

As dicas de Mazola para a turma / Foto: Denis Luciano / 4oito

Tem ainda o caso do lateral esquerdo Eltinho, que segue fora. Por conta desse problema que o Criciúma vem priorizando a busca por um lateral esquerdo, já que só conta com Marlon e Enzo e detalhe, o primeiro deve em breve encarar um gancho forte pela expulsão contra o Juventude. O julgamento deverá ocorrer no dia 4 no STJD.

Sorriso voltando no rosto de Marlon / Foto: Denis Luciano / 4oito

A exemplo da terça, o trabalho da tarde desta quarta visou muito a postura defensiva. A ideia inicial é não tomar gol do Avaí. Embora a péssima campanha e a lanterna da Série B, o clima vem melhorando durante os treinos. É perceptível que os jogadores vão se entrosando e tomando gosto pelos trabalhos do técnico Mazola Júnior. O negócio é saber se essa evolução no ambiente interno vai representar melhor rendimento dentro de campo. Saberemos em 48 horas.

Alex Maranhão trocando uma ideia com o técnico / Foto: Denis Luciano / 4oito
Zé Carlos estava de alto astral hoje no treino / Foto: Denis Luciano / 4oito

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 30/05/2018 - 17:10Atualizado em 30/05/2018 - 17:28

O Criciúma apresentou três reforços hoje à tarde. Os volantes Ralph e Marlon Freitas e o atacante Vitor Feijão chegam para encorpar a "grade", como diz tanto o técnico Mazola Júnior, e todos garantem estar com ritmo de jogo, dependendo apenas do BID da CBF para logo entrar em campo.

Da esquerda para a direita, Vitor, Marlon e Ralph / Foto: Denis Luciano / 4oito

"São meninos muito bons que chegam para agregar", salientou o diretor executivo de futebol. Nei Pandolfo segue de olho em busca de mais três contratações. Um zagueiro experiente, um lateral esquerdo e um meia atacante são as prioridades. O nome da hora para a defesa seria o de Édson Borges, que já jogou no Tigre e está de saída do CRB. O nome, porém, não é confirmado no Criciúma.

Vitor Feijão é promessa do Paraná / Foto: Denis Luciano / 4oito

O que Pandolfo confirma é que o período da Copa do Mundo será decisivo para a busca de mais jogadores. "É que os clubes da Série A vão revisar seus elencos, e vai ter também muito atleta bom voltando do Exterior na janela internacional de transferências", referiu o dirigente. Logo, a possibilidade maior agora é que o Criciúma se reforce mais durante e depois da Copa da Rússia, que começa em duas semanas.

Ralph veio do Atlético (MG) / Foto: Denis Luciano / 4oito

Sobre os apresentados, o volante Ralph, 20 anos, vem emprestado pelo Atlético (MG) até o final da temporada. "Encarando como uma oportunidade de ouro, chegando no Criciúma para ajudar", afirmou. "Vamos sair dessa situação, só depende de nós", disse. "Comecei com 15 anos no Atlético, com 18 anos subi para o profissional e agora a oportunidade de vir para um grande clube", resumiu. Ralph se descreveu como um segundo volante com bastante chegada ao ataque e que faz gols e tem bom passe. Assista:

Já o volante Marlon Freitas, 23 anos, vem feliz e motivado do Fluminense para reforçar o Criciúma na Série B. "Estou muito feliz e motivado. Espero ajudar da melhor forma possível. Muito feliz". Ele contou sobre as experiências internacionais que teve nos últimos anos. "Cheguei em 2013 na base do Fluminense, em 2015 fui para os Estados Unidos, fiquei um ano, em 2017 fui para o projeto do Fluminense na Eslováquia, foi uma experiência muito boa. Aprendi muito". Assista abaixo uma parte do papo com ele:

O atacante Vítor Feijão, 21 anos, vem do Paraná credenciado pela boa campanha no ano passado, quando conquistou o acesso à Série A. "Uma competição bem difícil. Tem que estar sempre somando pontos", destacou. Sobre suas características, contou: "não gosto de jogar muito pelo meio, prefiro pelas beiradas, pela ponta esquerda mas faço a direita também". Sobre características, disse que é rápido, veloz e que gosta de servir, mais pela ponta esquerda, mas que faz seus gols também. Assista:

O Criciúma espera que ainda hoje os nomes deles possam sair no BID. Se acontecer, há chances de aproveitamento deles contra o Avaí na sexta-feira. Se não saírem hoje, só para o compromisso da terça que vem em casa, diante do Paysandu.

Marlon Freitas teve experiências no Exterior / Foto: Denis Luciano / 4oito

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 30/05/2018 - 13:30

O banco do presidente Jaime Dal Farra está um pouco mais vazio desde ontem, com a formalização da renúncia do vice-presidente de Administração. O empresário Gilson Pinheiro entregou a sua leve carta de renúncia, sem muitos adjetivos, nem críticas, ao presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Henrique Alamini. A mesa do Conselho reuniu-se ontem à noite para oficializar a saida do dirigente, que havia sido eleito na noite de 23 de abril.

Jaime e Mikael olhando o treino de ontem / Foto: Denis Luciano / 4oito

Nas últimas horas, Pinheiro vem usando as redes sociais para disparar críticas contra Dal Farra. Bem ao seu estilo, aberto e sem muitas papas na língua. Abaixo, a reprodução de um dos vários comentários do agora ex-vice-presidente, que aliás estão disponíveis em postagem que fizemos ontem à noite em nossa página:

Ontem foi o Antenor, hoje é o Jaime. Amanhã será outro. Entrei como vice do Jaime por querer ajudar, e fiz alguns comentários duros, como é do meu estilo, e por essa atitude trombei de frente com ele. O Jaime quer ser o Xuxo. Por isso ele está rodeado de Capachos. Ele, que de futebol pouco entende e com subalternos que só dizem amém, estão a passos largos conduzindo a vaca para o bréjo. Me desculpem, em 60 anos de vida já ajudei a tirar vaca do brejo, mas participar do cortejo, jamais. Tenho o meu próprio dinheiro e o discernimento de tomar as decisões corretas. Não quero manchar minha história ao lado desse cara.

Vencida mais esta crise, Dal Farra parte em busca de um novo vice. Conforme o presidente do Conselho, em breve será lançado o edital que convocará a próxima reunião ordinária dos conselheiros e nela será aberto o processo. Quem quiser a vaga, que inscreva candidatura, se enquadre nos pré-requisitos e vida que segue. Pinheiro vinha à frente do processo de venda de cotas da GA - cinco, cada uma por R$ 1,5 milhão - mas nenhuma foi vendida.

Mazola com Leandro Melo e Zé Carlos ontem à tarde / Foto: Denis Luciano / 4oito

Dentro de campo, Dal Farra e seu filho e braço direito, Mikael, assistiram ontem a um movimentado treino no CT Antenor Angeloni. O técnico Mazola Júnior trabalhou muito a postura defensiva do Criciúma. O posicionamento contra um Avaí agressivo na linha ofensiva foi bastante trabalhado, com muita conversa. Abaixo, algumas das frases do treinador durante a interessante atividade:

Não aproxima. Retomou? Abre para o meia ou para os atacantes nos lados... Jogar com a defesa alinhada não significa fazer linha burra. Não confundir alhos com bugalhos... Vamos começar a correr menos e pensar mais, e deixar essa energia para sexta-feira...

Sueliton, Jacy e Marlon, parte da defesa do Criciúma / Foto: Denis Luciano / 4oito

A certa altura, o goleiro Luiz e o técnico Mazola fizeram a mesma advertência para o volante Jean Mangabeira. "Fala mais, fala mais", era a dica. Vai naquela linha de um time que conversa pouco em campo, e isso ficou claro em alguns dos gols tomados pelo Tigre na atual Série B. Abaixo, um trecho do treino da tarde passada em vídeo que gravamos e mostra o time reserva apertando a defesa do Criciúma. Confira:

O time encaminhado para encarar o Avaí tem Luiz, Sueliton, Jacy Maranhão, Fábio Ferreira e Marlon, Jean Mangabeira, Eduardo, Luiz Fernando e Elvis, João Paulo e Zé Carlos. Os três reforços já chegaram, os volantes Ralph e Marlon Freitas e o atacante Vitor Feijão. Nenhum deles deve estar ao dispor para a partida de sexta na Ressacada. Se algum tem chance, seria Ralph, mas teria que aparecer hoje no BID, e a chance é das menores.

Mazola e Liel, volante que está deixando o time / Foto: Denis Luciano / 4oito

Falo mais do Tigre daqui a pouco, 12h50min, no "De olho no Tigre" na Som Maior, e à tarde estaremos no treino no CT.

Zagueiro Nino perdendo o lugar no time para Jacy Maranhão / Foto: Denis Luciano / 4oito
Luiz, Diego e Vinícius, os goleiros treinando / Foto: Denis Luciano / 4oito

 

Tags: Criciúma Tigre

Denis Luciano
Por Denis Luciano 30/05/2018 - 11:45Atualizado em 31/05/2018 - 19:31

Já estão em Criciúma os dois mais recentes contratados do Criciúma. O volante Marlon Freitas e o atacante Vitor Feijão chegaram ontem, encaminharam os exames e hoje à tarde já deveremos vê-los no treino com bola que o técnico Mazola Júnior comandará no CT Antenor Angeloni a partir das 15h30min.

Com os dois, o elenco conta com 34 jogadores. E como ainda virão mais três - o zagueiro e o atacante do clube de Sâo Paulo e de Série A - e o sexto e último nome da recente lista, a conta vai alcançar os 37. O próximo passo será saber, ao fim dessas contas, se alguém sairá. Por enquanto, nada indica isso, mas... "Não temos saídas em vista", reforçou outro dia, aqui na Som Maior, o técnico tricolor.

Vitor Feijão vinha jogando no Paraná

Vitor Feijão, o oitavo atacante do elenco, vinha jogando bem na temporada passada no Paraná. Até que, em meados de março, sofreu uma grave lesão no joelho, um rompimento de ligamento cruzado. Sempre um drama. Recuperou-se e durante a Série B voltou. Teve tanto destaque que chegou a ser considerado uma das peças-chave na campanha do acesso do Paraná à Série A.

Nesta temporada perdeu espaço com a chegada do técnico Rogério Micale. Disputou 14 jogos, marcou um gol. No Brasileirão apenas entrou no decorrer de três partidas. Sem oportunidades, o Paraná viu como o melhor caminho o empréstimo. Criciúma e Guarani estavam na disputa. O comentário que alguns torcedores andaram espalhando em redes sociais, de que o Guarani descartou o atacante por conta do problema no joelho, não confere. Ele vinha treinando e jogando pelo Paraná. Vem apto a jogar imediatamente.

Marlon Freitas, outro que chega com ritmo de jogo

Marlon Freitas também chega em condições de jogar logo. Estava treinando no Fluminense. Só não vinha jogando com mais regularidade pois andou às turras com torcedores. É que, em um jogo diante do Avaí pela Copa do Brasil em março, falhou em um lance no qual os avaianos anotaram um gol que ajudou a eliminar o Flu da competição. Desde então, não jogou mais.

Voltando aos atacantes, com Vitor Feijão são oito. Mas um deles o Criciúma perde por ao menos um mês. Mailson sofreu uma lesão na panturrilha, é grau 2, no mínimo um mês entre tratamento e recuperação. E ele vinha sendo aproveitado pelo técnico Mazola Júnior. Jogou na rodada passada em Fortaleza. Sentiu no treino de domingo. Vai com o lateral Eltinho frequentar o departamento médico. No DM está, ainda, o goleiro Ronaldo. O zagueiro Sandro vem se recuperando de lesão, o atacante Kalil está na transição.

Hoje em A Tribuna mais sobre Vitor Feijão

O elenco tricolor não espelha a grade desejada por Mazola ainda. Mas em números já tem quatro goleiros, cinco laterais, seis zagueiros, sete volantes, quatro meias e oito atacantes. A lista completa vai abaixo:

Goleiros - Luiz, Vinícius, Diego e Ronaldo

Laterais - Sueliton, Natan, Marlon, Enzo e Eltinho

Zagueiros - Fábio Ferreira, Nino, Sandro, Jacy Maranhão, Ianson e Christian

Volantes - Liel, Jean Mangabeira, Eduardo, Carlos Eduardo, Leandro Melo, Ralph e Marlon Freitas

Meias - Alex Maranhão, Elvis, Luiz Fernando e Walacer

Atacantes - Zé Carlos, Andrew, Kalil, João Paulo, Nicolas, Lucas Coelho, Mailson e Vitor Feijão

Sem a edição impressa de A Tribuna, ainda por conta da greve dos caminhoneiros, a versão online está aberta e disponível no Clicatribuna. Confere lá!

Denis Luciano
Por Denis Luciano 29/05/2018 - 20:50Atualizado em 29/05/2018 - 20:57

Nos últimos três meses ele foi de diretor de futebol do Próspera a vice-presidente de Administração do Criciúma. Com duas passagens relâmpago e turbulentas pelos clubes do Mário Balsini e do Heriberto Hülse, o empresário Gilson Pinheiro colocou a cereja no bolo na tarde de hoje, ao entregar a carta de renúncia ao Conselho Deliberativo do Tigre. 

Não consegui falar com ele. Ao colega Marco Búrigo, disse que "não se adaptou ao comportamento do presidente". Na noite de 23 de abril, com 85 votos favoráveis e um contrário, Pinheiro foi eleito vice-presidente do Criciúma pelos conselheiros. Na ocasião, já causou polêmica ao, logo na posse, criticar o modelo de gestão do próprio clube. "Sempre fui contra esse negócio de o clube ter um dono só", disparou.

Gilson Pinheiro na eleição no Criciúma em abril / Foto: Denis Luciano / 4oito

A sugestão que ele deixou, de venda de 50% da GA, foi acatada pelo presidente Jaime Dal Farra. E o próprio Gilson Pinheiro encarregou-se de buscar os investidores. Seriam cinco cotistas, cada um de R$ 1,5 milhão, injentando R$ 7,5 milhões na empresa por metade das cotas. Dal Farra continuaria à frente do negócio, com a outra metade. Pinheiro compraria uma das cotas. Não comprou, e não conseguiu vender as outras quatro.

Outra. Tão logo ele assumiu o cargo, passou a parceiro inseparável de Dal Farra por umas duas semanas. Despachava com ele, mantinha reuniões quase todo dia. Chegou a convencer o presidente a mudar a concentração do time do CT Antenor Angeloni para o hotel de sua propriedade na Avenida Centenário. Não deu certo. Houve alguns desacertos, um deles sobre a conta a ser paga, e depois de apenas um jogo a equipe voltou a concentrar no CT.

A partir da crise do hotel, começou o afastamento de Pinheiro e Dal Farra e, de duas semanas para cá, a crise foi tornada pública, chegando ao rompimento de agora. Provocado por um torcedor, cutucou em uma rede social no fim da tarde: "o Criciúma tem dono. Ele me pediu para ajudá-lo. Mas ajudar como? Ele é o dono e é quem manda. Não tenho perfil para ser capacho de ninguém".

A mesa diretora do Conselho reuniu-se no final da tarde. Na conversa, o presidente Carlos Henrique Alamini abriu a carta de renúncia de Gilson Pinheiro e compartilhou o conteúdo entre seus pares. "Nada demais. Foi apenas uma carta de despedida e agradecimento", informou Alamini, que agora convocará uma nova eleição para vice-presidente, por edital a ser lançado em breve. Na reunião foi tratado ainda sobre o pedido de um grupo de 50 conselheiros para a realização de uma assembleia geral extraordinária. "Estamos verificando o enquadramento legal no estatuto", concluiu o presidente do CD.

Gilson diretor de futebol do Próspera em março / Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

Antes de tudo isso no Criciúma, Gilson Pinheiro já teve uma passagem complicada no Próspera. Se desentendeu com os dirigentes e a saída foi repentina, com ele aparecendo em um jogo do Criciúma em Joinville ao lado do presidente Dal Farra, enquanto ainda era oficialmente dirigente do Time da Raça. Mais detalhes na edição desta quarta-feira do jornal A Tribuna.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 29/05/2018 - 19:06Atualizado em 29/05/2018 - 19:10

O zagueiro Jacy Maranhão fará a sua primeira partida com a camisa do Criciúma na sexta-feira. É o que tudo indica, depois dos últimos treinos, em especial o da tarde desta terça-feira no CT Antenor Angeloni. Contratado no final de janeiro, o jogador terá a primeira oportunidade após ter sido convocado para algumas partidas pelo interino Grizzo e por Argel Fucks.

Jacy, 20 anos e 1m92cm, veio para o Criciúma com aval de Lisca, o primeiro técnico da temporada, que foi quem anunciou o zagueiro após a vitória por 2 a 0 sobre o Concórdia, na segunda rodada do Catarinense, a única partida vencida pelo treinador no Tigre. "O Jacy foi um bom negócio para o Criciúma", disse Lisca na ocasião, revelando que o clube estava adquirindo 50% dos direitos do jogador junto ao Atlético (PR), clube que o formou.

Mazola orientando Jacy Maranhão no treino / Foto: Denis Luciano / 4oito

Mazola trabalhou bastante o sistema defensivo nesta terça. Bateu no posicionamento dos jogadores criando situações de dificuldade impostas pelo posicionamento dos reservas embasado no perfil de jogo do Avaí, o adversário de sexta. O confronto chegou a estar sob risco, por conta da greve dos caminhoneiros, mas a CBF não efetuou o adiamento hoje, data limite, e assim a partida está confirmada. O Criciúma já fez a reserva do ônibus que o levará na quinta, começo da tarde, para Florianópolis.

Sueliton, Jacy, Fábio Ferreira e Marlon, defesa montada / Foto: Denis Luciano / 4oito

Depois de posicionar a defesa e os volantes à exaustão, enquanto os homens de meio e ataque treinavam chutes a gol em outra área sob comando do auxiliar Marcelo Dias, Mazola partiu para um treino técnico, no qual montou o time titular com Luiz, Sueliton, Jacy Maranhão, Fábio Ferreira e Marlon, Jean Mangabeira, Eduardo, Luiz Fernando e Elvis, João Paulo e Zé Carlos.

Zé Carlos foi titular no treino da tarde / Foto: Denis Luciano / 4oito

Na segunda parte do treino, já com mudanças, os titulares contaram com Luiz, Jean Mangabeira, Nino, Fàbio Ferreira e Luiz Fernando, Eduardo, Ralf, Alex Maranhão e Elvis, Andrew e Nicolas.

Liel perdeu lugar para Jean Mangabeira / Foto: Denis Luciano / 4oito

Liel perdeu lugar entre os titulares. Talvez o erro em Fortaleza, com ele recuando a bola que desviou em Fábio Ferreira e caiu no pé do jogador do Fortaleza para anotar os 2 a 0 da terça passada na Arena Castelão, tenha sido determinante. O seu substituto, Jean Mangabeira, conversou com a reportagem hoje. Na entrevista coletiva, questionamos ele sobre o impacto da greve dos caminhoneiros na rotina do Criciúma. E teve outros assuntos também. Confira!

O volante Marlon Freitas chegou. O jogador, que veio emprestado do Fluminense, começou a fazer os exames médicos mas ainda não desceu para treinos no gramado, o que deverá ocorrer amanhã à tarde. O volante Ralf não trabalhou muito tempo entre os titulares pois Mazola não tem a confirmação de que ele terá condição legal para encarar o Avaí. O mais provável é que ele seja liberado somente para a partida da semana que vem diante do Paysandu.

Dal Farra e Mikael durante o treino do Tigre / Foto: Denis Luciano / 4oito

O atacante Vitor Feijão, contratado nesta tarde junto ao Paraná, deve chegar amanhã em Criciúma. O Tigre ainda planeja fazer mais três contratações. Segue valendo a prevista vinda de um zagueiro e um atacante de um clube paulista da Série A e ainda há uma última vaga na cota de contratações. O presidente Jaime Dal Farra assistiu boa parte do treino de hoje ao lado do seu filho, Mikael Dal Farra.

Dal Farra se escondendo do sol enquanto Mazola montava o time / Foto: Denis Luciano / 4oito

O Conselho Deliberativo recebeu à tarde a carta de renúncia do vice-presidente de Administração, Gilson Pinheiro, eleito há pouco mais de um mês. Alegando "não adaptação ao comportamento do presidente", Pinheiro entregou o cargo e a mesa diretora do Conselho está reunida para avaliar quais providências deve adotar. Mais detalhes em breve e na edição desta quarta do jornal A Tribuna.

Goleiro Luiz e o preparador Maurício Dacoregio antes do treino / Foto: Denis Luciano / 4oito
Bolão azul usado no treino para simular bola rebatida contra o gol / Foto: Denis Luciano / 4oito

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 29/05/2018 - 13:52Atualizado em 29/05/2018 - 14:22

O atacante de um clube de Série A que o Criciúma está por contratar é Vitor Feijão. Ele tem 21 anos, é do Paraná, foi formado nas categorias de base do clube e disputou 14 jogos na temporada, marcando um gol no Campeonato Paranaense.

Feijão vem sendo pouco aproveitado pelo técnico Rogério Micale e era sondado pelo Guarani. Tanto que foi da imprensa de Campinas que vazou a informação sobre a preferência do atacante pelo Criciúma, com quem já vinha tratando. O Criciúma anunciou a pouco o acerto em nota oficial no site.

No vídeo abaixo, o único gol marcado por Vitor Feijão em 2018:

Vitor Correia da Silva é paulista de São Paulo, esteve emprestado ao Jacuipense (BA) e Coritiba em 2026 e viveu sua melhor temporada no Paraná no ano passado, com 24 jogos e três gols. Com a vinda, ele está trocando o penúltimo da Série A pelo último da Série B.

Feijão se une a um elenco que tem os atacantes João Paulo, Andrew, Mailson, Zé Carlos, Nicolas, Lucas Coelho e Kalil. Zé jogou com Feijão no Paraná até vir para Criciúma em fevereiro.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 29/05/2018 - 11:40Atualizado em 29/05/2018 - 12:02

O Criciúma está muito perto de anunciar duas contratações. E "mais ou menos perto" de anunciar outras duas. São os quatro reforços à vista que vem fazendo Nei Pandolfo ligar e desligar o telefone o tempo inteiro. Ele estava com um prazo determinado pela direção, de fechar as duas mais bem encaminhadas até o início da noite de ontem. Nada feito.

São um zagueiro e um atacante que virão de um clube de São Paulo. Ou é do Corinthians, e daí o atacante Luidy, emprestado ao Ceará, entra na pauta, ou o Palmeiras, onde ainda há boas relações reacendidas com a especulação, desde ontem, de uma possível venda de Róger Guedes para o futebol saudita. E os dois reforços posteriores, os "menos próximos" até agora, também são de um clube da Série A.

Presidente pensando na possível venda de Róger Guedes / Foto: Denis Luciano / 4oito

E tudo isso no mesmo perfil dos recém contratados Ralph e Marlon Freitas. Ou seja, virão emprestados e com salários pagos. Na sexta-feira, o diretor executivo não quis detalhar isso, mas no domingo, no bate papo conosco na TV Litoral Sul, o técnico Mazola Júnior confirmou. "Eles vem em parceria e com salários pagos". Boa notícia para os apertados cofres do Criciúma, mas que justificam aquela fama recente do clube no mercado, que já comentamos aqui, e também confirmam a razão da demora para o Tigre fechar negócios.

Nei Pandolfo e a urgência para contratar / Foto: Denis Luciano / 4oito

Enquanto isso, o jurídico tricolor anda de olho na pauta do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Iriam a julgamento ontem o atacante Zé Carlos e o lateral esquerdo Marlon, mas os processos foram transferidos para 4 de junho. Os dois serão julgados pelas expulsões diante do CSA, naquela derrota por 3 a 1 no Heriberto Hülse. "Vamos defender as suspensões por um jogo já cumpridas", comentou o advogado Albert Zilli dos Santos. A preocupação está maior em relação ao julgamento posterior de Marlon, aquele do cartão vermelho diante do Juventude. Zilli reconhece que ali foi uma agressão mostrada pela TV e que há um risco maior de suspensão.

Zé Carlos encara julgamento e deve ficar mais tempo no banco / Foto: Denis Luciano / 4oito

"Corremos esse risco, de perder o Marlon por mais jogos, e não temos outro lateral esquerdo", justificou o técnico Mazola Júnior, apontando que Enzo, a opção utilizada na derrota para o Fortaleza, ainda carece de experiência. "O Enzo é muito menino, ainda está instável, não é o momento para apostar ou depender dos garotos".

Luiz Fernando na lateral esquerda? Não será surpresa / Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

Mazola estava disposto a apostar em Eltinho, mas o lateral sofreu lesão. "E lesão grave, e não vamos contar com ele tão cedo", lamentou o treinador. "A família do Marlon chegou, ele é um jogador experiente com provas dadas, reconheceu o seu mal momento tanto físico, mental quanto emocional muito abalado", informou. "Esse trabalho dos ultimos 15 dias eu já vejo o Marlon diferente. Vamos tentar resgatar", completou. Marlon não treinou com bola ontem à tarde, pois sentiu uma fisgada na coxa esquerda.

Ralph já chegou. Marlon Freitas ainda não / Foto: Denis Luciano / 4oito

Recuperado de lesão, o atacante Lucas Coelho já passou pela transição, trabalhou normalmente ontem e, pelos elogios que vem recebendo de Mazola, não será surpresa se aparecer até como titular diante do Avaí, no jogo ainda programado para sexta-feira. Enquanto isso, o técnico não tem escondido que a fase de Zé Carlos não é boa. É possível apostar que Zé volte a figurar no banco, como aconteceu em Fortaleza.

Lucas Coelho com chance de ser titular / Foto: Denis Luciano / 4oito

E sobre o jogo da Ressacada? O Criciúma espera para hoje à tarde uma posição oficial da CBF a respeito de um possível cancelamento da rodada. O superintendente Róbson Izidro nos contou que o transporte e a hospedagem em Florianópolis já estão prejudicados com a greve dos caminhoneiros. "A CBF estaria inclinada a cancelar, e precisa fazer isso 72 horas antes dos jogos", comentou.

Volante Eduardo com moral com o técnico Mazola / Foto: Denis Luciano / 4oito

Uma de bastidores políticos do Criciúma. O presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Henrique Alamini, recebeu ontem à tarde de um grupo de conselheiros o pedido de assembleia geral extraordinária. "Vamos avaliar a validade das assinaturas, é preciso o aval de 50 conselheiros que estejam aptos e em dia com o clube", explicou Alamini. "Eles querem tirar dúvidas, a ideia é fazer a reunião, sem problemas", comentou. "Mas é preciso que o estatuto seja respeitado e que exista uma pauta clara", ponderou. Os conselheiros pedem, no documento entregue, "avaliação do cumprimento das diretrizes e obrigações estatutárias" pela GA e pelo presidente Jaime Dal Farra, bem como avaliação do momento do futebol.

Mazola com Alex Maranhão, "um meia ponta de lança clássico" / Foto: Denis Luciano / 4oito
Atacante Kalil na transição com o preparador Ramon Fabris / Foto: Denis Luciano / 4oito

Gravamos em vídeo um trecho do treino de ontem à tarde no CT Antenor Angeloni. Um movimentado trabalho com bola orientado pelo técnico Mazola Júnior. Vale acompanhar. Assiste aí:

Na edição de hoje do jornal A Tribuna detalhamos isso tudo. Com a crise, a entrega do nosso jornal está prejudicada mas a edição online se encontra liberada pelo Clicatribuna. Confere lá!

Denis Luciano
Por Denis Luciano 28/05/2018 - 18:35Atualizado em 28/05/2018 - 18:53

A proposta ainda não oficial do Al Hilal, da Arábia Saudita - 10 milhões de euros por Róger Guedes, segundo o GloboEsporte - agitou os bastidores do Criciúma nesta segunda-feira. "Não temos nada oficial", salientou o diretor jurídico do Criciúma, Albert Zilli dos Santos. No mesmo embalo vão o presidente Jaime Dal Farra e o superintendente Róbson Izidro. Mas uma coisa é certa. "O Palmeiras pode negociar, mas 75% de qualquer venda que eles fizerem virá para o Criciúma", assegurou Zilli.

Dal Farra assistindo o treino da tarde no CT / Foto: Denis Luciano / 4oito

Logo, se forem confirmados os 10 milhões de euros - mais de R$ 43 milhões -, o Criciúma terá direito a 7,5 milhões de dólares, mais de R$ 32 milhões. "Se vier esse dinheiro todo o clube faz uns acertos de caixa e o resto emprega tudo no futebol, investe em contratações". Essa expectativa partiu de um dirigente e, claro, circula com sabores de sonho de sair do sufoco no cotidiano do clube.

Palmeiras comprou Róger por R$ 3,5 milhões junto ao Criciúma em 2016

O empresário de Róger Guedes, Paulo Pitombeira, assegurou que não veio nada oficial dos árabes. O que se sabe é que eles estão investindo pesado em contratações de treinadores e atletas, e não será surpresa se algo for confirmado oficialmente. É notícia em Minas Gerais, hoje, que o Atlético, atual clube do atacante, terá direito a 10 ou 20% como "taxa de vitrine". "Isso sai da parte do Palmeiras", informou o advogado do Criciúma.

Oficialmente, o Tigre tem 75% dos direitos econômicos e os demais 25% são do clube paulista, que emprestou Róger para o Atlético, pelo qual ele é o atual artilheiro do Campeonato Brasileiro.

Pandolfo o dia inteiro no telefone negociando / Foto: Denis Luciano / 4oito

O telefone de Nei Pandolfo não parou hoje. O diretor executivo foi cobrado, pela manhã, sobre a meta de ainda hoje fechar as duas próximas contratações do Criciúma. Faltam poucos detalhes, e tratam-se do zagueiro e do atacante de um clube de São Paulo, da Série A, como antecipado pelo próprio Pandolfo na sexta-feira. Por relação óbvia, ou virão do Santos, ou do São Paulo, ou do Palmeiras ou... do Corinthians. A saber.

Ralph chegou do Atlético (MG) e já treinou em dois turnos / Foto: Denis Luciano / 4oito

Enquanto isso, o volante Ralph, 20 anos, chegou ontem em Criciúma. Hoje já treinou em dois turnos. À tarde, fez parte do treino com bola comandado pelo técnico Mazola Júnior. A expectativa do treinador é já poder contar com ele na sexta-feira, contra o Avaí. Marlon Freitas, 23 anos, do Fluminense, chega nas próximas horas. Estava definindo últimos detalhes no Rio de Janeiro.

Mazola no papo com Dal Farra e Pandolfo à tarde / Foto: Denis Luciano / 4oito

Ah, e sobre sexta. O Criciúma aguarda para esta terça-feira uma posição oficial da CBF sobre o possível cancelamento da rodada da Série B. No clube, é dada como praticamente certa a suspensão dos jogos, por problemas logísticos. Se a partida da Ressacada for confirmada, o Tigre já antevê problemas com o deslocamento até Florianópolis e a hospedagem.

Luiz Fernando e Alex Maranhão no treino da tarde / Foto: Denis Luciano / 4oito

O bate papo da tarde no CT foi com o meia Luiz Fernando. Ele comentou sobre a turbulência de março, quando foi afastado pelo técnico Argel Fucks. Contou que "não soube direito a razão", e que "nunca havia enfrentado isso na carreira". Hoje, motivado, coloca que está ao dispor de Mazola para jogar como meia, atacante ou até lateral esquerdo, como chegou a ser aproveitado, e com elogios, nos 2 a 0 de terça passada para o Fortaleza. Ouça abaixo a entrevista.

Conto mais do Criciúma daqui a pouco, 18h50min, na Som Maior FM 100,7, e nesta terça em A Tribuna.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 28/05/2018 - 14:45Atualizado em 28/05/2018 - 14:48

O técnico do Criciúma já tem uma ideia tática mais clara para livrar o Criciúma do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. "A que mais sucesso teve aqui nos últimos anos desde 2012 que é o losango no meio. Vamos tentar reformular a grade pensando nesse modelo de jogo", afirmou Mazola Júnior, que nos visitou na Rádio Som Maior nesta segunda-feira, no Debate Aberto. "Até pelos jogadores que a gente tem".

De olho em João Paulo, o artilheiro do Tigre / Foto: Denis Luciano / 4oito

Mazola considerou que está bem servido de homens de meio, citando Elvis e Alex Maranhão. "O Elvis pode dar ainda mais e o Alex é o antigo meia ponta de lança clássico", comentou. Sobre Alex Maranhão, o treinador revelou que pediu a contratação dele no final do ano passado pelo CRB. "Não deu certo". Mazola nos contou, ainda, que recebeu convites do Criciúma, para deixar o CRB, no final do ano passado (antes da vinda de Lisca) e no começo deste ano (depois da saída de Lisca).

Zé Carlos precisa melhorar fisicamente. Eltinho está novamente lesionado
Foto: Denis Luciano / 4oito

"Eu sabia do problema, mas não é inédito. Sabemos como enfrentar, temos experiência nessa situação e confiança de que podemos dar volta nessa situação", afirmou, quando provocado sobre as dificuldades do Criciúma na atual Série B. E ele insistiu na ideia da grade. "Quando você planeja uma equipe para um campeonato tão complicado, desgastante e longo a gente procura preencher a grade sempre com dois jogadores com experiência na competição por posição", esclareceu.

Lateral Enzo precisa de mais experiência, comentou Mazola / Foto: Denis Luciano / 4oito

Reivindicando ao menos dois jogadores por posição, Mazola lembrou que "na Série B você precisa em alguns setores ter mais de dois". "É lógico que você precisa ter cinco, seis, sete jogadores que venham da base nessa grade", disse. "Eu não vim para cá enganado. Fiz alguns sacrifícios pessoais e eu tenho conhecimento sim de onde eu vim, para que eu vim", completou. Mazola faz seus cálculos. Ele quer sair do Z-4 já na décima rodada, daqui a três jogos portanto. Assista quando ele comentou a respeito, questionado pelo Sarandi:

Os reforços estão chegando. O volante Ralph, 20 anos, já treina no CT e deverá ter condições de ser aproveitado diante do Avaí na sexta-feira. Assim sendo, vai a campo. O volante Marlon Freitas, 23 anos, chega hoje ou no máximo amanhã do Fluminense. "O Marlon não é tão aposta assim. Ele e o Ralph vieram a suprir as saídas do Dodi e do Barreto", observou o técnico tricolor.

Zagueiro Sandro ainda no DM / Foto: Denis Luciano / 4oito

Com o zagueiro Sandro ainda no departamento médico, a tendência é que Nino e Fábio Ferreira repitam a dupla de zaga na Ressacada. Sueliton e Marlon voltam de suspensão, e o lateral esquerdo, a exemplo do atacante Zé Carlos, aguarda julgamento. "Ele deverá pegar alguma punição mais pesada pela expulsão contra o Juventude", reconheceu Mazola. Mas os casos deles ainda não estão na pauta do STJD.

Mazola contou ainda no Debate Aberto, indagado pelo João Pedro Herrmann, que é contra concentração de jogadores. Assista:

A semana de treinos do Criciúma começou. Hoje, dois turnos. E a expectativa é sobre o futuro da Série B no meio da greve dos caminhoneiros. A próxima rodada pode estar em risco. Estamos de olho. Falo mais do Tigre às 18h50min na Som Maior.

Tags: Criciúma Tigre

Denis Luciano
Por Denis Luciano 28/05/2018 - 00:15Atualizado em 28/05/2018 - 00:18

O técnico Mazola Júnior será a nossa atração desta segunda-feira do Debate Aberto na Som Maior. A partir das 12h, o cara que planeja liderar a arrancada do Criciúma para sair do Z-4 nas próximas três rodadas vai trocar ideias conosco. E sobre essa meta? "Sim, até a décima rodada a nossa meta é sair da zona de rebaixamento", disse Mazola que esteve conosco na noite deste domingo no programa Papo de Bola, na TV Litoral Sul.

Mazola em busca da primeira vitória / Foto: Denis Luciano / 4oito

Mas não será fácil. Começa que terá que fazer ao menos sete pontos nos jogos contra o Avaí (quem sabe um empate) e as indispensáveis vitórias frente ao Paysandu e Boa Esporte na sequência, no Heriberto Hülse. E para chegar lá, Mazola conta de imediato com os reforços. "Sim, se tudo der certo já quero usar os dois na Ressacada", revelou, adiantando comentários sobre os volantes Ralph, 20 anos, e Marlon Freitas, 23 anos.

Ralph, o novo volante do Criciúma

Ralph veio do Atlético Mineiro, já chegou em Criciúma e se submete a exames nesta segunda-feira. Marlon ainda depende de alguns documentos do Fluminense e deve viajar nesta segunda ou no máximo terça para cá. Mazola revelou que os dois estão vindo com salários pagos pelos seus clubes. "Sim, vieram em parceria e sem ônus para o Criciúma", contou, confirmando uma informação que o diretor executivo Nei Pandolfo não quis dar na sexta, no anúncio dos dois. Sobre as novidades, gravamos o vídeo abaixo com o dirigente comentando as contratações. Assista!

Mazola está confiante que mais dois reforços estão por ser anunciados, e vai vir mais gente. Laterais, meia e atacante são as prioridades. Perguntamos ao Mazola sobre Luidy. Ele cobriu o jogador de elogios. "Lançamos ele no CRB, um ótimo jogador". Mas colocou um porém. "Ele tem contrato com o Ceará, e o Jorginho, que assumiu ele, conhece muito bem. O Luidy fez conosco pelo CRB grandes jogos contra o Vasco em 2016, quando o Jorginho era o técnico lá". Mais uma dificuldade para a liberação do atacante portanto. 

Sobre a necessidade de algum reforço para o ataque, Mazola bateu na tecla dos poucos gols marcados pelo Criciúma. "Fizemos quatro, dois de bola parada". 

Teve treino neste domingo no CT / Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

O técnico adiantou, ainda, que está descartada a utilização de três zagueiros a partir de agora. "Foi uma emergência contra o Fortaleza". Mazola justificou, dizendo que "não temos jogadores para atuar com três zagueiros". Ele confirmou, sim, a manutenção dos três volantes, e encheu a bola de Eduardo. "Tem tudo para ser a grande revelação dessa nova safra do Criciúma. Tirei boas informações dele lá no Cruzeiro, e estou bem impressionado com ele".

Mazola não se furtou a fazer críticas à postura defensiva do Criciúma nos gols sofridos contra o Fortaleza. No lance do primeiro gol, lembrou que houve falha na marcação na origem do lance, no lance do cruzamento que antecedeu o cabeceio e o gol de Gustavo. "Era uma marcação dobrada, tinha dois jogadores nossos ali. Falhamos". E no lance do segundo gol, o treinador reforçou que o lance foi legal, e faltou atenção à defesa tricolor.

Marlon Freitas vem do Fluminense para reforçar o Criciúma

O zagueiro Sandro segue no departamento médico. Pelo que disse Mazola, dificilmente volta para sexta. Logo, Nino e Fábio Ferreira continuarão zagueiros. As voltas de Sueliton e Marlon foram mencionadas e, ao que tudo indica, retornam de suspensão para o time titular. Liel continua prestigiado, Jean Mangabeira deve voltar de suspensão e, se Ralph ou Marlon Freitas ainda não estiverem no BID, Eduardo formará a trinca que antecede o meia Elvis. "Mas os dois contratados estão treinando nos times deles e chegam prontos para estrear. Só falta o BID mesmo".

Zé Carlos e Marlon no treino de sábado / Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

Zé Carlos e Marlon seriam julgados nesta segunda-feira pelas recentes expulsões. "Mas os julgamentos foram cancelados por causa desses problemas todos que o país está enfrentando", contou Mazola. Assim, o atacante e o lateral estarão aptos a jogar. Mas Zé não tem garantia de escalação, já que o treinador vem referendando muito, e bem, o futebol de Lucas Coelho. "É um ótimo jogador, está se reabilitando, é mais dinâmico que o Zé", elogiou. Não será surpresa se ele aparecer no time.

Mais do Mazola? Nesta segunda, 12h, no Debate Aberto.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 25/05/2018 - 18:43Atualizado em 25/05/2018 - 18:55

O Criciúma anunciou duas contratações na tarde desta sexta-feira. Os volantes Ralph, 20 anos, e Marlon Freitas, 23 anos, chegam na cidade nas próximas horas para exames médicos, assinatura de contratos e posterior apresentação. "Entramos em acordo, são jogadores que estavam em atividade", garante o diretor executivo de futebol, Nei Pandolfo. Ralph vem por empréstimo do Atlético MG, clube que o revelou e o único da carreira dele até agora. Marlon foi emprestado pelo Fluminense.

Nei e os anúncios da tarde / Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

E o clube não vai parar por aí. Nas próximas horas, poderá fechar mais duas contratações. "Um zagueiro e um atacante de um clube de São Paulo", antecipou Pandolfo. E há mais dois na mira. No total, seis reforços para fechar esse ciclo, e o diretor colocou a possibilidade de, com a futura abertura da janela internacional de tranferências, o Criciúma viabilizar mais investimentos. Tanto Ralph quanto Marlon Freitas são segundos volantes. "São semelhantes ao perfil do Dodi", explicou o executivo.

Ralph vem por empréstimo do Atlético (MG)

Ralph é natural de São Fidélis, no Rio de Janeiro. Formado na base do Atlético, subiu para o time principal em 2017, quando foi escolhido revelação do Campeonato Mineiro pela TV Globo. Neste ano teve pouco espaço no elenco principal do Galo. Marlon jogou sete partidas no Fluminense neste ano, três na Copa do Brasil e quatro no Estadual. Ele teve duas experiências internacionais.Jogou no FL Strikers, dos Estados Unidos, em 2015, e no STK Samorim, da Eslováquia, em 2017. Abaixo, o bate papo com Nei Pandolfo.

Marlon Freitas, emprestado pelo Fluminense

Enquanto isso, o grupo principal fez um treino físico na academia e arrematou com uma corrida no gramado. O departamento médico está movimentado, com o zagueiro Sandro, o goleiro Ronaldo, o lateral Eltinho e os atacantes Kalil, Andrew e Mailson. O atacante Lucas Coelho, em recuperação, faz transição, e poderá estar à disposição para a partida contra o Avaí na sexta-feira da semana que vem, na Ressacada. Vai ter mais treinos no final de semana, neste sábado à tarde e no domingo pela manhã, ambos no CT.

Christian e Vinícius, Enzo e Natan reforçaram o time júnior hoje / Foto: Denis Luciano / 4oito

O time júnior jogou à tarde no CT Antenor Angeloni, e empatou com a Chapecoense em 2 a 2 pelo Campeonato Catarinense. O Tigre fez 1 a 0 com Julimar, tomou o empate, buscou o 2 a 1 com gol de Lucas mas levou a igualdade de novo, somando um ponto em casa e continuando na quinta colocação entre seis times, agora com seis pontos.

A comemoração do gol de Julimar, o primeiro nos 2 a 2 / Foto: Denis Luciano / 4oito

A equipe do técnico Lalo ganhou quatro reforços do profissional: o goleiro Vinicius, o zagueiro Christian e os laterais Natan e Enzo. O técnico Mazola Júnior, os auxiliares Marcelo Dias e Grizzo e dirigentes como Vilmar Casagrande e Valcir Montovani assistiram o jogo. Nos minutos finais, encerrado o treino, alguns jogadores do grupo principal foram até o estádio conferir os juniores, casos de Nicolas, Jean Mangabeira, Sueliton, Jacy Maranhão e outros.

Mazola conferindo o jogo dos juniores do Tigre e Chape / Foto: Denis Luciano / 4oito

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 25/05/2018 - 11:20Atualizado em 25/05/2018 - 11:26

Quando entrar em campo contra o Avaí, o Criciúma terá completado dois meses sem ganhar um jogo oficial. A última vitória tricolor foi em 1º de abril, 1 a 0 sobre o Hercílio Luz na despedida do Campeonato Catarinense. Depois, derrotas para Atlético Goianiense, Ponte Preta, Coritiba, CSA, Guarani e Fortaleza e empate com o Juventude. Abril passou, maio vai acabar e o Tigre não soube mais o que é vencer.

"Estamos com saudades da vitória, de sentir a força da torcida, de pontuar, de ter uma semana feliz", admitiu ontem o lateral direito Sueliton, em bate papo conosco à tarde no CT, antes da reunião de quase duas horas do elenco com comissão técnica e dirigentes. "A gente não dorme, a gente não fica bem. Estamos tristes há um tempo", reforçou o camisa 2.

Mazola e os jogadores. Momento difícil do lanterna / Foto: Denis Luciano / 4oito

Sueliton é uma das novidades para o compromisso do próximo dia 1º na Ressacada. Ele volta de suspensão, a exemplo do lateral esquerdo Marlon e do volante Jean Mangabeira. E por falar em novidade, depois de a quinta-feira passar em branco o Criciúma está ultimando detalhes para anunciar uma ou até duas contratações na tarde desta sexta. Sem muito alarde, afinal já foram alguns alarmes falsos desde a semana passada.

A reunião de ontem no vestiário do CT foi de fortes cobranças. "Os jogadores tomaram um choque de realidade", contou alguém. Com o acordo firme e forte de que "nada vazaria da conversa", sabe-se apenas que o tom foi de cobrança severa, de exigências e de perguntas e respostas. O resto, saberemos mais com atitudes do que com discursos. O Criciúma é lanterna da Série B com um ponto e na temporada - com saudades de vencer, como disse Sueliton - tem sete vitórias, oito empates e já perdeu doze vezes, um aproveitamento de apenas 35% dos pontos. O time treinou pela manhã, repete a dose à tarde e no fim de semana. "Só com trabalho", disse Sueliton, quando indagado sobre o caminho para a reversão.

Hoje tem Criciúma x Chapecoense nos juniores, 15h30 no CT / Foto: Denis Luciano / 4oito

Hoje, em A Tribuna

"Que saudade dos três pontos" é a nossa matéria que amplia na página 28, nesta sexta-feira, a leitura acima exposta, do tempo do Tigre sem ganhar. "Uma semana para a volta", com a foto abaixo exposta do lateral Carlos Eduardo, ilustra as projeções para Avaí x Criciúma e a menção a esse jogador como uma das opções de resgate pelo técnico Mazola Júnior enquanto reforços não chegam.

Carlos Eduardo, o retorno / Foto: Denis Luciano / 4oito

E sobre reforços, sob a foto abaixo, de Nei Pandolfo e Mazola, a afirmação de que, ao menos por enquanto "o reforço se chama: conversa", com as informações que conseguimos colher sobre o longo diálogo de ontem. "É pegar o positivo e levar contra o Avaí", disse Sueliton, sobre alguma pista para montar o time que encara os avaianos na rodada que vem.

Nei Pandolfo e Mazola Júnior, longas conversas / Foto: Denis Luciano / 4oito

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 25/05/2018 - 11:00Atualizado em 25/05/2018 - 11:05

A CBF está de olho. Admitiu nesta quinta-feira que pode haver algum problema futuro para os jogos do Campeonato Brasileiro, mas as 62 partidas a serem realizadas entre hoje e segunda-feira pelas quatro divisões estão confirmadas. E depois? "Se a greve dos caminhoneiros continuar, é possível que tenhamos jogos cancelados sim", admitiu hoje, em bate papo conosco na Rádio Som Maior, o presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Rubens Angelotti.

A Série B tem três partidas hoje, em Florianópolis, Goiânia e Curitiba. Amanhã, mais quatro jogos, em Sorocaba, Pelotas, Campinas e Goiânia. Na segunda-feira, um jogo em São Luís no Maranhão. Tudo confirmado. Mas se o movimento persistir, será complicado deslocar equipes depois. Afinal, faltam combustíveis para os ônibus nos deslocamentos terrestres, que o diga o jogo do Tigre na sexta que vem em Florianópolis diante do Avaí. E faltam aviões. Hoje já houve cancelamento de voos em Brasília.

Na Série A, são três jogos neste sábado, no Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, e outros sete no domingo, em Curitiba, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e Fortaleza.

A Série C tem seis confrontos neste sábado, em Rio Branco (Acre), Natal, Salgueiro (PE), Tombos (MG), Bragança Paulista (SP) e Cuiabá. No domingo, três: Recife, Ponta Grossa (PR) e Joinville. Na segunda-feira, fecha a rodada com uma partida em Aracaju.

A primeira fase da Série D termina domingo com todos os 34 jogos da rodada a partir das 18h. Sobre os catarineses, o Tubarão vai ao Paraná visitar o Cianorte, o Brusque recebe a visita do São José de Porto Alegre e o Inter de Lages viaja ao Rio Grande do Sul para encarar o Caxias.

Em Santa Catarina, a FCF anunciou a transferência de dois jogos que ocorreriam hoje pelo Estadual de Juniores. Tubarão x Avaí, em Treze de Maio, e Figueirense x Joinville, em Palhoça, passaram para terça-feira. O único mantido foi Criciúma x Chapecoense, que se enfrentam às 15h30min no CT Antenor Angeloni. "Isso porque a Chapecoense já havia viajando ontem para Criciúma", informou Angelotti. A rodada das categorias Infantil e Juvenil que seria no fim de semana passou para quarta, 30 de maio.

O início da Série B do Catarinense, marcado para o domingo da semana que vem, 3 de junho, está sob risco. São partidas em Jaraguá do Sul, Blumenau, Itajaí e Itaiópolis.

Abaixo, o podcats da entrevista com o presidente Angelotti. Confira!

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 24/05/2018 - 20:40Atualizado em 24/05/2018 - 20:51

A contratação pretendida pelo Tigre, no plural ou até no singular, para esta quinta-feira, não rolou. Ao menos até as 20h40min. Há uma semana, o presidente Jaime Dal Farra prometia cinco reforços, e projetava algum deles até para o dia seguinte, pensando em encorpar o time que encararia o líder Fortaleza fora de casa. Nada. Veio o fim de semana, a viagem, o jogo, a derrota, 2 a 0. Após a bola rolar na Arena Castelão, nova projeção. "Vamos até quinta anunciar algo". Palavras do diretor executivo Nei Pandolfo. Não deu.

Mas ele já se vacinou naquela entrevista coletiva que apresentamos na Som Maior e aqui no blog. "Às vezes tem problema com documento que vai, com algum detalhe que falta". Talvez tenha sido o caso. Seja como for, a quinta foi embora sem reforço.

Nei Pandolfo na luta diária por reforços / Foto: Denis Luciano / 4oito

A novidade atendeu pelo nome de conversa. Sim, na reapresentação, Mazola Júnior usou bastante do verbo. Falou bastante, com certeza, mas também deu espaço para ouvir. A reunião de praticamente duas horas antecedeu um breve treino. Os titulares correram em torno do gramado, nada muito pesado, até porque a tarde caía, o frio chegava, o sol se escondia. E doze reservas fizeram um trabalho tático, com bola, em campo reduzido.

Treino ao entardecer depois de longa reunião / Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

E houve vários desfalques no treino. É que o departamento médico está bastante frequentado. O zagueiro Sandro e o atacante Andrew estão de passagem, e logo deverão estar entregues a Mazola. É a expectativa. Sandro ainda precisará de transição, mas não deve ser problema para encarar o Avaí. Andrew sentiu algumas dores, nada grave por enquanto. O atacante Kalil e o terceiro goleiro, Ronaldo, seguem entregues ao DM, a exemplo do lateral Eltinho. O atacante Lucas Coelho faz a transição física.

Hoje teve Sueliton na coletiva / Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

O bate papo da tarde foi com Sueliton. O lateral direito retorna de suspensão na próxima rodada da Série B, a exemplo do lateral esquerdo Marlon e do volante Jean Mangabeira. Sueliton disse que o Tigre "está com saudades da torcida no estádio, e com saudades dos três pontos". É, quando entrar em campo diante do Avaí o Criciúma estará completando dois meses sem ganhar um jogo. Tratamos disso e de outras do Tigre no jornal A Tribuna nesta sexta. Abaixo, a conversa da reportagem com Sueliton. Confira!

Nesta sexta tem futebol no CT Antenor Angeloni. O Criciúma encara a Chapecoense às 15h30min pelo Estadual de Juniores. Será o único jogo da rodada, já que as partidas Tubarão x Avaí e Figueirense x Joinville, em Treze de Maio e Palhoça, respectivamente, foram transferidas para terça-feira por conta da consequência da greve dos caminhoneiros. Chance para Wilsão, o novo coordenador técnico da base, observar de perto a meninada do sub-20 no seu trabalho de transição da formação tricolor para a equipe de cima. Sorte a ele!

Mais uma volta de Wilsão, agora coordenador na base / Foto: Denis Luciano / 4oito

 

Denis Luciano
Por Denis Luciano 23/05/2018 - 10:20Atualizado em 23/05/2018 - 10:25

Nos cálculos dos matemáticos do Chance de Gol, o Criciúma tem hoje 82% de chances de cair para a Série C do Brasileiro. Se essa, que é a pior perspectiva, se confirmar, será a quarta vez na história do tricolor na terceira divisão. "Vai cair, vai cair", gritavam os torcedores do Fortaleza aqui na capital cearense, na Arena Castelão, ao fim do jogo, nos 2 a 0 do tricolor do Ceará que cumpre grande campanha na liderança da Série B. Mas o técnico vencedor de ontem, Rogério Ceni, discorda dos torcedores e disse no Futebol Som Maior que o Criciúma vai escapar.

chancedegol.com.br

O Fortaleza teve uma "relação umbilical", como dizia a imprensa daqui, com a Série C. Teve uma queda da B em 1994 e ficou cinco anos na Terceirona. De 2010 em diante, jogou a C, com 15 participações na competição desde a criação dela. Nas últimas oito temporadas, teve ao menos quatro vezes em que morreu na praia, perdendo o acesso em jogos decisivos contra Oeste (2012), Macaé (2014), Brasil de Pelotas (2015) e Juventude (2016). A triste sina acabou ano passado, contra o Tupi de Juiz de Fora.

"A gente tem que pedir desculpas para o torcedor. É vergonhoso", define o meia Elvis, que conversou conosco na Som Maior após a partida. "A gente tem que assumir os erros, todo mundo, eu tenho erros, todo mundo tem". Elvis foi discreto contra o Fortaleza, mas agradou ao técnico Mazola Júnior. "Eu gostei", resumiu. "A gente sabe da tradição da camisa do Criciúma, esse momento é difícil pedir apoio do torcedor", apontou Elvis, comentando que "o torcedor tem razão em cobrar". "É pedir desculpas mesmo", emendou.

Christian e Natan em campo ontem

Elvis tomou um cartão vermelho em Campinas, contra o Guarani, por reclamar da arbitragem em um lance após o apito final. Agora, se policiou mais quando questionado sobre o instante do segundo gol do Fortaleza, quando Fábio Ferreira toca para trás e coloca Leonan em condições de anotar os 2 a 0. "Resvala, o juiz dá o gol, não adianta reclamar na fase em que a gente está".

O atacante Nicolas foi mais discreto na análise do jogo, e preferiu tomar o caminho do otimismo, embora a péssima campanha. "Acredito que o grupo tem força para reverter isso". Já Christian, que começou zagueiro e passou a lateral com a saída de Natan para a entrada de Zé Carlos, comentou sobre os erros do Tigre nos gols sofridos. "Dois erros, dois gols". E lamentou os lances desperdiçadaos. "Não podíamos falhar e acabamos falhando. Mas tivemos oportunidade e acabamos não matando".

Gustavo não comemorou o gol marcado no Criciúma

Para Zé Carlos, que entrou no segundo tempo, o time jogou bem. "Jogamos bem. Tomamos dois gols em falhas nossas mais uma vez". É hora, segundo o camisa 9, da personalidade. "Só trabalhando que a gente vai poder reverter isso. Foi a gente que colocou, temos que sair o mais rápido possível". Ouça, no podcast abaixo, o bate papo com os jogadores do Criciúma após a partida.

O Tigre viaja de volta para o sul hoje. Lanterna com 1 ponto, só deixa o último lugar na rodada se o Boa Esporte perder para o Goiás em Goiânia no sábado. Mas se os goianos ganharem, eles, que são antepenúltimos, abrem neste caso quatro pontos em relação ao Criciúma. Hoje o tricolor está a cinco pontos do Juventude, o primeiro fora da zona de rebaixamento.

Para encarar o Avaí, Mazola terá de volta os laterais Sueliton e Marlon e o volante Jean Mangabeira, que cumpriram suspensão ontem. O zagueiro Sandro e o atacante Lucas Coelho, que se recuperam de lesões, estão com chances de retorno. A aguardar para as próximas horas as novidades prometidas, e que podem estar sendo definidas ainda na concentração do Criciúma aqui em Fortaleza.

Denis Luciano
Por Denis Luciano 23/05/2018 - 07:00

Não há nada nem ninguém abaixo do Criciúma na Série B do Brasileiro. A lanterna foi alcançada com os 2 a 0 sofridos ontem à noite, aqui em Fortaleza, contra o líder Fortaleza, agora dono de 19 pontos em 21 possíveis, enquanto o Tigre, com apenas 1, tem aproveitamento inferior a 5% e conseguiu cair uma posição na rodada perante ao Boa Esporte, por conta do saldo de gols.

A urgência de contratar só aumenta. Havia nos bastidores da noite passada na Arena Castelão a informação de que, após a partida, o Criciúma poderia anunciar algum reforço. Não aconteceu. O diretor executivo Nei Pandolfo conversou conosco e justificou as negociações, mas ainda sem retorno concreto. "Estamos com várias frentes abertas, em diferentes posições, esperamos até no máximo depois de amanhã concretizar".

Lance de Fortaleza 2x0 Criciúma na Arena Castelão

O volante Marlon Freitas, do Fluminense, o atacante Luidy, do Corinthians e que está emprestado ao Ceará, um lateral direito também do Corinthians e o atacante André Luís, que joga no futebol da Coréia do Sul, seriam as bolas da vez. Pandolfo já comentou algo sobre Luidy, mas nos microfones ele continua econômico com as palavras. "São essas posições, e vários atletas, mas não podemos falar para não atrapalhar as negociações".

Perguntamos se o problema maior para não fechar os reforços é a falta de dinheiro do Criciúma. Pandolfo despistou. "Não. O presidente e a diretoria estão se empenhando, não medindo esforços". Alguém pode estar de saída do Tigre. "Quando você tira passa a ser oneroso para o clube, temos que ter um cuidado", ponderou. "Mas há interesse de clubes nesses atletas, se não estiver no plano do clube vamos tentar negociar", completou.

Pandolfo confirmou a multa ao lateral esquerdo Marlon pelas duas expulsões em quatro jogos na Série B, culminando com a agressão contra um jogador do Juventude na semana passada. "Já conversamos, vai tomar uma multa que é normal, ele admitiu o erro, já o recuperamos no aspecto emocional, está um pouco mais equilibrado", afirmou. Mais do bate papo com Nei Pandolfo após a derrota de ontem você confere no podcast abaixo. Ouça!

 

7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19