Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/09/2020 - 20:18Atualizado em 14/09/2020 - 21:04

A iniciativa da candidata do PL à prefeitura de Criciúma, a bolsonarista Julia Zanatta, de encaminhar o seu marido, Guilherme Colombo, como seu candidato a vice, anunciada hoje, acabou provocando uma "rebelião" no partido.

Por isso, na convenção que terminou agora a pouco, não foi tomada decisão a respeito. Ata ficou "aberta" para resolver o assunto durante o dia de amanhã.

A convenção só aprovou Julia como candidata a prefeitura e a nominata de candidaros a vereador.

Ha informações que o senador Jorginho Mello, presidente estadual do PL, deve intervir no assunto.

O ex-prefeito Marcio Burigo, coordenador regional do PL, ficou indigando com o encaminhamento feito por Julia.

Disse que não foi consultado, nem informado. Ele não participou da primeira parte da convenção.

A sua assessoria infomrou que ele estava em Sombrio.

Mas, ele chegou na convenção depois que a decisão sobre o Vice foi adiada para amanhã. Fez um discurso "cauteloso" e comentou que "foi prudente manter a ata em aberto sobre definição do vice". Por fim, disse que "intervenção no partido é exceção".

Márcio conversou por telefone durante o dia com o senador Jorginho Mello, que também não sabia de nada, e não gostou do encaminhamento dado por Julia.

O gabinete do senador Jorginho fez contatos com Julia para tentar dissuadí-la.

Houve reações entre os candidatos a vereador.

Mesmo assim, ela manteve o nome do marido como vice.

Se for aprovado Guilherme como vice de Julia, será a primeira vez na historia politica de Criciúma que marido e mulher vão compor a mesma chapa, como candidatos a prefeito e vice.

 

 

 

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/09/2020 - 17:19Atualizado em 14/09/2020 - 17:26

Beatriz Vargas, a Bea, líder comunitária e profissional da área de eventos, filiada ao PSB, deve ser confirmada hoje à noite com candidata a vice na chapa de Alex Michels, PSD, para disputar a prefeitura de Içara.

Beatriz já foi presidente do PSB local e foi indicada por Fabio Brezola, coordenador regional do partido.

Hoje à noite o PSD deve confirmar o nome de Beatriz na reunião da executiva com os candidatos a vereador e o candidato a prefeito.

Brezola assumiu o PSB da região poucos dias depois do fechamento do prazo de filiação e não teve condições de articular candidaturas a prefeito.

Mas, deve confirmar duas candidaturas a vice com reais possibilidades. Beatriz, em Içara, e Cali Arns, em Forquilhinha, vice de Lei Alexandre.

 

 

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/09/2020 - 16:34Atualizado em 14/09/2020 - 16:51
A oposição em Nova Veneza deve ter chapa pura do PP, com apoio do MDB.
O que está encaminhado é a candidatura de Enio Milanez a prefeito, com Ângela Ghislandi de vice.
Ângela é filha do empresário SanCiro Ghislandi, um dos proprietários da rede Bistek.
Enio é do distrito do Caravágio, e Ângela da "sede" do municipio. Os dois filiados no PP.
Ângela ficou em vias de ser candidata a deputada federal em 2018 e era o "projeto" do partido para disputar a prefeitura neste ano.
Mas ela teve que mudar para Natal, Rio Grande do Norte, para acompanhar o marido que foi trabalhar lá.
Agora ela e o marido voltaram, e o PP está apostando na sua candidatura.
Confirmação da chapa deve sair de reunião de hoje à noite.
 
 
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/09/2020 - 13:59Atualizado em 14/09/2020 - 15:10

O PSB pode apoiar o deputado Rodrigo Minotto a prefeito de Criciúma, seguindo decisão da direção nacional, mas o presidente da Executiva municipal, empresário Fáio Brezola, quer votar na reeleição do prefeito Clésio Salvaro.

Ele esteve hoje reunido com Salvaro, PSDB, e deixou claro que se depender dele, o prefeito terá o apoio do PSB.

Só não será assim se a direção nacional impor alinhamento partidário e ideológico. Decisão será tomada hoje, em Brasília.

Mesmo assim, se o PSB estiver alinhado com o PDT em Criciúma, Brezola disse hoje que o seu “CPF” apoiará Salvaro.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/09/2020 - 12:35Atualizado em 14/09/2020 - 13:54

A advogada e jornalista Julia Zanatta, candidata do PL a prefeitura de Criciúma, bateu o martelo. Terá o marido, Guilherme Colombo, como candidato a vice na sua chapa.

Guilherme é do Rio Maina e filho do vereador Julio Colombo, que será candidato à reeleição.

Julia começou a examinar a possibilidade faz 20 dias.

No fim de semana divulgou na sua página do Facebook um longo texto destacando virtudes de Guilherme, especialmente a sua lealdade, e escrevendo no final que ele seria "o vice ideal".

Havia outros movimentos no PL para que o vice de Julia fosse Lucas Dalló ou o Coronel Cosme Manique Barreto, ambos do Podemos.

Mas a decisão por Guilherme de vice foi tomada hoje pela manhã.

A convenção do PL que vai homologar a chapa pura, com Julia e Guilherme, será realizada hoje à noite.

 

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 14/09/2020 - 06:41Atualizado em 14/09/2020 - 08:22

Em Içara, o PSD marcou para decidir hoje à noite o vice de Alex Michels, candidato do partido a prefeito.
Tendência é que seja uma mulher.
Decisão pode ser por chapa pura, ou por indicação de vice pelo PTB, PSB ou Republicanos.

Em Criciúma,
O PSL de Criciúma confirmou o médico Allisson Pires como candidato a prefeito.
Descartou aliança com o PDT e agora trata da definição do candidato a vice, que pode vir de um partido aliado
Na nominata de candidatos a vereador do PSL, foram incluídos os nomes do vereador Júlio Kaminski, que esteve afastado do partido, mas vai disputar a reeleição, e do presidente do partido, advogado Jeferson Monteiro.

Hoje à noite, o PDT fará sua convenção para confirmar a candidatura a prefeito do deputado Rodrigo Minotto.

O PT fez convenção ontem e definiu chapa pura - Francisco Balthazar, o Chico Balthazar, candidato a prefeito, com Júlio Bittencourt, como vice.

O PODEMOS foi procurado para composição com PSL, PDT e PL, mas deve confirmar na quarta-feira a candidatura do coronel Cosme Manique Barreto a prefeito.

O PSDB e o PSD homologaram aliança no sábado e a repetição da chapa Clésio Salvaro prefeito e Ricardo Fabris vice.
O PP aprovou em convenção ingresso na aliança liderada pelo PSDB e apoio à chapa Salvaro-Fabris.

Ainda durate a semana, o MDB confirma amanhã a candidatura Aníbal Dario, com Lisiani Tuon, DEM, de vice, e ainda teremos as convenções do PL, que vai confirmar a candidatura de Julia Zanatta, e do PSTU, que também aprovará seu candidato a prefeito, Ederson da Silva. 

Em Forquilhinha, ontem à noite, o PDT decidiu fechar com o PSD e apoiar a candidatura de Neguinho a prefeito.
Indicou para vice o ex-vereador Chile.

Ontem pela manhã o Podemos definiu chapa pura para disputar a prefeitura de Forquilhinha.
Juliano Arns, candidato a prefeito, e Dino Eyng, vice.

No sábado, o PP homologou a candidatura de Lei Alexandre a prefeito.

Em Siderópolis, ontem, o PP definiu Tusa Larroyd como candidata a prefeitura.
Tusa venceu Índio na convenção, com vantagem de dois votos - 25 x 23.

Será a segunda vez que Tusa disputará a prefeitura de Siderópolis.

Em Lauro Müller e Urussanga foram homologadas chapas de mulheres.
Em Urussanga, chapa pura do MDB - Stela Talamini prefeita e Vani Mazzuco, vice.
Em Lauro Müller, aliança do MDB com PSD - Sayonara Bora, MDB, prefeita, e Soraia Librelato, PSD, vice.

Em Arroio do Silva, PSL, MDB e PSC aprovaram em convenção a candidatura de Evandro Scaini a prefeito
Vice, Carlos Scarsanella. Chapa pura do PSL.

Em Araranguá,
A convenção do PRTB confirmou chapa pura com Ricardo Ghellere a prefeito e de Claudete Bianchi a vice
Foram homologados 15 candidatos a vereador.

Expectativa agora em Araranguá para definição de MDB e PL. Se vão estar juntos, ou em palanques separados.
PL estará com MDB se puder indicar o vice. O MDB até quer, mas prometeu a vice para o PSD.
PL pode colocar chapa pura.

Em Cocal do Sul, o PSDB aprovou Adriano Della candidato a prefeito e Adenir Menegon vice.

Em Nova Veneza, PSDB e PSD fizeram convenção, aprovaram aliança e homologaram a chapa Rogério Geio Frigo, PSDB, candidato a reeleição a prefeito, e Élzio Milanêz, candidato a vice.
No Balneário Rincão, o MDB fez convenção para homologar a candidatura à reeleição do prefeito Jairo Custódio.
Em Maracajá, foi homologada a candidatura de Wagner da Rosa, MDB, a prefeito, e Neguinho Martinello,PSDB, vice.

 

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 13/09/2020 - 19:29Atualizado em 14/09/2020 - 06:45

PDT acaba de definir o nome de Valcir Matias, o Chile, como candidato a vice de Neguinho, PSD, para disputar a prefeitura de Forquilhinha.

Chile foi vereador e presidente do PDT de Forquilhinha.

O PDT vai estar com Neguinho na aliança com PSD, DEM, Republicanos e provavelmente o PT, que vai fazer convenção no dia 15.

A disputa pelo PDT foi intensa em Forquilhinha.

Mas, primeiro o partido tinha candidato a prefeito, vereador Maciel Da Soler. Ele desistiu na semana passada. Aí, o partido passou a discutir quem apoiaria.

Lei Alexandre, PP, e Giovani de Godoi, PL, também queriam o apoio do PDT e ofereciam vaga de vice.

Mas, o PDT definiu em decisão por unanimidade fechar com Neguinho, PSD.

Hoje pela manhã o Podemos definiu chapa pura para disputar a prefeitura de Forquilhinha. Juliano Arns, candidato a prefeito, e Dino Eyng, vice.

No sábado o PP homologou a candidatura de Lei Alexandre a prefeito.

Em Siderópolis

O PP de Siderópolis definiu hoje em convenção homologar a pedagoga Tusa Larroyd como candidata a prefeita.

Será a segunda vez que Tusa disputará a prefeitura.

O PP deixou em aberto a vaga de vice para discutir os possiveis aliados.

No Arroio do Silva

PSL, MDB e PSC de Balneário Arroio do Silva realizaram na tarde de hoje convenções partidárias para a definição da coligação majoritária e aprovar a chapa pura do PSL, com Evandro Scaine a prefeito, e Carlos Scarsanella a vice.

A coligação contará com o PSL, o MDB, o PSC e o PV.

A convenção conjunta homologou as candidaturas a vereador.

O PSL lançou também 14 pré-candidatos a vereadores e o PSC lançou 4 candidatos a vereador.

Em Araranguá

A convenção PRTB de Araranguá confirmou ontem em convenção chapa pura para disputar a prefeitura - Ricardo Ghelere a prefeito e de Claudete Bianchi  a vice.

Foram homologados 15 candidatos a vereador.

A convenção aconteceu na Câmara de Vereadores com a presença dos empresários Wilmar Naguel, Márcio Alex Pereira, Bervaldo Zilli, do diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes, Sandro Stecanella, Edson da Silva Vieira (Loteca), da presidenta do PRTB Mulher, Lucilene Mellegari de Souza, do ex-vereador Cabo Loro (PSD), e mais as lideranças dos partidos da coligação “Novos Rumos Araranguá” que tem PRTB, Avante, PSC, PTB, DEM e PTC.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 13/09/2020 - 12:47Atualizado em 13/09/2020 - 12:48

Neste domingo, o PT de Criciúma homologou a candidatura do advogado Francisco Balthazar a prefeito.

O PT vai disputar a eleição com chapa pura. O psicólogo Júlio César Bittencourt é o candidato a vice-prefeito.

Foi aprovada uma nominata composta por 15 candidatos a vereador.

A convenção do partido foi realizada on-line, por meio da plataforma zoom, onde os filiados aclamaram por unanimidade as candidaturas.

A convenção teve a participação da presidente nacional do PT, Gleise Hoffman.

"Nossas candidatas e candidatos estão muito animados e tem que fazer esta campanha de cabeça erguida. O PT tem muito o que mostrar, temos que falar como já governamos várias cidades e lembrar do legado que nós deixamos neste país. Falar de programas que foram importantes para a vida das pessoas, como o Minha Casa, Minha Vida, o Bolsa Família, a merenda escolar", disse.

Participaram também os deputados federais Paulo Pimenta, do Rio Grande do Sul, e Pedro Uczai, catarinense, e a deputada estadual catarinense Luciane Carminatti, e mais o presidente estadual do Partido, o ex-deputado Décio Lima.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 12/09/2020 - 20:00Atualizado em 12/09/2020 - 20:06

O PDT de Araranguá definiu hoje em convenção a indicação de dois nomes para vice-prefeito. Anisio Premoli e Karen Suyan.

Não aprovou candidato a prefeito porque tem aliança encaminhada com o PP, que terá o candidato a prefeito. 

A tendência é que Anisio seja o vice de Daniel Viriato, candidato do PP a prefeito.

A convenção do PP será realizada na terça-feira, dia 15.

Se não for candidata a vice, Karen deve ser candidata a vereadora.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 12/09/2020 - 19:38Atualizado em 14/09/2020 - 06:47

Na convenção deste sábado, o MDB confirmou suas candidaturas em Urussanga. O partido oficializou chapa pura e de mulheres para disputar a prefeitura

"Chegamos aqui motivadas pelo nosso trabalho na educação e na saúde", afirmou Stela Talamini, candidata a prefeita de Urussanga. Agora vamos projetar a nossa cidade para o futuro", pontuou Vani Mazzucco, candidata a vice.

Com Stela e Vani, a convenção do MDB de Urussanga homologou 14 candidatos a vereador.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 12/09/2020 - 19:26Atualizado em 14/09/2020 - 06:48

A novidade na convenção do PSL de Criciúma, hoje, foi a inscrição do advogado Jeferson Monteiro, presidente da Executiva, como candidato a veredor.

Surgiram especulações durante a semana, mas Jeferson evitou tratar do assunto, pelo menos em público. Foi confirmado na convenção.

O fato acabou sendo o mais falado na convenção do PSL.

Também foi confirmado registro da candidatura à reeleição do vereador Julio Kaminski.

Ele entrou no partido como candidato a prefeito, mas retirou a candidatura e se afastou do partido. Chegou a anunciar a sua desfiliação.

Mas, o presidente estadual do PSL, Fabio Schiochet, operou para sua volta ao partido.

Ele seria candidato a vice-prefeito se fosse aprovada a aliança com o PDT, para apoiar o deputado Rodrigo Minotto a prefeito.

Sem o acordo com o PDT, Kaminski vai disputar reeleição.

Na convenção de hoje, o PSL de Criciúma aprovou que o médico Allison Pires será o candidato a prefeito. Deixou em aberto a vaga de vice, para ser tratada com possíveis aliados. Há conversas com dois partidos.

A confirmação da candidatura de Allison representou que o PSL afastou a possibilidade de aliança com o PDT para apoiar a candidatura do deputado Rodrigo Minotto a prefeito.
Mas, o deputado disse que mesmo assim, sem apoio do PSL, vai confirmar a candidatura a prefeito.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 12/09/2020 - 12:01Atualizado em 14/09/2020 - 06:49

O PSL de Criciúma está ainda realizando a sua convenção, mas já definiu que o médico Allison Pires será o candidato a prefeito. Agora, fecha a nominata de candidatos a vereador e trata da definição do candidato a vice-prefeito, que pode vir de um partido aliado.

A confirmação da candidatura de Allison representa que o PSL afasta a possibilidade de aliança com o PDT para apoiar a candidatura do deputado Rodrigo Minotto a prefeito.
O deputado disse a pouco ao blog que mesmo assim, sem apoio do PSL, vai confirmar sua candidatura a prefeito.

O sábado está marcado por convenções para definição de chapas e alianças. O prazo legal encerra no dia 16, quarta-feira.

O PSDB e o PSD homologaram aliança e a repetição da chapa Clesio Salvaro prefeito e Ricardo Fabris vice.
O PP está fazendo sua convenção para confirmar entrada na aliança liderada por Salvaro e aprovar a lista de candidatos a vereador.

O Podemos foi procurado para composição com PSL, PDT e PL, mas deve confirmar na quarta-feira a candidatura do coronel Cosme Manique Barreto a prefeito.

Em Araranguá, ontem à noite, o PTB aprovou em convenção aliança com o PRTB e apoio para a chapa que tem Ricardo Ghellere candidato a prefeito e Claudete Bianchi de vice.

Em Forquilhinha, o PP confirmou em convenção ontem à noite a candidatura de Lei Alexandre a prefeito.
Ao seu lado, estava Cali Arns, PSB, que deve ser confirmado candidato a vice.

A expectativa em Forquilhinha é para o anúncio sobre definição do PDT. Vai fechar com Neguinho, candidato a prefeito do PSD, e indicar o vice. Ou, ficará com Lei. Decisão deve sair durante o dia de hoje.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 11/09/2020 - 18:47Atualizado em 11/09/2020 - 19:03

A semana termina com fatos novos na região e expectativas geradas para o último fim de semana antes de encerramento do prazo para as convenções.

Em Içara, fato novo importante. O candidato a prefeito do MDB, Arnaldinho Lodetti, sacramentou o vereador Darolt, PSDB, para ser o seu vice.
Definição saiu agora a pouco durante reunião com dirigentes do MDB, PSDB e PDT.
O empresário Joelson Cardeal, PDT, que chegou a ser mapeado para vice, abriu mão, apoiou a inclusão de Darolt na chapa e se colocou com um dos coordenadores da campanha.
O PSDB e o vereador Darolt chegaram a abrir conversações com o PSD, durante a semana, quando Cardeal estava mapeado para vice.
Darolt era vereador do PSD e migrou para PSDB já combinado com Arnaldinho para ser o vice.

O candidato do PSD a prefeito, Alex Michels, teve hoje o anuncio de apoio do PSB, comandado da região pelo empresário Fábio Brezola. O PSB vai firmar aliança com o PSD.
Alex deve disputar a eleição com chapa pura. O vice pode ser Fernando Zanoli ou Anselmo Freitas.

A candidata do PP a prefeita, Dalvania Cardoso, também deve disputar a eleição com chapa pura.
O vice pode ser Sérgio Peruchi, repetindo a chapa de 2016.

Em Forquilhinha, o fato novo pode ser consumado amanhã. O PDT deve anunciar aliança com o PSD para apoiar a candidatura de Neguinho a prefeito.
Confirmado o acordo, o PDT vai indicar o vice de Neguinho. Provavelmente o ex-vereador Chile.
Ontem à noite, o vereador Maciel Da Soler anunciou em reunião do PDT a desistência de sua candidatura a prefeito, abrindo o caminho para o entendimento do PDT com o PSD e Neguinho.

Em Criciúma, PSDB e PSD farão suas convenções amanhã para homologar a repetição da chapa Clesio Salvaro, prefeito, e Ricardo Fabris, vice.
Hoje, Salvaro, Fabris e o deputado Julio Garcia se reuniram para acertar detalhes das convenções.
Salvaro prestigiar a convenção do PSD, enquanto Fabris e JulioGarcia, vão na convenção do PSDB.
O PP também fará convenção amanhã para homologar apoio a Salvaro.
Neste momento, o prefeito está reunido com um partido que pode migrar para sua aliança.

O PSL também fará sua convenção amanhã em Criciúma.
Pelos movimentos de hoje, deve confirmar o médico Alisson Pires como candidato a prefeito.
Não deve firmar aliança com o PDT para apoiar a candidatura do deputado Rodrigo Minotto a prefeito, como queria o presidente estadual do PSL, deputado Fábio Schiochet.

O PT fará sua convenção no domingo, a partir das 10h, para homologar chapa pura - advogado Chico Balthazar candidato a prefeito e para vice o psicólogo Julio Bittencourt.

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 09/09/2020 - 20:16Atualizado em 09/09/2020 - 21:39

O governador Carlos Moisés, ingressou hoje à tarde com mais uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para questionar,e tentar paralisar, o processo de impeachment que está tramitando na Assembléia Legislativa.

Pode ser o último recurso de Moisés.

Se nada acontecer, o seu afastamento será votado na próxima semana, provavelmente no dia 17, quinta-feira.

Na ação protocolada hoje, o Governador diz que pretende esclarecer o rito de impeachment em âmbito estadual.

A Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental está sob relatoria da ministra Rosa Weber e questiona quais são as etapas que devem ser seguidas pelas Assembleias Legislativas estaduais.

Na ação, produzida pela Procuradoria-Geral do Estado, o Governador defende que, para garantir segurança jurídica e estabilidade institucional no âmbito dos Estados, é importante que o STF realize a harmonização entre a Constituição Federal e a Lei nº 1.079/50, esclarecendo quais normas se mantêm em vigor e quais foram revogadas, bem como a forma como as remanescentes devem ser interpretadas.

Na ação, o Governador Moisés questiona quantas votações devem ocorrer no âmbito da Assembleia Legislativa, qual o quórum de cada uma, quais são os prazos e em que momentos deve ser assegurado direito de defesa e produção de provas.

Além disso, discute critérios para a formação da comissão especial dentro dos parlamentos estaduais, levantando a possibilidade de uma votação interna para a escolha dos participantes, a viabilidade jurídica de vice-governadores responderem por crime de responsabilidade e, também, a forma de escolha do tribunal especial misto (formado por deputados e desembargadores) responsável pelo julgamento definitivo.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 09/09/2020 - 20:04Atualizado em 10/09/2020 - 06:48

Ministério Público apresentou à Justiça, nesta quarta-feira, ação penal pelos crimes de organização criminosa, fraude a licitação, corrupção e falsidade ideológica contra 13 pessoas, entre servidores públicos, empresários e engenheiro, envolvidas na Operação Blackout,que apurou irregularidades em operações com a prefeitura de Criciúma .

A ação penal foi ajuizada pela promotora Caroline Eller, da 11ª Promotoria de Justiça da Comarca de Criciúma,  com base em investigação desenvolvida conjuntamente com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO).

Foram denunciados:  Akilson Mota Barbosa (dono da empresa que fez operações com a prefeitura), Katia Smielevski (secretária de infraestrutura), Luiz Juventino Selva (chefe do Funsab), Julio Cesar de Luca (diretor do hospital São Donato) e mais Acácio Flor, Carlos Alberto Golombiescki, Carlos Augusto Olivo, Cristiano Demo, Darcioni Gomes, José Carlos Zilli, Neli dos Santos, Rafael de Souza e Raffael de Faveri. 

Na ação, o Ministério Público detalha a suposta organização criminosa, formada desde o início de 2019, arquitetada por um empresário e um servidor público, com o propósito de obterem, direta ou indiretamente, vantagem de qualquer natureza, mediante a prática dos crimes de fraude a processo licitatório, falsidade ideológica e corrupção.

De acordo com a ação, a organização criminosa teria frustrado o caráter competitivo de pelo menos nove processos licitatórios realizados pela Prefeitura de Criciúma, referentes à aquisição de materiais elétricos e/ou prestação de serviços de iluminação pública, entre março de 2019 a agosto de 2020.

O esquema objetivava o direcionamento da contratação para as pessoas jurídicas do grupo criminoso.

Para a promotora Caroline Eller, os agentes públicos tornaram-se fundamentais na estratégia delituosa permitindo a interferência da organização criminosa nos processos licitatórios de várias maneiras.

As contratações supostamente fraudadas chegam a uma cifra total de R$ 35 milhões. Só o último procedimento licitatório, o da iluminação pública deflagrado pela Prefeitura, está orçado em quase R$ 15 milhões. Essa licitação está em andamento, mas o Ministério Público já ajuizou ação cautelar requerendo a suspensão. O juiz de primeiro grau indeferiu o pedido liminar, porém a Promotora já recorreu ao Tribunal de Justiça. 

A ação penal será analisada agora pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Criciúma.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 09/09/2020 - 06:05Atualizado em 09/09/2020 - 06:43

Mais um candidato oficializado por convenção para a disputa da prefeitira de Içara.

Ontem à noite, o MDB homologou Arnaldo Lodetti Júnior, o Arnaldinho, em convenção que teve a marca da "reconciliação", pela participação ativa do prefeito Murialdo Gastaldon e do vice, Sandro Giassi Serafim, que foi derrotado na prévia.

Os aliados que estão cotados para vice de Arnaldinho, empresário Joelson Cardeal Cardoso, PDT, e o vereador Valdelir Darolt, PSDB, estavam na convenção e fizram discursos de apoio, independente da definição de quem será o vice.

Os partidos que ja estão alinhados com o MDB e Arnaldinho estavam na convenção - PSDB, PDT, PT e PC do B.

Antes do MDB, o PSD ja havia feito convenção e homologado o vereador Alex Michels como candidato a prefeito.

Ontem à noite, Arnaldihnho fez discurso na convenção do MDB ressaltando a gratidão.

Ele agradeceu o partido pela oportunidade recebida de representá-lo nas urnas. Disse que foi um sonho que adiou por diversas vezes em nome de outros projetos. Conhecido pela experiência e articulação política nos bastidores, ele vai pela primeira vez encarar uma disputa nas urnas.

"Agora o MDB entrou em campo", anunciou.

Os deputados estaduais Ada De Luca Luiz Fernando Cardoso, MDB, e Rodrigo Minotto, PDT, enviaram mensagens por vídeos de apoio à candidatura de Arnaldo.

Os ex-deputados Ronaldo Benedet, MDB, e Dóia Guglielmi, PSDB, e o presidente estadual do PC do B, Douglas Mattos, participaram da convenção.

Scaini com chapa pura

No Arroio do Silva, o empesário e ex-prefeito Evandro Scaine anunciou que será no domingo a convenção que vai homologar sua candidatura a prefeito.

Será realização convenção conjunta do PSL, partido de Sacine, e os aliados PV, MDB e PSC.

O vice de Sacine será Carlos Sacarsanella, também doPSL.

Não vai

O prefeito de Praia Grande, Henrique Maciel, PSL, deve anunciar hoje que não será candidato a reeleição e que vai apoiar a candidatura de Elisandro Fanica Machado, PP.

O vice de Fanica será Rodrigo Mariani, do PSDB, ex-partido de Maciel.

Virou novela

Em Criciuma, o PSL adiou novamente a definição sobre aliança com o PDT para apoiar o deputado Rodrigo Minotto a prefeito.

O presidente estadual do PSL, deputado federal Fabio Schiochet, acertou com o presidente da executiva do partido em Cricúma, Jeferson Monteiro, que as discussões internas sobre aliança com o PDT para apoiar o deputado Rodrgo Minotto a prefeito vão se estender até sábado, data da convenção do partido.

Schiocheti conversoucom Monteiro e acabou nem fazendo a reunião que havia programado para ontem com a executiva municipal do PSL.

O assunto será conduzido até sábado por Jeferson Monteiro, em sintonia com Schiochet.

A informação de bastidores é que Monteiro convenceu Schiochet a encaminhar o assunto com mais tempo para evitar fissuras intermas, que poderiam levar até a desfiliações.

Mas, se o PSL acabar apoiando Minotto, vai indicar como candidato a vice o vereador Julio Kamisnki.

 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 08/09/2020 - 19:10Atualizado em 08/09/2020 - 19:26

O advogado Marcos Probst, que faz a defesa do governador Carlos Moisés no processo de impeachment, acaba de distribuir nota oficial, onde condena o novo pedido de impeachment protocolado na Assembléia Legislativa, desta vez por iniciativa dos deputados que fizeram a CPI dos Respiradores.

O advogado sustenta que a apresentação desse novo pedido de impeachment em nada contribuir para o bem estar e o desenvolvimentodo estado.

Acrescenta que o pedido serve apenas para "satisfazer projetos politico-partidários contrários ao regime democrático e ao interesse do povo catarinense".

O advogado também registra que mantêm a convicção da inexistência de ilegalidade praticada pelo Governador, e reitera a conduta "proba e transparente" do Governador no exercícios das suas funções públicas.

Abaixo, a nota do advogado Probst, na íntegra.

O novo pedido

No começo da tarde, os deputados Sargento Lima, PSL, e Ivan Naatz, PL, entregaram formalmente  ao presidente da Assembléia, deputado Júlio Garcia, o relatório final da CPI do Impeachment e comunicaram o registro de um novo pedido de impeachmemt do Governador Moisés, conforme deliberado na CPI.

Sargento Lima foi o presidente da CPI e Ivan Naatz o relator.

O deputado-presidente Julio Garcia informou, em relação ao novo pedido de impeachment, que vai determinar de imediato o encaminhamento jurídico adequado, com pedido de parecer da Procuradoria Geral da Assembléia no prazo previsto em lei.

Sobre a CPI, o presidente da Alesc elogiou o trabalhou de todos os deputados da comissão.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 08/09/2020 - 15:09Atualizado em 08/09/2020 - 15:30

O presidente estadual do PSL, deputado federal Fabio Schiochet, acertou com o presidente da executiva do partido em Cricúma, Jeferson Monteiro, que as discussões internas sobre aliança com o PDT para apoiar o deputado Rodrgo Minotto a prefeito vão se estender até sábado, data da convenção do partido.

Schiocheti conversou ontem à noite com Monteiro e acabou nem fazendo a reunião que havia programado para hoje, meio dia, com a executiva municipal do PSL.

O assunto será conduzido até sábado por Jeferson Monteiro, em sintonia com Schiochet.

A informação de bastidores é que Monteiro convenceu Schiochet a encaminhar o assunto com mais tempo para evitar fissuras intermas, que poderiam levar até a desfiliações.

O presidente estadual do PSL já deu demonstrações evidentes que quer acordo em Criciúma com o PDT para apoiar Minotto, e indicar o candidato a vice-prefeito.

Ele vem tratando da aliança  faz pelo menos 15 dias. Neste período, depois de ajustar os detalhes com Minotto, passou a administrar resistências no PSL local.

Primeiro, convenceu os dois vereadores filiados ao partido. Edson Paiol e Julio Kaminski.

Depois, passou a tratar com Monteiro, chamando a atenção para o interesse maior para consolidação do partido.

A atuação de Schiocheti na articulação do PSL de Criciúma para a eleição também resolveu a situação do vereador Kaminski. A sua reintegração é fato cosumado.

A proposito, como Alisson Pires jé disse que não será candidato a vice, só a prefeito, se for confirmada a aliança com o PDT, o vereador Kaminski deve ser o vice de Minotto.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 08/09/2020 - 14:42Atualizado em 08/09/2020 - 14:56

A comissão especial de deputados que trata do processo de impeachment decidiu em reunião pela manhã abrir novo prazo, de mais 48h, para defesa da vice-governadora, Daniela Reinehr.

As advogadas da vice, Karina Kuffa e Ana Blasi, protocolaram pedido de mais prazo em função de informação nova, divulgada pela imprensa, que precisariam incluir na defesa.

A comissão acolheu o pedido e abriu novo prazo de 48h.

O novo prazo, no entanto, não vai alterar o cronograma da comissão, que mantêm a previsão de conclusão dos trabalhos no dia 15 e apresentação para votação no pelnário da Assembléia no dia 17, próxima semana.

Novo pedido

No começo da tarde, os deputados Sargento Lima, PSL, e Ivan Naatz, PL, entregaram formalmente  ao presidente da Assembléia, deputado Júlio Garcia, o relatório final da CPI do Impeachment e comunicaram o registro de um novo pedido de impeachmemt do Governador Moisés, conforme deliberado na CPI.

Sargento Lima foi o presidente da CPI e Ivan Naatz o relator.

O deputado-presidente Julio Garcia informou, em relação ao novo pedido de impeachment, que vai determinar de imediato o encaminhamento jurídico adequado, com pedido de parecer da Procuradoria Geral da Assembléia no prazo previsto em lei.

Sobre a CPI, o presidente da Alesc elogiou o trabalhou de todos os deputados da comissão. 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 08/09/2020 - 05:57Atualizado em 08/09/2020 - 07:54

Só uma decisão judicial pode salvar o Governador Moisés do afastamento para o processo de impeachment.

O ambiente na Assembléia Legislativa permite tratar a situação como irreversível.

No voto, o Governador não conseguirá se manter no cargo.

As projeções indicam entre 31 e 33 votos pelo afastamento. São necessários 27 votos para aprovar o afastamento. Votação no plenário da Assembléia deve acontecer no dia 17.

Se for confirmada a aprovação do afastamento, o tribunal misto (5 deputados e 5 desembargadores) será instalado e votará na última semana de setembro a confirmação do afastamento para instalação do processo de impeachment.

A votação no plenário será feita da maior para menor bancada. Pela ordem, MDB, PSD e PSL. Pelas projeções, deve largar com 18 x 2 a favor do afastamento. 

A decisão do Superior Tribunal de Justiça, que determinou abertura de inquérito pela Polícia Federal para apurar ilicitudes no caso dos respiradores,e incriminou o Governador, determinando que ele preste depoimento, piorou ainda mais a situação.

 

Mais um

Hoje, mais um pedido de impeachment do Governador Moisés será protocolado na Assembleia.

Desta vez, o pedido aprovado na conclusão da CPI dos Respiradores.

Será entregue pelo presidente da CPI, deputado Sargento Lima, PSL, e o relator deputado Ivan Naatz, PL, às 13h3o, ao presidente da Alesc deputado Júlio Garcia, PSD.

Pedido é assinado pelos nove deputados da CPI.

3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15