Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 21/08/2021 - 07:46Atualizado em 21/08/2021 - 09:18

O advogado criciumense Carlos Salvalággio deve disputar a nova vaga aberta para desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Ele vai aguardar a abertura das inscrições, para depois confirmar apoios que recebeu na primeira tentativa. Decisão deve sair na próxima semana. Mas, a tendência é se apresentar para a disputa.

Na primeira tentativa, ele foi candidato único de Criciúma e AMREC.

Em todas as etapas do processo, inclusive na eleição direta entre os advogados do estado, ele ficou entre os primeiros colocados e figurou na lista tríplice levada ao governador Carlos Moisés, que optou pelo advogado Diego Pitsica, nomeado no dia 28 de julho.

Ontem, em Florianópolis, o conselho pleno da OAB de Santa Catarina aprovou o formato para escolha dos nomes que farão na lista sêxtupla de advogados que vão tentar a nova vaga de desembargador pelo chamado Quinto Constitucional (que cabe aos advogados).

O edital com todos os detalhes será lançado nos próximos dias.

Uma das decisões é que será mantida a eleição direta entre os advogados para  escolha dos advogados que serão apresentados ao Tribunal de Justiça.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 20/08/2021 - 18:48Atualizado em 20/08/2021 - 19:07

Está definida a agenda do governador Carlos Moisés da Silva na semana que vem no Sul de Santa Catarina. 

Um roteiro extenso, com muitas obras. Deve começar no Extremo Sul, nas cidades de Praia Grande e Araranguá. Depois vem a Criciúma, Grão-Pará e Tubarão.

Vai liberar usina de asfalto pelo programa SC Mais Asfalto. Edital da Serra do Faxinal, ordem de serviço da Serra do Corvo Branco e liberar emendas parlamentares em municípios da região.

Pacote gigante para Criciúma, mais de R$ 30 milhões para obras de infraestrutura. Deve estar em Criciúma na quinta-feira.

Não lembro de outro pacote tão grande de obras para Criciúma e nele não está o Hospital do Rio Maina. A intenção é transformá-lo em hospital geral para média e baixa complexidade pelo SUS. Os detalhes ainda estão sendo ajustados, por isso ainda não entra nesse pacote.

Mas entram parques, pontes, pavimentação. Ordem de serviço para o Centro de Inovação. É um roteiro fazedor para o Sul de Santa Catarina.

O governador Carlos Moisés está abrindo o caixa, realizando obras. Investimentos em infraestrutura para marcar o seu governo positivamente e focar em 2022. Ele vai tentar se colocar no jogo para a eleição. Se vai conseguir articulação política para isso, o tempo vai dizer.

Para nós da região, o que importa é que estão vindo obras.
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 20/08/2021 - 07:29Atualizado em 20/08/2021 - 07:29

Fui em um encontro em Balneário Rincão, num condomínio em que reparei a sua estrutura: - muito bonita! 

E, ainda possuem mais outros condomínios ao lado, perto da plataforma Sul, numa sequência que pode chegar até a Barra Velha. 

Esse pedaço todo do Rincão está crescendo. Vai ter um impulso expressivo nos próximos ainda, ainda mais com a extensão da Via Rápida que já tem o aval do governador Carlos Moisés.


Olhar o crescimento é olhar para frente. É possível ver outros movimentos semelhantes na região Sul, se tratando de obras e estruturas que apontam um novo visual. Um exemplo é a BR-285, obra que deve retornar efetivamente em setembro.

Ouça o áudio completo abaixo: 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 19/08/2021 - 18:49Atualizado em 19/08/2021 - 18:58

Novidades nas candidaturas a deputado estadual no PSDB da região. 

Há o encaminhamento para a filiação da ex-vereadora de Cocal do Sul, Giovana Galatto no PSDB e será candidata a deputada estadual. 

Ontem, na reunião regional do partido, em Siderópolis, foi anunciada a sua filiação, só que ela não tinha encaminhado 100% a sua saída do PP. Inclusive o partido de Cocal do Sul emitiu nota e hoje ela vai em reunião da executiva para explicar e consumar a saída do PP e ir para o PSDB.

O PSDB poderá ter três candidatos a deputado estadual na região. Giovana Galatto entra na cota das mulheres. A outra candidatura é do vereador de Nova Veneza, Aroldo Frigo e a terceira, um fato novo.

Estava encaminhado o nome de Cleiton Salvaro, que foi para o PSDB, mas nos últimos dias os seus movimentos diminuíram. Ele não foi na reunião regional que ia definir em tese os candidatos a deputado. 

Os comentários no PSDB é que ele estaria dando um passo atrás. E ele arquivando esta candidatura, sobe o nome de Acélio Casagrande, secretário de saúde de Criciúma, entra com força. Ele é articulado. 

Os integrantes do governo manifestaram apoio para que ele seja candidato a deputado estadual. Até secretário que não é do PSDB manifestou apoio. 

Está definida e será divulgada amanhã a agenda do governador Carlos Moisés na região. Ele vem à região na semana que vem. Ficará de quarta até sexta-feira. Vai cumprir agenda em Tubarão, onde encaminhará obras. Também a obra da Serra do Faxinal, em Praia Grande.Em Gravatal, a usina de asfalto. Em Grão-Pará, o asfalto da Serra do Corvo Branco.

Em Criciúma, o governador deve ter grande ato para liberação de mais de R$ 30 milhões de infraestrutura. A expectativa é que neste ato encaminhem a estadualização do Hospital do Rio Maina para ser transformado em um hospital geral público.
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 19/08/2021 - 11:57Atualizado em 19/08/2021 - 12:24

A Celesc confirmou que na etapa de disputa de preços, a empresa Santa Rita arrematou o processo licitatório para a execução das obras e serviços de engenharia para construção de rede subterrânea de energia da iluminação da Via Rápida.

A disputa ocorre entre seis empresas e foi realizada por meio de pregão eletrônico, sendo vencedora aquela que ofereceu o menor preço.

A licitação já foi concluída, homologada ao valor de R$ 6,4 milhões e, neste momento, está em fase de elaboração de contrato.

A obra prevê a instalação de luminárias de LED ao longo de 12,7 milhas do trajeto.

O empreendimento será custeado por convênio com o Governo do Estado de Santa Catarina, com recursos oriundos do ICMS, sem contrapartida dos municípios.

Hoje, o presidente da Celesc, Cleicio Martins (segundo da esquerda para a direita), esteve em Araranguá visitando a área ​​da nova subestação (foto).

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 19/08/2021 - 07:33Atualizado em 19/08/2021 - 07:33

A BR-101: quantas reuniões! De vez em quando lembro disso. Quando estou andando na via, penso em quantas brigas já tiveram para chegar na duplicação e a ponte de Laguna iluminada.

Lembro de uma reunião em Brasília, com o Ministro dos Transportes da época. Foram muitas pessoas, tinham outras questões na pauta, mas o que interessava o Sul do Estado era a BR-101. E, eu fui  pra lá, ninguém me convidou, mas eu fui. 

Fui de terno e gravata, traje específico para circular e fui entrando. Sentei na mesa e era o terceiro na fila da cadeira, estando do meu lado um deputado e o ministro. Um deputado atrás disse: - “você vai poder ficar aqui?” e eu respondi “se alguém perguntar quem eu sou, vou me apresentar como jornalista”. 

Acompanhei toda a reunião e fiz um relato do que vi sobre a discussão da BR-101, essas coisas não tem que perguntar se pode participar ou não. Eu quis resolver o problema da minha região, da minha base onde, onde eu vivo!

São situações semelhantes ao caso da BR-285. 

Ouça o áudio completo abaixo: 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 18/08/2021 - 22:41Atualizado em 19/08/2021 - 06:31

O PSDB do sul catarinense se reuniu ontem à noite em Sideropolis para definir um ou dois candidatos a deputado estadual, entre os cinco que estavam inscritos, mas terminou sem definição e com mais uma candidata.  Giovana Galato, ex-vereadora de Cocal do Sul, que se filiará ao PSDB, foi anunciada como pré-candidata a deputada estadual.

O partido vai definir dois dias depois da votação da reforma eleitoral no Senado Federal uma data para realização de prévia que vai definir o candidato ou os candidatos a deputado estadual.

Na reunião de ontem, os tucanos do sul anunciaram apoio a candidatura do prefeito Clesio Salvaro a Governador.

Ele agradeceu, mas disse que o seu foco é o mandato na prefeitura de Criciúma.

 

Abaixo, a nota distribuida pela assessoria do PSDB:

 

A Comissão Pró-Eleição 2022 do PSDB da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) se reuniu na noite desta quarta-feira (18), em Siderópolis, para discutir a condição de pré-candidaturas a deputado estadual e à majoritária de 2022.

 

Coordenada pelo presidente do PSDB de Criciúma, Vagner Espíndola Rodrigues, a reunião contou com a participação da deputada federal e presidente do PSDB de Santa Catarina, Geovania de Sá, dos prefeitos de Criciúma, Clésio Salvaro, de Siderópolis, Franqui Salvaro, de Nova Veneza, Rogério Frigo, de Santa Rosa do Sul, Almides da Rosa, dos vice-prefeitos de Siderópolis, Adriano Teixeira, e de Orleans, Mário Coan. Os vereadores de Nova Veneza, Aroldo Frigo Junior e Dalto Bortolotto, o presidente da Câmara de Criciúma, Arleu da Silveira, e a presidente da Câmara de Orleans, Mirele Debiasi, também participaram da reunião partidária.

No encontro, as seguintes pautas foram discutidas:

1️⃣ Manifestação dos pré-candidatos quanto à manutenção dos seus nomes na condição de pré-candidatos a deputado estadual.

Todos os pré-candidatos presentes na reunião mantiveram seus nomes a fim de serem pré-candidatos, sendo eles: Acélio Casagrande (secretário municipal de Saúde de Criciúma), Arleu da Silveira (presidente da Câmara de Criciúma), Aroldo Frigo Junior (vereador de Nova Veneza) e Dóia Guglielmi. O pré-candidato Cleiton Salvaro justificou sua ausência, porém ratificou sua condição de pré-candidato a deputado estadual através de áudio gravado.

2️⃣ Inclusão do nome da ex-vereadora de Cocal do Sul, Giovana Galato Santa Rosa, que se filiará ao PSDB, como pré-candidata a deputada estadual.

Pauta aprovada pela Comissão.

3️⃣ Critérios utilizados em outras regiões do Estado de Santa Catarina para definir a quantidade de pré-candidatos.

Conforme a deputada federal e presidente do PSDB de Santa Catarina, Geovania de Sá, a Executiva Estadual do PSDB definiu que a cada 400 mil habitantes (por região) haverá um pré-candidato a deputado federal. Para estadual, a cada 200 mil habitantes (por região) haverá dois candidatos.

4️⃣ Quantidade de candidaturas a deputado estadual na Amrec.

A Comissão decidiu aguardar o resultado da votação da reforma eleitoral no Senado Federal para, dois dias depois, os pré-candidatos discutirem os critérios que serão utilizados para a escolha do(s) candidato(s) a deputado estadual pelo PSDB da Amrec.

5️⃣ Critérios para a escolha dos pré-candidatos a deputado estadual do PSDB da Amrec.

A Comissão sugeriu a realização de prévias, ultilizando os mesmos critérios da Executiva Nacional do PSDB.

6️⃣ Sugestão do nome do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, para a majoritária de 2022.

Salvaro ouviu e agradeceu a manifestação dos participantes, alegando que está focado, de forma exclusiva, na administração do município de Criciúma e se colocou à disposição dos representantes de municípios da região Sul para visitá-los e, também, recebê-los em Criciúma para troca de experiências na gestão pública municipal.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 18/08/2021 - 18:46Atualizado em 18/08/2021 - 22:53

O PSDB da região sul se reúniu nesta noite para tratar da definição de candidatos. Mas, a reunião foi ampliada para tratar da candidatura do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro a governador.

Ele não gostou muito da idéia porque acha que não é momento para isso porque está focado na prefeitura.

Ele foi na reunião dizer que agradece, mas que seu candidato é o Gelson Merisio.

Se Merisio não tornar a sua candidatura forte a ponto de estar entre os candidatos com as condições de disputar efetivamente o pleito, deve bater em retirada e entre os nomes do PSDB estão Salvaro e Geovania de Sá.

Outra informação do dia:

Notícia positiva nesta quarta-feira. Ontem o governador Carlos Moisés da Silva assume compromisso de encaminhar projeto de lei para autorizar recursos estaduais para a BR-285. No que foi aprovado até então, a BR-285 não estava na lista. Sem acordo de ontem em Brasília, o governador assumiu compromisso de encaminhar à Alesc a inclusão na lista da BR-285. É mais uma perspetiva de retomada das obras.

A obra precisa de oito meses para ser concluída. Não termina neste ano nem que recomece amanhã. E não recomeça amanhã. O dia de hoje terminou melhor do que terminou ontem. Há uma luz no fim do túnel e não é um trem vindo ao contrário.

Abaixo, o comentário feito no Ponto Final, na radio Som Maior, fim da tarde.
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 18/08/2021 - 10:48Atualizado em 18/08/2021 - 14:16

O Procurador da República Fabio de Oliveira, Ministério Público Federal, disse hoje na rádio Som Maior - "se o problema do curso de medicina do campus da UFSC em Araranguá for causado por redução de orçamento, ou corte de verbas, não há o que fazer sob ponto de vista jurídico ou administrativo".

Neste caso, o movimento para tentativa de reversão do processo terá que ser pelo encaminhamento político.

E pelo que está posto, tudo indica que o problema que pode levar à paralisação do curso é desdobramento dos cortes no orçamento  da Universidade, que impedem novas contratações de professores e técnicos.

Sendo assim, e seguindo o raciocínio do Procurador, a solução dependerá do envolvimento efetivo dos políticos da região.

Mas, há uma outra possibilidade de solução.  Que pode ser mais rapida, e fácil. E está "ao lado". 

A reitora da UNESC, Luciane Ceretta, encaminhou correspondência para o Reitor da UFSC, Ubaldo Balthazar, e ao prefeito de Araranguá, Cesar Cesa, presidente da ACIVA, Beto Sasso, e ao deputado Jose Miton Scheffer, lider do Governo Moisés na Assembléia, colocando a UNESC a disposição.

Em síntese, está oferecendo expertise de 20 anos da UNESC formando médicos.
Como encaminhameto prático, a UNESC pode ser contratada para resolver. 

Nem precisa contratar novos profissionais por concurso, o que demandaria tempo e peso na folha da universidade pública. E seria mais ágil.
UNESC tem estrutura pronta  e locais apropriados para estágios e práticas.

Numa ação regional, com envolvimento de deputados, prefeitos e representantes do setor produtivo, o Governo do Estado pode ser envolvido.

O Estado pode fazer um convênio com a UFSC, e a UFSC fazer um termo de prestação de serviços com a UNESC,  que é uma fundação, com sede em Ararangua e tem em Criciúma curso de medicina conceito máximo no MEC.
E pronto. Estaria resolvido.

Então, por que não?

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 18/08/2021 - 08:06Atualizado em 18/08/2021 - 08:06

Ontem, terça-feira, 17, foi realizada em Brasília a audiência pública na comissão de Infraestrutura do Senado Federal, com o Ministro Tarcísio de Freitas, para tratar de rodovias federais. 

Não era uma reunião fechada, era uma audiência pública aberta a todos os interessados. Estava lá o deputado estadual Ivan Naatz, que é de Blumenau e na pauta de reunião tinha a BR- 470. 

Estavam também o deputado estadual Laércio Schuster, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), prefeitos e vários deputados federais. 

Para dizer que não tinha ninguém do Sul de Santa Catarina, tinha o ex-deputado federal Edinho Bez. E, temos a questão da BR-285, na Serra da Rocinha, que está parada desde abril de 2021. 

Ouça o áudio completo abaixo:

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 17/08/2021 - 21:10Atualizado em 18/08/2021 - 08:01

A noite desta terça-feira, dia 17, entrou para a história da Unimed Criciúma. Em Assembleia Geral Extraordinária semipresencial, realizada na ACIC (Associação Empresarial de Criciúma), os 460 profissionais que integram o núcleo Unimed, aprovaram a aquisição do Hospital São João Batista e o Laboratório Búrigo.
Não se trata tão somente de acordos financeiros, mas de um grande avanço naquilo que a Unimed Criciúma pretende alcançar: a excelência no atendimento com a redução dos custos do plano já ofertado ”, afirma o presidente da Unimed de Criciúma, médico Leandro Avany Nunes .


Os profissionais que participaram da Assembleia destacaram a importância dos dados, tendo em vista que a Unimed Criciúma conquista espaço tornando-se uma das maiores redes de laboratórios no estado de Santa Catarina.
A nossa região compreende aproximadamente 600 mil de habitantes e entendemos nossa responsabilidade perante a saúde da população. Possuímos hoje 78 mil clientes, mas nossa meta é alcançar um número ainda maior ” , pontua Leandro Nunes.


A aquisição financeira é uma das maiores transações de uma cooperativa médica de Santa Catarina.
Sabendo da importância destas duas empresas no crescimento e no atendimento médico da cidade, a Unimed Criciúma pretende manter os nomes das duas instituições - Laboratório Burigo e Hospital São João Batista.


O Hospital São João Batista foi fundado pelo emprego Santos Guglielmi em 1963 e já estava sendo administrativo pela Unimed Criciúma desde 2019 pelo sistema de arrendamento.


O Laboratório Búrigo foi fundado em 1981 pelo bioquímico Márcio Búrigo.
 

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 17/08/2021 - 20:16Atualizado em 17/08/2021 - 21:26

O Ministério Público Federal, por sua representação em Criciúma, instaurou a pesquisa nesta terça-feira para apurar denúncias envolvendo o curso de medicina no campus da UFSC em Araranguá, que pode levar à paralisação das aulas em outubro.

A falta de professores para dar continuidade nas aulas, principalmente dos alunos do sétimo semestre foi denunciada ao MPF pelos estudantes, através do Centro Acadêmico Livre de Medicina (Calmed). A denúncia foi entregue na semana passada.

O Pedido da República, Fábio de Oliveira, já adicionou de informações para a UFSC e o Ministério da Educação sobre o caso. 

Implantado em 2018, a turma mais avançada do curso se encontra na fase sétima e corre o risco de ter apenas uma hora aula por semana a partir de outubro, quando devem ser 41h aula por semana.

O curso deveria funcionar com 60 professores e 30 técnicos. Mas, desde o início da primeira turma está com os mesmos 26 professores, e nenhum técnico.

A Reitoria da UFSC informou por nota que não pode contratar mais professores devido a determinação do Ministério da Economia. A Administração Central e a Direção do Campus de Araranguá garantem que estão negociando com o MEC e o Ministério da Economia para suprir as necessidades do curso. Além disso, estudam transferência temporária de professores de Florianópolis para Araranguá.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 17/08/2021 - 18:38Atualizado em 17/08/2021 - 18:39

Dos males o menor. Falaram da BR-285 na audiência realizada em Brasília. Mas falaram aos 48 minutos do segundo tempo. No fim da audiência. O Sul não estava representado. 

Não estava o Daniel Freitas, nem o Ricardo Guidi e nem a Geovania. A Geovania afastada pelo nascimento do neto. O Sul não estava lá. Quem levantou o assunto da BR-285 foi a deputada Angela Amin e foi aí que o governador Carlos Moisés da Silva, que já havia falado, mas não citado a BR-285, voltou à  carga.

O Sul não se fez representar e o Sul trata pouco dos assuntos daqui lá em cima. O senador Dario Berger não colocou o assunto na mesa. O secretário de Estado da Infraestrutura, Tiago Vieira, não citou a BR-285. Carlos Moisés só citou no final quando a deputada Angela levantou o assunto.

Mas o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, assumiu que aportará recursos. Disse que termina a obra neste ano, mas não termina. É só ouvir os técnicos. Pergunte para eles quanto tempo de obra. É necessário de oito a nove meses. Não termina mais neste ano.

O release do Governo do Estado falando da audiência não cita a BR-285. No fim do release, diz que a BR-285 também foi debatida. Não dá detalhes. Precisamos falar mais da BR-285 senão vão esquecer.

O ministro já deu quatro datas. Provavelmente não falou com os técnicos. O importante é que a obra seja retomada.

Talvez se os representantes daqui se preocupassem menos em fazer selfie e apertassem o governo, o assunto já teria sido encaminhado há mais tempo.
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 17/08/2021 - 08:07Atualizado em 17/08/2021 - 08:07

O caso dos respiradores: a operação que frauda o Estado aproveitando a crise da economia!

Ontem, segunda-feira, 17, o governador Carlos Moisés anunciou que mais de 90% dos R$ 33 milhões já estão bloqueados e que Santa Catarina está recuperando o dinheiro desviado.  

Os bloqueios são ações judiciais feitas pela Procuradoria do Estado, de valores e bens, além de possíveis envolvidos. Tudo isso está em ações que estão correndo na justiça. 

O que está em curso na verdade é o empenho do governador para tirar do seu governo e si próprio, a marca desse dinheiro todo. Talvez com um objetivo político eleitoral ou não. 

Ouça o áudio completo abaixo:

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 16/08/2021 - 20:30Atualizado em 17/08/2021 - 06:51

O ex-deputado federal Jorge Boeira, do sul catarinense, pode ser candidato a governador pelo PSB, liderando uma frente de centro-esquerda e vinculado à candidatura de Lula à Presidência.

A revelação foi feita ontem à noite pelo ex-deputado Claudio Vignati, presidente estadual do PSB, no "Parlatório", live que faço toda segunda-feira com os jornalistas Upiara Boschi e Everaldo Silveira.

Ao mesmo tempo, Vignati vem tratando com partidos de esquerda e centro-esquerda para viabilizar a aliança.

Ele disse que Boeira já foi convidado e as conversações estão bem adiantadas.

Boeira está de saída do PP. Faz alguns dias, ele vem fazendo conversas reservadas com prefeitos, vereadores e dirigentes do partido na região, comunicando sua decisão de tentar uma candidatura ao governo em 2022 e a intenção de estar alinhado com a candidata de Lula.

Decisão de Boeira a respeito do processo para 2022, especialmente filiação partidária e confirmação de candidatura ao governo, deve ser anunciada até o inicio de setembro.

 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 16/08/2021 - 19:20Atualizado em 16/08/2021 - 19:21

Dizem que a questão do curso de Medicina da UFSC de Araranguá é uma gota no Oceano. Mas ele é muito importante. É uma conquista da região.

Este problema demonstra como a região é mal tratada, mal encaminhada e mal representada.

O senador Jorginho Mello (PL) participou de uma reunião hoje e disse que não conhecia o assunto. Deveria conhecer.

É um nó a ser desatado no Ministério da Economia que tem sido jogo duro. O Jorginho vai tratar disso nesta semana. O ideal é que fosse com os três deputados da região. Com todos os deputados do estado, presencialmente. Com prefeitos, com entidades para fazer um movimento de peso, sem ciumeira. O momento é de brigar pelo Sul de Santa Catarina. 

O jornalista da NSC, Renato Igor publicou em sua coluna que apesar do estado arrecadar 3,91% dos tributos de todo o Brasil, como obras em execução no momento representam 2% do investimento do Ministério de Infraestrutura em 2021. 

Rio Grande do Sul e Paraná compensam mais investimento que Santa Catarina.

Na região, temos as obras da BR-285 paradas desde abril. Não resolver a questão do carvão, da Medicina, isso para falar alguns.

O Sul está mal representado, trabalha mal em Brasília ou não trata do que é de interesse do Sul. Só estar com o governo não adianta, tem que brigar pelos interesses da região. Precisa estar junto com a região.

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 16/08/2021 - 07:35Atualizado em 16/08/2021 - 10:38

Semana nova que começa e as brigas políticas se intensificam, especialmente em Brasília. A pauta no mundo real: segue em  definições do que gera emprego e a retomada das obras da BR-285, na Serra da Rocinha. 

O projeto está no gabinete do presidente e ainda não foi sancionado, por isso que as obras continuam paradas. Para lembrar do caso: Em julho de 2020, o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, esteve na obra e disse que ela seria concluída em dezembro do mesmo ano. 

Outros assuntos que também precisam ser colocados em pauta são: O caso da Usina Termelétrica Jorge Lacerda e do curso de medicina da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), de Araranguá.

Ouça o áudio completo abaixo: 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 13/08/2021 - 18:48Atualizado em 13/08/2021 - 18:51

A semana termina com boas notícias para a Região Sul de Santa Catarina.

Uma delas, a concessão dos parques Aparados da Serra e Serra Geral. Praia Grande já é um sucesso. Se o tempo estiver favorável, amanhã terá 40 balões no ar, pousadas cheias, balões colorindo os céus da região.

Está vindo pessoas do Brasil todo para voar de balão.

O governador Carlos Moisés deve estar no fim do mês e entregar a licitação  para a pavimentação da Serra do Faxinal. Na verdade, a complementação da pavimentação, há trechos já pavimentados. Vamos viver belos momentos.

Temos a Serra do Rio do Rastro que leva a este espaço como conhecemos com o frio, maçã, vinho. Agora a Serra do Faxinal que leva economia. Importante.

O governador Carlos Moisés estará em Criciúma. Está pré-agendado para 26 de agosto e deve aproveitar e cumprir o ato na Serra do Faxinal.

Em Criciúma, ele deve repassar R$ 35 milhões para obras. Acertou com o prefeito Clésio Salvaro quando ele esteve em Florianópolis agora como formalidade algo em torno de 35 milhões para obras de pavimentação. Os projetos estão sendo encaminhados. Também deve ser anunciada a parceria para o Hospital do Rio Maina que será pelo SUS.

O Rio Maina será de pequena e baixa complexidade que vai consolidar Criciúma como um dos principais centros de referência em saúde de Santa Catarina.

Outra boa notícia: nenhum caso suspeito de Covid-19 em Criciúma nesta sexta-feira. Olha que boa notícia. Temos internados, mas um número muito pequeno. Estamos com a  curva para baixo e chegamos ao ponto de não ter nenhum caso suspeito de Covid. A vacina vai cumprindo aquilo que vínhamos dizendo.

Tem que vacinar. A população foi vacinando e os números caindo. Estamos diminuindo o contágio. Ciência sim!

Continue se vacinando! Continue se protegendo!
 

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 13/08/2021 - 07:41Atualizado em 13/08/2021 - 07:41

Mais uma semana que termina hoje e o Governo Estadual não conseguiu resolver a Reforma da Previdência, que já foi aprovada na Assembleia Legislativa (Alesc).

Era pra cortar privilégios mas servidores públicos não tem isso, quem tem está no andar de cima. Foi feito mesmo um ajuste de caixa para diminuir o reembolso do Governo no pagamento de aposentados. 

Quem faz o movimento é o professor da ativa e delegado de polícia. O Governo acredita ter amenizado com o salário de R$ 5 mil para os professores estaduais. 

No entanto, o Governo ainda não fechou a porta e diz que terá um salário mínimo para os servidores da segurança. Brigar com professores e aposentados é uma coisa, brigar com delegado é outra.

E, a segurança pública é fundamental!
 

Ouça o áudio completo abaixo:

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 12/08/2021 - 18:52Atualizado em 12/08/2021 - 18:53

O BRDE engloba os três estados do Sul do país. Cada um tem um diretor e na que cabe a Santa Catarina, o governador Carlos Moisés indicou o Eduardo.

Há duas linhas de raciocínio! Com a nomeação, Moisés coloca mais um pé no MDB ou neutraliza reações dentro do MDB. Eduardo não era de fazer defesa do governo, agora é alguém forte do MDB que é retirado do circuito de questionamentos ao governo.

Moisés passa a ter um aliado importante que tem influência direta na cúpula do MDB.

Eduardo era pré-candidato a deputado estadual, trabalhava para isso. Mas como diretor, é provável que ele não assuma agora e saia em abril. Então a sua candidatura a deputado estadual vai para arquivo.

Como candidato, seria de Criciúma uma liderança forte. Sem ele nas candidaturas a estadual, embaralha o jogo na região. Na Amesc tem o Tiago Zilli. Na Amrec, era o Eduardo, sem ele, fica embaralhado. Pode ficar mais forte a candidatura do Doutor Aníbal, que foi candidato a prefeito de Criciúma no ano passado. Mas pode ficar aberto espaço para mais um que pode ser o Murialdo, ex-prefeito de Içara e com relações com a deputada Ada De Luca.

O Vampiro, que é deputado estadual vai ser candidato a federal. A Ada também. Difícil o MDB manter os dois a deputado federal. Mas a Ada tem  as condições de ser candidata. Tem história, várias reeleições. O Vampiro é deputado reeleito, está na Educação do Estado, vem muito forte para a eleição do ano que vem.

Como o MDB vai administrar isso, não se sabe, mas o que administrar lá, pode refletir aqui embaixo.

O Eduardo no BRDE mexe no quadro aqui na região.

Tudo isso vai ficar na dependência da posse do Eduardo, o que deve acontecer durante o mês de setembro.

2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14