Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Criciúma vai ter carreata para comemorar o fim da quarentena

Denis Luciano
Por Denis Luciano 27/03/2020 - 11:17Atualizado em 27/03/2020 - 11:23

Seguindo o exemplo do que aconteceu na noite passada em Balneário Camboriú, criciumenses vão promover uma carreata na tarde desta sexta-feira, 27, para comemorar o fim da quarentena em Santa Catarina, por conta do coronavírus. O governador Carlos Moisés anunciou, no fim da tarde desta quinta, medidas que flexibilizam o isolamento social, como a volta ao trabalho de bancos, correspondentes bancários e cooperativas de crédito a partir de segunda-feira, 30, e a retomada de serviços não essenciais a partir da próxima quarta-feira, 1.

O convite do grupo criciumense que organiza a carreata corre as redes sociais, mas não possui uma liderança identificada. A advogada e jornalista Julia Zanatta, pré-candidata a prefeita pelo PL, foi marcada em um dos convites em rede social, e confirma que está sabendo do movimento. "Estou sabendo. Ontem mesmo várias cidades estavam se organizando. Algumas pessoas de Balneário Camboriú que fizeram a carreata lá nos procuraram. Só falei com algumas pessoas daqui, dei a sugestão e já estavam divulgando", contou. "Mas não sei quem está organizando, é o pessoal que faz sempre as manifestações, e mais gente também. Não tem uma organização centralizada, é uma vontade das pessoas, é algo espontâneo", comentou.

Mas uma carreta agora, não atentaria justamente contra o que está disposto nos decretos de isolamento ainda em vigor em Santa Catarina? "Entendemos que não. Cada um pegou e fez o convite por conta própria, está bem aleatória a organização desse movimento. E esse decreto do governador não anula a Constituição Federal, que garante o direito de ir e vir", respondeu o assessor parlamentar Lucas Campos, que atua no gabinete do deputado estadual Jessé Lopes, e que também confirmou estar sabendo do movimento que vem sendo organizado nas redes sociais. "Mas não fazemos parte da organização", completou.

A carreata está marcada para 15h a partir do Parque das Nações.

 

4oito

Deixe seu comentário