Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Buscaram candidatos a prefeito no Bairro da Juventude

As investidas foram lembradas com reservas no Programa Adelor Lessa
Denis Luciano
Por Denis Luciano 03/03/2020 - 10:49Atualizado em 03/03/2020 - 10:51

Todo início de mês as lideranças do Bairro da Juventude e das redes de supermercados parceiras da campanha SuperAção encontram-se no estúdio da Rádio Som Maior. É uma tradição de quase nove anos, da iniciativa que é um verdadeiro case de sucesso, e que gera bons frutos para a instituição na luta cotidiana para manter seus compromissos em dia.

E não é de hoje que o trabalho benemerente do Bairro da Juventude abre portas no meio político. Uma breve olhada ao passado permite listar inúmeros voluntários da entidade que acabaram fazendo carreiras políticas em Criciúma. E não é que dois partidos tentaram repetir essa fórmula agora, em 2020?

Em épocas semelhantes, não faz muitas semanas, pelo menos dois partidos lançaram tentáculos em direção a duas figuras exponenciais do Bairro da atualidade. O empresário José Altair Back, presidente do Conselho Deliberativo da instituição, foi fortemente assediado pelo PP. O partido queria faze-lo o seu candidato a prefeito em outubro. E a diretora-executiva do Bairro, professora Sílvia Regina Zanette, também foi procurada, mas por outro partido.

Back e Sílvia hoje, na Som Maior / Foto: Guilherme Nuernberg / 4oito

Os dois foram questionados por Adelor Lessa a respeito disso, hoje, na Som Maior. "Sem comentários", respondeu Back. 

"Sem comentários", disse Back. Perante a insistência de Adelor, ele comentou que "me falaram algumas vezes (para ser candidato a prefeito), mas quando eu fui para o Bairro da Juventude, o projeto era para o Bairro da Juventude, nada mais". E completou: "eu estava nos planos deles, mas nos meus planos isso não estava. O meu objetivo no Bairro continua sendo o Bairro da Juventude", arrematou.

Sílvia foi mais sucinta. "Sem comentários", respondeu, com um breve sorriso, à provocação feita por Adelor Lessa, não desmentindo a informação. Segundo consta, o assédio para ela partiu do PSL, depois que o partido do governador Carlos Moisés viu frustrada a tentativa de filiar o ex-deputado federal Jorge Boeira e antes de chegar ao nome efetivamente escolhido, o do vereador Júlio Kaminski (de saída do PSDB) e que já está devidamente abençoado por Moisés.

Ouça abaixo a conversa de Adelor Lessa com os dois, Back e Sílvia, sobre os convites para candidaturas:

Sem Back nem Sílvia no páreo político, o Bairro segue sua missão, com eles e muitos outros infatigáveis trabalhadores. E a eleição toma seus contornos, com, por enquanto, esse time de candidatos: Clésio Salvaro (PSDB, reeleição), Júlio Kaminski (PSL), Júlia Zanatta (PL), Aníbal Dario (MDB) e Chico Baltazar (PT), nomes certos na disputa. Rondando e visualizando o cenário estão Rodrigo Minotto (PDT), coronel Cosme Manique Barreto (Podemos), Lisiane Tuon (DEM), Douglas Mattos (PCdoB) e algum nome da extrema esquerda, como PSOL ou PSTU.

4oito

Deixe seu comentário