Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Mudou a Série C. Mais jogos para subir

Segunda-fase, que decide o acesso, não será mais em mata-mata, mas sim em quadrangular
Denis Luciano
Por Denis Luciano 02/03/2020 - 16:17Atualizado em 02/03/2020 - 16:22

Ficou um pouco mais difícil para o Criciúma voltar à Série B. Em reunião do Conselho Técnico da Série C do Brasileiro na tarde desta segunda-feira, 2, na sede da CBF, no Rio de Janeiro, os clubes aprovaram a mudança na fórmula da segunda fase da competição. Agora, os quatro classificados de cada uma das chaves formarão dois quadrangulares para a definição dos quatro times que subirão. Assim, está abolido o mata-mata que, até a temporada passada, definia as equipes promovidas. Agora, para alcançar o acesso, serão necessários 24 jogos. Antes, eram 20.

A primeira fase continua igual, com dois grupos de dez times jogando entre si, dentro das chaves, em turno e returno, totalizando 18 rodadas. Os quatro primeiros de cada uma das duas chaves avançam à segunda fase. Daí, os quadrangulares: 1º do A, 2º do B, 3º do A e 4º do B num grupo, e vice-versa no outro. Depois de turno e returno, com seis rodadas, os dois melhores de cada chaves estarão na Série B do ano que vem. O primeiro colocado de cada grupo se enfrenta na decisão do título.

Da primeira fase, caem à Série D os dois últimos de cada chave. A mudança na fórmula foi proposta pelo Santa Cruz, e aprovada por 14 votos a 6.

As chaves estão montadas. No grupo do Criciúma estão Brusque, São José (RS), Ypiranga (RS), Londrina, São Bento, Ituano, Tombense, Boa Esporte e Volta Redonda.

A competição começa em 3 de maio e vai até novembro. Mais detalhes em instantes.

4oito

Deixe seu comentário