Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Max Everson
Por Max Everson 18/04/2019 - 11:33Atualizado em 18/04/2019 - 11:36

Rush: graphic novel vai mostrar produção de álbum clássico da banda

O estúdio californiano de animações Fantoons acaba de anunciar a graphic novel oficial do Rush, que narra a produção do clássico álbum  A Farewell To Kings, lançado em 1977 pela banda canadense.

“Nós trabalhamos muito para criar um material gráfico que celebra a música do Rush e a criação do álbum como uma verdadeira obra de arte”, diz no material de divulgação o diretor criativo de Fantoons, David Calcano, acrescentando que este livro, batizado de The Making Of Farewell To Kings: The Graphic Novel, será algo muito representativo não só para os fãs do grupo como para os amantes de quadrinhos.

A história contada através de artes gráficas mostra a produção de A Farewell To Kings revivendo ensaios de produção e as ideias trocadas entre Alex Lifeson, Geddy Lee e Neil Peart que resultaram em clássicos como “Closer To The Heart” e “Xanadu”.

O livro apresenta obras de arte assinadas por Juan Riera e Itai Manero e foi coescrito por David Calcano e Lindsay Lee com a contribuição Alex Lifeson e o produtor do álbum Terry Brown, que também escreveu o prefácio.

The Making Of Farewell To Kings: The Graphic Novel já está disponível para visualização de imagens e pré-venda. O lançamento mundial está programado para 10 de setembro nas melhores livrarias e lojas de quadrinhos.

mais informações (em inglês) - https://rushbackstage.com/product/6XAMRU115

Tags: NoAr Rush

Max Everson
Por Max Everson 15/04/2019 - 16:10Atualizado em 15/04/2019 - 16:16

Depois de algumas semanas publicando fotos misteriosas em seu perfil no Instagram, Madonna finalmente divulgou o nome de seu novo e 14º álbum da carreira: Madame X. A data de lançamento, porém, ainda é desconhecida.

Neste domingo, 14, a cantora publicou três vídeos na rede social, um deles mais longo que explica do que se trata o disco.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Madonna (@madonna) on

Pela descrição narrada por ela, Madonna vai encarnar diferentes personalidades em seu novo trabalho. Ela aparece loira, morena, com diferentes roupas e atitudes.

"Madame X é uma agente secreta, viajando pelo mundo, mudando identidades, lutando pela liberdade, trazendo luz a lugares escuros. Ela é uma dançarina, professora, chefe de Estado, governanta, uma equestre [que tem habilidades em montaria], uma prisioneira, uma estudante, mãe, criança, professora, freira, uma cantora de cabaré, uma santa, uma prostituta", diz a cantora. Por fim, ela afirma que "Madame X é uma espiã na casa do amor".

Antes do vídeo, ela compartilhou trechos desse texto no Instagram e, antes disso, um grande 'x' dividido em nove fotos. Em fevereiro, ela já havia utilizado as redes sociais para dar pistas do novo álbum.

agora é aguardar!

Tags: NoAr Madonna

Max Everson
Por Max Everson 03/04/2019 - 11:51Atualizado em 03/04/2019 - 11:52

Gangsters Are Running This World" é o novo som do baterista da banda Queen, Roger Taylor!

O single, divulgado nesta semana, chega para reforçar a carreira do músico como cantor e compositor e também faz parte da sua carreira solo.

Em sua letra, o lendário autor de "Radio Ga Ga" fala sobre a situação política do mundo.

Roger segue em carreira paralela desde 1981 de forma solo ou a frente do grupo The Cross. Ainda não se sabe se faixa integrará um novo disco. O último álbum lançado foi "Fun on Earth", no ano de 2013.

Max Everson
Por Max Everson 02/04/2019 - 10:50Atualizado em 02/04/2019 - 10:53

De surpresa, e prestes a embarcar em uma turnê nacional, o Los Hermanos lançou uma música inédita, a primeira em 14 anos.

a música tem Marcelo Camelo (voz, guitarra, congas e shake), Rodrigo Amarante (guitarra, garrafa e pandeirola), Bruno Medina (teclados), Rodrigo Barba (bateria) e Gabriel Bubu (baixo). Produzida pela própria banda, a canção foi gravada no estúdio Cia. dos Técnicos nos dias 24, 25 e 26 de março de 2019.

A turnê nacional começa nesta sexta-feira, 5, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Caso goste de Los Hermanos, segue agenda de shows da turnê:
(Santa Catarina está fora da lista)

05/abril - Arena Fonte Nova, Salvador/BA

06/abril - Marina Park, Fortaleza/CE

12/abril - Centro de Convenções, Recife/PE

13/abril - Espaço Cultural, João Pessoa/PB

26/abril - Esplanada do Mineirão, Belo Horizonte/MG

27/abril - Arena Mané Garrincha, Brasília/DF

30/abril - Área Verde do Álvares Cabral, Vitória/ES

04/maio - Maracanã, Rio de Janeiro/RJ

10/maio - Pedreira Paulo Leminski, Curitiba/PR

11 e 12/maio - Pepsi on Stage, Porto Alegre/RS

Max Everson
Por Max Everson 26/03/2019 - 11:02Atualizado em 26/03/2019 - 11:04

Paul McCartney, 76 anos, começa nesta terça-feira (26), no Allianz Parque, em São Paulo, sua oitava turnê pelo Brasil. Ele repete o show em SP na quarta-feira (27) e encerra a passagem pelo país em Curitiba, no sábado (30).

Os ingressos para o show de Curitiba e para o primeiro dia em SP estão esgotados. Para o dia 27 em SP, há poucos ingressos disponíveis. Segundo a assessoria de imprensa do evento, foram vendidos 43 mil dos 48 mil ingressos para este show até o final da tarde de segunda-feira (25).

Os preços para estes ingressos restantes da quarta-feira (27) vão de R$ 200 (cadeira superior meia) a R$ 890 (pista premium)

Qual é o setlist?

"A Hard Day's Night" (The Beatles)
"Junior's Farm" (Wings)
"Can't Buy Me Love" (The Beatles)
"Letting Go" (Wings)"
"Who Cares"
"Got to Get You Into My Life" (The Beatles)
"Come On to Me"
"Let Me Roll It" (Wings) (com trecho de "Foxy Lady")
"I've Got a Feeling" (The Beatles song)
"Let 'Em In" (Wings)
"My Valentine"
"Nineteen Hundred and Eighty-Five" (Wings)
"Maybe I'm Amazed"
"I've Just Seen a Face" (The Beatles)
"In Spite of All the Danger" (The Quarrymen)
"From Me to You" (The Beatles)
"Dance Tonight"
"Love Me Do" (The Beatles)
"Blackbird" (The Beatles)
"Here Today"
"Queenie Eye"
"Lady Madonna" (The Beatles)
"Eleanor Rigby" (The Beatles)
"Back in Brazil"
"Fuh You"
"Being for the Benefit of Mr. Kite!" (The Beatles)
"Something" (The Beatles)
"Ob-La-Di, Ob-La-Da" (The Beatles)
"Band on the Run" (Wings)
"Back in the U.S.S.R." (The Beatles)
"Let It Be" (The Beatles)
"Live and Let Die" (Wings)
"Hey Jude" (The Beatles)
Início do bis: "Birthday" (The Beatles)
"Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" (The Beatles)
"Helter Skelter" (The Beatles)
"Golden Slumbers" (The Beatles)
"Carry That Weight" (The Beatles)
"The End" (The Beatles)

vai no show do Paul? 

Max Everson
Por Max Everson 22/03/2019 - 11:32Atualizado em 22/03/2019 - 11:34

"Boas novas, boas novas, boas novas... pra você", repete Lô Borges no refrão de Entre outras canções, melodiosa composição inédita apresentada pelo artista mineiro em single que chega hoje, 22 de março de 2019, ao mercado fonográfico, anunciando o álbum que Lô lançará em abril.

 

Max Everson
Por Max Everson 20/03/2019 - 10:49Atualizado em 20/03/2019 - 10:59

A ressurreição da fita cassete

Em plena era do consumo de áudio via streaming, as fitas cassetes ainda têm fãs

Acreditava-se que ela estava enterrada junto com os aparelhos de vídeo VHS ou as cabines telefônicas, mas a fita cassete de áudio (K7) voltou a ser fabricada na França por uma empresa que já exporta este produto para cerca de trinta países.

Desde 2017, vários profissionais correram para a porta desta pequena empresa situada próxima ao turístico Monte San Michel (noroeste), especializada na fabricação de fitas magnéticas. O motivo: em meio ao domínio do CD e do streaming, as K7 ganharam uma nova vida por conta do crescimento da base de fãs do formato.

“Nos demos conta que já estava acontecendo algo que não acompanhamos inicialmente”, admite Jean-Luc Renou, presidente da Mulann, empresa que movimenta cerca de 5 milhões de euros.

Especializada em vender fitas magnéticas para os bilhetes do metrô e pedágios, esta empresa com cerca de 40 empregados decidiu aproveitar a oportunidade: dedicou cinco pessoas para o desenvolvimento de fitas cassetes, que começaram a ser comercializadas em novembro, duas décadas depois da produção do formato ser encerrada na França.

“Partimos de uma fórmula química que já tínhamos para a fita de áudio de gama alta. Tivemos que resolver alguns problemas técnicos e de corte”, diz Renou, destacando que o grau de precisão é medido em micro.

Entre máquinas e o forte cheiro de solvente, Laurent, “operador de corte” segundo o termo funcional exato, verifica minuciosamente a qualidade da produção. “Em formatos de 60 minutos, usamos 89 metros de fita!”, explica.

As cassetes, com um design vintage laranja e preto, são vendidas a 3,49 euros a unidade. São produzidas milhares ao mês que são exportadas para profissionais da indústria fonográfica que gravam nelas os álbuns lançados pelas gravadoras.

A empresa vende 95% de sua produção para países como Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Malta, Suécia, Israel e Uzbequistão, explica Théo Gardin, diretor comercial, de 27 anos, que revela que nunca conheceu os inconvenientes do ‘walkman’, quando a fita embolava e a saída era usar uma caneta esferográfica para rebobiná-la.

Para explicar este renascimento, Ronan Gallou, diretor-geral da Mulann, acredita na necessidade de “possuir objetos” numa época onde “todo se desmaterializa”.

“Quando alguém ouve música no Spotify ou Deezer, o comum é não ouvir uma canção inteira, passa-se facilmente para outra. Com um cassete, ouve-se o álbum inteiro”, defende Gallou, destacando que foi lançada recentemente neste formato a trilha sonora do filme de “Bohemian Rhapsody”, baseado na biografia de Freddie Mercury, vocalista do grupo Queen.

Para Jean-Luc Renou, ainda existe um pequeno lugar para o som analógico no universo da música. “Vamos usar como exemplo o aquecimento: temos os aparelhos aquecedores em casa, é cômodo, isso é o digital. Mas também podemos nos esquentar em frente ao fogo de uma lareira, que é algo que nos remete ao passado, isso é a cassete e o disco de vinil”, garante.

Em uma grande loja de música na cidade de Rennes (noroeste), a paixão pela cassete não emplacou. “Temos algumas vendas, mas é algo raríssimo, não tem nada a ver com o fenômeno do vinil”, reconhece um vendedor que prefere não se identificar.

e você??? voltaria a usar um toca-fitas, ainda tem fitas k7 guardadas? Já imaginou instalar no carro aquele toca-fitas auto-reverse com amplificador da Tojo?

 

Max Everson
Por Max Everson 18/03/2019 - 11:34Atualizado em 18/03/2019 - 11:38


Faleceu neste final de semana, o guitarrista Dick Dale, músico que também foi considerado o "pai da surf music" e artista que teve muita influência sobre bandas como Jimi Hendrix, Beach Boys e guitarristas de heavy metal.

Dick tinha 81 anos e a causa da morte não foi revelada.

Uma das canções que consagrou o guitarrista foi "Misirlou", faixa da abertura de "Pulp Fiction". Na ocasião Dick estava no comando do The Del Tones, na década de 60.

Sobre o apelido que ganhou, "pai da surf music", Dick dizia que tentava replicar através das guitarras a ideia de uma onda engolfando um praticante de surf.

O músico também trabalhou em parceria com a fabricante de instrumentos Fender e juntos atuaram na construção de novos aparelhos e amplificadores mais potentes para alcançar potenciais nunca antes imaginavéis.

Apesar de ser canhoto, Dick não invertia as cordas para tocar.

 

Tags: NoAr Dick Dale

Max Everson
Por Max Everson 15/03/2019 - 15:32Atualizado em 15/03/2019 - 15:34

Você consegue imaginar o sucesso de Madonna, "Like a Virgin", em outro estilo musical?

Para quem achava que não, o Mötley Crüe mostrou que é possível sim! A cinebiografia da banda, "The Dirt", que estreia no dia 22 de março, na Netflix, trará uma versão da faixa da rainha do pop.

A história do Mötley Crüe, grupo que teve início em 1981 e encerrou suas atividades em 2015, será retratada através da direção de Jeff Tremaine, responsável pela franquia de Jackass.

Para o documentário participam do elenco Douglas Booth como Nikki Six, Iwan Rheon é Mick Mars, Machine Gun Kelly vive Tommy Lee e Daniel Webber interpreta Vince Neil.

Max Everson
Por Max Everson 13/03/2019 - 16:37Atualizado em 13/03/2019 - 16:43

No início do mês, Dido lançou “Chances”, seu mais novo single de divulgação do disco Still On My Mind. 

"Chances é sobre alguém lutando com demônios, superando esses sentimentos duros, aqueles momentos ruins, onde você está lutando para chegar ao final do dia, e a única esperança que resta é que amanhã será um dia melhor”, comenta Dido.

Still On My Mind é o quinto álbum de estúdio de Dido e foi escrito e gravado na Inglaterra, como resultado da produtiva e incrivelmente natural parceria de produção e composição com seu colaborador de longa data e irmão (fundador do Faithless) Rollo. O material chegou às lojas no dia 8 de março.

Com vendas de mais de 40 milhões de álbuns em todo o mundo, Dido é uma das artistas britânicas mais vendidas de todos os tempos. Tanto o álbum "No Angel" quanto o de 2003, "Life For Rent", ainda estão entre os álbuns mais vendidos do Reino Unido.
 

Tags: NoAr Dido Novidade

Max Everson
Por Max Everson 12/03/2019 - 15:57Atualizado em 12/03/2019 - 15:59

“Bohemian Rhapsody”, cinebiografia da banda Queen, colecionou diversos prêmios pelo grande sucesso nas telas de cinema. O resultado foi tão bom que o produtor do filme, Rudi Dolezal, está cogitando uma sequência para o longa. Em uma entrevista ao Page Six desta segunda (11), Dolezal, disse que espera que Jim Beach, empresário do Queen, apoie a sequência do longa.

“Tenho certeza que ele planeja uma sequência que começa com o ‘Live Aid”, disse. Rudi também acrescentou que a possível sequência do filme biográfico, “Bohemian Rhapsody”, está sendo “discutida fortemente na família do Queen”, comentou o produtor.

“Bohemian Rhapsody” conta a história do surgimento e ascensão do grupo Queen. O filme foi indicado ao Globo de Ouro e venceu nas categorias de “Melhor Filme – Drama” e “Melhor Ator – Drama”, com Rami Malek, por sua interpretação do Freddie Mercury.

O longa também foi indicado ao prêmio mais importante do cinema, o Oscar, que venceu nas categorias de “Melhor Mixagem de Som”, “Melhor Edição de Som”, “Melhor Montagem” e mais uma vez “Melhor Ator”.

 

Tags: NoAr Queen

Max Everson
Por Max Everson 07/03/2019 - 14:50Atualizado em 07/03/2019 - 15:00

Dido volta dividida entre folk romântico e trip hop anos 90, no álbum 'Still on my mind'

Cantora lançou quinto álbum após seis anos sem discose as músicas falam sobre
relacionamentos e alternam batidas suaves e arranjos viajados.

Após seis anos sem discos e 15 anos sem turnês, Dido está de volta. A cantora londrina de 47 anos lança seu quinto álbum nesta sexta-feira (8).

"Still on my mind" é bem caseiro, com produção de Rollo Armstrong, irmão dela.
E a maior parte foi gravada na casa da Dido, com ela sentada no sofá bebericando
um chá.

"Eu queria capturar aquele sentimento de ouvir uma música, aquele calor que você
sente e a sensação de não precisa de mais nada além daquilo", explicou ela.

 

Tags: NoAr Dido

Max Everson
Por Max Everson 04/03/2019 - 15:01Atualizado em 04/03/2019 - 15:05

O cantor britânico Keith Flint, vocalista da banda The Prodigy, foi encontrado morto em sua casa em Dunmow, no Reino Unido, nesta segunda-feira (4). Ele tinha 49 anos.

De acordo com a BBC, a polícia diz que recebeu "chamados para preocupações com o bem-estar de um homem" na manhã desta segunda. Ao chegar ao local, Flint já estava morto, mas a morte não é considerada suspeita.

Flint fez sucesso com os singles "Firestarter" e "Breathe", da banda The Prodigy, em meados dos anos 1990.

Além das diversas tatuagens e dos penteados ousados, tinha como marca registrada as apresentações enérgicas. O último álbum da banda, "No Tourists", foi lançado em novembro de 2018 e eles se preparavam para uma nova turnê nos Estados Unidos em maio.

 

Max Everson
Por Max Everson 27/02/2019 - 15:27Atualizado em 27/02/2019 - 15:33

No Programa Som Maior No Ar sempre tem novidades, e nesta semana temos Filipe Speck e a música Juventude...

 

Max Everson
Por Max Everson 27/02/2019 - 15:24Atualizado em 27/02/2019 - 15:26

Tem música nova do Green Day circulando pela internet.

Na verdade, trata-se de uma canção antiga, mas que nunca foi lançada pelo grupo.

"Stay" foi gravada há quase 3 décadas, antes do lançamento do disco de estreia dos meninos, "39/Smooth". A data exata do single é dia 22 de julho de 1989 e aconteceu no Berkeley Square, quando o Green Day abriu o show para o Killdozer.

Entre os fãs a música é conhecida por "World Vs. World". A faixa teria sido escrita e produzida para um filme do irmão de Billie Joe Armstrong. O longa também nunca foi revelado.

Com uma pegada mais sombria, a música mostra que a identidade da banda já estava definida muito antes do seu sucesso.

 

Tags: NoAr Green Day

Max Everson
Por Max Everson 26/02/2019 - 14:32Atualizado em 26/02/2019 - 14:36

O cantor, compositor e músico Luís Otávio de Melo Carvalho, o Tavito, morreu nesta terça-feira (26) em São Paulo aos 71 anos. Ele estava internado no Hospital Sancta Maggiore para tratar um câncer no pescoço.

Entre as composições mais famosas de Tavito está o clássico "Casa no campo", de Elis Regina, que compôs em parceria com Zé Rodrix.

Tavito também compôs, em parceria com Aldir Blanc, a música "Coração Verde Amarelo", que virou jingle das transmissões da TV Globo na Copa do Mundo de 1994: "Eu sei que vou, vou do jeito que eu sei, de gol em gol, com direito a replay, eu sei que vou, com o coração batendo a mil, é taça na raça Brasil!".

Ele também é autor da canção "Meu Lugar", tema da Rede Vanguarda, afiliada da TV Globo no Vale do Paraíba, no interior de São Paulo.

Mineiro de Belo Horizonte, Tavito foi companheiro de geração de Milton Nascimento e de outros músicos mineiros, como Toninho Horta, Tavinho Moura e Nelson Angelo. Também fez parte do "Clube da esquina", grupo que reuniu Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Flávio Venturini, Toninho Horta, Wagner Tiso, Tavinho Moura, entre outros.

Também participou da banda Som Imaginário, nos anos 70, e lançou seis álbuns solo. O mais recente foi "Mineiro", em 2014.

Entre os artistas que gravaram suas composições estão Zé Rodrix, Amelinha, Roupa Nova, Zizi Possi, Ronnie Von, Erasmos Carlos, Zé Ramalho, entre outros.

Tavito mantinha a produtora TavMusic em parceria com a esposa, Celina. Juntos, compunham vários jingles para o mercado publicitário.

 

Max Everson
Por Max Everson 22/02/2019 - 16:31Atualizado em 22/02/2019 - 16:33

John Mayer está de volta com uma nova música intitulada “I Guess I Just Feel Like”. A faixa é seu primeiro single desde "New Light", de 2018.

A canção foi lançada durante apresentação do cantor no iHeartRadio Theatre, no sul da Califórnia. Mayer disse à plateia que havia escrito a música pouco antes de subir ao palco.

“I Guess I Just Feel Like” traz um solo de guitarra discreto e a letra fala de forma cínica sobre o mundo dos famosos. "Eu acho que só sinto/ Que ninguém é honesto/ Ninguém é verdadeiro/ Todo mundo está mentindo/ Para sobreviver/ Eu acho que só sinto/ Que sou do mesmo jeito", diz o refrão.

O último álbum de John Mayer, nomeado The Search for Everything , foi lançado em 2017. Recentemente, ele foi nomeado produtor executivo de uma série da ABC baseada em sua música “Heart of Life”.


 

Tags: NoAr John Mayer

Max Everson
Por Max Everson 21/02/2019 - 16:34Atualizado em 21/02/2019 - 16:39

Peter Tork, baixista e cantor do Monkees, morreu aos 77 anos. A morte foi confirmada por sua irmã Anne Thorkelson.

Não foi divulgado quando e por qual motivo ele morreu. Tork foi diagnosticado com um raro câncer de língua em 2009.

Tork tocava vários instrumentos, mas principalmente baixo e teclado nos Monkees, além de cantar em faixas como "Long Title: Do I Have to Do This All Over Again" e "Your Auntie Grizelda". A banda vendeu mais de 35 milhões de álbuns.

O Monkees lançou sucessos como "Last train to Clarksville" e "I'm a believer". A banda também deu origem a um famoso programa de TV e ao filme "Os Monkees estão soltos", de 1968.

O grupo foi criado para estrelar um programa da rede NBC. Eram os rivais dos Beatles nos Estados Unidos. Os quatro atores foram aprendendo a tocar seus instrumentos no decorrer da primeira temporada e lançaram nove álbuns entre 1966 e 1970.

O fim da banda foi anunciado em 1970, mas eles retornaram em quatro períodos: entre 1986 e 1989; 1993 e 1997; em 2001 e também em 2011.

O Monkees tinha em sua formação original Micky Dolenz (voz e bateria), Peter Tork (baixo, teclado e voz), Mike Nesmith (voz e guitarra) e Davy Jones (voz, morto em 2012).

Depois, voltaram cinco vezes para rápidas turnês. Em um destes retornos, lançaram um elogiado disco de inéditas, em 2016, com Noel Gallagher, Carole King e membros do Weezer e Death Cab For Cutie entre os compositores.


 

Tags: NoAr The Monkees

Max Everson
Por Max Everson 21/02/2019 - 11:29Atualizado em 21/02/2019 - 14:20

A 91ª cerimônia do Oscar acontece no próximo domingo, dia 24, com Bohemian Rhapsody, filme da banda Queen, concorrendo a cinco categorias. Por conta disso, na última segunda-feira, dia 18, a organização anunciou que o evento contará com uma performance ao vivo do Queen + Adam Lambert.

A banda, cujo falecido frontman Freddie Mercury é tema de “Bohemian Rhapsody”, é agora composta pelos membros originais Brian May e Roger Taylor, com Adam Lambert, ex-integrante do “American Idol”, nos vocais.

"Bohemian Rhapsody" tem cinco indicações ao Oscar, incluindo um melhor ator por Rami Malek, que assume o papel de Mercury no filme. Mercury morreu de AIDS em Londres em 1991, aos 45 anos.

O filme arrecadou mais de US $ 854 milhões nas bilheterias mundiais para se tornar o filme biográfico de maior sucesso de todos os tempos.

A academia não disse quais músicas seriam executadas por Queen ou quando elas apareceriam no palco durante a transmissão, que está sendo realizada sem um apresentador pela primeira vez em 30 anos.

O longa não é indicado por suas músicas ou trilha sonora, mas outras apresentações musicais na cerimônia de domingo incluem Lady Gaga e o ator e diretor Bradley Cooper cantando a canção "Shallow", do filme "Nasce Uma Estrela".

 

Max Everson
Por Max Everson 19/02/2019 - 11:13Atualizado em 19/02/2019 - 11:22

Previsto para estrear oficialmente na próxima sexta-feira, dia 22, John Mayer anunciou uma nova canção: "I Guess I Just Feel Like".

O aviso sobre o projeto foi dado em seu perfil no Instagram, na última segunda-feira, dia 22.

"I Guess I Just Feel Like" já havia sido apresentada ao público em outubro do ano passado, durante uma performance no iHeart Radio.

O último álbum de John, "The Search For Everything", foi lançado em abril de 2017. Ainda não há informação se a canção fará parte de um novo disco ou se existe previsão para mais alguma novidade para 2019.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by John Mayer

« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13