Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

4 músicas do filme Coringa

Max Everson
Por Max Everson 30/09/2019 - 11:18Atualizado em 30/09/2019 - 11:22

No próximo dia 03, os cinemas brasileiros receberão a estreia do longa “Coringa”, distribuído pela Warner Bros Pictures e baseado no personagem de mesmo nome dos quadrinhos da DC. Foi escrito por Scott Silver e Todd Phillips, este último sendo também diretor.

O elenco conta com diversos nomes de peso da indústria cinematográfica, entre eles Joaquin Phoenix (“Gladiador” e “Her”), Robert DeNiro (“O Poderoso Chefão II” e “Taxi Driver”), Zazie Beetz (“Atlanta” e “Deadpool 2”), Frances Lilianne Conroy (“Six Feet Under” e “Perfume de Mulher”), Brett Cullen (“Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge” e “Narcos”), entre outros.

A trama se passa nos anos 60 e conta a história do comediante Arthur Fleck (Phoenix), residente de Gotham City, um comediante que não consegue o almejado sucesso em sua carreira, sendo muitas vezes ridicularizado por suas performances e por ser quem é. Sendo assim, o protagonista passa por uma transformação que tem como gatilhos os seus transtornos mentais e sua desconsideração pela sociedade.

Para criar esta montanha russa de emoções, evidenciando a ambientação em seu tempo e as temáticas propostas pelo filme, a trilha sonora se mostra muito importa. Sendo assim, confira 4 canções presentes.

“Smile” – Jimmy Durante

Escrita por Geoffrey Parsons, John Turner e Charlie Chaplin, este último a lançou originalmente em 1936, para o filme “Tempos Modernos”. Entretanto, em 1965, Jimmy Durante a regravou em parceria com Roy Barry, estando presente no álbum “Hello Young Lovers”.

A canção tem um início que lembra um coral, com vozes reluzentes, dando entrada a voz melódica e forte do cantor, acompanhado de instrumentos clássicos, como piano, bateria e violino, seguindo com o backing vocal em forma de coral leve.

A letra tem como tema principal a necessidade de sorrir em todos os momentos, inclusive nos ruins.

“Send in the Clowns” – Frank Sinatra

 Escrita originalmente em 1973 por Stephen Sondheim para o musical “A Little Night Music”, ganhou ainda mais popularidade na voz de Frank Sinatra, que a regravou naquele mesmo ano, estando presente em seu álbum “Ol’ Blue Eyes Is Back”.

Com um ritmo bem cadenciado, evidenciando o piano como seu instrumento principal, a voz do cantor se destaca por sua força, com tons graves característicos e uma levada que se casa perfeitamente com a instrumentalidade.

“White Room” – CREAM

Composta por Jack Bruce e Pete Brown, foi lançada em 1968 para compor o terceiro álbum de estúdio dos ingleses, chamado “Wheels of Fire”.

Sua instrumentalidade é complexa e marcante, contando com a magnífica guitarra de Eric Clapton, a bateria e tímpanos de Ginger Baker, violinos de Felix Pappalardi, além do baixo e voz forte e melódica de Bruce, com diversas mudanças de tom durante a faixa.

A música está presente na lista, elaborada pela Rolling Stone, das “500 Melhores Músicas de Todos Os Tempos”, ocupando a 376ª posição.

“Slap That Bass” – Fred Astaire

Composta por  George Gershwin e Ira Gershwin, foi lançada em 1937 por Fred Astaire para o filme “Shall We Dance”. Na versão do referido longa, ainda tem a presença de Dudley Dickerson alternando na cantoria.

Com forte presença do jazz, conta com um caraterístico instrumental do gênero, com baixo, saxofone, trompetes e bateria, junto da forte voz de Astaire, formando um casamento dançante.

Versão de “Shall We Dance”, com Dudley Dickerson

e aqui o trailer do longa Coringa.
 

 

Tags: NoAr

4oito

Deixe seu comentário