Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Governador processa Jessé: injúria e difamação

Denis Luciano
Por Denis Luciano 03/06/2020 - 15:50Atualizado em 03/06/2020 - 18:51

Como já havia prometido, o governador Carlos Moisés está processando o deputado estadual Jessé Lopes por injúria e difamação. Em queixa-crime ao Tribunal de Justiça, Moisés pede prisão por até 1 ano e quatro meses do parlamentar além de indenização de R$ 120 mil. A advogada de Moisés no pedido de indenização é a filha dele, Raíssa Martins da Silva. Já na queixa-crime o governador é defenddido pelo advogado Marcos Probst. A informação é do jornalista Upiara Boschi, no NSC Total.

Na ação, consta que o conteúdo postado por Jessé Lopes “tomou proporção assustadora na rede social WhatsApp” e que “em segundos, um número incalculável de pessoas recebeu a postagem difamante e injuriosa do Querelado, sendo impossível o reestabelecimento do status quo ante, com a verdade dos fatos”, e que assim “centenas de perfis na rede social Twitter passaram a comentar o caso de forma jocosa, exaurindo a intenção primeira do querelado: difamar e injuriar o governador do Estado, ofendendo sua reputação, dignidade e decoro”.

É citado, ainda, que Jessé apagou a postagem quatro horas depois da publicação e que, posteriormente, distribuiu uma nota de esclarecimento mas, a essa altura, a postagem do deputado já havia se espalhado pelo país, em uma “situação desonrosa trouxe tamanho constrangimento ao governador do Estado e seus familiares que fora necessária sua manifestação formal acerca dos fatos”. A defesa de Carlos Moisés argumenta, também, que a postagem atingiu a imagem da Assembleia Legislativa, mencionando a nota divulgada pelo presidente da Casa, deputado Júlio Garcia, em desagravo à atitude do parlamentar. A queixa-crime refere que o caso em questão foge à regra da imunidade do deputado, mas é por conta disso que foi encaminhada junto ao TJSC.

Sobre a ação de indenização, veículos de comunicação e jornalistas que mencionaram a postagem de Jessé são citados, e repercussões da rede social também. O vídeo publicado depois por Jessé é colocado como uma confissão de "que se baseou em meros boatos para divulgar a informação e, mais que isso, reconhece ter ferido a honra do requerente e sua família com tamanha leviandade”.

Confira também:

Para Jessé Lopes, a culpa é da imprensa

Moisés afirma que levará postagem de Jessé à Justiça

Jessé explica postagem sobre governador e gravidez

Jessé, Douglas, a gravidez e nova polêmica com o governador

4oito

Deixe seu comentário