Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Ministro confirmado hoje. Tigre com reforços amanhã

Denis Luciano
Por Denis Luciano 17/05/2018 - 11:10Atualizado em 17/05/2018 - 11:23

O Criciúma tratou de abafar, ao longo desta manhã, a especulação de que o ministro do Esporte, Leandro Cruz, não viria mais na inauguração do CT do bairro Cristo Redentor marcada para 16h. Cruz já estará a caminho, vem em aeronave da Força Aérea Brasileira até Florianópolis e da Capital toma outro voo para Criciúma. Às 15h, conhece o estádio Heriberto Hülse e logo após vai ao CT, para uma reunião fechada com o governador Eduardo Moreira e o presidente Jaime Dal Farra.

Nesse encontro, Dal Farra vai pedir ao ministro a liberação de linhas de crédito para viabilizar projetos de formação de jovens jogadores e também para o futebol feminino do Criciúma.

Ministro Leandro Cruz em Criciúma / Foto: Divulgação

Ao descerrar a placa de inauguração, o ministro receberá uma camisa personalizada pelo Criciúma com o seu nome. O mesmo presente será entregue ao governador Eduardo Moreira (que cedeu a área para o CT em 1995, quando era prefeito), ao deputado Ronaldo Benedet (que intermediou a vinda do ministro e deu apoio ao clube em outro projetos em Brasília) e ao homenageado, cujo nome o Criciúma segue guardando a sete chaves.

Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

Na semana passada, o homenageado com seu nome no CT foi avisado da distinção, e no começo desta semana recebeu visita de uma comitiva de dirigentes do Criciúma, na qual o convite foi reforçado. Isso faz aumentar a suspeita de que seja o ex-presidente Antenor Angeloni, já que ele aniversariou na terça-feira e não seria incomum que a visita tivesse servido para o abraço de 82 anos... 

A placa, obviamente que coberta, já está afixada em uma parede na parte externa do hall do CT, mas ali ficará provisoriamente. Em breve, o clube, construirá um monumento perto dali e a placa então será posta nesse novo espaço.

Antenor Angeloni, a nossa aposta para hoje / Foto: Arquivo / A Tribuna

Ainda no embalo da inauguração do CT, o presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Henrique Alamini, bateu um interessante papo hoje pela manhã com o Adelor Lessa na Som Maior. Falou sobre a construção do CT, da qual ele participou bastante, e colocou que não acredita na volta de Antenor Angeloni. "Ele disse que já fez a sua parte". Vale a pena conferir essa entrevista aqui.

Dois reforços chegando

Boas notícias fora de campo, boas notícias dentro de campo também. O Criciúma ultima detalhes para anunciar duas contratações amanhã. São jogadores que estão atuando no Campeonato Brasileiro (Série A ou B? não sabemos isso ainda), e que "chegam para vestir a camisa e jogar. Estão treinando e com ritmo de jogo", garantiu a fonte. Seriam um meia e um atacante.

O clube ainda não anuncia hoje pois faltam definir detalhes com os empresários de ambos. Até as posições ainda são mantidas em sigilo. É que o Criciúma está, hoje, tirando a dúvida se ambos já não jogaram o Brasileiro (daí fica a entender que podem ser da Série B) o que poderia inviabilizar a transferência de ambos para cá.

Se tudo der certo, o Criciúma os recebe e anuncia amanhã, os nomes já vão para o BID e eles viajam no domingo, às 6h, com a delegação rumo a Fortaleza. O Tigre vai treinar em um resort onde estará hospedado na segunda e terça, 21h30min, vai para o jogo que acompanharemos na Arena Castelão contra o Fortaleza.

Diretor Nei Pandolfo encaminha duas contratações

Marlon está multado

O lateral esquerdo Marlon recebeu uma multa em seu salário, e foi multa salgada, pesada. A punição é por conta das duas expulsões em quatro jogos disputados na Série B. O jogador entendeu a pena e reiterou o pedido de desculpas ao clube, explicando que vive um momento difícil na vida pessoal.

Enquanto isso, o Criciúma vai colhendo, nos primeiros dias, a melhor das impressões sobre o técnico Mazola Júnior. Ele "não é dinheirista e está focado em crescer", dizem os envolvidos. E abriu mão de qualquer prêmio em caso de fuga do rebaixamento. "Se quiserem premiar, que dividam entre os jogadores", avisou ao presidente Jaime Dal Farra.

Esse perfil mais a pedida financeira dentro dos padrões do Criciúma pesaram na decisão, contra outros dois técnicos que foram sondados depois da saída de Argel e agiram diferente: um pediu prêmio de R$ 150 mil para não cair, além do salário um tanto elevado. Outro pediu R$ 5 mil por ponto que conquistasse no Criciúma, mais o salário que era bem razoável...

Marlon está suspenso de novo / Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

Ouça no podcast as informações da manhã no Criciúma. Conto mais às 12h no Debate Aberto da Som Maior e amanhã em A Tribuna. Ao longo da tarde, a Som Maior acompanha a inauguração do CT. Sintoniza aí o FM 100,7.

 

4oito

Deixe seu comentário