Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Roberto Lima
Por Roberto Lima 13/12/2019 - 20:52Atualizado em 13/12/2019 - 21:26

Andrew nasceu no Rio de Janeiro e chegou no clube em 2012.

Morou dois anos no Heriberto Hülse, viu de perto a campanha histórica de acesso à série A e jogou com o Zé Carlos, segundo ele, o jogador mais chato que já conviveu! (risos)

O resto ele conta no vídeo... confere aí!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 05/12/2019 - 23:00Atualizado em 05/12/2019 - 23:43

Minha base pra conquistar o grande público que hoje acompanha o Carvoeiro Doente sempre foi a COMUNICAÇÃO!

Não adiantaria eu me julgar torcedor fanático se não fosse aos jogos, se não quisesse comprar todas as camisas e também se não estivesse ao lado do clube nos melhores e nos piores momentos.

Pra mim sempre foi fácil porque sempre foi verdadeiro. O público é inteligente e sabe muito bem distinguir a verdade da mentira.

Segue minha análise:

-----

"exemplo" - entre aspas são as falas do presidente Jaime Dal Farra

COMENTÁRIO: são os meus comentários

“tenho um grande agradecimento... primeiro à minha diretoria, que todos os revés que a gente teve sempre ligou, deu apoio”
COMENTÁRIO: a tua diretoria é quem fez o clube cair pra Série C! É pra sentirmos orgulho da diretoria ou PENA, Sr presidente?


“...o conselho, presidente do conselho ligando sempre, dando apoio, força”
COMENTÁRIO: o clube ladeira abaixo e o presidente do conselho mandando força! Que coisa, não?!


“...agradecer muito a imprensa, nessa reta final que ‘nosuchou’ muito...”
COMENTÁRIO: alguém decifra o que o Sr presidente tentou falar, por favor!


“...e acima de tudo nosso torcedor, extraordinário... a maior disparada torcida de Santa Catarina...”
COMENTÁRIO: a torcida que foi calada com hino, não pode fazer protesto e que o senhor foge antes do juiz apitar? Sei... Linguagem corporal: o presidente fez sinal negativo com a cabeça enquanto falava a frase acima... isso acontece quando a pessoa não concorda com o que diz!


“...gente, o nosso Criciúma, o nosso Tigrão é forte! É o maior time sem dúvida do estado! Mostrou, pela força da torcida...”
COMENTÁRIO: mostrou o que? O CRICIÚMA CAIU!!!!!!!!!!!!! Alguém avisa o Sr presidente, por favor! Quem mostrou força foi a torcida, pois o clube aceitou diversos erros de arbitragem, trabalhou planejando errado o ano todo e assinou pra 2020 com o treinador q teve o pior desempenho no clube esse ano.


“...o lado financeiro, é uma gestão profissionalizada, temos um clube e procurando implantar um sistema de empresa”
COMENTÁRIO: profissionalizada? Com assessor de deputado formado em fisioterapia no cargo de diretor de marketing, um prefeito de outra cidade como vice-presidente e gente da imprensa trabalhando no clube? Não parece ser tão profissionalizada assim.


“...o futebol não tem clube nenhum que eu tenha conhecimento que tenha lucro, né. Tirando fora do país que já é muito profissional há mais de 30 anos lá na Europa!”
COMENTÁRO: “Com receita recorde e lucro, tudo indica que o Flamengo fechará 2019 com as contas no azul” Fonte: https://globoesporte.globo.com/blogs/blog-do-rodrigo-capelo/post/2019/11/01/com-receita-recorde-e-lucro-tudo-indica-que-o-flamengo-fechara-2019-com-as-contas-no-azul.ghtml


“...com a venda do Roger Guedes eu zerei o déficit. E eu tô muito tranquilo porque eu vim com muito amor, como torcedor, como presidente do clube e como investidor”
COMENTÁRIO: se o presidente sabe que o futebol no Brasil só dá prejuízo, como vai ser um investidor desse mercado? Tá se contradizendo Sr presidente.


“...o que eu digo? O clube, graças a deus, é um clube que está saneado, não tem nenhuma dívida, diferentemente de outros clubes no Brasil inteiro...”
COMENTÁRIO: clube está saneado financeiramente? E as receitas caindo recorrentemente? E a desvalorização da marca? E a queda pra C? Não entra na conta?


“...pode ter orgulho torcedor, o clube não deve um centavo...”
 COMENTÁRIO: ele falou “orgulho”! Orgulho de cair para a Série C realmente está enorme!


“...eu investi esse ano, o dobro do que eu pensava. A gente trouxe treinador de ponta, jogadores de ponta, diretor executivo de ponta, gente muito qualificada que sabia tudo de futebol e infelizmente dentro de campo não deu certo.”
COMENTÁRIO: a gestão profissionalizada que teve 6 treinadores no ano... trouxe Ricardo Rocha... etc etc etc... Investimento sem planejamento é uma mera aposta... e aposta é coisa de aventureiro!


“...investi, botei dinheiro meu e não tem problema nenhum! Isso é o que eu assumi perante o nosso torcedor, perante o conselho e cumpri e não tem problema e fiz isso, acima de tudo, por amor extremo ao Criciúma!”
COMENTÁRIO: novamente o Sr presidente fala a frase “fiz isso, acima de tudo, por amor extremo ao Criciúma” fazendo sinal negativo com a cabeça, indicando não concordar com o que diz ou supostamente mentindo!


“...eu conversei com 10 investidores... só que todos, eu diria entre aspas: AVENTUREIROS” ... aqui no Criciúma não vai ter aventureiro. Eu não estou aqui de graça... o Criciúma há 10 anos, não tem problema”
COMENTÁRIO: preciso comentar essa pérola??


“...eu preciso de todos... vocês da imprensa e acima de tudo nosso torcedor!”
COMENTÁRIO: pela segunda vez o Sr presidente cita a imprensa antes de citar o torcedor. Seria uma coincidência? Não é!


“...nosso time é time de Série A e nós vamos a partir do ano que vem buscar isso, sempre almejando uma Série A”
COMENTÁRIO: lamento em dizer Sr presidente, mas ano que vem é Série C e o seu contrato termina em março de 2022, ou seja, o Sr nunca vai dirigir o Criciúma numa Série A.


“...a gente teve um bom ano na gestão... infelizmente dentro de campo, não aconteceu”
COMENTÁRIO: me nego a comentar essa parte!


“...tenho o exemplo do Flamengo onde tinha o CEO que tocava sem aparecer... é isso que a gente quer... tenho que trazer cada vez mais gente habilitada, profissionais, porque o futebol é muito difícil!”
COMENTÁRIO: primeiro sinal lúcido do presidente. Mostra que realmente enxergou que a aventura de ser presidente de futebol não é para ele.


“...a gente teve muito planejamento... futebol muda muito rápido”
COMENTÁRIO: então faltou convicção no seu planejamento!


“...o CEO é uma coisa mais demorada, a tendência é que eu dê a chave na mão do cara...”
COMENTÁRIO: aqui é a prova que o presidente vai se afastar... se isso vai realmente acontecer nós ainda não sabemos.


“...dar muita atenção à torcida ano que vem, porque o grande patrimônio do Criciúma é o nosso torcedor”
COMENTÁRIO: ah se as ações fossem condizentes com o discurso!!!


“...ano que vem sem dúvida vamos brigar pelo título (catarinense)”
COMENTÁRIO: vamos cobrar!

 

Dadas as considerações acima, acredito mais uma vez que seria melhor se o Sr presidente do Criciúma Esporte Clube ainda estivesse em silêncio. Um discurso incoerente com os acontecimentos, baseado em informações genéricas e sem aprofundamento, não faz ninguém voltar a acreditar em dias melhores ao clube. Resta torcer!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 28/11/2019 - 19:58

Em Junho de 2019 chamei o Raphael Silva pra gravar uma #ResenhaCarvoeira pro canal do Carvoeiro Doente no Youtube.

Já sabia do carinho da torcida pelo zagueiraço que ele foi na sua passagem pelo clube. Acertei no convite! O cara gosta mesmo do Criciúma!

Mas não é só o cara não... conheci também sua esposa Amanda, que é a responsável por responder as mensagens e deixar o "jogadô" focado na profissão!

De lá pra cá a relação entre mim e o casal ficou mais próxima, com mensagens nas redes sociais.

Aproveitando isso, convidei a Amanda pra falar um pouquinho sobre essa relação com o time e a cidade. E sério, dá uma olhada nessa conversa abaixo!!!

---

ROBERTO: Raphael nasceu onde?

AMANDA: Rapha nasceu em Cuiabá no Mato Grosso, mas saiu de lá com 13 anos. Foi morar em São Paulo para jogar futebol. 

ROBERTO: Amanda nasceu onde?

AMANDA: Eu nasci em Porto Alegre, mas passei a maior parte da vida em Laguna/SC . Acreditem, eu não conhecia Criciúma. A primeira vez que entrei na cidade foi quando Rapha foi para o Criciúma. 

ROBERTO: Se casaram quando?

AMANDA: Nos casamos em 2010, Rapha estava emprestado pro Internacional e aí nos conhecemos. Desde então estamos aí, juntos. 

ROBERTO: Quantos filhos? Algum nasceu em Criciúma?

AMANDA: Sim, temos dois filhos. Raphaela de 3 anos, nascida na terra do Carvão, Carvoeira como ela diz. Lá de Criciúma, a terra do Tigre. O João não morávamos mais em Criciúma, mas voltamos pra ele nascer Carvoeiro também. Temos muita confiança em nossa médica, a Margarete Bistrot, outra Carvoeira.. encontramos ela em todos os jogos. E ela  foi um dos motivos pro João também nascer em Criciúma. 

ROBERTO: Quando conheceram a cidade de Criciúma?

AMANDA: Eu Amanda sempre ouvi falar em Criciúma, meu pai até tinha uma camiseta do Criciúma da época que o Scolari treinava o Tigre. Já o Rapha jogava vídeo game com o Criciúma quando era pequeno, e assim ouvíamos falar na cidade. Mas conhecer mesmo foi quando mudamos pra Criciúma. Lembro que cheguei em um dia quente de Janeiro, chovia muito. Isso foi início de 2016.

ROBERTO: O que mais chamou atenção na cidade de Criciúma?

AMANDA: Inicialmente só víamos o Time e a oportunidade. Mas com o passar dos dias fomos conhecendo a cidade e as pessoas que vivem nela. E nos encantando, pra nós Criciúma é uma cidade com jeito de interior, mas que tem tudo que precisamos. Sem dúvidas as pessoas nos ajudaram a fixar os pés em Criciúma. Fomos muito bem recebidos e acolhidos durante os dois anos que vivemos nela, e hoje ainda quase todos os dias recebemos carinhos das pessoas de Criciúma. 

ROBERTO: Por que se identificaram com o time da cidade? 

AMANDA: Raphael estava fechado com outro time, estávamos passando ano novo em Laguna e fomos de carro pra São Paulo. No meio do caminho Rapha recebeu mais duas propostas, uma delas a do Criciúma. E não me pergunte o porquê mas escolhemos o Criciúma. Tu acredita em Deus?! Então foi Deus! Criciúma é um time que tem que estar na série A, a torcida é um dos grandes motivos que nos fizeram pegar tanto carinho pela cidade e pelo clube. Fizemos amigos de verdade na cidade e pessoas ligadas ao clube hoje são da nossa família. 

ROBERTO: O que mais gostam do Criciúma Esporte Clube pra gostarem tanto do clube?

AMANDA: São tantos motivos, Raphael foi muito feliz no Criciúma individualmente. Claro que queríamos que o Criciúma também tivesse conquistado varias outras coisas. Acho que quando tu é feliz em um lugar tu acaba gostando. E isso te faz bem, nossos filhos nasceram em Criciúma. Fomos mega acolhidos quando chegamos e nos sentimos amados, por todos. O Criciúma é um clube correto, e só quem anda por dentro do Majestoso pra sentir a atmosfera. O estádio pulsa, as pessoas que trabalham no Criciúma fazem com amor.. e isso nos motiva também a gostar do clube. 


ROBERTO: Um momento marcante da Amanda em relação ao time:

AMANDA: São tantos, eu poderia escrever até um livro hahaha mas com certeza todos as conquistas individuais do Raphael marcaram bastante. Em 2016 éramos uma grande família, foi um ano muito bom. 2017 estávamos bem, aí Rapha se lesionou e foi um tempo muito difícil pra nós, ele queria voltar e tentou algumas vezes. Mas isso só agravou a situação. Porém foi aí que nos sentimos mais amados e cuidados, a torcida nos mandava mensagem de apoio todos os dias. Foi incrível como recebemos carinho e amor dos torcedores e das pessoas de dentro do clube. Nós já estávamos encantados com tudo em Criciúma, mas nesse tempo foi que realmente confirmamos nosso carinho e respeito. Saíamos na rua e todas as pessoas nos apoiavam e falavam que estavam na torcida e em oração pra voltarmos. Realmente incrível! 

ROBERTO: Como se sentiram com a queda pra Série C?

AMANDA: Nos sentimos igual vocês, tristes.. porque o clube não são apenas os jogadores, e os resultados dentro do campo impactam vidas que não entram em campo. Então é complicado, é difícil.. mas é necessário respirar fundo e voltar ainda mais fortes. 

ROBERTO: Sua mensagem de apoio a todos os torcedores:

Primeiro quero agradecer todo carinho que a torcida tem por nos, pelo Raphael e por nossa família. Tenho certeza que ano que vem o estádio estará mais cheio e a torcida vai ficar ainda mais apaixonada. Porque pro torcedor de verdade não importa a divisão, continuaremos na torcida e sabemos que o TIGRE vai voltar. Apoiem o Criciúma, porque a torcida faz a grande diferença. Nossos agradecimentos a todos que passaram por nossa vida enquanto estivemos em Criciúma, não vou citar nomes porque são muitas pessoas. Mas no geral gratidão seria a palavra que define nosso tempo no Criciúma, porque pra quem não sabe nossa casa fixa agora é em Criciúma.. então estaremos sempre por aí. Obrigada, obrigada!!

Amanda Silva

---

Vai dizer que não dá aquele arrepio e orgulho de ser dessa terra????

O Rapha (Raphael Silva) tá jogando hoje no Al Faisaly da Arábia Saudita e já falou que gostaria de encerrar a carreira no clube.

É de jogador assim que a gente precisa fomentar! Gente que, no mínimo, respeita essas cores!

Obrigado Rapha e Amanda! Sucesso e que em breve a gente possa ver o Raphael Silva com a camisa do Tigre!

Foto do João e da Raphaela:

Roberto Lima
Por Roberto Lima 27/11/2019 - 18:14Atualizado em 27/11/2019 - 18:27

Como assim? Tem jogo?

Calma, eu explico!

Sabe aquela torcida do Criciúma? Aquela chata que não larga de jeito nenhum!?

Ela mesmo! Não consegue largar o clube e já tá encarando a reunião do conselho como uma partida de futebol. Dizem que até foguetes estão sendo preparados.

Parace que a festa vai ser bonita! Afinal, de festa essa torcida entende.

Civilizadamente a torcida está convocada para comparecer em peso na reunião do conselho deliberativo. A reunião é séria e é pelo conselho que as mudanças devem acontecer no Criciúma Esporte Clube.

Todo esse tempo foi cobrada uma atuação maior do conselho. Não foi feito e hoje estamos na Série C.

Já que a torcida é chata, vai começar a acompanhar de perto a atuação do conselho!

O jogo será, digo, a reunião será no dia 10 de dezembro às 19hs na ACIC do bairro Próspera.

Não esqueça de ir com a camisa do Tigre!

 

Roberto Lima
Por Roberto Lima 22/11/2019 - 21:45

"Olá, sou o presidente e quero enviar uma mensagem oficial a todos que amam esse clube:

Eu achei que seria legal tirar foto como presidente do time da nossa cidade. Achei que eu ficaria bem nas fotos que sairiam nas colunas sociais. Achei mesmo!

Mas as coisas não deram certo. Tive a chance de brigar pelo acesso em 2016 sim. Mas o time tava bem, Gustavo se destacando, propostas vieram e aí já viu. Quem recusa tantas propostas boas, não é? hehe... Tive azar e o time não foi tão bem sem os jogadores que negociei.

Mas 2017 eu tinha certeza que daria. Meta é subir pra Série A! Como? Não sei! Mas o importate é querer, não é? E não deu de novo... tive até que alugar o estádio pra torcida do Internacional! Qual o problema? O dinheiro é meu ué! Mas de novo que azar! 4 pontos só do Z4... ufa! Tá faltando sorte pra mim!

Vocês pegaram bastante no meu pé, não sei porquê! Os salários estão em dia e olha que ninguém me ajuda! Eu que banco tudo isso aqui! Então em 2018 vai ser diferente! Meu consultor TOP vai me trazer uns caras bons!

Vamos subir em 2018! Tenho certeza... o importante é acreditar! Até tô me relacionando melhor com a torcida... dei uns trocados pra torcida do Figueirense tomar uma cervejinha. Ninguém me xingou, gostei deles!

Mas como sempre o azar me perseguindo! Teve que ser no último jogo! Casa cheia, viu?? Meu marketing é muito bom! O carinha da rede social até comprou um celular novo pra tirar foto de jogo!

Enfim... Conforme iniciei a carta, as coisas não deram certo de novo. Que azar! Meu marketing prometeu 8mil sócios e não me deu. Meu diretor de futebol abandonou o barco. O que acontece comigo?? Meu amigo da rádio disse que eu faço tudo que tenho que fazer!! Que azar!

Terminamos 2019! Terceira divisão!

A você que ama esse clube de verdade! Que vai ao campo sabendo que a fase é ruim, mas vai porque é o sentimento. A você que tem o amarelo, preto e branco no sangue, que chora quando a bola não entra. Que vai pra casa querendo entender pq esse clube significa tanto na sua vida. A você que queria enxergar isso tudo apenas como futebol, mas não consegue. Porque tá na alma, tá na família, tá na tua história!!!

A você, eu te devolvo o seu clube! Cuide dele com o mesmo sentimento que faz essa lágrima escorrer do teu olho!

Porque eu não consegui... eu tive azar!

Renuncio ao mandato do clube e entrego para o seu verdadeiro dono: SUA TORCIDA!

Ass.: Presidente"

 

Senhor presidente... a carta está pronta. Basta COPIAR + COLAR!

Acerte pela primeira vez. Estamos no aguardo!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 20/11/2019 - 11:20

O destino existe? Se existe, ele é escrito por cada um. Mas escrito quando? Escrito AGORA!

O que nós fazemos nesse exato segundo, vai ter consequência nos próximos minutos. Por exemplo: se eu não terminar esse texto em 10 minutos, chego atrasado pro debate esportivo na Som Maior. E é verdade!

A atual gestão vem escrevendo seu destino desde o primeiro ano. Não é a toa que estamos praticamente na Série C de 2020.

Sucessivos erros, ações amadoras e descasos. 

Venda de grande parte do elenco no meio do campeonato de 2016;

Abertura dos portões pra torcida do Internacional em 2017;

E assim vai... 

Não vou fazer o dossiê da atual gestão. Matematicamente ainda temos chances.

Não tem outro responsável por tudo que acontece no clube que não seja o atual presidente.

Posso listar inúmeras falhas. Seja de comportamento, seja de ações no futebol.

Um dia a conta vem! Pois se alguém acreditou em algo diferente olhando para o gráfico abaixo, tá na hora de começar parar de colocar a culpa no destino e aceitar as consequências das escolhas que faz.

O Jaime Dal Farra escolheu ser o pior presidente da história. Tá conseguindo!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 12/11/2019 - 12:40Atualizado em 12/11/2019 - 16:02

Perdi minha vó às 6hs da manhã do dia 2 de novembro, dia de jogo do Criciúma Esporte Clube contra o São Bento de São Paulo. Jogo importante contra o rebaixamento para a Série C.

E agora? O que eu faço? A cremação será em Floripa, o jogo em Criciúma.

A família já esperava pela notícia de seu falecimento há um bom tempo, pois estava com idade bem avançada e acamada. É claro que a tristeza é grande pela perda de alguém tão importante.

O problema é que a loucura pelo clube é tão grande quanto. O jogo é importante, já estava tudo programado. A família toda indo pra Florianópolis e a cerimônia do crematório seria na manhã seguinte.

Passei algumas horas entre o choro da perda da minha vó e a perda do jogo. "Vózinha, vai brigar comigo se eu for no jogo?" - eu pensava!

Me achava um verdadeiro doente em querer adiar minha ida por um jogo de futebol. Mas não era qualquer jogo poxa... é o Tigre! rsrs

Decidi então ligar pra minha irmã... precisava saber o que a família pensaria.

- Eu: Paula, pegaria mal se eu viajar depois do jogo?

- Minha irmã: não vou nem comentar!

- Eu: me fala um motivo pra eu não ir no jogo

- Minha irmã: SE FAZER PRESENTE!

Nessa hora minha cara caiu no chão e rolou uns 10 metros... tive que sair correndo pra pegar! Arrumei minhas coisas e peguei a estrada pra Floripa.

Sabe o que aprendi? Aprendi que em certos momentos não importa o que esteja acontecendo, qual a situação atual etc etc. Em certos momentos: BASTA ESTAR PRESENTE

É isso que está acontecendo hoje com o Criciúma Esporte Clube. Não vencemos há várias rodadas, estamos caindo pra Série C, são mais de 4 anos de desgosto. 

E por que ainda vamos? PRA NOS FAZERMOS PRESENTES!

Torcedor é isso. Apaixonado é isso. Se o clube está na merda, é hora de se fazer presente. Pelo sentimento!

Apenas isso!

Hoje: Criciúma vs Londrina | 20:30

Roberto Lima
Por Roberto Lima 06/11/2019 - 12:32

Mais uma derrota no campeonato, mais um jogo sem gols do segundo pior ataque da Série B! E a gestão Dal Farra segue batendo seus recordes.

Dessa vez, é o da quantidade de rodadas no Z4, nossa querida zona de rebaixamento. Nome que combina com o clube: zona!

Em 2018 foram 16 rodadas. Em 2019 o clube já alcançou 18 rodadas no Z4 e esse número vai aumentar, já que estamos a 4 pontos do primeiro que está fora. Meio campeonato!

Tá chato falar do futebol do Criciúma Esporte Clube porque, simplesmente, o problema não está no futebol.

Entra técnico, sai técnico, contrata jogador, manda embora jogador e os resultados são os mesmos.

Administrativamente, é uma cagada atrás da outra. Ricardo Rocha chega pra ser o salvador da pátria, prometeu resgate até de sócios. Trouxe seus jogadores inúteis e não durou muito tempo.

Maringá veio como homem forte e com ele veio Kleina, treinador de Série A. Enquanto Maringá era pra estar mapeando jogador, estava dando explicações nas rádios sobre qualquer coisa que acontecia no clube.

E o presidente "fazendo" carta!

Não vou falar do diretor de marketing porque esse dá até pena. Esse pensou que bastava lançar uma frase tosca e ultrapassada que todos comprariam a ideia. Aqui não tem bobo que nem na política fio!

Com tudo que acontece na gestão desde o primeiro ano de Jaime Dal Farra, querer algum resultado diferente se chama "insanidade", conforme disse Albert Einstein.

Vamos parar de falar de futebol no Criciúma Esporte Clube, por favor! É inútil!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 01/11/2019 - 12:00

Banda Os Tigres na pegada, sinalizadores pra acender a adrenalina e extintor pra pintar as ruas de amarelo!

O Criciúma Esporte Clube está em penúltimo lugar da Série B a sete jogos do fim. São seis jogos sem vencer, sendo três em casa e a torcida prepara uma festa pra receber os jogadores? É isso?

É a mesma torcida que foi calada com hino, que o presidente foge sem falar nada e que os jogadores mal olham nos olhos?

E vão fazer recepção com festa? Gastando tempo e dinheiro?!

Só pode ser doença!

Eu sei que é doença porque também sofro disso. Doença que já tentei curar mas sempre volta.

Essa doença é o que faz eu me dedicar tanto por ela: a torcida.

Somos diferentes. Uma mistura de bairrismo com orgulho de ter um time da região pra torcer. Por sorte, ainda temos as cores mais lindas do país!

A ideia começou num grupo de whatsapp, como quase tudo hoje. Ganhou força, adeptos, apoio do clube e enfim ela vai acontecer!

É mais uma demonstração da importância que esse clube tem na vida de muita gente. Criciúma Esporte Clube é praticamente um membro da nossa família. Tu é daquele que deixa alguém da família se ferrar sozinho? Nós não somos!

Estão todos convidados! Local e hora marcada: 17:00h em frente ao Ginásio Colombo Salles.

Parabéns torcida... A doença é sem cura e a disposição pra fazer acontecer é atitude de quem vai até o fim!

Enquanto a matemática deixar, a gente vai acreditar.

Isso é Criciúma P***!

 

Roberto Lima
Por Roberto Lima 28/10/2019 - 10:29Atualizado em 28/10/2019 - 11:11

Daí raça, beleza?

Não tá tão beleza assim, eu sei!

Vou falar de um assunto que insisto há tanto tempo: a falência da instituição.

Demorei pra dar nome ao que penso sobre tudo que acontece hoje no clube, mas achei. E é claro que o nome é bem amargo: FALÊNCIA INSTITUCIONAL!

O projeto da atual gestão seguiu sempre a mesma linha: o jeito amador de administrar um clube profissional, num mercado competitivo e em ascensão econômica.

Ainda não é hora de listar quais pontos fortalecem o argumento de uma administração amadora. O foco é a briga contra o rebaixamento. Mas a falência institucional se mostra presente a cada jogo e isso contribui pra falta de vitórias nesses últimos jogos.

Mas as contas estão em dia, não estão?! Não sabia que uma obrigação era uma grande conquista! 

A torcida não passa de 3mil sócios. Não assiste as mídias do clube. Não há engajamento nas suas redes sociais. Não passa de 6mil em jogo decisivo a 10 pila, pega ingresso de graça e não comparece etc etc etc... 

A torcida não pode protestar, dirigente não gosta da torcida, jogador não gosta da torcida e por incrível que pareça: uma explosão de sentimento de um narrador apaixonado pelo clube faz gente lá dentro fazer carinha feia!

O Criciúma tá falindo!

Que esse clube não caia...

Roberto Lima
Por Roberto Lima 23/10/2019 - 11:30

Daí raça, beleza? Serei breve, só pra me apresentar...

Tudo que a gente se dispõe a fazer tem que começar por um porquê! Sem um porquê, nada faz sentido.

Essa é uma grande briga de quem gosta e de quem não gosta de futebol. Quem não gosta diz que não tem sentido assistir 22 caras correndo atrás de uma bola. Quem gosta sabe que futebol não é só isso.

Aliás, quem gosta e vive o futebol não se importa muito com o que acontece dentro de campo (além do resultado, é claro). O que importa é que seu clube o representa!

Esse é meu porquê! Nosso clube, da nossa cidade cidade, da nossa região, do nosso estado. No quintal de casa, no maior esporte do mundo, no país do maior esporte do mundo.

Pra quem não vê sentido nisso: experimenta ficar 6 meses longe da cidade. Tu vai voltar amando teu estado, tua cidade e vai enxergar o que mais representa tudo isso: o Criciúma Esporte Clube!

Aí tu vai perceber que estar perto e vestir a camisa do clube já basta. É estar em casa! E não há nada melhor do que estar em casa.

Azar de quem não carrega esse orgulho.

Sou de Criciúma, sou do sul de Santa Catarina, sou catarinense.

Prazer, me chamo Carvoeiro Doente!

1 2 »