Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito
Roberto Lima
Por Roberto Lima 12/05/2020 - 12:19Atualizado em 12/05/2020 - 12:32

Dia 13 de maio de qualquer ano após 1947 é um dia especial. É o dia da fundação do Comerciário Esporte Clube... sabe como é: todo artista que quer ficar famoso também troca do nome.

Em 2 de abril de 1978 o Criciúma se tornou Criciúma Esporte Clube!

Nesta quarta-feira o clube completará 73 anos e a torcida promete transformar a data em dia de jogo, já que a pandemia nos impede de acompanhar uma partida há quase dois meses.

Basta expor qualquer coisa amarela e preta em qualquer lugar da fachada da sua casa, apartamento, loja etc!

Todos devem postar uma foto no stories e marcar @carvoeirodoente e @tigremaniacos para concorrerem a uma camisa oficial.

Tem mais: na quarta de manhã, eu, Roberto Lima, vou sair à procura de camisas e bandeiras para dar brindes de surpresa!

A campanha já começou! Participe!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 27/04/2020 - 15:37Atualizado em 27/04/2020 - 16:48

Já estamos há quanto tempo parado por conta da pandemia? Nem eu sei a conta direito.

O que sei é que do clube só vem reclamações do momento e a conta pro sócio pagar!

A loucura é que a torcida vai continuar pagando, porque é doente pelo clube. É claro que o problema econômico tá afetando muita gente e alguns sócios estão precisando conter seus custos pessoais, tendo que optar pelo cancelamento do plano de sócios. Certamente voltarão depois.

Na própria reportagem do jornalista Carlos Rauen que falou sobre a situação do clube o clube não se manifestou:

"Além de ouvir o coordenador de futebol, Serginho Lopes, o GloboEsporte.com entrou em contato com o clube, que preferiu não se posicionar de maneira oficial até a publicação da reportagem. Também houve tentativa de contato direto com o presidente Jaime Dal Farra, mas sem sucesso." Escrito na reportagem.

Categoria de base desmanchada;

Funcionários demitidos;

Redução de salários além do normal;

Jogadores descontentes;

 

E cadê a direção? Cadê a transparência e a comunicação?

A GA é uma empresa privada? Então que dê esclarecimento aos seus clientes.

O conselho só pode controlar o contrato? Então que seja o conselho a fiscalizar e informar sobre os verdadeiros valores que giram no clube hoje.

 

É melancólico acompanhar o clube hoje, que numa crise mundial definha ainda mais. Que venham as respostas.

 

A torcida quer saber o que está acontecendo no Criciúma Esporte Clube!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 20/04/2020 - 18:12Atualizado em 20/04/2020 - 20:00

Seria cômico se não fosse um momento sério.

A Gestão Dal Farra que nunca prestou contas sobre a inesquecível história do hino do clube e que em outro momento já teve o próprio presidente dizendo "o que posso fazer né" para aqueles que estavam dispostos a deixar de ser sócio, hoje pede pra ninguém abandonar.

Eu mesmo, reuni mais de 100 interessados em ser sócios do clube no primeiro dia de campanha, mas fui barrado.

A Terra é redonda ou não é? Tá vendo como ela gira?!

A diretoria deveria saber que as pessoas que acompanham o Criciúma Esporte Clube hoje são aqueles que não largam por nada. São as mesmas que resistem à pior gestão da história do clube.

Se é válida a campanha? Sim, acredito que sim! O momento realmente é delicado e não é hora de pensarmos em qualquer outra coisa a não ser fazer nossa parte como torcedor.

Sobre o texto dizer "depende de você, em que condições voltaremos", não é nenhuma surpresa vindo de quem nunca assumiu a responsabilidade pelos fracassos ano após ano.

Bora fazer nosso papel e não abandonar. Mas como disse o ex vice-presidente em reunião do conselho: "paixão não paga a conta...."

Assume a conta agora aí presida!

 

Roberto Lima
Por Roberto Lima 16/03/2020 - 15:44Atualizado em 17/03/2020 - 19:20

O Campeonato Catarinense 2020 segue a linha do que está sendo feito em todo país e está suspenso por tempo indeterminado.

O motivo é a prevenção contra o Coronavírus.

Nada é mais comentado nos grupos de whatsapp e conversas entre amigos do que o Coronavírus. E isso faz todo o sentido!

É hora de darmos valor ao que mais importa, que é o bem estar e a saúde de todos. Nesse momento não cabe mais o egoísmo, não importa nível social, tua religião e nem tua posição política. É um ajudando o outro.

Em outros países existem milhares de vítimas. Alguns como a Itália não optaram pela prevenção como nós temos a chance de fazer.

Todos perdem nesse momento, mas vamos perder mais se não tomarmos as precauções necessárias.

Bora colaborar! O vírus se espalha rápido. Vamos ficar em casa o máximo possível. Lavar as mãos sempre. Higienizar tudo com álcool. Fazer além do que está ao nosso alcance.

 O futebol, a balada, o churrasco, tudo isso vai voltar.

Previna-se! Cuide da sua família e dos outros!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 07/03/2020 - 19:15Atualizado em 07/03/2020 - 20:14

Final de 2019 e eu pronto pra gerar 500 postagens rindo da cara dos torcedores do Figueirense.

Já quero deixar claro que jamais vou trabalhar no Figueirense, por que simplesmente odeio o Figueirense!

Mas como um clube na completa bagunça, salários atrasados, jogadores protestando, time perdendo por WO, 18 jogos sem vencer, consegue fugir do rebaixamento?

Primeiro, é preciso lembrar que os times que brigaram pra não cair deram uma força. Em outros anos o time da capital teria caído.

Mas não foi o fator preponderante. O Figueirense saiu de 18 jogos sem vitória para 10 jogos sem derrota.

O que mudou? Investidor injetou dinheiro? Contrataram jogadores caros? Compraram o juíz? Federação ajudou? NÃO!

A resposta é: MUDANÇA DE CLIMA!

Uma mudança de clima e ambiente que passaram por mudanças reais e na base do problema. Quando a situação é grave e pesada, não basta palavras de efeito e frases prontas. É preciso de mudança de fato! O torcedor hoje tem conhecimento de tudo que acontece no clube. Não há mais espaço pra falsas promessas.

O que gerou essa mudança foi a saída insustentável da gestão que estava até aquele momento. Dívidas irresponsáveis e promessas não cumpridas. O conselho teve que agir e tirar o então presidente da Elephant, em contrato assinado em 2017 com o prazo de 20 anos mas que durou apenas 2. O presidente era Claudio Honigman.

A partir daí formou-se um clima de reconstrução. Com a energia pesada da Elephant fora de cena, a torcida do timeco do Figueirense voltou. O ambiente mudou, torcedores e jogadores engajados pelo mesmo propósito: fugir do provável rebaixamento. E conseguiram! Depois de 10 jogos sem perder.

Ajudados por quem? Por nós! Que seguimos com a mesma gestão, mesmo presidente, mesma forma de agir e agora na Série C! Faltando 2 anos para o término do contrato, só resta programar a transição.

Agora eu pergunto: ambiente externo ajuda? Eu digo que não! Ambiente externo é mais que isso, ele é determinante!

De nada timeco do Estreito... Podem gritar "Série C", dane-se... estaremos na arquibancada acompanhando o Criciúma do mesmo jeito!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 29/02/2020 - 09:52Atualizado em 29/02/2020 - 11:19

24 de fevereiro de 2008, Campeonato Catarinense, Criciúma vs Avaí!

O placar foi de 1 a 0 pro Criciúma mas o que marcou foi o final do jogo. 1 minuto antes do árbitro apitar o fim da partida, uma bomba arremessada pela torcida do Avaí explode na arquibancada.

A bomba cai próximo onde estava seu Ivo, que tenta pegar a bomba e ela acaba explodindo, decepando a sua mão direita.

Quando a torcida do Criciúma entendeu o que estava acontecendo, partiu pra cima da torcida do Avaí. Naquele tempo existia apenas uma divisão fixa e a PM. Polícia e bombeiros atendiam seu Ivo que sangrava na arquibancada, enquanto as torcidas de Criciúma e Avaí trocavam socos.

Torcedores do Avaí quebraram a grade da divisão do outro lado, pra fugir de uma possível invasão da torcida do Criciúma, que foi controlada pela PM. A partir daí e com a evacuação da torcida do Avaí, torcedores do Tigre correram pra fora do estádio. O objetivo era pegar a torcida rival.

O lado de fora do HH virou cena de guerra. Tropa de choque foi utilizada pra conter torcedores do Criciúma. Bombas e balas de borracha conseguiram impedir o que poderia ter sido uma tragédia.

Algo completamente atípico da nossa torcida, que nunca foi de brigar.

Depois disso, o clima amistoso entre Avaí e Criciúma acabou. Torcedores do Avaí foram presos. Nossa torcida não pôde ir com camisa do Criciúma na Ressacada no restante do campeonato. Policiamento reforçado.

O fato saiu em rede nacional. Ficou feio pro Campeonato Catarinense e principalmente pra torcida do Avaí (a minoria bandida, sejamos sinceros).

Seu Ivo acabou falecendo dormindo em 2010, um dia após o Tigre confirmar seu retorno à Série B. Provavelmente descansou feliz e em paz, assistindo uma das maiores festas da sua torcida.

Fica a lembrança. Jamais esqueceremos!

#PAZNOSESTÁDIOS

Imagens:

Roberto Lima
Por Roberto Lima 20/02/2020 - 11:36Atualizado em 20/02/2020 - 12:30

"És o pior presidente da história"

Não apoiar não quer dizer que não concordo e nem tampouco não apoio!

O título é pra chamar atenção. Quando promovi os 5 outdoors espalhados pela região, certos formadores de opinião disseram que era um ato isolado do "grupo" de torcedores do Carvoeiro Doente. Vocês já devem imaginar de onde veio o menosprezo.

Menosprezar a opinião de 95% da torcida e um perfil com 23 mil seguidores, é chamar a torcida de boba. Bem típico da turminha "defensora do rei" como disse Paulo Coutinho. Aliás, nesse caso, é uma turminha mesmo.

O fato é que isso mostra que a torcida está consciente e com um conceito bem formado sobre o atual presidente.

Quem bolou os outdoors foi o mesmo grupo de whatsapp da outra vez, chamado "DNA Tricolor". Naquela outra ocasião eu apenas potencializei e assumi a ponta das ações.

Dessa vez não fiz nada, de forma proposital e fico feliz com o resultado. Não porque é uma crítica contra o presidente, mas porque estamos formando uma torcida de opinião independente.

Ter exclusividade nas ações nunca vai ser minha vontade. Isso não passa de vaidade! Só quero meu clube de volta e faço parte da mesma torcida que pagou pra expor sua opinião e descontentamento.

Se alguém do clube acha que estão fazendo algo pra apaziguar isso, saiba que estão longe de surtir algum efeito.

Parabéns aos envolvidos!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 11/02/2020 - 12:19Atualizado em 11/02/2020 - 12:58

Início de 2019 e eu falei para o então diretor de marketing: "...tal radialista nunca vai dar certo apresentando o conteúdo do clube e isso será tiro no pé!"

Me ouviu? Claro que não!

Mas a internet é fantástica! Ela te apresenta números e informa se você realmente tem resultado ou não.

Que fique claro: FALO DE NÚMEROS E RESULTADOS! Por mais que o tal radialista já tenha qualificado uma opinião minha dita aqui como "idiota" em pleno ar, dessa vez deixo claro que não é opinião, são números!

A questão é que é extremamente válido ter a TV Tigre com conteúdos do clube e extremamente inútil quando esse conteúdo é passado de forma chata, ultrapassada e sem engajamento. Média de 500 visualizações no total e 30 ao vivo não é capaz de engajar as pessoas. Resultado foi mais discórdia na torcida e número de sócios inerte.

Em 2020 as coisas começam a mudar nessa questão... Maria Alice foi apresentada por mim em 2018, uma torcedora de verdade, fanática e extremamente comunicadora. Entra na TV Tigre para o mesmo papel no Carvoeiro Doente: representar as mulheres.

Quem vai participar da TV Tigre também é o Homem Aranha Carvoeiro. Excelente comunicador, cai fácil nas graças da criançada e já convive no meio do futebol onde sempre apareceu nos jogos do Metrô da Veneza e no Próspera.

O canal do YouTube do clube se rejuvenesce e entra no perfil de quem o assiste. Tende a ser mais agradável com cabeças jovens e menos promoção pessoal.

O manager do programa agora precisa encontrar e pesquisar os conteúdos que agradam e que chamam atenção. O mercado está aí com todos os exemplos e a criatividade é livre. Sucesso aos dois!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 06/02/2020 - 11:44Atualizado em 06/02/2020 - 16:58

Maio de 2018 - Bati na porta do clube e falei que precisaria mudar, pois iríamos cair! Na época eu tinha 12mil seguidores.

Durante todo o ano e algumas reuniões, insisti nas mudanças, mas fui ignorado. Nos livramos da Série C na última rodada!

Fevereiro de 2019 - Marquei reunião com membro da diretoria. Durante a reunião insisti e deixei claro qual deveria ser o foco para que houvessem as mudanças. Mas depois de várias perguntas e respostas, ouvi da pessoa a seguinte frase, olhando no meu olho: "tu tira torcedor do estádio, tu faz mal ao Criciúma!"

Não sei explicar o que senti quando escutei isso. Parece que o tempo parou e um filme passou na minha cabeça de tudo que fiz e estava fazendo naquele momento. Confesso que deu um vazio que não sei explicar. Lembro disso como se fosse hoje.

Por incrível que pareça, o pior da conversa não foi escutar isso. O pior foi ter certeza que cairíamos! Nossas atitudes nos levam aos resultados e naquela conversa eu já sabia qual seria nosso fim de ano. Parece louco, mas o fim se confirmou.

Ali eu decidi ficar quieto e simplesmente esperar. Mas por que esperar? Porque pessoas já estavam me colocando como alguém contra o clube, que eu só queria criticar e que só queria o mal do presidente. Meu comportamento então foi apenas esperar, e deixar as respostas aparecerem aos ignorantes que hoje tocam o clube.

Continuo insistindo que o problema do Criciúma Esporte Clube não é o futebol, que o futebol é apenas a consequência. Existem UMA PORRADA de atitudes e ações que não são feitas e que trariam resultados em todos os setores do clube, entre eles o futebol.

O ano passou, derrotas vieram, mais protestos, episódio ridículo do hino, carta ridícula do presidente, comunicação amadora e uma centena de descasos com a torcida.

O que me fez continuar? A TORCIDA! A cada mensagem recebida a motivação se renovava! A cada mensagem dizendo "vou no jogo por causa de vc", minha motivação se ronovava. Isso foi importante, porque 2019 foi um dos piores anos à frente do Carvoeiro Doente, em que eu tinha que tirar força de vontade além do normal pra continuar. Muitas vezes chorei sozinho, mas no outro dia acordava criando ideia pra esse vício. Se eu fosse desistir com medo de cara feia, já teria desistido com as mensagens de meia dúzia de haters portadores de crise existencial, que insistem em ficar me xingando.

Criciúma Esporte Clube virou time de bairro e vou fazer um artigo pra falar disso.

Eu tentei! Tentei falar, me coloquei à disposição. Mas é difícil fazer cego enxergar!

O clube não atrai sócios, não atrai ajuda, joga contra a torcida, não joga bem e agora está na Série C!

Continuo dizendo que fazem tudo errado... os exemplos no mercado do futebol são vários, basta estudar e entender sobre comportamento humano. Mas...

Um ano calado e os resultados estão aí... a vocês que estão na gestão do clube, VOCÊS FAZEM MAL AO CRICIÚMA ESPORTE CLUBE! E fazem mal pra caral****!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 04/02/2020 - 14:45Atualizado em 04/02/2020 - 17:46

Hoje (04/02) pela manhã, conversei com o presidente da Federação Catarinense de Futebol. O assunto foi o atual problema da arbitragem e também perguntei sobre a atuação do presidente como representante maior do Criciúma Esporte Clube.


Primeiro quero explicar que não quero ser o advogado de ninguém... minha linha de atuação  é sempre analisando todas as partes pra poder me posicionar.

Continuo com a opinião de que os pênaltis foram invertidos e o Criciúma foi prejudicado.

Minha conversa com Rubens Angelotti foi para saber se há ou não a intenção de prejudicar o clube.

Rubinho, como é chamado, é da cidade de Criciúma e deixou claro que jamais nos prejudicaria. Falou que a federação investe em treinamentos aos árbitros e que são três o número de árbitros FIFA da FCF. Na gestão do Delfim tinha apenas um.


Rubinho explicou as marcações e confirmou seu posicionamento de que os pênaltis foram corretos de acordo com as regras.

Também lembrou que outras partidas tiveram erros, que está preocupado sim e que alguns árbitros não apitam os jogos do Criciúma a pedido de Jaime Dal Farra.

Sobre as declarações do presidente após o jogo contra o Juventus, Federação e Rubens Angelotti entrarão com processos de danos. Contra o clube, Rubinho confirmou que não será feito nada, mesmo tendo essa possibilidade por tudo que foi dito.
Perguntei se haviam outras declarações pessoais e ele disse que sim... Pelos áudios que já ouvimos do presidente Jaime Dal Farra para outras pessoas, podemos ter ideia do que aconteceu.

Minha opinião:

Acredito sim na idoneidade de Rubinho.. conheço membros da sua família e colocaria minha mão no fogo.

Mas aos árbitros e outros responsáveis eu esperaria qualquer coisa. Afinal, estamos falando de futebol.

Não podemos esquecer da mensagem do DJ Renatão, que viu membro da arbitragem dizer "vcs vão cair" após o jogo contra o Marcílio.


Federação tem sim que chamar atenção de todos, pois a reclamação é geral!

Agora, uma análise que faço pra tudo: pra mim, tudo é consequência!

Então eu pergunto: como é a relação entre Criciúma Esporte Clube e Federação pra chegar ao ponto em que Jaime Dal Farra xinga todos em um microfone de rádio??

Foi a pergunta que fiz a Rubinho. A resposta é óbvio que a gente já conhece!

Presidente Jaime Dal Farra não aparece em compromissos da federação, manda outras pessoas pra representar o Criciúma e quer que a Federação carregue o clube no colo, ao cúmulo de colocar a culpa na FCF pelo rebaixamento do ano passado.


Nosso presidente não tem pró atividade, não é empreendedor, não se faz presente. 

Se conectar com pessoas é um dos grandes segredos pra aprender e aproveitar as oportunidades. Sou prova disso... Mas o Criciúma Esporte Clube continua na sua bolha e se apequenando cada vez mais.

Continuamos sofrendo uma grande consequência de escolhas da gestão, ao ponto dos árbitros não terem medo de errar contra nós.

Seguimos perdendo, passando vergonha e procurando rabo pra enfiar nossa incompetência!

Reclamar de arbitragem em jogos contra Juventus, Tubarão, Concórdia e Marcílio Dias é coisa de derrotado.

Roberto Lima
Por Roberto Lima 03/02/2020 - 10:13Atualizado em 03/02/2020 - 11:36

Já aviso que me coloco nesse padrão também. Mas alguém tem que colocar o dedo na ferida e escrever aquilo que "não dá like!"

Me incomoda quando a pauta das conversas nos grupos de whatsapp (antes era no bar, te atualiza!) começam a dar muito espaço pra reclamações contra a arbitragem.

Me incomoda ver um incompetente de carteirinha transferindo toda a responsabilidade pra cima de arbitragem.

É aí que eu pergunto: quem é o Criciúma Esporte Clube hoje?

Tô dizendo que não é pra reclamar dos erros? NÃO TÔ! Tem que reclamar sim!

Mas a gente não pode deixar de analisar a fundo! Não podemos deixar de refletir o porquê de estar acontecendo tudo isso com o nosso clube. Devemos refletir também sobre o nosso comportamento.

Vou ser sincero, me incomoda pra caral*** ficar reclamando de erros em jogos contra JUVENTUS, TUBARÃO, MARCÍLIO E CONCÓRDIA!!!!!!! Olhem pra essas babas!! Com todo respeito, mas nós somos o Criciúma Esporte Clube porr**!

Era pra PASSARMOS POR CIMA desses times e hoje não temos poder nem pra fazer um árbitro ter medo de errar contra nós. Os árbitros não tem medo de errar contra o Criciúma, já pensou nisso?

Não posso e nem vou levantar a tese de ser algo premeditado. E se for, também significa que não temos relevância.

Temos um presidente que não tem crédito com ninguém, uma minoria da imprensa baba ovo, que ousa falar no ar "sou amigo pessoal do treinador" e um clube que se transformou em um time de bairro! Enquanto isso, reclamamos da arbitragem.

O Criciúma Esporte Clube não consegue ser maior que um árbitro de Catarinense. Nos tornamos pequenos e medíocres em aceitar isso e cair nessa cortina de fumaça.

Estão errando? Sim!

Devemos cobrar? Sim!

Mas não vamos cair nessa armadilha! Nossa mudança maior continua sendo a estrutural e mental.

Pessoas no clube que não vivem o clube. Ambiente pesado. Processos defasados. Diretores estagiando. Clube fechado. Falta de transparência. Comunicação amadora. 

Respeito não se impõe. Respeito se conquista!

Até o próximo jogo!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 30/01/2020 - 12:01Atualizado em 30/01/2020 - 13:17

Quando soube que a Spieler seria a nova fornecedora de material do Criciúma, fui correndo entrar em contato. Metido? Quase nada...

Fui apenas para conversar. Afinal, numa simples conversa já dá pra identificar quais as intenções e capacidades de uma pessoa/empresa.

Desde o começo me surpreendeu a velocidade do contato e a receptividade. Primeiro pelo setor comercial e depois direto com o Kauê, que é proprietário da empresa. Nas primeiras conversas não houveram trocas de informações das novas camisas. É claro que ele não me passou nada e é claro que eu não fiquei pedindo. Mas como foi uma conversa tranquila, perguntei então se ao ser lançada, se eu poderia visitar a empresa e apresentar o processo de fabricação da nossa camisa que é sagrada pra gente. Para o meu espanto, ele não me respondeu com a frase que mais ouço em Criciúma, que é "depende, tenho que analisar". Kauê me respondeu com um rápido "é claro". Isso já me chamou a atenção.

Na quarta-feira fui à Joinville. Saída às 5hs da manhã, trânsito tranquilo, quatro horas de viagem e eu estava lá. Kauê me recebeu e me apresentou toda a empresa. Baita atenção e baita vontade de querer atender a torcida do Tigre.

Vamos lá... achei a empresa muito organizada e caprichosa. Sou minimalista, analiso desde a posição das máquinas até o estado dos móveis, limpeza etc. Tu acha besteira? Não espere capricho e qualidade no seu produto de quem não tem capricho nem do seu próprio espaço de trabalho.

Spieler gosta de investir em tecnologia. Mais tecnologia significa mais qualidade. Mais qualidade significa satisfação do cliente. Ponto pra Spieler! Exemplo: a máquina de corte das peças são a laser, o que faz com que não tenhamos variações de tamanhos de camisas. Eles possuem máquina de impressão dos "adesivos" que são colocados como detalhes na camisa. Assim podem criar mais, sem ficar engessados em compras de lotes com terceiros.

Outro diferencial que gostei na Spieler: CADA MACACO NO SEU GALHO! Quem negocia contratos é o proprietário, quem vende são os vendedores e quem cria são os designers! Parece básico, mas não é assim pra todos. Isso se chama profissionalismo.

Pra finalizar, o que mais me agradou foi a comunicação. O CEO da empresa é um cara jovem, com pique pra enfrentar as coisas e com a velocidade que a demanda do mercado pede. As coisas são pra ontem, e essa me pareceu a pegada de quem toca a empresa. Também estão dispostos a ouvir muito a torcida, afinal, a marca é nossa (Garra91). Essa preocupação me agradou e muito.

Pra finalizar, gostei de tudo que vi e principalmente do produto final. Os modelos da camisa são discutíveis pois envolve gosto pessoal. Mas a qualidade deve ser a base e isso me agradou. Vejo um excelente caminho entre clube/Spieler/torcida. Tem tudo pra dar certo.

De ruim, só o fato de estarem localizados em Joinville e as nossas camisas estarem encostando nas camisas do JeD. Mas tá tudo certo, a gente deixa eles pegarem um pouco da nossa energia!! rsrsrs

Obrigado Kauê pela recepção e sucesso à essa nova parceria!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 27/01/2020 - 09:26Atualizado em 27/01/2020 - 12:48

Apoiamos sim, pois sabemos muito bem o que é cobrar do presidente de uma instituição, não ter respostas, só piorar, até chegar ao ponto de xingar por NÃO AGUENTAR MAIS!

Nosso presidente tá sentindo na pele a emoção que o torcedor do Criciúma Esporte Clube sente há 5 anos.

E é por fazer essa comparação que realmente não discordo da fala do presidente. Não sei se realmente foram feitas cobranças internas, pois se foram, não surtiram efeito. Se por vias formais não deram resultado, que seja na ignorância mesmo. Presidente Jaime Dal Farra xingou a Federação com as mesmas palavras que as arquibancadas usam e é por isso que nos identificamos.

Por outro lado, existe o profissionalismo que deve ser levado em conta. No mundo sério, os palavrões do dono da GA extrapolam as obrigações que seu cargo representa, como falou João Nassif no seu artigo.

Vai ser punido, mas acredito que árbitros estarão mais ligados em jogos do Criciúma. Se esses erros grotescos não pararem, aí é porque nossa camisa não vale mais nada mesmo!

Agora vamos às reflexões:

Não podemos nos infectar com o complexo de vira-lata, em que tudo que dá errado, a culpa é de terceiros e somos uns coitados.

Só reclama de arbitragem quem não faz gol!

Com todo respeito, não pode jogar se defendendo contra o Juventus!

Teve gente da imprensa rechaçando com veemência as palavras daquela narração do Mastella e hoje estão elogiando as palavras do presidente. "Engraçado" não é?

Uma coisa boa no meio disso tudo é que: o futebol voltou! Amém!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 24/01/2020 - 11:02Atualizado em 24/01/2020 - 12:39

A primeira que vez que me tornei sócio do Criciúma Esporte Clube foi em 2006. Ano de Série C! Toda minha campanha seria baseada nisso, mas nem deu tempo!

O ano começou animado, torcedor querendo voltar a ser sócio, direção de futebol contratando jogadores querendo crescer na carreira e até o time vencendo na estreia.

Tentei começar diferente também. Menos críticas, já que a Série C deixou de ser uma ameaça e é nela que estamos de fato.

Criei um clima bacana nas redes sociais afim de não deixar o clube de lado. Precisamos disso!

Tento desde ano passado trabalhar com plano de sócios. Com 23mil seguidores acredito que posso ajudar na captação de novos e na manutenção de quem já é sócio. Mas não consigo autorização, afinal, eu quero o mal do clube.

Na reunião que fui chamado para participar da escolha dos novos uniformes, pedi ao atual diretor de marketing Julio Remor a autorização para trabalhar em cima do plano das torcidas organizadas, no caso a Os Tigres. Fui autorizado, mas como já estava em fim de temporada e o clima era outro, não anunciei os planos.

Em 12/12/2019 novamente entrei em contato com o marketing do clube para participar do planejamento de 2020. Hoje é dia 24/01/2020 e nada de resposta!

Marketing é 'time' (taime) e eu não posso esperar algo que leva UM dia para ser decidido. Conversei com a Os Tigre e firmamos parceria para captação de novos sócios para a torcida. Ajuda a torcida e ajuda o clube.

Passei a madrugada produzindo todos os materiais. Deixei tudo pronto. Pois sabia que dúvidas surgiriam e as respostas já deveriam estar prontas.

 

De manhã, dia 22/01/2020, fiz o lançamento e em poucas horas começaram os cadastros. Infelizmente vieram também os problemas! No debate esportivo da Rádio Eldorado começaram a bater no lançamento. Gargalhadas irônicas e julgamentos rolaram solto. Me chamaram pra falar sobre? Pediram meu esclarecimento? O que você acha?

Peguei meu carro e fui direto à rádio cobrar meu direito de resposta! Não fui autorizado a falar no ar, mas aguardei para conversar com o âncora Renato Semenssatti. Muita informação esclarecida e com isso, meu direito de resposta no dia seguinte.
Foi o que aconteceu. Leram minha resposta na íntegra e com isso os discursos mudaram um pouco. O tom que era "aqui ninguém vai ser ouvido" mudou! De qulquer forma, agradeci o Semenssati por cumprir o acordado.

Dia 23/01/2020 o bloqueio foi confirmado. Segue o plano com as torcidas, mas não mais comigo. Se posso trabalhar com a captação direta ao clube? Difícil!

Segue o baile!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 18/01/2020 - 09:32Atualizado em 20/01/2020 - 07:48

Ontem, sexta-feira, foram anunciadas as novas camisas do Criciúma Esporte Clube com a marca própria Garra91.

Garra em alusão ao nosso mascote Tigre e 91 da conquista da Copa do Brasil.

A proposta é fortalecer a marca do próprio clube, terminar com as constantes falhas no fornecimento e pricipalmente: aumentar a receita com a venda de produtos.

Pra que haja vendas consideráveis em camisas oficiais e produtos oficiais, obrigatoriamente deve haver também o trabalho de gestão da comercialização. O que seria essa gestão?

Seria:

- análise de mercado;

- captação de fornecedores;

- quem são os clientes consumidores;

- o que querem os clientes consumidores;

- quais produtos oferecer;

- produção de qualidade;

- controle de qualidade;

- e por fim: marketing e campanhas de vendas.

Pra que isso tudo gire de fato, precisa de alguém que entenda e de mão de obra.

É aí que entra o profissionalismo da Spieler! A empresa vai assumir a gestão da loja e traz todo seu know-how em produção e administração da comercialização de ítens de clubes de futebol. Quantidade de materiais à venda e qualidade tendem a melhorar muito.

Segundo a própria Spieler, quem tomou a iniciativa foi a própria Spieler devido à sua constante análise de mercado, tendo assim, conhecimento do término de contrato com a Embratex. (isso é gestão)

As camisas são BEM diferentes. Com mais detalhes em tecido e aplicações. Gostei demais da número 2, tá linda!

Seja bem-vinda Spieler e Garra91, que agora é a nossa marca! Que lancem logo pra gente gastar um pouquinho mais com esse clube que a gente não consegue abandonar!!!!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 14/01/2020 - 11:51Atualizado em 14/01/2020 - 11:51

Mais uma vez a comunicação do Criciúma Esporte Clube deixa seus sócios sem saber o que fazer!

Uma das mensalidades mais caras do Brasil não suporta uma Série C. Se quisermos ver mais de 3mil pessoas no Heriberto Hulse, a diretoria tem que se mexer e rápido!

Não tem como bancar promoções de ingressos com os sócios pagando R$90,00. É necessário uma reformulação profunda, pra que haja possibilidade de atrair novos sócios e torcida ao estádio.

Sem contar aqueles que não suportam mais pagar os caros R$90,00.

A promessa de revisão foi feita, mas para quanto ou para quando? Ninguém sabe!

Campeonato Catarinense tá aí, batendo na porta!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 06/01/2020 - 20:10Atualizado em 06/01/2020 - 20:11

A terra do carvão tá fazendo 140 anos! Parabéns Criciúma!

Vou aproveitar pra contar uma história que deixei guardada durante os 7 anos de Carvoeiro Doente.

Em todo esse tempo eu morei em Florianópolis, justamente na terra do inimigo. Mas calma, não sou manezinho não.

Tá, nasci em Florianópolis sim... mas foi acidente de percurso. Toda minha família é daqui (região de Criciúma) e com apenas 3 anos já estava de volta à cidade. Morei 11 anos em Criciúma. Em 2000 me mudei com a família para Curitiba e a distância da cidade do carvão fez a ficha cair. Qual ficha? A ficha de que a nossa cidade, aquela que a gente cresce, sempre vai ser a melhor cidade do mundo.

Saudade de coisas simples começaram a surgir. Saudade do colégio Michel que estudei desde moleque, do Mampituba, do calçadão do centro, da Avenida Centenário, do xis salada do Jorginho e principalmente dele, do Estádio Heriberto Hulse! Esse mata!

Não poder assistir um jogo do Criciúma te mata aos poucos! A angústia de perder um jogo importante é terrível e dolorosa!

Mas sabe o que é pior? O pior mesmo é saber que tu NÃO VALORIZOU quando estava tudo ali pertinho, do teu lado.

Esse é o grande ponto que eu gostaria de chegar. A gente não valoriza quando tá na mão. Muitos até desdenham. Me desculpa, desdenhar de Criciúma é desdenhar de si mesmo!

No centro disso tudo existe um clube de futebol que simplifica todo esse sentimento e que leva o próprio nome da cidade: o Criciúma Esporte Clube

Após morar um ano em Curitiba, mudei novamente com a família pra Floripa. Que alívio! Afinal, estava menos longe. Mesmo assim, estar menos longe não é estar, de fato!

O Carvoeiro Doente foi uma das formas que encontrei de estar em Criciúma, de ter contato com as pessoas de Criciúma, de matar a saudade!

Crescer em cidades maiores me ajudou a não ter vícios de cidade pequena e me ajudou a ter um respeito e carinho que muitas vezes só nos damos conta quando saímos da nossa casa!

Fiz uma pesquisa e quase 80% não sabiam dessa história. Acho que disfarcei bem!

Mas agora voltei, 14 anos depois, 100% presente e não preciso mais torrar todo meu dinheiro em gasolina! rsrs

Valorize a nossa cidade. É a nossa história, é a sua história. Honrar isso é sinal de respeito e maturidade.

Parabéns Criciúma! A melhor cidade do mundo e nela tem clube!

*quem me chamar de manezinho vai ser bloqueado rsrs

 

Roberto Lima
Por Roberto Lima 30/12/2019 - 18:48Atualizado em 30/12/2019 - 19:42

Assista o vídeo do Rogério Ceni e meu texto logo em seguida:

 

 

Se 2020 será de exemplos, não podemos jamais deixar de comentar os exemplos a não serem seguidos!

Enquanto vemos clubes se destacando após implementarem gestão profissional, temos também, um grande clube amargando sua primeira queda para a segunda divisão.

Rogério Ceni está falando do Cruzeiro, rebaixado para a Série B de 2020. Parece coincidência com a atual fase do Criciúma Esporte Clube? Não é coincidência, muito menos AZAR, é consequência!

Como um time campeão da Copa do Brasil em 2017 e 2018 consegue ser rebaixado em 2019?

Resposta: GESTÃO!

Seguidos problemas na gestão do clube influenciaram diretamente no rendimento dentro de campo. E os jogadores são basicamente os mesmos...

- Apostas em medalhões e veteranos;

- Rotatividade de técnicos;

- Jogadores com pouca ambição;

- Empresários envolvidos diretamente no clube;

- Negociação de jogadores jovens visando retorno rápido etc.

Alguma coisa semelhante com o Criciúma?? Muito, não é?

 

Que a pessoa à frente do clube realmente tome atitudes diferentes. Se queremos um 2020 diferente, precisamos de ações diferentes.

Os exemplos estão no mercado, pra todos enxergarem. Basta aplicar!

 

O próprio Cruzeiro já está dando exemplos do que fazer. Mudou corpo diretivo e pediu publicamente PERDÃO à sua torcida, enquanto o marketing do Criciúma fez um vídeo de agradecimento. Não agradeça, se ajoelhe e peça desculpas à torcida. Mas pra isso acontecer dependeria de humildade, o que é difícil! 

O Cruzeiro vai presentear com as novas camisas, os 185 sócios mais ASSÍDUOS, enquanto o Criciúma presenteou 50 aleatórios (que também merecem, por que não?).

 

Que 2020 seja de alegrias! Será que vai?

 

Roberto Lima
Por Roberto Lima 25/12/2019 - 21:01Atualizado em 26/12/2019 - 10:28

Vou ser sincero: de polêmico nesse texto, só o título.

Passei um dos dias mais agradáveis desde a minha volta à Criciúma e é disso que vou falar aqui.

Uma partida de futebol entre diretoria e torcida, um churrasco no almoço e uma carreata pelo Caravaggio distribuindo balas, cestas básicas e alegria!

O que fui fazer no Caravaggio FC?

Resposta: Entender e aprender como gerar engajamento da sua comunidade.

Se no Criciúma Esporte Clube esse movimento é o inverso, então precisamos aprender o que fazer pra que a cidade do carvão volte a abraçar o seu clube de futebol.

Caravaggio é um distrito de Nova Veneza e tem um clube de futebol que o representa. Pra melhorar, o clube é administrado por torcedores que levam a gestão a sério e com organização.

A transparência e aproximação entre diretoria/torcida levam a torcida pra perto, fomentando a captação de sócios e apoio de empresas da região. Com boa receita, jogadores de qualidade são contratados e os títulos se tornam consequência!

Dos últimos 25 campeonatos da Larm, o Caravaggio esteve em 16 finais, sendo incomodado apenas pelo seu principal rival: o Metropolitano

Conversei com o presidente da torcida Organizada da Miséria, o Gabriel Fenali e com a conselheira Cristiani Preis Amboni. Falamos sobre esse sentimento pelo Caravaggio Futebol Clube!

Assiste aí:

Agradecimento especial ao Caravaggio pela recepção, aos torcedores que me receberam bem e à Adriana Ronchi que fez todo o movimento pra minha ida em Nova Veneza!

Muito Obrigado!

Roberto Lima
Por Roberto Lima 17/12/2019 - 12:00Atualizado em 17/12/2019 - 13:21

A desculpa dos envolvidos no clube para ignorar as opiniões do Carvoeiro Doente são as de que as críticas emitidas não são construtivas.

Como dizer que a "briga" é pessoal diante de números e resultados expressamente negativos?

Pois eu, Roberto Lima, administrador do perfil Carvoeiro Doente, informo que 2020 será diferente! O próximo ano será de números e exemplos. Afinal, tudo que eu falo é baseado em estudo e não em opinião.

E pra começar, o principal tema a ser abordado: comunicação do Criciúma Esporte Clube!

Por que? Porque pra mim, comunicação é a base de tudo. Eu sou a prova disso e é o que a torcida tanto reclama!

---

Estamos na era de streamings e redes sociais. A mudança do físico pro digital, do computador para o celular. Tudo isso é relevante e leva a um só objetivo: engajamento!

Não são meus 23mil seguidores que me trouxeram até o portal 4oito. Foi meu engajamento! Foi minha campanha #10milépouco, #chimbanoHH, invasão em Tubarão etc etc etc!

Não há comunicador sem público, rádio sem ouvinte, colunista sem leitor, TV sem expectador, futebol sem torcida.

Nisso, a internet é maravilhosa! Porque ela entrega NÚMEROS! E são os números que nos direcionam e validam qualquer ação proposta!

VAMOS LÁ...

O Criciúma Esporte Clube sofre uma crise de identidade há 4 anos. Afasta torcedor, cria barreiras, desrespeita sua torcida e isso tudo resulta em: menos sócios, menos bilheteria, menos consumo, ambiente ruim e resultados negativos dentro de campo.

Se alguém escutou a coletiva do presidente pode até pensar que o clube subiu pra Série A, mas não, caímos pra terceira divisão mesmo.

Pergunta 1: e como deveria ter sido? O que deveria ter sido feito?

Resposta 1: aproximação da torcida e sociedade.

Pergunta 2: como fazer essa aproximação?

Resposta 2: através da maneira mais fácil e eficiente, ATUALMENTE, de conversar com seu público: as redes sociais! Simples!

Informação!

A Socialbakers, empresa de análise e desempenho de marketing digital, realizou um estudo sobre as tendências para as mídias sociais em 2019, fornecendo informações detalhadas sobre engajamento e publicidade, além de temas emergentes que devem entrar em pauta no próximo ano. 

"O Instagram está se tornando a plataforma de mídia social número um quando se trata de engajamento de marcas. Quando olhamos para o engajamento em um nível absoluto, o Instagram tem um alcance maior por marcas do que o Facebook, apesar de ter um tamanho de público significativamente menor. Como resultado, vemos as empresas migrando seus investimentos para o Instagram", explica Alexandra Avelar, Country Manager da Socialbakers.

-

Atualmente o Criciúma é o QUARTO colocado em números no instagram:

1º Chapecoense: 1,3 milhão de seguidores

2º Avaí: 111mil seguidores

3º Figueirense: 110mil seguidores

4º Criciúma: 55mil seguidores

Sim... temos METADE do Figueirense e a diferença aumenta a cada mês. Fonte: SocialBlade

 

Onde a TV Tigre entra nisso?

É que foi feito grande esforço para se colocar em prática uma série de programações no canal do Youtube (TV Tigre) em que o acompanhamento é extremamente baixo e um resultado nulo. Já que os números de expectadores não é suficiente para os principais propósitos do clube: público no estádio e sócios torcedores.

Foram 50 vídeos do programa "Resenha do Tigre" e 16 vídeos "Pré jogo" com média de 530 visualizações em ambos, e taxa de 15 a 70 expectadores ao vivo. Não se enche o HH com 70 pessoas!

Os profissionais responsáveis são bons no que fazem mas a programação não é a que agrada o público da internet e futebol!

Em pesquisa no Carvoeiro Doente: 

:: Pessoas que assistem toda a Resenha do Tigre: 58

:: Pessoas que NÃO assistem toda a Resenha do Tigre: 724 

:: Pessoas que sabem da existência da Resenha do Tigre: 395

:: Pessoas que NÃO sabem da existência da Resenha do Tigre: 463

*pesquisa no @carvoeirodoente com 782 pessoas em 24hs

Os exemplos de sucesso são inúmeros. Em todos a linguagem jovem prevalece, o tempo não passa de 30 minutos e as propagandas não interrompem a sequência do conteúdo. Bem diferente do que acontece hoje nas 'lives' da TV Tigre.

"Mas então quer dizer que as Lives do Tigre devem parar?" Minha resposta é: Não

QUAL O OBJETIVO DO ARTIGO ENTÃO?

É mostrar que o que realmente traz resultado não é feito! Foca-se no que não traz e não trará resultado! Nesse momento que escrevo, apenas 200 pessoas acompanharam a festa no restaurante Família Rosso. Outras 55mil que estão no Instagram nem souberam do evento, pois não foi feita a cobertura pelo perfil oficial do clube!

Vídeos de coletivas de imprensa não tem!

Vídeos de bastidores do dia a dia no clube não tem!

Vídeos com histórias de torcedores não tem!

Vídeos de bate papo com atletas não tem!

Fotos profissionais diárias do clube não tem!

Matérias com a molecada da base não tem!

Matérias apresentando o time feminino não tem!

Ações com o mascote do clube não tem!

Fora outras inúmeras alternativas que não são exploradas.

Um simples vídeo meu respondendo às perguntas no intagram do Carvoeiro Doente gerou:

Alcance de 7.497 pessoas com 3.431 visualizações! Imagina no perfil oficial do clube com o dobro de seguidores?!

-

Resumindo:

O departamento de comunicação peca em terceirizar ações importantes de marketing que não geram resultado/engajamento.

Não é necessário parar com a TV Tigre no Youtube... mas se realmente quiser alcançar sua torcida de verdade, vai ter que interligar todas as suas principais mídias de comunicação: facebook, youtube e principalmente INSTAGRAM!

Público é número! Se não há público, não há sentido!

-

Obrigado por ler até aqui... deixe sua opinião!

Em breve tem mais!

 

« 1 2