Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Deu no New York Times!

Arthur Lessa
Por Arthur Lessa 13/03/2018 - 15:38Atualizado em 13/03/2018 - 16:30

Circulou o mundo a entrevista exclusiva do ministro Henrique Meirelles para o Programa Adelor Lessa, da rádio Som Maior FM.

Foram mais de 15 minutos de conversa ao vivo nos quais o comandante da Fazenda Nacional tratou de crise, crescimento econômico atual e futuro, Santa Catarina e, como não poderia deixar de ser, sua candidatura à Presidência nas eleições deste ano.

Desde a entrevista com o ex-presidente Lula, em julho de 2017,  uma entrevista na Som Maior não dava tanta repercussão. E, dessa vez, o que foi falado no 100,7 Mhz sul catarinense chegou ao centro financeiro do mundo: Nova Iorque. Ou melhor, como diria Jorge Ben, deu no New York Times.

Bom momento

  

Além de dezenas de veículos de abrangência nacional, a entrevista foi destaque no site do jornal norte-americano The New York Times, que pegou como gancho o momento em que Meirelles afirma que “está estudando a proposta de concorrer à Presidência em outubro e sua pesquisa está mostrando que o momento é propício para que ele entre na disputa”.

O mesmo viés foi tomado por veículos nacionais, como o site do jornal Valor, referência na área de economia, que, além de reforçar a importância das pesquisas para a decisão do dia 7 de abril, abordou também o posicionamento político do economista, ao transcrever a parte da entrevista em que o Ministro afirma que "existe um espaço muito grande, o espaço do centro. A grande maioria da população brasileira está nesse centro, não é parte dos extremos, e está esperando um candidato que incorpore essa visão de reformas, de modernização da economia”.

A análise otimista de Meirelles do cenário para as eleições também foi o gancho do site Gazeta Online, que destacou a defesa de Meirelles à manutenção do esforço de ajuste fiscal, já que, segundo ele, “foi a questão fiscal que gerou essa instabilidade na economia”.

A entrevista de hoje foi destaque também na agência de notícias Reuters, que teve seu material reproduzido com destaque em portais como UOL Economia, Terra, Bol,  e Extra.  

Efeito Temer

Outro ponto bastante destacado pelos veículos foi a confiança do ministro de que as altas taxas de rejeição do presidente Michel Temer não prejudicariam uma possível candidatura sua. O Jornal do Brasil, por exemplo, destacou o momento em que Meirelles afirma que "a economia vai muito bem e a população vai entender isso. A população vai entender quem é o responsável pela melhora da economia".

A mesma linha foi seguida no site da revista Istoé, que ressaltou que a liderança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) nas pesquisas eleitorais, outro fator que poderia dificultar a candidatura, não preocupam Meirelles, que entende que ainda assim haveria espaço para a sua candidatura.

O outro lado

Mas nem só de positivismo se trata a repercussão da entrevista. O site Brasil 247, por exemplo, afirmou que “desconectado da realidade e à frente de uma economia com desempenho medíocre e desemprego recorde, o ministro Henrique Meirelles diz que os dados reforçam sua candidatura presidencial”.

4oito

Deixe seu comentário