Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Deputada criciumense quer a distribuição de absorvente às mulheres de todo país

Confira ainda: Paulo Baier no Tigre e atentado em Saudades
Ney Lopes
Por Ney Lopes 05/05/2021 - 07:47Atualizado em 05/05/2021 - 07:48

Atender às necessidades básicas das mulheres carentes. Foi com este objetivo que a deputada federal criciumense Geovania de Sá  protocolou um Projeto de Lei na Câmara Federal para que a direção do Sistema Único de Saúde conceda incentivos financeiros para que sejam dispensados, gratuitamente, absorventes higiênicos, preferencialmente nas unidades básicas de saúde.  

A deputada faz questão de justificar a proposta. Ela lembra que, mensalmente, milhões de mulheres menstruam no país. Mas, nem todas conseguem adquirir os itens básicos de higiene sem prejudicar as outras necessidades de sobrevivência. “Não exageramos quando dizemos que, para um percentual elevado da população, comprar absorventes pode significar abrir mão de alimentar a sua família”, lamenta. De acordo com a deputada, muitas mulheres recorram a métodos inseguros, como trapos, papel higiênico, folha de jornal e sacolas plásticas. “O que afeta a confiança feminina, as expõem não somente a infecções, mas a um quadro de ansiedade constante, por medo da exposição”, exemplifica.

Ale Zapelini no último fim de semana do sol de maio

COMO esse blog noticiou ontem que o presidente Anselmo Freitas passou as últimas 48hs consultando e ouvindo torcedores, empresários mais chegados que dão suporte financeiro ao clube e pessoas próximas ligadas ao futebol para decidir a contratação de Paulo Baier. Mesmo com receio de algumas taquaradas de uma parte da implacável mídia esportiva que pode vir, bateu o martelo e trouxe o glorioso Baier para comandar o glorioso Tigre na Copa do Brasil e na série C.

O Brasil em choque pergunta: o que leva um ser humano a cometer uma atrocidade e matar de forma violenta cinco pessoas, e pior, entre elas três anjos de menos de 2 anos de idade?

SANTA Catarina registrou ontem mais uma centena de mortes por Covid-19 e ainda tem gente com mais de sessenta anos que se nega a tomar a vacina. Até ontem ainda restavam mais de 500 doses de vacina em Criciúma para a faixa dos sessenta anos.

4oito

Deixe seu comentário