Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Noite feliz

João Nassif
Por João Nassif 25/01/2018 - 10:00

Pode parecer paradoxal, mas o resultado do jogo Criciúma e Chapecoense tem que ser comemorado por todos no Heriberto Hülse e pela torcida do Tigre.

Se empatar em casa nunca é bom o jogo deixou boas perspectivas para o futuro, além do adversário ter sido a poderosa Chapecoense favorita ao título e hoje o grande time de Santa Catarina.

O técnico Lisca promoveu a entrada de quatro garotos puxados da base e todos se comportaram como gente grande, não sentiram a pressão que seria natural pela experiência e pelo adversário e mostraram potencial para evolução e até mesmo para a titularidade.

O volante Jean Mangabeira que foi o melhor da partida. Christian, zagueiro, foi colocado na lateral direita. Caio na segunda linha pela direita foi o mais discreto, mas nada que não permita continuidade e finalmente o lateral Chico que já havia jogado no domingo. 

Jean Mangabeira (Foto: Difusora AM910)

São ativos do clube que devem ter feito o presidente Jaime Dal Farra comemorar bastante a possibilidade de buscar reforço de caixa num futuro não muito distante.

O presidente tem que encontrar uma forma de fazer o Criciúma viver com suas próprias pernas e não ficar implorando ajuda de empresários para fazer um time competitivo e viabilizar um possível título estadual e um eventual acesso no final da temporada.

Com esta garotada que está no clube e com o comando do técnico Lisca o Criciúma pode montar um time forte que deverá trazer os torcedores de volta ao estádio.

Time de qualidade representa mais sócios e assim mais receita. Se abrir mais o cofre para potencializar o orçamento trará mais qualidade ao plantel e o retorno será inevitável.

E tem mais, que os departamentos comercial e marketing trabalhem com mais eficiência. É assim que funciona.    
 

4oito

Deixe seu comentário