Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

O frio do inverno que se aproxima, parte 2

Henrique Packter
Por Henrique Packter 30/05/2020 - 12:20Atualizado em 02/06/2020 - 17:02

12. Passar álcool na pele dá sensação passageira de frio
Colocando álcool sobre a pele, o calor da área é absorvido, ocorrendo vaporização (passagem do estado líquido para o gasoso). Como temos a saída de calor da área em contato com o álcool, sentimos frescor no local.

13. Tomar bebida alcoólica em dias frios produz sensação de aquecimento do corpo
O álcool é uma substância que promove a vasodilatação de artérias e arteríolas, fazendo com que o sangue flua com mais velocidade pelo corpo, mas ocasiona sensação de calor interno em virtude do aumento do diâmetro dos vasos. Esse calor promove sensação de aquecimento. 3818

14. A água do radiador não congela em dias frios
Essa água não congela porque é misturada a uma substância (como o etilenoglicol) não volátil (que não vaporiza com facilidade), que diminui consideravelmente o ponto de congelamento da água.

15. Em dias frios, sentimos mais dor
A baixa pressão que ocorre no tempo frio causa diminuição da produção de cortisona e adrenalina, hormônios que atuam no controle da dor. Também, as terminações nervosas ficam alteradas com mudanças de pressão, aumentando a percepção de dor. A baixa temperatura pode também estar relacionada com a contração de músculos que ficam próximos a nervos e articulações, aumentando a dor.

16. Tremores – São contração da musculatura de maneira involuntária independentemente da nossa vontade. Essa contração involuntária produz calor.

17. Piloereção (ereção dos pelos) – Os animais apresentam a capacidade de eriçar seus pelos em dias frios, de modo a evitar a perda de calor. Ao eriçar os pelos, cria-se uma camada de ar morno próximo à pele, garantindo a manutenção da temperatura corporal. Nos humanos, também se observa esse mecanismo (arrepio), porém a eficiência é limitada, pois nosso corpo apresenta poucos pelos.

18. Alterações na circulação sanguínea – No frio, as terminações nervosas presentes na pele são capazes de captar a queda de temperatura e garantir mudanças nos vasos capilares. Observa-se na pele a vasoconstrição, isto é, a diminuição do calibre do vaso sanguíneo. Ao diminuir o calibre, ocorre menos perda de calor pelo corpo. Em temperaturas elevadas, observamos o inverso: os vasos ficam dilatados para garantir uma maior perda de calor.

19.Termogênese sem tremores – No frio, as mitocôndrias aumentam sua atividade metabólica de modo a produzir calor em vez de ATP, um processo chamado de termogênese sem tremores. As mitocôndrias são organelas celulares relacionadas com o processo de respiração celular. São muitas vezes referidas como casas de força  das células, pois, por meio do processo de respiração celular, grande quantidade de ATP é gerada. (Adenosine TriPhosphate). Essa molécula constitui a principal forma de energia química, uma vez que ao sofrer o processo de hidrólise (cisão por ação da água), essa molécula libera grande quantidade de energia livre.

20.Destruição da gordura marrom – A gordura marrom é grande e importante fonte de calor. Em humanos é encontrada em maior quantidade em crianças. Nos adultos, é encontrada em menor quantidade, sendo responsável por uma produção de calor inferior quando comparada à das crianças.

4oito

Deixe seu comentário