Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Via Rápida: de lixo na margem a lama na pista

Denis Luciano
Por Denis Luciano 08/09/2020 - 18:11Atualizado em 08/09/2020 - 18:22

A terça-feira, 8, começou com um contratempo para os usuários da Via Rápida: o deslizamento que deixou o trânsito em meia pista no sentido Criciúma/BR-101, nas proximidades do acesso ao Santuário do Sagrado Coração Misericordioso de Jesus.

O trecho com o deslizamento foi limpo nesta tarde / Fotos: Luana Mazzuchello / 4oito

Era muito barro na pista. Eis que uma equipe a serviço da Secretaria de Estado da Infraestrutura foi ao local e efetuou a limpeza. Ou melhor, a remoção da lama. Ainda há sujeira por ali a exigir atenção redobrada dos condutores. E há visíveis riscos de novos deslizamentos na encosta, que ficou exposta e visível. Quem passou por ali nesse fim de tarde ficou com a impressão de que novos deslizamentos poderão ocorrer.

E quem passa pela Via Rápida pode anotar outra conclusão preocupante: a quantidade de lixo no entorno. As fotos comprovam. São garrafas, copos, papeis, plásticos, sujeira de toda a ordem.

Lixo na Via Rápida hoje

Cabe lembrar que a Via Rápida, estadualizada recentemente, é uma rodovia com nem três anos completos mas que já é vítima de burocracia. A Celesc prometeu iluminar, o tempo passou, a promessa ficou no ar e até agora, nada.

A Via Rápida requer cuidados. Providências são urgentes. Abaixo, mais fotos do lixo nas margens da rodovia:

 

4oito

Deixe seu comentário