Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

O "Obs" da polêmica entre conselheiros do Tigre

Item do edital que exclui inadimplentes da próxima reunião estaria contrariando o Estatuto do Criciúma
Denis Luciano
Por Denis Luciano 27/11/2019 - 17:52Atualizado em 27/11/2019 - 17:57

O edital publicado nesta quarta-feira, 27, convocando os conselheiros para reunião do Conselho Deliberativo do Criciúma no próximo dia 10, tem causado repercussão nas últimas horas. É que na nota, logo após a relação de itens que estarão em pauta, consta uma observação no mínimo curiosa e pouco comum em documentos do gênero. O edital cita que "só terão acesso à reunião os conselheiros adimplentes". Ou seja, conselheiro que não estiver em dia com suas obrigações de sócio patrimonial - uma das condições para ocupar assento no Conselho - não terá direito a participar do encontro.

Acontece que alguns conselheiros estão chamando a atenção para a contrariedade entre esse dispositivo do edital e o que consta do Estatuto do Criciúma. Em postagem na sua rede social, o conselheiro Guilherme Búrigo publicou que "Essa "Obs" vai contra o estatuto, que prevê que as reuniões serão abertas (artigo 72). E duvido que o orçamento já esteja à disposição dos conselheiros na secretaria do clube (artigo 69)".

Carlos Alamini, presidente do Conselho do Criciúma / Arquivo / 4oito

Ou seja, de uma tacada só o conselheiro mencionou, na verdade, duas irregularidades na conduta do presidente do Conselho, Carlos Henrique Alamini, que é quem assina o edital. Ele "enxertou" uma observação (Obs) no edital mencionando reuniões fechadas, quando elas devem ser abertas, e também indagou sobre a falta de um orçamento ao dispor dos conselheiros para análise antecipada.

Em uma das respostas da postagem, o conselheiro Luciano Fernandes foi buscar o artigo 72 do Estatuto, o mesmo que prevê que as reuniões sejam abertas. Confira abaixo:

Ainda não se tem ideia do que efetivamente será apresentado em termos de futebol do Criciúma para 2020 nessa reunião do dia 10, a primeira após a confirmação do rebaixamento do Tigre à Série C do Campeonato Brasileiro. Se terá uma ideia mais aproximada do que vem por aí na sexta-feira, após o jogo contra o Oeste, em Barueri, na última rodada da Série B. É que o presidente Jaime Dal Farra estará na Arena Barueri e deverá quebrar um longo silêncio, se manifestando oficialmente sobre a campanha, o descenso e o futuro tricolor. A Rádio Som Maior estará com sua equipe em Barueri conferindo.

Confira tambémO Tigre de 2020 na pauta do Conselho

Em uma entrevista à Rádio Som Maior no fim de setembro - quando o rebaixamento já era uma ameaça, mas longe de estar consumado -, o presidente do Conselho fez declarações curiosas. Disse que o Criciúma estava tratando da busca de um investidor e comentou que julgava o presidente Jaime Dal Farra "um azarado" pelo que vinha acontecendo com o time dentro de campo. Ele revelou, ainda, que um grupo de trabalho vinha atuando na revisão do contrato com a GA e na busca de modelos para a parceria futura a ser estabelecida, após vencida a atual que vigorará até março de 2022.

Confira também - Tigre espera um investidor em outubro, revela dirigente

4oito

Deixe seu comentário