Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

De novo, a necessidade por uma ciclovia na Centenário

Denis Luciano
Por Denis Luciano 23/06/2020 - 19:28Atualizado em 23/06/2020 - 19:35

No começo de março, o 4oito referiu o resgate de um projeto de quase uma década para dotar a Avenida Centenário de uma ciclovia. E toda a vez que acontece algum acidente com ciclista na principal avenida de Criciúma, a discussão volta à tona. Assim está sendo agora também, após o atropelamento com morte de um menino de 13 anos por um amarelinho na avenida.

Na verdade, o ano de 2020 começou com esse debate na cidade. Proposto por um grupo de ciclistas, cerca de mil deles pedalaram do Parque das Nações até o Balneário Rincão na manhã de 19 de janeiro, um domingo. Na pauta deles, a demonstração de quantos são os ciclistas e da importância para o trânsito e a saúde de fomentar espaços adequados. Um segundo passeio, daí pela avenida mesmo, estava programado para 22 de março, mas veio a pandemia de Covid-19 e os planos ficaram para depois.

Mas o projeto aí está. É de autoria do arquiteto Giuliano Colossi, do setor de planejamento da prefeitura. Foi formulado em 2012, prevendo 11 quilômetros de extensão, desde o encontro da Via Rápida com a Centenário, na altura do Bairro Cristo Redentor, até o Pinheirinho. No caminho, inúmeros desafios, como semáforos, cruzamentos movimentados, descontinuidades e o canteiro da avenida, hoje povoado por coqueiros, inúmeros, centenas deles.

Algumas reuniões entre ciclistas, o arquiteto e um pessoal técnico da Unesc já foram realizadas para discutir adequações ao projeto. Ele custa pelo menos R$ 5 milhões, e a intenção é buscar emendas de deputados federais para viabilizar o investimento. O projeto do arquiteto prevê duas faixas de ciclovia, cada uma com 1,25 metro de largura. 

Está na previsão do projeto original, ainda, um item que teria sido fundamental para evitar a grave ocorrência desta terça-feira na Centenário: na extensão da ciclovia, haverá um muro de contenção, em concreto, separando a pista das bicicletas da faixa dos ônibus.

Clique aqui e confira nossa matéria de março na qual detalhamos o projeto do arquiteto Giuliano Colossi.

4oito

Deixe seu comentário