Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Caçamba no buraco: prefeitura emite nota

Assim foi na véspera com o caso do poste, assim foi agora com ocorrência no Morro Estevão. E também com o Estado sobre a Serra do Rio do Rastro
Denis Luciano
Por Denis Luciano 09/01/2020 - 18:08Atualizado em 09/01/2020 - 18:12

Foi notícia na tarde desta quinta-feira, 9, no 4oito, a situação da Rodovia João Cirimbelli, que tem cerca de dois quilômetros entre Morro Estevão e Sangão. Nessa estrada, esburacada e empoeirada, uma caçamba da prefeitura caiu em um buraco, fazendo reforçar a preocupação com um trecho que expõe e muito seus moradores.

Procurada para se manifestar a respeito, a prefeitura de Criciúma emitiu uma nota, cujo conteúdo foi repassado pela Secretaria de Infraestrutura à Diretoria de Comunicação. Confira:

A Prefeitura de Criciúma esclarece que os problemas que ocasionaram o acidente com um veículo do município, na Rodovia João Cirimbelli, em Morro Estevão, serão resolvidos o mais breve possível.  Salienta ainda que a manutenção da via já está prevista no cronograma da Secretaria de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana.

Na véspera, nesta quarta, já havia sido por nota o comunicado do município sobre o caso do poste debaixo de uma das goleiras de uma das quadras do Parque Centenário Altair Guidi. O problema já foi resolvido.

E na onda das notas, foi assim que a Secretaria de Estado da Infraestrutura se comunicou nesta quinta sobre a Serra do Rio do Rastro. Ocorre que mais um deslizamento de pedras foi registrado por lá, e fica no ar a preocupação sobre a manutenção das encostas, que estão por passar por obras de contenção. Diz a nota do Estado:

A obra de contenção dos 25 pontos críticos na Serra do Rio do Rastro é um Regime Diferenciado de Contratação Integrado (RDCI), a empresa vencedora da licitação é responsável por executar tanto o projeto quanto a obra. A previsão da Secretaria de Estado da infraestrutura e Mobilidade (SIE) é que a ordem de serviço para elaboração do projeto seja assinada ainda na primeira quinzena de janeiro.

E vamos de nota em nota para informar nossos ouvintes e leitores a respeito de respostas que, em outros tempos, vinham na ponta da língua dos gestores. É uma frieza burocrática que, infelizmente, distancia o poder público de seu grande patrão, o povo.

4oito

Deixe seu comentário