Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Ilusões excitantes / Verdades desagradáveis

Arthur Lessa
Por Arthur Lessa 09/03/2021 - 16:40Atualizado em 09/03/2021 - 16:40

No último fim de semana estávamos, minha esposa e eu, conversando sobre dinheiro, reservas de fim de ano e afins. Como ela é autônoma, sem salário fixo, tal planejamento é ainda mais importante para curtir as férias sem preocupações. No meio dessa conversa, a minha filha de 6 anos tira da cartola uma solução mágica:

- Pai, eu sei como conseguir mais dinheiro! Tem um joguinho que você aperta, espera subir uma barrinha e aperta de novo. E pronto! Você ganha dinheiro.

Quando perguntei de onde ela tinha tirado essa ideia, ela respondeu com a calma de quem tem total conhecimento do que está falando: “eu vi numa propaganda do meu jogo”.

Eu não sabia o que falar quando ouvi aquilo. Mil análises diferentes do momento que estamos vivendo de boom de investidores no Brasil em 2020. E ficou ainda mais claro o porque de tanta gente (muita gente mesmo) se deixar iludir no canto da sereia do dinheiro fácil. É porque isenta o receptor da mensagem do esforço de pensar.

A mensagem é tão mastigada, com elementos tão excitantes (carros de luxo, jatinhos, montes de notas de dinheiro empilhadas,...) que até as crianças, que acham que o dinheiro nasce cada vez que você coloca o cartão na máquina, tem vontade de “jogar” nessa aplicativo em que você aperta um botão, espera a barra subir, e aperta de novo pra ganhar dinheiro.

- Sugestão de leitura sobre o assunto: O jeito Warren Buffett de investir: Os segredos do maior investidor do mundo
- Confira a edição 006 do Toda Sexta

Outro exemplo interessante pra mostrar como as ilusões excitantes atraem mais que as verdades trabalhosas fica mais óbvia se compararmos duas lives que aconteceram recentemente.

Uma delas foi no dia 21 de outubro, quando a analista Luciana Seabra entrevistou Luis Stuhlberger, CEO e CIO da Verde Asset, gestora do fundo Verde, que acumula valorização de mais de 15.000% desde o lançamento, em 1997. Por essa rentabilidade impressionante (15.000% é transformar R$ 10.000 em R$ 1,5 milhão), Stuhlberger é um dos mais respeitados gestores, se não um ícone, do mercado financeiro brasileiro. Durante a transmissão, a audiência oscilou próxima de 2 mil pessoas simultâneas. Até a segunda-feira passada, dia 26, este vídeo acumulou mais de 28 mil visualizações. Não é pouco, mas aí vem a comparação.

No mesmo dia Suriel Ports, famoso pela promessa de transformar qualquer pessoa em um “trader de elite” e pelos anúncios em que paga desde croissant até tênis com um trade de segundos (naquele joguinho que citamos há pouco), promoveu uma aula de uma série de treinamento gratuito com seus segredos para ganhar muito e rápido. Apenas durante a transmissão foram registradas mais de 67 mil pessoas simultâneas.

Impressionante, não?

Preocupante, não?

Mas por que? Como diria Warren Buffett, 6º homem mais rico do mundo, “ninguém quer ficar rico devagar! Investir é uma maratona. Requer paciência”.

Mas seria tão bom se fosse como a minha filha imaginou, não?

Barrinhas subindo no toque de um botão ou trades tão irresistíveis quanto um croissant quentinho saindo do forno. Mas não é… sigamos na maratona pois a caminhada é longa, mas recompensadora.

[este texto foi publicado na edição 006 do Toda Sexta, em 30/10/2020]

4oito

Deixe seu comentário