Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Vereadores rejeitam comissão para tratar da cassação de Gustavo

Votação foi 5 x 4 a favor da comissão, mas eram necessários seis votos para aprovar
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 21/09/2021 - 19:20Atualizado em 22/09/2021 - 05:49

Deu o previsto na Câmara de Urussanga. A proposta de formação de comissão processante para discutir a cassação do prefeito afastado Gustavo Cancelier teve maioria de votos a favor, mas não atingiu o qüorum mínimo necessário, que é 2/3 (seis votos).

A proposta teve 5 votos a favor e 4 contrários.

Votaram a favor da comissão processante os três vereadores do MDB e mais os vereadores do PSDB e PSD (partido do vice-prefeito e prefeito em exercício Jair Nandi).

Votaram contra os três vereadores do PP e o vereador do PDT.

Logo depois da votação, a sessão foi suspensa, e no retorno foi encerrada pelo presidente, vereador Bonetinho, alegando "tumulto" nas galerias.

O desfecho era previsto, principalmente depois que o PP fechou questão contra a comissão e ameaçou expulsar quem votasse a favor.

O vereador Bonetinho, PP,  havia anunciado que votaria a favor, mas depois da posição fechada do partido, voltou atrás.

Logo depois da votação da Câmara, o presidente do PP, Jaderson Roque, anunciou sua desfiliação do partido. Ele divergiu sobre o fechamento de questão e foi vencido internamente na tomada de decisão.

Próximo fato importante envolvendo o prefeito afastado Gustavo Cancelier é o julgamento pelo Tribunal Regional Federal do recurso protocolado pelos seus advogados com pedido pela volta ao cargo. Recurso deve ser votado nesta quinta-feira, dia 23.

 

 

4oito

Deixe seu comentário