Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Reunião do PP adiada e digital de criciumense no encontro entre Bolsonaro e Temer

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 10/09/2021 - 18:48Atualizado em 10/09/2021 - 19:12

Estava marcada para segunda-feira, dia 13, uma reunião importante do PP, onde seriam definidas questões sobre candidatura ao Governo do Estado.

Estava definido que Jorge Boeira, aqui do Sul,  seria apresentado como candidato a governador e teria manifestações favoráveis de líderes do partido, inclusive do senador Esperidião Amin.

Nesta semana tratamos isso no Parlatório, live que apresento com Upiara Boschi e Everaldo Silveira, e foi dito que, conhecendo a história do PP, era difícil considerar que o partido ia bater o martelo na segunda-feira em torno do Boeira. 

Esta semana ouvi de uma liderança próxima ao Ponticelli que o prefeito de Tubarão disse que o Boeira é uma ótima opção, “mas tende a ser enganado como eu fui”. Palavras do Ponticelli. Ficou isso no ar. 

Eu comentei no Parlatório que se for mantida a tradição, e o Boeira se fortalecer para bancar candidatura ao Governo para o dia 13, não surpreenderia se esta a reunião fosse cancelada. Dito e feito! Foi cancelada até segunda ordem. Falam que é por causa da confusão de Brasília, mas isso já passou. 

De qualquer forma, a reunião foi adiada.
 
Teve a digital de um criciumense o processo de aproximação do presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Michel Temer. O empresário de Criciúma Ricardo Faria participou diretamente desta aproximação, Faria é um dos maiores empresários do país e participou da operação para colocar Temer e Bolsonaro juntos. Entendeu o Ricardo que era importante apaziguar neste momento. Cumpriu este papel. Não só ele, mas ele também.
 
Márcio Búrigo estava muito próximo, motivado e com intenção de seguir um caminho novo em conversas com o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro que será o comandante do novo partido que surgirá após a fusão do PSL e do DEM.

Mas o Márcio deu um passo atrás. Entrou em campo o ex-prefeito de Imbituba Beto Martins (PL), que é suplente do senador Jorginho Mello, que convenceu o Márcio Búrigo a ficar onde está, ou seja, no PL, com propostas de dobradinhas para o Márcio que quer ser candidato a deputado.

Até ontem estava propenso a trocar de partido, hoje, um processo diferente. Está disposto a ficar onde está, mas vai continuar conversando com o Gean Loureiro sobre  a possibilidade de ir para o novo partido. 
 

4oito

Deixe seu comentário