Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

PSDB projeta chapa pura

Pela primeira vez, o PSDB admite a possibilidade de ter chapa pura para disputar a prefeitura de Criciúma
Por Adelor Lessa 20/11/2019 - 07:10 Atualizado em 20/11/2019 - 07:12

A deputada federal Geovania de Sá, presidente estadual do PSDB, revelou que o partido estuda a chapa pura, já que o prefeito Clésio Salvaro, se reeleito, pode estar na disputa majoritária na eleição estadual de 2022, e o partido não quer perder controle da prefeitura.

Com chapa pura, o atual vice-prefeito, Ricardo Fabris, PSD, seria substituído, e provavelmente a aliança PSDB-PSD seria rompida.

A revelação da deputada Geovania foi feita durante entrevista para o jornalista Upiara Boschi, publicada no portal da NSC, ontem à noite.

Upiara perguntou: "O PSDB avalia indicar o vice de Clésio para não perder a cadeira (de prefeito) lá na frente?

A deputada respondeu: "Podemos, sim, ter chapa pura em Criciúma porque o prefeito Clésio desponta no cenário estadual e pode estar numa majoritária (em 2022)".

A deputada falou com o jornalista no fim da tarde, depois de ter passado o dia em Brasília com o prefeito Salvaro, cumprindo agenda em ministérios, na tentativa de liberar recursos. A possibilidade admitida pela deputada pegou de surpresa o comando do PSD.

Faz 30 dias, os dirigentes do partido tiveram reunião com o prefeito, quando foi confirmada a manutenção da aliança para 2020, com Fabris de vice. Eles acreditam que a opinião da deputada é pessoal, e não se trata de posição do prefeito, nem do partido.

De outro lado, uma leitura feita é que a chapa pura do PSDB em Criciúma, para não perder a prefeitura em 2022, pode ter sido orientação do governador João Doria, que tem o comando do partido e projeta candidatura a presidente.

Dinheiro do Procon

Na agenda que cumpre em Brasília, o prefeito Clésio Salvaro teve reunião no Banco do Brasil, acompanhado do diretor do Procon de Criciúma, Gustavo Colle.

Eles negociaram débitos do Banco com o Procon, valor total de R$ 905 mil, referente a 23 multas aplicadas, a maior parte porque o cliente ultrapassou o tempo de espera em fila.

Os deputados Ricardo Guidi e Geovania de Sá acompanharam a reunião.

A direção pediu tempo para analisar, mas sinalizou disposição de pagar a conta.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito