Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

O que a Alemanha pode ensinar!

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 02/04/2018 - 14:16Atualizado em 02/04/2018 - 15:26

No periodo em que estive na Alemanha, semana passada, vi o jogo da seleção brasileira, andei por várias cidades, pequenas e grandes, e anotei informações importantes sobre o pais que é o motor da Europa.

Um país industrial, com PIB lá em cima, desemprego próximo do nada. E com muito estimulo/incentivo ao empreendedor. De todas as formas.

Desde o dinheiro disponível para negócios, com boa carência e juro próximo de zero (na conta final), até as facilidades para que os negócios sejam viabilizados

Por exemplo: 

No centro de Berlin tem um shopping gigante.  De alto padrão.

Metade dele fica num lado da rua, outra metade do outro lado.

E os dois lados ligados por duas passarelas.

Detalhe: no chão, a rua foi fechada para facilitar a passagem de um lado ao outro do shopping.

E foi transformada em um espaço de lazer (foto).

Mas, acabou incorporada ao shopping, que fez uma cobertura de estilo moderno para proteger os pedestres.

Tudo muito bonito, de bom gosto, para garantir o bem estar das pessoas, e contruibuir para fomentar negocios/emprego/renda. 

Pergunta: conseguiriam fazer o mesmo aqui? deixariam fazer?

Pelo historico de decisões e proceidmentos recentes, provavelmente, nao!

Mas, por que não?

Ou, por que lá pode, e aqui não?

Onde é mais desenvolvido ? Onde é primeiro mundo ? Quem tem que aprender com quem ?

Lá apoiam e facilitam as coisas para quem empreende. Aqui, dificultam ao máximo, com burocracia excessiva, dificuldade de recursos, juros altissimos e, para completar, denúncias formais, representações, processos e recursos (muitos recursos), fazendo prevalecer a chamada "insegurança jurídica".

Mas, ao mesmo tempo, crimes ambientais acontecem, prejudicando de fato as pessoas e o ambiente, como está denunciado agora em Treviso, e não se vê ações tão firmes/enérgicas.

4oito

Deixe seu comentário