Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O lado A e o lado B do governador Moisés

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 31/10/2019 - 06:58Atualizado em 31/10/2019 - 07:14

Administrativamente, o Governo Moisés continua emitindo bons sinais e fazendo movimentos positivos.

A receita do estado, no período de janeiro a setembro de 2019, aumentou mais de 13%. Mais do que a média nacional, e melhor índice entre os estados do Sul e Sudeste do país.

As licitações para obras na região, antecipadas por aqui na segunda-feira, foram confirmadas ontem.

O governador Carlos Moises estará no dia 14 de novembro em Forquilhinha, Jacinto Machado e Araranguá.

Em Forquilhinha, vai anunciar a licitação e liberação de recursos para obras de pavimentação da rodovia Jacó Westrup (Forquilhinha-Maracajá-BR 101). Uma vitória do deputado Rodrigo Minotto, PDT.

Em Araranguá, licitação e liberação de recursos para construção de nova ponte sobre o rio Araranguá, próximo da foz, ligando Morro dos Conventos ao distrito de Ilhas.

O deputado José Milton Scheffer se empenhou junto ao governador para construção da ontem, e ontem foi chamado pelo governador para receber a noticia em “primeira mão”.

Ao mesmo tempo, o governo vai de mal a pior na questão política. Continua perdendo aliados e vai se isolando cara vez mais. Ontem, contabilizou nova derrota política, quando o PSL, seu partido,  “explodiu" bloco com o PL na Assembleia Legislativa.

Hoje, ele é minoria na Assembleia. Isso não ficou evidente para o ambiente externo, porque não teve uma votação importante nos últimos dias.

Mas, se a turbulência política não atrapalhasse a gestão administrativa, o cidadão pagador de impostos não daria a menor importância.

O problema é que vai atrapalhar. Mais cedo, ou mais tarde, o governador precisará de maioria na Assembleia para aprovar medidas e projetos.

4oito

Deixe seu comentário