Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Nomes para o Governo Moisés e outras da coluna

Felisbino mais próximo da Educação. Governador leva Paulo Eli na reunião com Banco
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 27/11/2018 - 06:54Atualizado em 27/11/2018 - 08:09

O professor Felipe Felisbino, de Tubarão, diretor de articulação com os sistemas de ensino do Ministério da Educação, é o nome mais cotado para assumir a Secretaria de Educação do Estado no governo do Comandante Moisés (PSL).

Felipe é membro do Conselho Estadual de Educação, professor licenciado da Unisul e foi secretário de Cultura em Tubarão.

Ele trabalhou na área da educação com a sogra e a mulher do governador eleito.

Felisbino ainda não conversou depois da eleição com o Comandante Moisés, mas foi “sondado” a respeito da secretaria e tem conversa agendada com Lucas Esmeraldino, presidente estadual do PSL, para quinta-feira, em Brasília.

Antes da diretoria que está ocupando, Felisbino já foi coordenador geral de Educação Ambiental do Ministério.

O conhecimento que tem na área e o relacionamento em Brasília fortalecem a sua indicação para a secretaria.

Outros nomes especulados, também de Tubarão, são os irmãos Silvestre e Salésio Herdt, ex-reitores da Unisul.

Salésio garantiu, ontem à noite, que não teve nenhuma conversa a respeito.

Mas, nos bastidores é dito que os dois teriam declinado do convite.

Ontem, o governador eleito Comandante Moisés (PSL) se reuniu, em Florianópolis, com representantes do Banco Mundial para discutir possíveis operações com o Estado. Estava acompanhado do atual secretário da Fazenda, Paulo Eli.

Como a reunião era para tratar de futuras operações, a participação de Paulo Eli na reunião reforça a especulação de que ele deve ser mantido.

A previsão é que até quinta-feira, o governador eleito deve anunciar novos integrantes da sua equipe.

Além de Paulo Eli, outro que pode continuar no cargo é o coronel Araújo Gomes, comandante gera da Polícia Militar.


Critério

Antes dos nomes, o Comandante Moisés teria decidido nomear alguém de Tubarão para Secretário de Educação e de Joinville para a presidência da Celesc.

Também já estaria definido que Criciúma terá um secretário (a definir a pasta).


Renúncia

Lucas Esmeraldino oficializou a renúncia do mandato de vereador em Tubarão.

Se não assumir o Senado, será secretário do governo de Moisés.

A sua situação em relação ao Senado deve ser definido hoje, já que o julgamento do recurso contra a chapa do senador eleito Jorginho Mello está na pauta do TSE.


Com Kaminski

O deputado federal eleito Daniel Freitas (PSL) foi recebido, ontem, no Paço, pelo prefeito Clésio Salvaro (foto).

Estava acompanhado de assessores e o vereador Julio Kaminski (ainda no PSDB, mas de saída).

Não falaram nada sobre a possível migração Kaminski para o PSL, nem sobre eleição de 2020.

Foi uma conversa protocolar. Daniel se colocou à disposição e Clésio disse que vai “usá-lo".


Tem que ajustar

A ida de Kaminski para o PSL, com o encaminhamento de candidatura a prefeito de Criciúma, ainda depende de “costuras internas” no partido. Hoje existem outras alternativas.

Ontem, depois da reunião com prefeito Salvaro, Daniel Freitas se encontrou com o deputado estadual eleito Jessé Lopes e o presidente local do PSL, Júlio Lopes. Acertaram que vão tratar da eleição de 2020 em conjunto, mas só depois da posse do novo governo e dos deputados.


Nada a ver

O vereador Alisson Pires (PSDB), que estava com Julio Kaminski na reunião com Daniel Freitas, domingo, no Bairro Presidente Vargas, Içara, fez questão de ir ao prefeito Salvaro, ontem, garantir que não havia “conteúdo político” na sua presença.

À noite, no salão Ouro Negro, durante evento sobre pavimentação de ruas, ele fez elogios ao governo de Salvaro e reafirmou fidelidade.


Tudo certo

Se Edson Paiol (PP) assumir na Câmara de Criciúma antes da eleição do novo presidente, no dia 11 de dezembro, vai votar em Miri Dagostin (PP) e cumprir o acordo do grupo dos nove.

Decisão saiu de reunião de reunião, ontem, entre Miri, Paiol e o deputado federal Jorge Boeira (foto).

Paiol havia anunciado que não tinha compromisso com grupo dos nove porque não estava na Câmara. Mas, vai cumprir o compromisso firmado pela bancada em 2016.

O deputado Boeira está trabalhando forte nos bastidores para aparar arestas e encaminhar o processo de reorganização do partido para eleição de 2020.


Dinheiro novo

Prefeito Clésio Salvaro estará amanhã em Brasília para audiência da Caixa, marcada pelo deputado federal e senador eleito Esperidião Amin (PP).


Foi um erro

O prefeito Murialdo Gastaldon (MDB) admitiu, ontem, na Som Maior, que foi um erro fundir as fundações municipais de Cultura e Esporte, e anunciou que elas voltarão a funcionar separadas a partir de janeiro.

Foi o único ponto que antecipou da reforma que fará na estrutura da Prefeitura.

Ele confirmou que pediu aos secretários que entregassem suas cartas de demissão, para que ficar liberado para fazer as mudanças que pretende.

Deve substituir pelo menos a metade dos atuais secretários.


Lei do Seguro

Foi sancionada pelo prefeito Clésio Salvaro a lei 7.359 que torna obrigatória a contratação de seguro garantia de execução de contrato nos processos de licitação.

A proposta havia sido aprovada por unanimidade na Câmara Municipal pelo vereador Salésio Lima (PSD).

O seguro terá que ser contratado pelo responsável pela obra, em favor do município, em todos os contratos públicos de obras ou de serviços.

 
Em Nova Veneza

Os vereadores do PSDB de Nova Veneza, Aroldo Frigo Junior e César Augusto Pazetto, definiram em acordo pela divisão da presidência da Câmara nos próximos dois anos.

Em 2019, será Pazetto, e em 2020, Aroldinho.

No acordo entre os partidos, já estava acertado que os dois anos seriam do PSDB.


No Rincão

A jornalista Franciele Fernandes vai responder pela assessoria de comunicação da Prefeitura do Balneário Rincão a partir de janeiro.

Trata-se de um reforço importante para o governo do prefeito Jairo Custódio. Fran é uma das mais competentes profissionais de assessoria de imprensa do grande Sul catarinense.


Prefeitos homenageiam Unesc

Os prefeitos da Amrec irão homenagear os 50 anos da Unesc, em assembleia geral ordinária, na próxima quinta-feira, no Auditório Ruy Hülse, às 19h30min. Justa homenagem à instituição de ensino que tanto contribui para o desenvolvimento regional.


Eleição OAB

O TRE irá auxiliar na eleição da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), marcada para amanhã. Foram disponibilizadas 245 urnas eletrônicas, sendo 111 para seções eleitorais, 119 urnas de reserva e 15 urnas para treinamento de mesários. As urnas serão distribuídas em 48 municípios do estado. O TRE ainda cederá 28 servidores da Secretaria de Tecnologia da Informação para atuarem no suporte técnico necessário. Para a presidência da OAB-SC, concorrem Rafael Horn como candidato de situação e Hélio Brasil de oposição. Na subseção de Criciúma concorre apenas uma chapa liderada por Rafael Búrigo.


Para o hospital

A deputada federal Geovania de Sá (PSDB) oficializou o repasse de R$ 2 milhões ao prefeito Clésio Salvaro (PSDB) para a compra de equipamentos para o Hospital Materno Infantil Santa Catarina (foto). A semana marca a inauguração da ala materna e a gestão compartilhada com o Governo do Estado. A estrutura que até agora funciona como um pronto-atendimento infantil e possuiu leitos de UTI Neonatal, passará a ser referência em maternidade de alto risco para toda região.


Devolução

O Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE) fez a devolução de R$ 20 milhões aos cofres do Estado. O recurso é proveniente de economias durante o ano. O TCE é uma das instituições que recebe o duodécimo do Governo do Estado. O ato foi assinado pelo presidente do TCE, conselheiro Dado Cherem, na presença do secretário de Estado a Fazenda, Paulo Eli.


Para a PM

Por sugestão do TCE, R$ 5 milhões serão destinados para a Polícia Militar para aquisição de novas viaturas, que serão empregadas na Operação Verão 2018/2019, um novo software para ajudar na prevenção à criminalidade e o investimento no projeto de novas bases modulares para municípios.


Aprovou

Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou o relatório do deputado Jorginho Mello (PR) que diminui a ingerência política sobre os fundos de pensão. O voto do parlamentar é para restringir a eleição de membros de partidos para a direção das entidades.


Aos mineiros

A comunidade de Santana, em Urussanga, ganhará um memorial em homenagem aos 31 mineiros, que morreram na maior tragédia do tipo no Brasil. A inauguração deve acontecer no próximo ano, quando o acidente completa 35 anos.

4oito

Deixe seu comentário