Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Murialdo não lidera o processo e beneficia Dalvânia

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 27/10/2020 - 09:50Atualizado em 27/10/2020 - 14:56

A leitura mais fácil da pesquisa do Instituto IPC sobre intenção de votos do eleitor de Içara é que os dois adversários de Dalvânia Cardoso, PP, estão dividindo o percetual de votos que Murialdo Gastaldon, MDB, teve na eleição de 2016, quando foi reeleito.

Em 2016, Murialdo teve 61,63% dos votos validos.  Dalvânia teve 34,02% e Gilmar Axé, PSOL, contabilizou 4,35%. A oposição a Murialdo fez 38,37%.

Hoje, Dalvânia é única candidatira de oposição e está na faixa de 40% das intenções de votos desde a primeira pesquisa, quando ainda não estavam definidos os candidatos. Está numa situação confortável. Por méritos dela e trabalho politico desde a eleição de 2016.

Com pequenas oscilações de uma pesquisa para outra, todas dentro da margem de erro, Dalvânia mantêm firme 1/4 do eleitorado desde o início do processo.

Mas, é beneficiada também pelo fato de os dois adversários dividirem quase ao meio o restante.

E os dois, Arnaldinho Lodeti, MDB, e Alex Michels, PSD, saíram do governo de Murialdo.

Alex era o candidato que Murialdo queria que o MDB apoiasse.

Arnaldo é o candidato que venceu a disputa interna no MDB, derrotando inclusive o prefeito.

Murialdo não conseguiu construir uma candidatura para a sua sucessão. Não liderou o processo.

Fez ensaios para um lado, mas não articulou "em casa", e acabou beneficiando a adversária.

Na pesquisa feita para Som Maior e 4oito, divulgada ontem, Alex tem 28,8% e Arnaldinho 23,2%.

4oito

Deixe seu comentário