Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Morreu Manoel Coelho, o arquiteto das grandes obras do Governo Altair

O ultimo projeto para Criciúma foi feito no governo Antonelli
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 04/03/2021 - 20:07Atualizado em 04/03/2021 - 21:32

O primeiro mandato de Altair Guidi como prefeito de Criciúma, de 1977 a 1982, foi marcado por grandes obras.

O teatro municipal e o centro cultural, a prefeitura, o ginásio municipal, o monumento das etnias e o calçadão da praça Nereu Ramos, são as mais destacadas.

Mas, também teve a igreja da Primeira Linha e a igreja "Catacumba" do Rio Maina (dos italianos).

Todos os projetos foram assinados pelo arquiteto Manoel Coelho.

Ele coordenou um projeto de desenvolvimento urbano para Criciúma, que envolvia Projeto de Identidade Corporativa, Mobiliário Urbano, Sistema de Circulação, Paço Municipal, Centro Cultural e Centro Esportivo.

Ele era de Curitiba, profissional altamente qualificado, moderno, e sempre "antenado" nas novidades da Europa.

Um homem culto, bom papo, e apaixonado por Santa Catarina.

Altair foi estudar arquitetura em Curitiba e lá o conheceu. Foram colegas de turma e se formaram em 1967 como a primeira turma do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Paraná.

Eles tiveram como professor Jaime Lerner, arquiteto de renome internacional, que foi prefeito de Curitiba, governador do Paraná e ministro.

Pela relação com Altair, e os projetos que fez, acabou se ligando muito a Criciúma.

Na década de 90, com Anderlei Antonelli prefeito, foi "escalado" para fazer o projeto do Centro de Eventos de Criciúma.

Manoel Coelho faleceu hoje em casa, em Curitiba, decorrência de complicações de um câncer na bexiga e no fígado. Estava com 80 anos.

 
4oito

Deixe seu comentário