Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Moisés, Alisson e Ghelere

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 30/05/2020 - 07:50Atualizado em 30/05/2020 - 09:44

O governador Carlos Moisés teve uma semana de trégua no embate político com a suspensão de todas as atividades na Assembleia Legislativa e depois da polêmica postagem do deputado Jessé Lopes.

Nestes dias, o governador se movimentou, saiu do Palácio da Agronômica, fez articulações, recorreu à politicos para pedir apoio e se aproximou do principais representantes do setor produtivo do estado, como parte da operação que está em curso, pilotada pelo novo Chefe da Casa Civil, Amândio da Silva Junior, para tentar barrar o processo de impeachment.

Os resultados práticos serão serão observados a partir da terça-feira, quando serão retomados os trabalhos da CPI dos Respiradores na Assembléia, e já com depoimentos que "prometem". Douglas Borba (ex-chefe da Casa Civil), Helton Zeferino (ex-secretário de saúde), e Marcia Pauli (ex-superintendente de gestão da Secretaria de Saúde).

Ao mesmo tempo, o Governador trata de mais duas substituições na sua equipe. O secretário de Articulação Nacional, Derian Campos, pediu para sair, e o secretário de desenvolvimento econômico, Lucas Esmeraldino, foi deslocado para secretaria de articulação nacional, em Brasília.

Derian, que é de Joinville, se ofereceu para assumir o desenvolvimento econômico. Em princípio, não emplacou.

Tempo bom para Alisson

O PSL de Criciúma vive período de intensa movimentação interna, com sinalização para mudanças, que incluem a sua direção, já na segunda-feira.

O médico Alisson Pires deve ampliar seu espaço no partido.

Alisson consolidou liderança no PSL criciumense e pode ter participação maior no processo eleitoral.

Inicialmente, está listado como candidato a vereador.

Ghellere sai da Presidência

O empresário Ricardo Ghellere, de Araranguá, anunciou o seu afastamento, por pedido de licença, da presidência do IMAS (Instituto Maria Schmitt), que administra a UPA da Próspera, em Criciuma, e o Hospital Regional de Araranguá, entre outras instituições (vídeo abaixo).

Falando ao blog, disse que pediu licença para se dedicar à campanha para prefeito de Araranguá, mas que continuará fazendo parte do conselho de administração do IMAS.

No período em que estiver afastado da presidência, o IMAS não terá um presidente. O conselho passará a tomar as decisões de forma colegiada e foi contratado um diretor executivo para coordenar as unidades administradas pelo instituto.

O executivo é Douglas Alves Cláudio, que já trabalhou na hospital Socimed de Tubarão, hospital São José de Criciúma e no hospital infantil Jever Faria de Joinville.

Sobre a eleição, Ghelere disse que está fechado com DEM, PSC e AVANTE, que está bem próximo do PSDB,  e que está conversando com MDB e PSD para tentar firmar uma "frente de oposição".

4oito

Deixe seu comentário