Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

MDB apresenta candidatos. PSB e PP com mudanças à vista

Em reunião, emedebistas reforçarão pré-candidatura de Aníbal Dário ao Paço e nominata para a Câmara
Denis Luciano
Por Denis Luciano 19/02/2020 - 18:41Atualizado em 20/02/2020 - 11:01

O MDB criciumense promove, na noite desta quarta-feira, 19, reunião para mobilizar o partido visando a eleição de outubro. O médico Aníbal Dário deve ser confirmado pré-candidato a prefeito, enquanto a sigla apresentará, ainda, sua nominata à Câmara. Na reunião, estratégias também estarão em pauta. Sobre Aníbal Dário, ele tem se mostrado decidido a disputar a eleição, será um dos fatos novos do pleito, promete uma postura diferenciada, não tem discurso de político tradicional. Vem com outra conversa, outra batida. É a aposta do MDB. 

Os atuais quatro vereadores emedebistas também participarão da reunião. Inclusive Ademir Honorato, que estava de saída, mas não deve ir para o PSL com Júlio Kaminski, pois faz parte do grupo dos bolsonaristas. É possível que Ademir faça um movimento de recuo e concorra à reeleição pelo MDB.

O que circula nos bastidores, mesmo com a reunião desta quarta, é que dois vereadores possam deixar o MDB: Toninho da Imbralit e Tita Beloli. Hoje, inclusive, houve conversas com esse teor. 

Enquanto isso, outros dois partidos podem mudar suas direções municipais nas próximas horas, com possíveis reflexos na eleição de outubro.

Um deles é o PSB, que mudou o comando estadual por decisão da direção nacional. Caiu o presidente estadual por interferência nacional, e o PSB está se encaminhando para aliança com o PSol em Florianópolis. A direção nacional está mais alinhada à esquerda, enquanto a estadual e municipal vão do centro à direita. A conversa é no sentido de preservar a estrutura atual em Criciúma, mas isso pode mudar conforme o novo comando estadual. Se mudar, é possível que o grupo que está no partido, inclusive o ex-deputado Acélio Casagrande que negocia a ida para o partido de uma possivel nominata à Câmara, migre para outro partido, como o DEM, que deve estar no palanque do prefeito Clésio Salvaro (PSDB).

Outro partido que deve mudar de comando é o PP. Nesse momento estão reunidos em Florianópolis dirigentes estaduais do partido tratando de Criciúma. Na conversa estão o secretário geral do partido em Santa Catarina, Aldo Rosa, o ex-deputado Leodegar Tiscoski e o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, entre outros. A assessoria jurídica da Executiva Estadual do PP entrega hoje ainda, ou amanhã, o parecer final sobre o pedido de anulação da convenção de Criciúma. A sinalização é pelo cancelamento da Executiva e nova eleição. Se isso ocorrer, o regimento prevê que a comissão provisória anterior deve assumir; no caso, Itamar da Silva, com a função de convocar nova eleição. Isso deverá ser confirmado até sexta-feira. Confirmando isso, o PP se encaminha de vez para a aliança de Salvaro e muda o quadro de Criciúma. A direção estadual quer o PP com Salvaro, e caindo a atual Executiva, o vereador Paiol está fora, indo com Kaminski para o PSL, e fica enfraquecido o grupo contra Salvaro.

 

4oito

Deixe seu comentário