Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Gildo e Fernando no governo de Eduardo, e outras da coluna de hoje

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 10/05/2018 - 05:59Atualizado em 10/05/2018 - 11:11

O partido dos trabalhadores já era forte em Criciúma quando Lula assumiu a presidência da república. Tinha o prefeito da cidade, deputado estadual e vereadores. 

Depois, teve deputado federal, chegou a ter dois deputados estaduais no mesmo mandato e se fortaleceu ainda mais com Lula no comando, Ideli Salvati como ministra e outros petistas do sul e do estado na estrutura de poder.

O PT chegou a ser um dos partidos mais fortes na cidade, em organização e influência.   

Mas, foi aos poucos diminuindo. A cada eleição. Primeiro, pela briga interna "muito dura" entre duas correntes. Depois, pelas circunstâncias políticas. Especialmente, a Lava Jato.

Hoje, o PT não tem nenhum vereador em Criciúma, e perdeu “peso”. Muito.

Um indicativo disso foi a última pesquisa do Instituto IPC para a rádio Som Maior e jornal A Tribuna, onde Lula perdeu para Jair Bolsonaro na intenção de votos para presidente da república. Fez praticamente metade do percentual. E aqui sempre foi uma das principais “bases" de Lula no estado.

A situação chega a ponto de o PT de Criciúma correr o risco de não ter candidato a deputado estadual.

Os filiados e dirigentes da executiva municipal querem lançar o ex-prefeito e ex-deputado Décio Góes. Mas, ele tem dito que não será. Além disso, suas contas na prefeitura de Balneário Rincão foram rejeitadas, o que, em tese, o impede juridicamente de ser candidato.

Outros nomes que vinham sendo citados, como o advogado Deva Mendes e o sindicalista Dé, também não teriam dado mais sinal verde ao partido para candidatura. Pelo menos, retiraram o pé do acelerador.

Além deles, não há outro pré-candidato especulado. A rigor, ninguém no PT de Criciúma se movimenta para disputar eleição para deputado estadual.


Gildo e Fernando no governo

Mais dois nomes da região podem ser anunciados na equipe de Eduardo Moreira o governo do estado nos próximos dias.

Na saúde, Fernando de Faveri, atual gerente regional de saúde de Criciúma, foi convidado para assumir a presidência da fundação hospitalar. Deve responder até amanhã.

Na educação, está encaminhada articulação para que o ex-reitor da Unesc, professor Gildo Volpato, assuma como secretário adjunto. Definição prevista também para o fim de semana.

O próprio governador Eduaardo Moreira confirmou durante palestra que fez na Unesc, ontem à noite, o convite para Gildo, informação dada em primeira mão pela rádio Som Maior FM, programa Ponto Final. 


Prestigiadas

As duas “estrelas" do tucanato criciumense, vereadora Geovana Benedet e deputada Geovania de Sa, estiveram ontem em Brasilia com os dois principais nomes do PSDB para eleição de outubro no país - João Dória, ex-prefeito, candidato a governador de São Paulo, e Geraldo Alckmin, ex-governador, candidato a presidente da republica.

Com eles, o presidente estadual do PSDB, deputado estadual Marcos Vieira.

Todos participaram de reunião ampliada da executiva nacional do PSDB para tratar da campanha de 2018.


Garimpando no Vale

O empresário Fabio Brezola, PSB, cumpre agenda no vale do Araranguá nesta semana em busca de apoio para sua candidatura a deputado federal. Ontem, se reuniu ontem em Santa Rosa do Sul com o prefeito e um vereador.

O PSB faz parte da administração em Santa Rosa.


Tarifa

Vereadores criciumenses Julio Kaminski e Aldinei Potelecki se reuniram ontem em Blumenau com dirigentes do Samae local.

Buscaram informações sobre calculo para tarifas de agua e esgoto.

No dia 18, vão a Jaraguá do Sul. Na semana passada, estiveram em São Martinho.

Vão levar todas as informações para a audiência pública que será realizada pela camara de vereadores para discutir a situação em Criciúma.


Da derrubada da MP

Jornalista Roberto Azevedo, de Florianópolis, sobre a derrubada da medida provisória assinada por Eduardo Moreira que reduziria ICMS de 17% para 12%:

“Deputado Gelson Merisio exagerou ao repetir, por duas vezes em manifestação no plenário, que “não me sinto oposição”. Quem acompanhou, nos últimos dois anos, as atitudes dele nos bastidores do Legislativo contra Raimundo Colombo, do próprio partido, e agora na direção de Eduardo Pinho Moreira, sabe que a declaração soou mais falsa que uma nota de R$ 3”.


Da derrubada da MP 2

Jornalista Upiara Boschi, de Florianópolis, também sobre a derrubada da medida provisória do ICMS:

"O que pouco se divulgou é que apenas seis grandes grupos varejistas são os reais beneficiados com a manutenção da alíquota diferenciada, empresas que já se valem de um regime especial que não beneficia quem produz ou quem paga na ponta”.


A índia que será Vice

A índia Sonia Guajajara, que será candidata à vice-presidência da República pelo PSOL, chega hoje ao estado.

Vai cumprir agenda até amanhã em Palhoça, Florianópolis e Joinville com o candidato do PSOL a governador,  Leonel Camasão.

Sonia será vice de Guilherme Boulos.


Protesto

Pescadores fizeram manifestação na Barra do Camacho, divisa entre Jaguaruna e Laguna, contra a demora da retomada de providências para o desassoreamento.

A licitação que estaca sendo encaminhada para os serviços foi cancelada. 

Outra manifestação está programada para amanhã, 13h.


Com a criançada

Eduardo Moreira abriu as portas da casa da Agronômica, a residência oficial do governador, para vereadores mirins de Blumenau.

Foi a primeira agenda no projeto cultural “de portas abertas”, que terá visitas semanais de alunos das redes publica e particular de ensino do estado.

4oito

Deixe seu comentário