Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Esperidião vai pressionar por "frente de oposição" com PP-PSD-PSDB-DEM

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 20/06/2018 - 05:54Atualizado em 20/06/2018 - 11:49

O deputado federal Esperidião Amin vai pedir para a executiva estadual do PP que antecipe a convenção que definirá o candidato a governador e avance nas negociações com os partidos aliados para formação de uma “frente de oposição” para enfrentar o “candidato do governo”, numa referência à Mauro Mariani, MDB.

Amin sustenta que todos os esforços devem ser empreendidos para que a “frente" reúna PP, PSD, PSDB e DEM. Defende que todos esses partidos devem estar na chapa majoritária.

Reafirma candidatura ao governo, mas diz que se coloca como "terceiro” na fila, se esta composição for viabilizada.

O primeiro, é Gelson Merisio, PSD. O segundo, Paulo Bauer, PSDB.

Ele tem repetido que poderá até ser candidato ao senado, abrindo mão de tentar o governo, se Merisio colocar o PSDB e o DEM na chapa, alem do PP e PSB.

Na real, Esperidião é candidatíssimo ao governo. Mas, está se movimentando com habilidade na defesa da unidade dos quatro partidos para não ser o causador da divisão. 

No momento em que a “frente” não for viabilizada, Esperidião deve compor com PSDB e DEM em torno de sua candidatura ao governo.

No sábado, dia 23, o PP da região fará ato em Criciúma para lançamento da candidatura de Amin ao governo.

Deverão participar, dirigentes estaduais do partido, deputados e prefeitos do sul.

Esperidião vive um dos melhores momentos de sua carreira, desde que foi governador pela segunda vez (no início dos anos 2000).

Lidera todas as pesquisas de intenção de votos e os movimentos feitos pelos outros políticos (e partidos) tem lhe beneficiado de forma significativa, a ponto de praticamente consolidar sua candidatura ao governo.


Eduardo anuncia aposentadoria

O governador Eduardo Moreira, MDB, anunciou ontem durante entrevista para a radio Som Maior que não deve mais disputar eleição. 

“Chega né, agora vou cuidar um pouco da minha vida”, afirmou.

Eduardo tem dito para pessoas da relação que pretende morar no exterior durante um período a partir de 2019. Provavelmente na Italia.


Voz isolada

Depois que Eduardo anunciou retirada da candidatura (num discurso de 53 minutos), só quatro falaram na reunião da executiva do MDB.

Ex-governador Casildo Maldaner, senador Dario Berger e prefeito Gean Loureiro, elogiaram sua atitude pela unidade do partido.

Deputado Vampiro foi o único a pedir para Eduardo reconsiderar a decisão e que Mauro Mariani aceitasse candidatura ao senado. 

Todo mundo ouviu, ninguém disse absolutamente nada a respeito, e ninguém aplaudiu. Morreu na casca.


Apareceu

Um dia depois de não aparecer na reunião da executiva do MDB, quando seria discutida a candidatura de Eduardo Moreira ao governo, o deputado Ronaldo Benedet estava ontem no centro administrativo, para assinatura de convênio para implantação da emissão de transferências nos escritórios despachantes. Ronaldo sentou entre o governador Eduardo Moreira e o diretor do Detran, Vanderlei Rosso.


Agora vai

O deputado Mauro Mariani, candidato a governador pelo MDB, deve se licenciar nos próximos dias para se dedicar exclusivamente na campanha.

Na sua vaga, vai assumir o suplente de deputado do sul Edinho Bez, MDB.


Primeiro apoio

Algumas horas depois de ser consagrado candidato do MDB por consenso, Mauro Mariani participou de ato do MDB em Joinville, quando recebeu declaração de apoio (e de voto) do prefeito Udo Dhoeler.

O prefeito não tem boa relação com Mariani, e os dois são da mesma base (Joinville e região).

Mas, prevaleceu entre eles os sentimento do bairrismo. Tipo - Joinville acima das diferenças pessoais!


Luto

Faleceu ontem, em Criciúma, Iolanda Matos, mãe do ex-vereador Douglas Mattos, Pc do B.

O sepultado será hoje 10h30m, no cemitério de Içara.


No meio dos indios

Rogerio Portanova, da Rede Sustentabilidade, fará lançamento de sua candidatura ao governo amanhã na aldeia guarani Yynn Moroti Wherá, em Biguaçu.

A a vice é a ambientalista Miriam Prochnow e o candidato ao senado é consultor em relações internacionais, Diego Mezzogiorno.


Entre mulheres

Com a primeira dama Nicole Moreira à mesa, a deputada criciumense Ada de Luca fez palestra ontem para um auditório lotado no evento “Mulheres Transformadoras”.

Contou um pouco de sua historia política, que passa por 46 anos de MDB.

4oito

Deixe seu comentário