Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Daniela precisa descolar de Moisés

Ao olhar o Governo de Moisés, Daniela sabe o que não fazer
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 25/10/2020 - 09:42Atualizado em 26/10/2020 - 07:21

Sai Carlos Moisés, assume Daniela Reinehr o governo catarinense.

A mim, nunca pareceu convincente a tese de afastamento da Vice no processo de impeachment.

Disse e escrevi sobre isso muitas vezes.

Quanto a Moisés, ele ainda terá pela frente o processo mais grave, com um pedido de impeachment.
O novo tribunal especial para julgamento agora só de Moisés pelo caso dos respiradores será montado até amanhã.
Hoje, o Tribunal de Justiça vai fazer sorteio dos cinco desembargadores.
Amanhã, a Assembléia vai eleger os cinco deputados. 

A volta de Moisés ao comando do estado, é improvável.
Daniela tem reais possibilidades de ser efetivada no cargo e terminar o mandato.
Vai depender apenas dela. Das suas atitudes, e da postura.

Até aquí, Daniela sempre foi mais acessível e manteve ótima relação com todos.

Olhando Moisés, Daniela sabe o que não fazer, como não agir.

E vale frisar o olhando, porque ela praticamente só olhou o governo de Moisés.
Porque nao participou dele, Foi ignorada.

Moisés se isolou e ignorou outros poderes e entidades. Não ouviu o setor produtivo, não ouviu a voz das ruas.
Fez um governo de poucos, para poucos.

Daniela terá que construir pontes.
E para isso, precisará se mostrar descolada e distanciada de moisés.

Daniela terá 180 dias para refazer a conexão do governo com o estado, ouvir as entidades e preservar boa relação, respeitosa e republicana com os poderes constituídos

Terá pela frente, já de imediato, a missão de reanimar o estado, aditivar a auto-estima dos catarinenses, passar confiança e segurança aos empreendedores, e fazer a "virada" pós pandemia.

E fazer um governo transparente de fato, aberto, sem atropelos, e sob controle.
Sem manobras, nem operações suspeitas.

E que ela tenha sucesso.

Porque Santa Catarina precisa retomar sua posição de destaque positivo no país
Santa Catarina nao merece ser manchete por operação escabrosa como a dos respiradores, ou a do hospital de campanha.

 

 

4oito

Deixe seu comentário