Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Clesio começa articular reeleição, nova pesquisa IPC e mais um debate

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 17/10/2018 - 05:59Atualizado em 17/10/2018 - 11:28

Desligado da eleição de segundo turno, o prefeito Clesio Salvaro (PSDB) fez a sua analise do “recado das urnas”, estudou o novo mapa politico da cidade, e começou a se movimentar para eleição municipal de 2020, quando será candidato a reeleição.

Ainda não tem definido o time de aliados, mas terá o MDB como um dos adversários. Não tem como estar junto.

A saber, como ficarão PP, PSL (fato novo e forte no ambiente politico) e PSD.

O PSD é o principal aliado de hoje, tem o vice-prefeito Ricardo Fabris, mas não há nenhuma definição sobre repetição da “dobradinha”, nem da aliança.

O prefeito faz conversações com o PR, comandado no estado pelo senador eleito Jorginho Mello, e liderado em Criciúma pelo jornalista Nicola Martins.

Mas, antes de encaminhar acordos com partidos, Salvaro está tratando com políticos. Especialmente, vereadores. Quer “encorpar" o PSDB e ampliar sua base de apoio.

Deve trazer para o seu lado (filiando no PSDB ou em algum partido aliado) três ou quatro dos atuais vereadores.

Miri Dagostim (PP), Pastor Jair Alexandre (PSC) e Aldinei Poteleck (PRB) são os mais “prováveis”. Ele tem relação muito próxima de Salvaro desde o inicio do mandato.  

Um vereador do MDB também está no “radar”.

O vereador Julio Colombo (PSB), presidente da Câmara, já foi procurado.

Ele é presidente municipal do PSB, mas está afastado do partido. Na eleição do dia 7 de outubro esteve ligado ao PSD.

O fim das coligações na eleição proporcional (para vereador) pode facilitar o trabalho de Salvaro para atrair vereadores e possíveis candidatos.

Salvaro deve ser candidato à eleição majoritária estadual em 2022 (governador, vice ou senado). Mas, para chegar lá, tem que contabilizar vitória marcante na sucessão de 2020. Por isso, começou a trabalhar mais cedo.


A nova “marca"

A cidade de Joinville, maior do estado, decidiu fazer o reposicionamento da sua marca no contexto turístico

Para isso, a prefeitura contratou a Touch Branding, uma empresa de reposicionamento de marcas de empresas, instituições e organismos públicos.

Trazendo o assunto para o ambiente doméstico (local), o fato sugere duas anotações. 

A primeira, é quanto ao profissionalismo como o assunto é tratado. Tecnicamente. Como deve ser para quem vai ao “mercado”.

A segunda, é que Joinville está tratando de Joinville. Não é de todo o norte. Porque a região no entorno vai crescer por gravidade, a partir do desenvolvimento da cidade polo.


Nova pesquisa IPC

Sai hoje, 18h, resultado da nova pesquisa do Instituto IPC sobre intenção de votos do eleitor de Criciúma para o segundo turno na eleição para governador.

Os números serão revelados no programa Ponto Final, na radio Som Maior.

A coleta de dados será concluída pela manhã.


Debate 

Gelson Merisio e Comandante Moisés participam de debate hoje, a partir de 9h, que será realizado pela Acaert (associação de rádios do estado).

A rádio Som Maior vai retransmitir o debate na íntegra. Mais de 50 emissoras do estado estarão ligadas em rede.


Debate 1

Na segunda-feira à noite teve debate entre Merisio e Moises no SBT. O problema é que começou muito tarde. Quase meia noite.

Merisio voltou a insistir que o MDB está apoiando o Comandante Moises e que o MDB nunca dá apoio de graça.

Moisés negou qualquer conversa com dirigente ou representante do MDB ou de qualquer outro partido.

Tanto no debate, quanto nos programas eleitorais, Merisio está no ataque. Tenta reverter a “onda”.

Moisés se mantêm calmo, fala mansa, e tem reagido bem à pressão.


Novo comando

O PSL, parido de Bolsonaro, tem novo comando em Criciúma. O dentista Julio Lopes assumiu a presidência.

Ele é fundador do partido, pai do deputado eleito Jessé Lopes.


Esquentou

O clima esquentou na sessão de ontem da Câmara de Vereadores de Criciúma após o vereador Aldinei Potelecki (PRB) usar a tribuna para reclamar das 20 emendas apresentadas por Zairo Casagrande (PSD) ao projeto que institui a Lei de Inovação na cidade. Atribuiu o fato à falta de ética e desrespeito aos colegas vereadores, lembrou que cada um dos parlamentares têm as suas bandeiras e que ele vem trabalhando junto ao Executivo e entidades desde o início do mandato o tema inovação e que Zairo não participou de nenhum encontro. 

Zairo já tinha usado a tribuna anteriormente.


Há 20 anos

O assunto da gestão dos cemitérios foi novamente tratado na sessão de ontem da Câmara de Vereadores com tom de alerta. 

Toninho da Imbralit lembrou que até hoje a população mais carente paga pelo atual modelo de gestão. Foi além, lembrou que dos 21 vereadores que estavam na Câmara de Criciúma em 1998, quando o projeto chegou ao Legislativo, a minoria foi contrária: Arleu da Silveira (atual secretário de Governo), José Argente Filho, Adair Locks, Nei Teixeira, Zé Paulo Serafim e Adão da Silva, além do próprio Toninho, que agora reforça que não se pode cometer o mesmo erro do passado.


Em mãos

Os vereadores de Criciúma também aprovaram uma moção de repúdio à Agência Nacional de Transportes Terrestres, a ANTT. São contrários às quatro praças de pedágios propostas para o trecho Sul da BR-101. O vereador Tita Belloli, que propôs a moção assinada também pelos colegas, convocou a todos para que entreguem o documento em mãos na audiência de amanhã, às 14h, no Siso’s, em Criciúma.

Hoje, 9h, será realizada a primeira audiência pública em Florianópolis.


Amesc contra

Assim como já tratado na coluna de ontem, os prefeitos da Associação dos Municípios do Extremo Sul (AMESC) definiram em reunião, na tarde de ontem, posição contrária à instalação das praças de pedágios no momento. Acreditam que é preciso esperar o próximo presidente, no ano que vem. Entendem que o atual governo, em fim de mandato, não tem legitimidade para tal ato. As três associações de municípios da região se reúnem, em Criciúma, antes da audiência pública de quinta-feira. As outras duas devem seguir a mesma decisão.


Passou fácil

Não é a municipalização propriamente dita, mas é um passo importante e passou fácil pela Câmara de Vereadores o convênio com o Estado para que a Prefeitura realize obras na Escola Luiz Lazzarin, no Rio Maina. É um benefício para a comunidade. O espaço será melhor utilizado, com mais alunos do que tem hoje, cerca de 200. O presidente do Legislativo, Julio Colombo, estudou lá e já disse que vai reunir todos os formandos para juntos participarem do ato de municipalização, quando ocorrer, que dará sobrevida à tradicional escola.


SC pioneira

Em momentos importantes a Justiça Eleitoral de Santa Catarina se mostrou pioneira e não é diferente neste ano com o combate a grande propagação de fake news. Depois do TRE encaminhar denúncia à Polícia Federal, foi a vez do Ministério Público Eleitoral instaurar inquérito no mesmo sentido. O procedimento foi instaurado para obter informações, ouvir testemunhas e envolvidos e pode resultar em representações, ações de investigação judicial eleitoral e ações criminais e cíveis. Os eleitores que fizeram reclamações em ata, dependendo do caso, podem ser intimados para prestarem esclarecimentos.


Rubinho homenageado

O presidente da Federação Catarinense de Futebol, Rubens Angelotti, será homenageado pela Câmara de Vereadores de Criciúma, com Moção de Aplauso, na sessão da próxima segunda-feira. Iniciativa é do vereador Zairo Casagrande (PSD).


Restauração

O prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon, anunciou, ontem, a restauração da Igreja da Misericórdia, localizada bem no centro da cidade e com importante fator histórico. A decisão saiu após reunião com representantes da Paróquia São Donato, Conselho Municipal de Políticas Culturais e da Fundação Municipal de Cultura e Esportes, a pedido do padre Antoninho. Amanhã iniciam os encaminhamentos legais para que as obras sejam iniciadas.

4oito

Deixe seu comentário