Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A necessidade de buscar novas alternativas

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 28/08/2019 - 11:11Atualizado em 28/08/2019 - 11:15

Estão discutindo por aqui e por ali reformas nessa e naquela rodovia, asfalto novo aqui e ali, mexer mais para cá, mais para cá. Tudo isso é importante, faz a cidade melhor, mais preparada para o crescimento e novidades. Mas é preciso mais que isso, é preciso avançar, buscar o que não tem ainda, novas soluções. É preciso buscar possibilidades que não são oferecidas ainda. Fazer manutenção é necessário, é claro, mas só isso não será suficiente. A cidade cresce, o número de carros e caminhões aumenta. A cidade não é a mesma de 50 anos atrás, claro. E não se pode continuar com as mesmas ruas, estradas e saídas. Algumas novas foram feitas, mas muito pouco pelo que aumentaram as necessidades. É preciso projetar novas estradas, novos caminhos, novos contornos. E não pode demorar décadas para isso. Altair Guidi projetou o Anel Viário quando foi prefeito, que começou a ser feito anos depois e que até hoje não foi concluído. Estamos falando da década de 80, quando começou a obra, estamos em 2019 e ainda falta a última etapa. Última etapa, vírgula, última etapa do que pode ser feito, pois a última etapa mesmo não pode ser feita pois a área foi povoada, de tanto que demorou a obra.

E tem que identificar novas alternativas ao carvão. A economia da região precisa. E novas formas de tratar o plástico. E trazer novas indústrias, novos negócios, novas possibilidades para geração de receita, renda e empregos. É o desafio que está aí para os gestores. Se não abrir novos caminhos, novas possibilidades, não tratar de coisas novas, vamos continuar em círculos, enquanto o mundo vai passando ao lado.

 

4oito

Deixe seu comentário