Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

A critica de Bornhausen a Merisio, a sinalização ao MDB e os desdobramentos

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 03/09/2018 - 06:09Atualizado em 03/09/2018 - 10:06

O ex-senador, ex-ministro e ex-governador Jorge Bornhausen anuncia que não votará em Gelson Merisio, candidato do PSD ao governo. Disse que ele perdeu o seu voto pela maneira como trabalha, com falta de ética na política.

Bornhausen garante que ainda não definiu em quem votará, mas fez sinalização a favor do candidato do MDB, Mauro Mariani - “Por que não, eu já votei em Luis Henrique”.  

O ex-governador foi presidente nacional do DEM, organizou a fundação do PSD no país e no estado, é amigo pessoal do presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, principal conselheiro do ex-governador Raimundo Colombo e referência tradicional da política catarinense, especialmente no ambiente do PSD.

Ele também é amigo pessoal do ex-governador Geraldo Alckmin, candidato do PSDB a presidência da república, e participa do núcleo da articulação nacional da campanha.

Na semana passada, ele esteve reunido com o governador Eduardo Moreira para tratar da candidatura de Alckmin. Saiu com a garantia que o governador vai assumir publicamente o voto em Alckmin.

As afirmações de Jorge Bornhausen foram publicadas pelo jornalista Marcos Schettini e movimentaram os bastidores da política no fim de semana. Principalmente porque não se trata de fato isolado.

Há outras perdas anotadas na campanha de Merisio.

O ex-deputado Julio Garcia, ex-presidente da Assembléia, candidato a deputado do PSD a deputado estadual, faz sua campanha separado de Merisio.

Na semana passada, Julio fez atos políticos para lançamento de sua candidatura em Criciúma, Araranguá, São José e Braço do Norte, e Merisio não foi convidado para nenhum deles. Nem citado nos discursos.

Jorge Bornhausen e Julio Garcia são ligados pessoal e politicamente faz décadas. Na semana passada os dois estiveram reunidos com o senador Paulo Bauer, PSDB.

O deputado Ricardo Guidi, candidato a deputado federal do PSD, também faz sua campanha sem envolvimento do candidato a governador. 

Merisio esteve em Criciuma na sexta-feira e não foi acompanhado por Julio Garcia, nem por Ricardo Guidi.


Sem Amin

Jorge Bornhausen diz que não votará em Esperidião Amin para senador porque ele não vota a favor das reformas.

Vai votar em Raimundo Colombo, PSF, e Paulo Bauer, PSDB, para o senado.

Para deputado estadual, votará em Julio Garcia.


Sobre a Globo

Opinião de Jorge Bornhausen - “A Rede Globo está fazendo um papelão. As entrevistas são uma vergonha. Os entrevistadores péssimos, mal-educados com os candidatos e com o público em geral. A Globo está fazendo um desserviço ao país e às eleições”.


Voto do sul

A campanha da Acic pelo voto em candidato do sul está na rua, várias entidades estão apoiando, mas tem muito candidato de fora vindo "garimpar" votos por aqui.

Criciuma e região não terão governador, vice ou nem senador a partir de janeiro, porque não tem candidato em nenhuma das chapas majoritárias. 

Por isso, a saída é fazer uma boa bancada de deputados. Mas, cada voto daqui que for desviado para candidato de outras regiões, será maior o risco de diminuir também a representação parlamentar.


Décio na área

O candidato do PT, deputado Décio Lima, será o entrevistado de hoje da Tribuna e Som Maior FM da série com os candidatos a governador. 

Entrevista ao vivo, a partir de 7h30, na Som Maior FM.

Será o segundo entrevistado da série. O primeiro foi Gelson Merisio, na sexta-feira.

Todos os candidato a governador serão entrevistados.


Esticou a agenda

Décio está na região desde ontem, quando teve reunião/comicio em Araranguá, no bairro Coloninha.

Hoje, depois da entrevista na Som Maior, será recebido pela reitora da Unesc, professora Luciane Cereta, e terá reuniões com filiados e dirigentes do PT de Criciúma e Icara.


Sem Boeira

O candidato a deputado federal do PP, Leodegar Tiscoski, teve reunião com o diretório do partido em Araranguá.

Assumiu compromisso com a defesa da construção da ponte sobre o rio Araranguá para fazer a ligação com o distrito de Hercilio Luz.

Estavam presentes o prefeito Mariano Mazzuco, vereadores, deputado José Milton Schefer e dirigentes locais do PP. Mas, foi anotada a ausência do deputado federal Jorge Boeira, que é da cidade.


Pioneiro

De passagem por Imbituba, o candidato do MDB ao governo, Mauro Mariani, se encontrou com o mais antigo filiado do parido no estado. Eduardo Elias, 99 anos.

Eduardo foi o primeiro prefeito do MDB no sul, em 1973.


Apoio fora de casa

Deputado estadual Rodrigo Minotto, PDT, em campanha para reeleição, recebeu apoio do grupo do PSDB de Forquilhinha, liderado pelo vereador Leandro Loch.

O ex-prefeito Paulo Hoepers também está fechado com Minotto.


Os mais jovens

Leonel Camasão e Max Amaral, de Içara, ambos do PSOL, são os candidatos mais jovens do estado a governador e deputado federal, respectivamente. Os dois fizeram campanha juntos no fim de semana na região.


Trabalho reconhecido

Revista Piauí fez uma reportagem sobre os candidatos de todo o país que são patrocinados nas redes sociais, mas ainda sem retorno. Um dos poucos candidatos que teve o trabalho elogiado pelo resultado aferido foi Reinaldo Azambuja, candidato a governador de Mato Grosso do Sul. Trabalho da Ápice Comunicação, de Criciúma.


Homenagem para Eduardo 

O governador Eduardo Moreira recebeu no sábado à noite, em Laguna, a Comenda Mérito Domingos de Brito Peixoto.

A Comenda é concedida em reconhecimento ao trabalho feito por pessoas e empresas para o desenvolvimento da cidade.

4oito

Deixe seu comentário