Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Perderam o controle do povo frente ao coronavírus

Ney Lopes
Por Ney Lopes 08/09/2020 - 06:58Atualizado em 08/09/2020 - 06:59

O feriadão de 7 de Setembro parece que encerrou de vez o rígido controle dos governadores, prefeitos e mídia alarmista sobe o povo. As aglomerações foram de norte ao sul do País. No nosso quintal a situação foi de total falta de controle das autoridades. Tanto a Serra Gaúcha, Gramado como a catarinense, Bom Jardim, passsando pelo litoral, principalmente na área de Garopaba, bares, festas e restaurantes lotados. Ontem a BR-101, na volta para casa, houve congestionamento gigante em direção ao Rio Grande do Sul. Aliás, para comprovar que a situação do vírus está no controle, o governador do Rio Grande do Sul anunciou a volta as aulas a partir desta terça-feira.

Empresária da área de turismo Renata Idalêncio levou um grupo de casais da cidade para o fim de semana no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro

UNESC de forma virtual volta nesta terça-feira a comandar a formatura dos cursos de Artes Visuais, Teatro, Ciências Biológicas, Geografia, Física, Matemática, Educação Física, História, Letras e Pedagogia da Unesc. As cerimônias serão transmitidas ao vivo pelo YouTube no canal Unesc TV.

Fábio Gelox e Laerte Michels foram hóspedes do ex-jogador Petkovic no Rio de Janeiro neste fim de semana.

2.239 policiais civis e militares pediram afastamento de suas funções para disputar cargo de prefeito, vice-prefeito ou vereador em todo país, de acordo com levantamento do jornal “O Globo”. Em Santa Catarina, só da Policia Civil, são 38 até agora, contra 26 em 2016. Entre eles está o delegado Márcio Campos Neves que irá disputar uma cadeira na Câmara de Vereadores de Criciúma.

Cris Barbosa no cenário fotográfico de Nova Veneza

UM levantamento do Tesouro Nacional expõe o absurdo do gasto com pessoal em todos os Estados. Em Santa Catarina, por exemplo, 81,1% da receita líquida prevista para este ano vai para pagar servidores públicos estaduais. Sobra menos de já míseros 19% para a saúde, educação, moradia, saneamento, segurança, etc. Em 2019 tal comprometimento foi de 56,3%. Desde então, o salto foi gigantesco.

Uma cena feliz do feriadão

O BOLETIM divulgado ontem no fim da tarde pela prefeitura, aponta que 5.433 pessoas foram infectadas com a doença desde o início da pandemia, sendo que 4.320 estão recuperadas. Atualmente, 1.038 residentes de Criciúma estão o vírus de forma ativa e 142 pessoas são suspeitas.

4oito

Deixe seu comentário