Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Leilão milionário que passou dos R$ 30 milhões teve digital criciumense

Ney Lopes
Por Ney Lopes 13/03/2021 - 10:04Atualizado em 13/03/2021 - 10:08

Os criciumenses Agenor Daufenbach e o leiloeiro Daniel Garcia foram os responsáveis por uma milionária transação: o leilão do valioso patrimônio da massa falida de uma das mais importantes empresas de Joinville, a Metalúrgica Duque, que teve seu auge nos anos 70 a 90. A empresa, que entrou em crise em 2010 até sua falência em 2014, foi arrematada por R$34.650.000,00 pela empresa de transporte Transben, um braço da poderosa Havan.

Daufenbach e Garcia com o martelo na mão no momento da venda do patrimônio da Duque por R$ 34 milhões.

SALVARO numa decisão inteligente acabou dando dois presentes a cidade, liderou os prefeitos da Amrec a não aceitarem medidas mais duras para evitar fechar mais a cidade e voltou atrás e liberou o time do Criciuma a voltar a jogar o campeonato catarinense em casa. Amanhã, domingo, enfrenta a Chapecoense. Aliás, o governo de Criciúma também anunciou ontem, sexta-feira, uma série de ações para tentar aliviar o bolso dos contribuintes, em especial aqueles ligados ao setor de eventos. Os tributos estão todos prorrogados até novembro. Mais uma vez o Governo Salvaro implementa ações para tentar salvar a economia.

A bela Luana obedecendo às restrições confessou que neste fim de semana o banho de sol vai ser em casa

CRICIÚMA registrou neste sábado pela manhã mais três óbitos. O que chamou atenção foi a faixa etária: uma mulher de 48 anos e um homem de 42 anos.

4oito

Deixe seu comentário